MAGNUS CHASE: A ESPADA DO VERÃO


Rick RIORDAN
Editora INTRÍNSECA
2015
448 páginas

SINOPSE: A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph - um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico. As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

Magnus Chase é um morador de rua que não mantém contato com a família e perdeu sua mãe recentemente. Sob os cuidados de Blitz e Hearth, seus colegas de moradia, consegue ter uma vida bem distante do que é considerado normal para um adolescente de 16 anos. 

Entretanto, a calmaria não dura muito para Magnus. Ao reencontrar seu tio Randolph, descobre sua descendência paterna: seu pai é um deus nórdico. Bem como sua paternidade divina, as lendas vikings e os mistérios da mitologia nórdica vivem entre os humanos. 

Ao envolver-se em uma luta logo no começo do livro, ele conhece sua valquíria, Samirah al- Abbas, e reencontra sua prima, Annabeth Chase (protagonista de Percy Jackson e os Olimpianos e Heróis do Olimpo), sendo posteriormente levado para morar no Hotel Valhala. Com uma estrutura linda e seus personagens variados (anões, elfos, einherjar), torna-se o local chave da trama, que logo foca em uma missão recebida por Magnus. 

"Escolhido por engano, não era sua hora,
Um herói que, em Valhala, não pode permanecer agora.
Em nove dias o sol irá para o leste,
Antes que a Espada do Verão a fera liberte."

Faltam apenas nove dias para o Ragnarök, o Juízo Final, e Magnus é um dos que deverão atrasá-lo. Para isso, deve recuperar A Espada do Verão, com a qual impedirá a tomada dos gigantes. Com essa tarefa a cumprir, a narrativa em primeira pessoa fica eletrizante e leva a um desfecho surpreendente. 

"De acordo com as Nornas, o lobo Fenrir seria solto em sete dias se eu não impedisse. O Ragnarök começaria. Surt incendiaria os nove mundos. Eu jamais encontraria minha mãe e nem faria justiça pelo assassinato dela."

Praticamente tudo no livro prende. A ambientação me levou rapidamente a Boston e seus parques mais famosos. Os personagens me fizeram sorrir, chorar e refletir. E claro, os elementos da mitologia nórdica me instigaram a pesquisar mais sobre o tema. 

É inevitável comparar A ESPADA DO VERÃO com O Ladrão de Raios, já que ambos possuem um estabelecimento onde os seres mitológicos habitam (Hotel Valhala e Acampamento Meio-Sangue), um personagem que leva o protagonista a conhecer suas origens divinas (valquírias e sátiros), além das semelhanças entre semideuses e einherjar. Ainda assim, a forma como Riordan escreve permanece mutável e me manteve extasiada durante a leitura. Sem contar que os capítulos nomeados continuam e rendem boas risadas. 

Apesar das semelhanças, os personagens novos me cativaram muito. Blitz e Hearth são tão fofos e amigos que adoraria tê-los por perto. O jeito guerreiro e determinado da Sam é inspirador. E não posso esquecer do protagonista. Engraçado, irônico e maduro, Magnus é um narrador-personagem completo, que com certeza será um dos motivos pelos quais continuarei lendo a trilogia. 

A ESPADA DO VERÃO é o primeiro volume da trilogia de mitologia nórdica escrita por Rick Riordan: Magnus Chase e os Deuses de Asgard. Levando no título o nome do protagonista é uma nova forma do autor best-seller escrever sobre adolescentes e mitologia para o público infanto-juvenil. 

Compartilhe este post:

Mylane Damasceno

Além de ser amante da literatura, amo blogar. Gosto de atualidades ou de algo mais retrô. Leio de economia à literatura, de Rick Riordan a José de Alencar. Me emociono facilmente com filmes e livros, e tenho vontade de fotografar quase tudo que vejo. Sou fã de dias chuvosos e músicas calmas.

7 COMENTÁRIOS

  1. Quero muito ler, acho que vai ser a primeira leitura de dezembro.

    ResponderExcluir
  2. Capa bonita, mas não chamou a atenção =/

    ResponderExcluir
  3. Quero muito esse livro ! Faça um sorteio por favor !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que capa linda, que resenha maravilhosa. Entrou para minha lista.

      Excluir
  4. Depois que terminei a saga de Percy Jackson, fiquei com bastante vontade de ler Magnus Chase, mas a história me pareceu tão repetida que desanimei um pouco =/

    ResponderExcluir
  5. Perfeito tanto o livro como o autor <3

    ResponderExcluir
  6. E essa capa divosa aí, hein? haha Mais um livro cobiçado por mim haha
    Resenha fantástica, parabéns!

    Beijos =*

    ResponderExcluir