ASTERIX E O PAPIRO DE CÉSAR


René GOSCINNY, Albert UDERZO, Jean-Yves FERRI e Didier CONRAD
Editora RECORD
2015
50 páginas

SINOPSE: César decide publicar suas memórias, censurando um capítulo importante sobre as aventuras de Asterix. Sem saber, o capítulo é roubado e levado até a aldeia dos gauleses, que decidem levar o papiro até a floresta dos druidas, onde o conteúdo poderá ser decorado e passado de geração em geração.

Este é o prólogo de todas as edições dos livros de ASTERIX, O GAULÊS: "Estamos no ano 50 antes de Cristo. Toda a Gália foi ocupada pelos romanos ... Toda? Não! Uma aldeia povoada por irredutíveis gauleses ainda resiste ao invasor. E a vida não é nada fácil para as guarnições de legionários romanos nos campos fortificados de Babaorum, Aquarium, Laudanum e Petibonum..."


Asterix reside com seus amigos em uma pequena aldeia gaulesa situada em uma península na Armórica, ao norte da antiga Gália. Para resistir ao domínio romano, os aldeões contam com a ajuda de uma poção mágica que lhes dá uma força sobre-humana, preparada pelo druida Panoramix. A exceção é Obelix, que caiu dentro de um caldeirão cheio da poção quando ainda era um bebê, e daí adquiriu permanentemente a superforça.


Asterix foi criado por Albert Uderzo e René Goscinny em 1959. Hoje, com 35 álbuns publicados e mais de 350 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, é um dos personagens mais populares e amados de sempre.

Após Goscinny falecer em 1977, Uderzo continuou, sozinho, a criação de novas histórias, lançando sempre um álbum por ano. Em 2010, já com 84 anos, Uderzo anunciou sua aposentadoria e passou a responsabilidade dos personagens para a dupla francesa, Jean-Yves Ferri e Didier Conrad, cujo primeiro trabalho pode ser conferido em Axterix entre os Pictos, de 2013.


Em ASTERIX E O PAPIRO DE CÉSAR, lançado mundialmente em outubro, com uma tiragem de quatro milhões de exemplares, César decide publicar suas memórias das guerras romanas de conquista, e reserva um capítulo inteiro sobre sua frustração de não conseguir vencer os irredutíveis gauleses. Seu editor, para evitar uma humilhação pública, sugere o corte desse capítulo. Assim, vai a público a edição censurada, que vira um grande sucesso em Roma. Mas o capítulo censurado acaba sendo roubado e vai até as mãos dos gauleses.


A história é uma crítica sútil sobre as publicações atuais de livros e em como as notícias se espalham rapidamente, e as referências são muito engraçadas, como o uso de pombos no lugar do Twitter. Existe a preocupação da dupla de criação em manter todos os elementos usados pelos criadores dos personagens, mas eles não realizam a tarefa com tanta sutileza, e algumas piadas ficam forçadas.


Isso pode ser mais notado quando Asterix, Obelix e Panoramix, o druida da aldeia, viajam até uma floresta, para que os druidas possam memorizar o capítulo roubado, que narra todas as aventuras dos gauleses. Todas as tentativas de piada nesse trecho remetem para situações já vividas pelos personagens em outros álbuns. A parte em que os dois caçoam de Panoramix ficou exagerada e muito mal empregada dentro do contexto. É louvável a preocupação com a herança, mas acho que seria mais natural que surgissem ideias novas, uma vez que seguir a linha já fortemente estabelecida pelos criadores originais é quase impossível.


Para quem nunca leu Asterix, esta edição terá mais graça do que para aqueles que acompanham desde o primeiro número. Mesmo para esses, a aquisição do álbum é obrigatória. E mesmo com os pontos negativos citados acima, a história ainda é muito superior às versões cinematográficas dos personagens. A rapidez das piadas e das situações continua sem igual nos quadros belissimamente desenhados, e isso é muito difícil de ser transportado para os telões.


ASTERIX E O PAPIRO DE CÉSAR é uma aquisição obrigatória para os fãs e novatos. Se você ainda não conhece os irredutíveis gauleses, estão perdendo o que de melhor existem em quadrinhos no mundo.

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

23 COMENTÁRIOS

  1. Asterix e Obelix! *-* Adoro esses quadrinhos, li e reli várias e várias vezes em minha infância e adolescência! não sabia que ainda tinham edições novas... já vou procurar Asterix e o Papiro de César para ler o quanto antes, fiquei curiosa pra ver como fica a história dos gauleses pelas mãos de outros autores!
    Bjus,
    Paty Algayer - Mágica Cult

    ResponderExcluir
  2. Como eu li e reli várias vezes Asterix e o Papiro de Cesar, esse livro marcou a minha infância! Tenho ele até hoje.

    ResponderExcluir
  3. Ola!!!
    Adoro quadrinhos e Asterix e Obelix sempre via pelas tirinhas publicadas no jornal, eles são super divertidos e muito engraçados. Esta edição está muito bonita, parabéns a editora Record. Super legal o post.

    Abraços
    Carla Fernanda
    http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Super legal a dica dos quadrinhos... meu filho tem vários, mas esses ainda não fazem parte das leituras dele. Irei procurar ;) obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  5. Olá, adoro HQ e sempre me diverti com as histórias de Asterix e Obelix :)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  6. Amo quadrinhos e pelas fotos já estou apaixonada e com desejo de ler!

    ResponderExcluir
  7. Nossa esses são antigos. Lembro dos personagens de quando eu era criança, devo ter lido na época, mas não me lembro e faz anos que não leio quadrinhos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, boa tarde ^_^
    Adoro quadrinhos, me faz lembrar da minha infância *-*

    TT:@nayane_cida
    IG:@nayane_aparecida

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de HQs, comprei uma recentemente do Gabriel Bá e Fábio Moon, DAYTRIPPER, vou ler, resenhar e essa já vai pra wishlist!

    ResponderExcluir
  10. Tenho uma paixão tão grande por HQs, que vocês nem imaginam! <3 Muito amor envolvido.

    ResponderExcluir
  11. não conhecia ASTERIX e pelo pouquinho que deu pra ler por suas fotos, parece ser ótimo!

    ResponderExcluir
  12. Sou muito fã de Asterix e Obelix, já quero!!!! \o/

    ResponderExcluir
  13. O bom que qualquer idade pode ler :3

    TT@:nayane_cida
    IG:@nayane_aparecida

    ResponderExcluir
  14. Minha paixão por HQ's aumentando a cada dia.

    ResponderExcluir
  15. Como não lembrar desses quadrinhos? kk Viviam aparecendo nos meus livros de escola

    ResponderExcluir
  16. Tenho uma certa queda por quadrinhos, tenho uma coleção dos da Turma da Mônica, alguns na Marvel, Turma da Mônica Jovem... São todos maravilhosos, ainda não tinha visto de Asterix e Obelix e fico feliz de poder agora degustar deles.

    ResponderExcluir
  17. Uma das duplas mais amadas dos quadrinhos ;D
    Passei minha infância assistindo e lendo Asterix e Obelix

    ResponderExcluir
  18. Não sou muito de ler quadrinhos, preciso adquirir esse hábito =D
    Instagram @kianidemonti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  19. Albert Uderzo é o cara :)
    O desenhista perfeito ;3

    ResponderExcluir
  20. Não sou muito de ler quadrinhos, esse deu uma vontade. As ilustrações são incríveis.

    ResponderExcluir
  21. Eu já tive dois quadrinhos desse, mas infelizmente nunca conseguir ler até o final, na época eu não gostava de ler e acabei doando eles.
    Mas se eu tivesse um desse agora com certeza eu iria ler.

    ResponderExcluir
  22. Olá, gostava muito de ler as tirinhas do Asterix nos livros de Português da escola hahahaha, Um grande abraço, e até mais!

    Jorge
    Diurnos Leitores

    ResponderExcluir