FRAGMENTADOS


Neal SHUSTERMAN
Editora NOVO CONCEITO
2015
320 páginas

SINOPSE: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria. Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos - desde as mãos até o coração - é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.

FRAGMENTADOS é o primeiro livro de uma série homônima que chegou este ano ao Brasil. Confesso que o livro me ganhou assim que assisti ao book trailer e, ao ler a sinopse e algumas resenhas, criei enormes expectativas com esta leitura. A escrita de Neal é ótima e ele consegue desenvolver a história com muita fluidez. Infelizmente, não me prendi na leitura.

"As pessoas não são completamente boas nem completamente ruins. A gente vive a vida toda entrando e saindo das sombras e da luz. Neste momento, eu estou feliz por estar na luz"

O livro conta a história de Connor, um garoto de 17 anos que descobre que sua família assinou sua carta de fragmentação e, revoltado, ele decide fugir. Porém, acaba pego na estrada pelos policias que fiscalizam os fragmentários. Em um momento de desespero e luta por sua vida, Connor corre pela autoestrada movimentada, causa um acidente de carro e, além disso, pega um menino como refém.

Este menino pego como refém é Lev, um garoto de 13 anos que cresceu sabendo que seria fragmentado, pois sua família o escolheu para ser um dízimo. Além de Lev, somos apresentados a Risa, uma garota que foi criada em uma casa estadual e é avisada que será fragmentada, uma vez que seu talento como pianista não é suficiente para lhe manter viva. Risa está no ônibus que capota na autoestrada quando Connor pega Lev como refém. O acidente faz com que a menina tenha a oportunidade perfeita para fugir, e é exatamente isso que ela faz.

"Eu prefiro ser parcialmente grande a ser completamente imprestável"

Lev, ao contrário dos outros dois garotos, quer ser fragmentado, uma vez que lhe foi ensinado que isso é algo bom e que ajudaria os demais. Por conta dessa crença, ele não confia em Risa e Connor, assim como os dois não confiam nele.

Somos apresentados a alguns personagens interessantes, como Sônia, uma senhora dona de uma loja de antiguidades, que ajuda fragmentários desertores a escaparem. Confesso que ela foi uma das personagens que eu mais gostei, mas, mesmo assim, não me apeguei a ela, nem a nenhum outro personagem.

A história é ótima e muito bem desenvolvida, porém não me prendeu na leitura. Ainda assim, preciso dizer que é um livro que recomendo àqueles que gostam de distopias.

"Se mais pessoas tivessem doado seus órgãos, a fragmentação nunca teria acontecido"
RESENHA ESCRITA PELA NATÁLIA PALOMARE PARA O GETTUB!

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

21 COMENTÁRIOS

  1. Oi Natália!

    Eu até que gostei muito desse livro, mas achei a narrativa dele um pouco lenta, principalmente na parte onde os três estão fugindo. Gostei muito do final, pra mim nem precisaria de uma continuação, mas né...

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Natália, tudo bem?
    Eu tenho bastante vontade de ler "Fragmentados", todas as resenhas que vejo são bem positivas e recomendar muito o livro!
    Espero poder ler em breve.
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Fragmentados é um livro muito bom para se ler, apesar da narrativa dele ser um pouco lenta. Eu vi 10 resenhas desse livro, 9 estão falando muito bem deles e o outro está desvalorizando totalmente, eu acho que esse tipo de pessoa não sabe como é a vida, mas fazer o que né? Cada um tem seu gosto. E o meu gosto se resume em uma palavra: "Fragmentados". Já quero a continuação! E muito mais resenhas como essa!

    ResponderExcluir
  4. Aprendi muito a gostar de distopias. Eu com certeza quero ler esse.. Só tenho receio porque a Novo Conceito nem sempre continua uma série.. Assim como outras editoras :(

    Não sei como está o andamento do próximo livro, mas vou esperar.

    Gostei muito da resenha Carlos. E também gostei das citações que você escolheu! Parabéns!

    Um Amor de Livro

    ResponderExcluir
  5. Não li ainda... mas ouvi algumas críticas sobre o livro, gosto de livros intensos que nos prendem na leitura, e quanto a esse, a maioria diz que é um livro lento (apesar do tema).
    Gostei da resenha, mas ainda na dúvida quanto a leitura!

    ResponderExcluir
  6. Uma amiga que leu teve a mesma opinião que você, ele também não conseguiu prendê-la, mas amo distopias e essa está na minha lista porque achei a ideia do autor super original e interessante.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha, e as citações escolhidas, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Olá, bem não gosto muito de distopias, mas uns amigos leram e me indicaram e pretendo ler, fiquei curiosa pra saber mais da história *-*

    TT:@nayane_cida
    IG:@nayane_aparecida

    ResponderExcluir
  9. Sem duvida um livro que eu queria ler. Desde que vi achei incrível. Procurei pra comprar junto com os mimos que eles estavam enviando para os parceiros, mas não obtive sucesso. Tem uma pegada meu Sense8, só que nesse caso tem uma pessoa só, e o que é dividido são seus membros.

    ResponderExcluir
  10. Tenho bastante vontade de ler Fragmentados, vejo bastante comentários positivos sobre ele. O único que não é, é sobre a narrativa ser lenta :/ e geralmente quando as narrativas são lentas eu tendo a abandonar a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Mesmo assim, vai ser uma das leituras obrigatórias para 2016. E espero de coração que eu goste e não abandone o livro.

    ResponderExcluir
  12. Muitas pessoas me recomendaram esse livro, pretendo ler em 2016!

    ResponderExcluir
  13. Twitter: @guidoalexandre
    Instagram: @guidoalexandre

    ResponderExcluir
  14. Mesmo não gostando muito de distopia, ele acabou entrando pra minha listinha de 2016 *-*

    TT@:nayane_cida
    IG:@nayane_aparecida

    ResponderExcluir
  15. Estou naquela fase amando distopias, já está na minha lista.

    ResponderExcluir
  16. Confesso que não gosto muito de distopias mas quando bati o olho nesse eu me apaixonei pela capa, tem um ar de suspense, não sei. Mas sempre que vejo essa capa eu lembro que tenho que ler uahsuahsausa

    ResponderExcluir
  17. A capa me lembrou algo também bem sci-fi, me lembrou de uma série chamada Fringe. Parece combinar muito com esse livros, deêm uma olhada depois, acho que vão gostar hahahaha

    ResponderExcluir
  18. 100or
    ...
    Que resenha perfeita...
    S2 "música para os olhos "

    ResponderExcluir
  19. Preciso desse livro s2
    Pode me dizer onde encontrar? :)

    ResponderExcluir
  20. Esse livro tá na minha wishlist faz um tempo, mas sempre acabo passando outros na frente. Adorei a resenha, bem completa.
    Instagram @kianidemonti

    ResponderExcluir
  21. Esse livro parece ser incrível, a pouco tempo me rendi ao mundo das distopias e tenho que admitir que se tornou um dos meus gêneros favoritos.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir