07 dezembro 2015

FUGITIVOS


Carlos BARROS
Editora GIOSTRI
2015
647 páginas

SINOPSE: De onde vem a amizade? O que é necessário para se ter uma vida melhor? Caio, um carioca de 15 anos, perdeu os pais em uma tragédia e foi morar com a avó em Belo Horizonte. Cheio de traumas, causados pelo incidente que vitimou sua família, ele não tem mais desejo de retomar sua vida. Fernanda, de 15 anos, protege seu irmão Jonas, de 11 anos, do temperamento violento do pai. Ela se apaixona por Caio, e este por ela. O sentimento que nutrem, será o catalizador de uma briga que colocará em risco a segurança dos dois. Gabriel, de 17 anos, e Bianca, sua irmã de 5 anos, perderam a mãe, por ela ser viciada e ter sofrido uma overdose, e o pai está preso. Ficam sob a tutela da Justiça e do irmão mais velho, de 20 anos, que apoia o pai em planos escusos para melhorarem de vida. Em Fugitivos, acompanhamos o amor nascer entre Caio e Fernanda, e a força da amizade que surge entre os cinco jovens, de forma tão intensa, que o drama de cada um deixa de ser individual e passa a ser de todos. No momento em que suas histórias se misturam, eles precisam fugir para salvarem suas vidas. Nessa corrida emocionante, que atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Pernambuco, mais de dois mil quilômetros, iremos descobrir seus sonhos, seus medos, suas tristezas e suas alegrias, tudo envolto por muito suspense, perigo, romance e reviravoltas surpreendentes.

De acordo com o dicionário: Amizade s.f. 1 Afeto de amigo. 2. Apreço; estima. 3. Dedicação. 4. Camaradagem; Coleguismo. E Amigo adj. 1. Que ama, estima, gosta. 2. Caro; Prezado. 3. Apreciador; afeiçoado. Porém, apesar de tantas palavras que definem corretamente as duas em questão, a palavra difícil ou a expressão: afeto que vai além da lealdade, nunca são citados. Que, pra mim, seria o que definiria melhor.

Apesar de muitos dizerem que conhecem a Amizade verdadeira, acho que poucos saberiam identificar quem são aqueles que poderão chamar de Amigos, ou melhor, de irmãos além do sangue.

FUGITIVOS traz para o seu leitor a realidade de uma amizade verdadeira, onde cinco crianças/adolescentes enfrentam situações, que só os verdadeiros têm PULSO para enfrentar ao seu lado. Só aqueles que você pode chamar de IRMÃOS, largariam seu próprio universo para viver o seu naquele exato momento.

Minha mãe, desde pequena, sempre dizia que amigos de verdade poderiam se contar nos dedos de uma mão, e que às vezes nem conseguiríamos enchê-la. Nunca coloquei atenção nisso, até que vi pessoas passarem e sumirem da minha vida, pessoas que quebraram minha confiança sem ao menos cogitar se aquilo me afetaria ou não. Com isso, cresci sem conhecer o que é realmente a amizade, até que conheci certas pessoas que eu sei classificar o que significam pra mim.

O livro traz a história de Caio, Fernanda, Jonas, Gabriel e Bianca. Cinco guerreiros da vida real. Caio, com seus 15 anos, enfrenta a dura realidade de viver sem os pais em uma cidade nova, onde sua única referência é sua avó, com quem nunca teve tanto contato direto. Fernanda e Jonas, de 15 e 11 anos, respectivamente, enfrentam em casa os maiores pesadelos que uma criança/ adolescente pode viver. Onde deveria ser o porto seguro de qualquer pessoa, para eles é o centro dos seus medos. E por fim, mas não menos importante, Gabriel e Bianca, 17 e 5 anos. Gabriel teve que aprender cedo o que é ser responsável por alguém, tanto para se sentir amado, quanto se sentir parte de uma família, e, por isso, perde a inocência de ser uma criança e ter uma adolescência. Bianca veio ao mundo desejada e amada por sua mãe, como um presente para o recomeço de uma vida, entretanto nem a sua inocência e carisma conseguiram assegurar que tudo voltasse a ser como era antes do seu nascimento.

Com um enredo muito detalhado e descritivo, FUGITIVOS leva o leitor a querer e desejar cada página, a mexer com cada emoção e sentimento de quem o lê. Faz querer saber, melhor dizendo, ir atrás daqueles cinco personagens e saber, diretamente deles, como foi viver tudo aquilo e ainda serem felizes um ao lado do outro.

Apesar dos traumas e dificuldades que muitos teriam, eles encontraram uns nos outros a família que tanto desejaram e sonharam. A vida lhes deu uma segunda chance de conhecerem o que é ter um porto seguro, um amor incondicional, que só uma família pode lhe proporcionar.

Não posso deixar de citar que FUGITIVOS tem um enredo muito forte, com a retratação da realidade muito bem colocada e explicada. Onde nenhuma “linha não tenha seu nó dado e selado”. Que apesar de ser um livro narrado em terceira pessoa, não deixa a desejar em sabermos o que cada personagem pensa e sente em cada situação. E nem como agiria se os papeis se invertessem.

Quando comecei a ler e vi a historia de Caio, fiquei na duvida se o autor conseguiria mesmo levá-lo junto dos outros personagens na fuga sem deixar que ficasse uma pequena frustração ao leitor, pois o amor dele pela avó, apesar de não serem tão próximos, é incondicional e de uma gratidão eterna. Mas o autor me surpreendeu com a reviravolta e o entrelaçamento das histórias dos personagens, e, pra mim, foi um dos pontos altos do livro. Como já havia dito, é tudo muito bem colocado, como a riqueza em detalhes e descrições, onde faz a imaginação do leitor fluir e agir por conta própria. Não há devaneios e nem momentos de tédio, ainda que o livro tenha 647 páginas, o leitor não tem a oportunidade de ficar disperso, porque cada capítulo é um turbilhão de acontecimentos.

O livro é dividido em duas parte. A primeira, onde conhecemos a vida de cada um dos personagens, seus medos, traumas e até seus desejos mais profundos. Onde conhecemos os prováveis vilões, o romance de Caio e Fernanda e como cada um chega ao seu limite para querer uma vida nova. É onde também vemos o crescer e o amadurecimento de cada um deles e como a amizade começa a ser palpável. É em seus capítulos que vemos as brigas e confrontos mais inebriantes. Onde um “amigo” de um de nossos guerreiros se mostra ser o que muitos de nós conhecemos a cada dia de nossas vidas. Já na segunda parte, temos a fuga dos cinco, como começam a enfrentar a realidade sem o peso e dificuldades que tanto enfrentavam em suas vidas anteriores. Vemos, realmente, uma família se formar, não pelo laço de sangue, mas pelos laços do amor e da lealdade de uma amizade. Em alguns capítulos da segunda parte, vemos nossos cinco guerreiros serem realmente o que deveriam ser nas suas respectivas idades, mas também é nelas que vemos a maturidade que foram forçados a ter.

Tentei de várias formar escrever sobre o final, entretanto ainda não sei me expressar para falar de algo tão surpreendente e forte. É um final que deixará, com toda a certeza, muitos de “boca aberta”. Nos últimos dois capítulos, senti-me angustiada, receosa, irritada, chorosa, triste, mas a emoção que prevaleceu, foi a alegria depois que li as ultimas palavras, a sensação de que agora aqueles cinco guerreiros estão em paz.

FUGITIVOS é um livro que recomendo a qualquer leitor, independente do seu gosto literário. É um livro de muita reflexão e de entendimento do que a vida pode ser e como o seu caráter é essencial. Que família não é só aquela que é dada ao nascer, e sim, também, aquela à sua escolha. Que apesar das dificuldades, você pode, sim, conhecer alguém que será sua pilastra de sustentação. Será difícil? Talvez. Porém, acima de qualquer coisa, basta você saber identificar quem são seus verdadeiros e leais amigos.

Resenha feita e gentilmente cedida por BELLA MARTINS, do blog The House of Stories.
Carlos H. Barros

24 COMENTÁRIOS:

  1. Parece ser incrível!!!! Estou com muita vontade de ler este livro desde que você começou a anunciar nas redes sociais. Pena que minha lista de prioridades para o natal esteja tão grande, nem vou conseguir esgota-la. Mas quero sim ler em breve.
    http://virtualcheckin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É muito bom!!! Deu vontade de reler novamente. Enquanto lia Fugitivos, foi assim que me sentia: o tempo todo nessa triste/feliz angustia, de saber que posso ler histórias e sair de minha realidade a qualquer momento. Mas que na maior parte do tempo, é melhor eu me manter presa ao meu fio da realidade e saber que minha vida é um presente, e que sim, tem pessoas com problemas que nem posso imaginar fora do mundo que criei para mim.
    UM LIVRO QUE RECOMENDO? CLARO QUE É "FUGITIVOS"

    ResponderExcluir
  3. esse livro <3 quero
    tt: @AlohaSattler
    ig: @patysattler

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha... esse já estava na minha lista de desejados e agora... quero muito mais!

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha, vai entrar pra lista dos desejados!

    ResponderExcluir
  6. Tô doida por esse livro. Não paro de vê-lo nas redes sociais!

    ResponderExcluir
  7. Carl, ainda to na agonia de saber o que acontece depois do 7º capítulo :'(

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha, Fugitivos é o primeiro da minha lista rs
    quero muito ler, mas ainda não deu pra comprar :/

    TT:@nayane_cida
    IG:@nayane_aparecida

    ResponderExcluir
  9. Estou só esperando o meu livro chegar para embarcar nessa aventura.

    ResponderExcluir
  10. Ganhei meu exemplar há algumas semanas, e sei que vou amar, até por que um dos personagens têm o meu nome. Veio autografado e em meu nome, com o Botton preto também. Se o pessoal do Gettub quiser me enviar o outro Botton amarelo e marcadores eu aceito ( sou fanático por marcadores ).

    ResponderExcluir
  11. Sem dúvidas, esse foi o livro mais falado de 2015!!
    Twitter: @guidoalexandre
    Instagram: @guidoalexandre

    ResponderExcluir
  12. O que vi falar muito sobre esse livro, é que ele fala de uma realidade social muito próxima em nosso País, porém enxergada por poucos.
    Talvez o fato de o tornar algo meio que aproximado do Real, tenha feito dele, um dos mais falados de 2015!

    ResponderExcluir
  13. Ouvi muitos elogios sobre esse livro, a capa, as cores, a história, tudo tão lindo que me deixou ainda mais curiosa para conhecer.

    ResponderExcluir
  14. Carl, ande logo com as parcerias do teu livro que to quase morrendo de infarte aqui querendo saber o resto da história

    ResponderExcluir
  15. 7 capítulos para degustação não satisfazem minha curiosidade

    ResponderExcluir
  16. Esperando ansiosamente o resultado das parcerias.... Expectativa até fevereiro rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só em fevereiro?????? :O Ai meu coração não aguenta!!!!

      Excluir
  17. Cara... Já procurei tanto esse livro ;( ele só pode ser muito bom... Todo mundo diz que sim... Mas ainda não tem por aqui :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Ele pode ser comprado no Submarino, Americanas, etc, mas o preço mais em conta é com o autor no site: fugitivoslivro.com.br ;)

      Excluir
  18. Sempre tive um preconceito com livros brasileiros e nem sei pq. Preciso ler mais autores daqui em 2016 e esse me pareceu bem promissor.
    Instagram: @kianidemonti

    ResponderExcluir
  19. Um dos melhores livro que li em 2015.
    Você forma uma relação de amor entre os personagens, é inacreditável cada coisa que acontece com eles, e o que eles tem que fazer para fugir de tudo.
    Um livro completamente emocionante. Esperando ansiosamente pela continuação ♥

    ResponderExcluir
  20. Sempre evitei livros nacionais, mas espero ler mais e me apaixonar pela literatura nacional! Parece bom e estou ansiosa para ler.

    ResponderExcluir
  21. Parece ser de inicio chocante, mas tambem bem interessante.
    vou comprar se nao ganhar com certeza bjs

    ResponderExcluir

gettub 2015 - voltar para o topo - design e código gabi melo