EMILY THE STRANGE: OS DIAS PERDIDOS


Rob REGER
Editora GALERA
2011
278 páginas

SINOPSE: Emily é uma menina de 13 anos e poderia pular de prédios muito altos, se estivesse a fim. É mais provável que esteja cochilando ao lado de seus quatro gatos pretos; ou montando rapidamente um acelerador de partículas com fios de algodão, lentilhas e alfinetes de segurança; ou tocando bateria/guitarra/saxofone/cítara; ou pintando um mural furioso no esgoto; ou forçando alguém a dizer “três tigres tristes” treze vezes e bem rápido... Para poder apontar na cara desse alguém e rir.

Enquanto esperava o vendedor buscar um livro que queria comprar, fiquei olhando as prateleiras, e meus olhos bateram na edição caprichada de EMILY THE STRANGE: OS DIAS PERDIDOS


Reconheço que foi a capa o motivo de folhear o livro, mas foi seu conteúdo que me convenceu a arriscar. Ele é cheio de listas de pistas, desenhos, pontos de interrogação e mais uma série de características que remetem a histórias de bruxas e magia. Para um apreciador desse gênero, a curiosidade foi imensa.

Já adianto que não me arrependi da compra. Tanto, que pretendo comprar o segundo livro.

Emily é uma garota de 13 anos que acorda em uma pequena cidade chamada Blackrock, com um caderno em branco com 11 páginas arrancadas, sem saber seu nome, quem é, de onde vem, por que está ali ou o motivo de não se lembrar de nenhuma dessas informações. E na cidade, também ninguém conhece ela. Assim, Emily começa uma busca pelas pistas que podem resgatar sua memória e explicar toda aquela confusão.


Apesar da personagem principal ser uma garota e da edição ser, visualmente, direcionada para meninas, o conteúdo é totalmente direcionado para meninos. A primeira coisa que me veio à mente durante a leitura, foi a similaridade com os extintos jogos do estilo adventure para computador. Nesses jogos, nós controlávamos um personagem, que precisava reunir pistas, através da procura e confecção de objetos e ações, para conseguir avançar no jogo e na história, até chegar ao final. 


E é exatamente isso que o autor Rob Reger faz: ele permite ao leitor acompanhar Emily na busca dessas pistas e itens, e descobrir, junto da personagem, o que aconteceu. O mais contagiante no livro é exatamente essa cumplicidade entre a personagem e o leitor. Ela não é mais inteligente do que quem lê, e todas as descobertas e ideias são feitas em parceria com o leitor. Em certo ponto, senti-me parte da história e totalmente satisfeito por pensar nas soluções no mesmo momento em que lia que Emily pensava igual.


Vale um destaque para essas pistas e soluções, tão mirabolantes, divertidas e criativas quanto os jogos de computador. Todas remetendo a magia e tecnologia baseada em magia. Temos de tudo: vestidos com bolsos onde cabem todos os objetos encontrados, robôs, máquinas do esquecimento, gatos misteriosos, veículos equipados com equipamentos fantásticos, materiais que concedem poderes, leitura e pensamentos, desafios e batalhas de poder. 


Mas tudo isso poderia ser perdido se a personagem principal não agradecesse. Acontece que Emily é extremamente cativante. As indagações que ela faz no diário, como se estivesse perguntando e desabafando com o leitor, cria uma empatia automática. Suas tiradas cômicas fazem rir na medida certa, e os apuros em que se mete, obrigam o leitor a quase querer entrar na história para participar.


EMILY THE STRANGE: OS DIAS PERDIDOS foi uma agradável descoberta. Um livro escondido nas prateleiras das livrarias, que gritou para que eu o encontrasse. 

Viva à magia!

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

34 COMENTÁRIOS

  1. Não gosto desses rótulos de "edição para meninas" , "conteúdo para meninos" isso reflete uma imposição da sociedade, a qual as meninas devem ser sempre bonitas e caprichosas, ler histórias bobinhas sobre menininhos enquanto os meninos têm brincadeiras de longe mais inteligentes e criativas, assim como os livros direcionados a eles, que trazem aventura, mistério e até mesmo uma pegada de videogame. Talvez o intuito deste livro seja exatamente este: quebrar um pouco este parâmetro e convencer as meninas a lerem uma história mais interessante por causa da edição e os meninos a terem um livro mais bonitinho na sua estante por causa da história. Depois disso, me interessei bastante pelo livro, vou procurar conhecer melhor. Tirando este detalhe que me incomodou um pouco, sua resenha está maravilhosa. Parabéns!
    http://virtualcheckin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sou louca para ler esse livro há muito tempo. A edição é super caprichada, e o fato de descobrirmos as coisas junto com a personagem me agrada demais!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  3. Adorei a livro e a edição com desenhos e pistas para Emily descobrir quem realmente ela é. A personagem é cativante? Amei <3
    Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a história porque adorei a resenha e o fato de o livro nos envolver na história. Irei procurar para lê-lo :)

    ResponderExcluir
  4. Este livro é muito bom, o único defeito é que tem as folhas brancas.

    ResponderExcluir
  5. Que livro fofo, apesar de não gostar de gatos, a história é muito interessante .
    Indicarei a meus alunos.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei encantada por essa capa, e seu eu a visse na livraria eu compraria só por causa dessa capa mas depois do que li tenho certeza que vou adorar se eu comprar, e edição parece estar muito linda também,fiquei muito curiosa para saber mais sobre o livro e sobre a Emily.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que capa perfeita e pela a sua resenha deve ser mais show ainda é eu agora estou curioso é ansioso pra comprar e poder ler essa maravilha de livro
    E parabéns pelo seu blog um trabalho muito bem feito e que ele possa prosperar cada vez mais

    ResponderExcluir
  8. Carlosssss, HOMEMMMMM QUE EDIÇÃO LINDA É ESSA???? Adorei as fotos!!! Eu quero hahahaha
    Adorei seus comentários sobre o livro. Eu acho bem legal esse tema, que livraria é essa que você foi, que eu vou lá hahaha

    Parabéns!

    Bjs
    Um Amor de Livro

    ResponderExcluir
  9. Que edição maravilhosa! Depois de ler (pq de fato, me pareceu muito divertido)dá pra deixar essa lindeza decorando a estante.

    ResponderExcluir
  10. É tão curioso quando o autor envolve nós na narrativa e ainda por cima com pistas que nos deixam animados e curiosos pra saber o fim, tem toda essa química leitor-personagem, que torna um livro delicioso, valeu pela dica hahah, vou adquirir ele no meu aniversário, amei. <3

    ResponderExcluir
  11. Se eu entrasse em uma livraria e visse essa capa, com certeza eu compraria só pelo fato dela ser incrível e livros de capa dura tem um charme a mais. E não é só a capa que é incrível, é a edição toda, amo livros com ilustrações.
    Mais um livro que eu não conhecia e que vai entrar para a minha lista de desejados.
    Achei que a sinopse não disse muito sobre o que está dentro, se fosse pela sinopse eu não compraria, porque parece que a história é parada e que nada acontece.
    Mas depois que li sua resenha mudei totalmente meu ponto de vista, parece ser um livro cheio de ação e isso me interessou muito.

    ResponderExcluir
  12. To apaixonada por essa capa e essas ilustrações. Ainda parece ser uma leitura leve e divertida. Não conhecia esse livro e agora me interessei em saber mais depois da sua resenha.

    ResponderExcluir
  13. To apaixonada por essa capa e essas ilustrações. Ainda parece ser uma leitura leve e divertida. Não conhecia esse livro e agora me interessei em saber mais depois da sua resenha.

    ResponderExcluir
  14. Carlos!
    Quando somos fisgados por um livro em uma livraria, nem tem jeito, né?
    Achei a capa bem chamativa e se tem ilustrações, gosto ainda mais.
    Saber que Emily apesar de tão jovem é uma protagonista cativante e leva toda trama com maestria, é mais um atrativo para a leitura.
    “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  15. QUE LIVRO LINDO! Possivelmente irei comprar sim. Gostei muito dessa temática de jogo virtual, me remete a personagem Miko de Heroes Reborn e com certeza vou dar uma chance. Aliás a edição da Editora Galera esta incrível, uma obra de arte.

    ResponderExcluir
  16. Adorei essa resenha! Esse livro parece ser muiito lega!. Ela acorda sem saber quem é!! achei incrivel. Amo livros assim!
    TOP COMENTARISTA

    ResponderExcluir
  17. ah eu sei bem o que é ser fisgado pela capa.
    bom, deixando a questão de rótulo de lado (livro de menino?) eu achei um livro bem legal, ainda bem que a capa cativou uma boa história. adorei ser estilo jogo, parece ser um livro bem interessante, colocar aqui na minha lista

    ResponderExcluir
  18. Não curto muito livros que envolvem magias, feitiços e algo mais, mas de fato a história parece bem interessante, curto muito o livro que faz a interação personagem e leitor. Atraves da resenha me conquistou... Irei adiciona-lo.

    ResponderExcluir
  19. Eu sou uma dessas pessoas que julga o livro pela capa, se eu entrasse numa livraria qualquer e visse esse livro pensaria que fosse algo que envolvesse magias, feitiços, etc. Mas realmente, depois dessa resenha, me conquistou. Com certeza vai estar na minha lista de lidos em 2016.

    ResponderExcluir
  20. Não gosto tanto do gênero, ou melhor, não leio tanto assim desse gênero, acho que seja por esse motivo que tenho esse certo preconceito nesse livro, mas quem sabe eu não mude de ideia e resolva arriscar o novo!

    ResponderExcluir
  21. Que edição show é essa? Fiquei muito interessando no livro! Show

    ResponderExcluir
  22. Somente a capa foi capaz de fazer eu querer ler esse livro, e por ter desenhos, algo raro hoje em dia encontrar um bom livro com ilustrações tão legais , isso faz o leitor a querer ler e conhecer a história cada página virada, para mim é cativante um livro que faz o leitor vivenciar a história e sentir que está desvendo um mistério junto com o protagonista, eu amei !!

    ResponderExcluir
  23. Ameiiii a capa e as ilustrações, já quero rsrs, parece ser um livro muito bom aquele livro que não cansa o leitor. Vou comprar!!

    ResponderExcluir
  24. que edição linda! Já quero só por isso, sou fútil assim haha
    E é capa dura, parece demais esse livrinho. Nem sabia que ia ter continuação.
    amei a parte do acelerador de partículas! me identifiquei já.
    Gostei que o livro parece joguinho, bem legal esses livros "interativos" :)

    ResponderExcluir
  25. Adorei! vou ler!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Eu sempre admirei a capa de livro nas livrarias por aí, mas agora eu quero muito ele!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Primeiro a capa é maravilhosa, amei mesmo. E segundo, está resenha já me deu muita vontade de ler. Nunca ouvi falar sobre ele não, porém me interessei muito.

    ResponderExcluir
  28. Bem...nao é pq a capa é caprichada q é para meninas e não é pq parece cm um jogo q é feito para meninos . Fora essa parte adorei ter conhecido esse livro deve ser incrível

    ResponderExcluir
  29. A ilustração, capa, diagramação e tudo o mais dá um visual incrível ao livro, porém a história ainda não me convenceu :/ Mesmo assim, ótima resenha!

    Beijos =*

    ResponderExcluir