A NOIVA FANTASMA


Yangsze CHOO 
Editora DARKSIDE BOOKS
2015
360 páginas

SINOPSE: 1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto. A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo. Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.

Assim que peguei A NOIVA FANTASMA para ler, pensei que encontraria um livro de terror. Claro que fiquei muito receosa, já que sou a pessoa mais medrosa do mundo inteiro. Mas eu estava super enganada. O livro tem, sim, uma aura sobrenatural, mas é um romance super gostoso de ler, e o melhor de tudo: fala bastante sobre alguns costumes e cultura do povo malaio. 

Li Lan é uma bela jovem que tem seus 17 anos e vive em Malaca (atual Malásia) com seu pai e sua Amah (que seria algo como nossa babá, por aqui). Após a morte da matriarca da família, seu pai acaba definhando e, apesar de passar praticamente o tempo todo em casa, é muito ausente. Além disso, uma varíola terrível caiu sobre a família e acabou deixando o homem cheio de cicatrizes, mas Li Lan saiu praticamente intacta, apenas com uma marquinha. 

Certo dia, em mais uma das noites quietas, o pai de Li Lan perguntou se ela gostaria de ser uma noiva fantasma, que significava basicamente casar-se com alguém que já estava morto para que o espírito permanecesse tranquilo. É claro que, como qualquer pessoa normal, eu suponho, Li Lan detestou a ideia do casamento. O problema é que o seu suposto noivo, Lim Tian Ching, começa a perturbar os seus sonhos. Imaginem só minha indignação! Poxa vida, a hora do sono é sagrada! Cansada desse sofrimento, Li Lan tenta tomar as rédeas da situação, mas acaba indo parar no mundo dos mortos.

"Às vezes eu me questionava se aquela imersão no mundo dos mortos não era um início de insanidade. Testei minha memória e chequei minhas pupilas, buscando sinais de loucura, mas eu não gostava de me olhar no espelho por muito tempo. Havia sombras demais."

Apesar de esperar uma leitura totalmente diferente, não posso negar o quanto gostei dessa história. Todos os personagens são muito bem construídos, todos contendo yin e yang dentro de si. É impossível não torcer para que tudo dê certo com Li Lan em sua jornada, principalmente para que Lim Tian Ching a deixe em paz (nossa, vocês não têm noção do quanto esse cara é nojento). Para mim, a personagem mais cativante de todas é Amah. Imaginem aquela avó cheia de crenças e superstições, mas que tem um coração enorme. Pois então, é ela. 

A autora foi cem por cento bem-sucedida em sua descrição sobre o mundo dos mortos. Ela elaborou tão bem o lugar, com seus espíritos famintos e oferendas oferecidas pela família, que é super fácil acreditar que realmente vamos para lá depois que morremos. Além disso, outra coisa que é super importante destacar, é a riqueza de detalhes sobre a cultura do lugar: festivais, costumes, religião e até mesmo o papel da mulher na sociedade, naquela época. 

É impossível negar que tive uma ótima experiência com esse livro, mas não é uma história cinco estrelas, favorita, que vai ficar em minha cabeça pelo o resto da vida. Apesar de ter uma linguagem fácil, a narrativa acabou tornando-se lenta em alguns pontos, principalmente enquanto Li Lan se aventurava no mundo dos mortos. Nessas partes, ficava com preguiça de ler e até sentia vontade de saltar algumas páginas, mas a curiosidade não deixava (principalmente por causa do romance, que, apesar de sutil, foi delicioso de acompanhar). Não posso falar muito mais se não acabo soltando uns spoilers daqueles.

Ah, não poderia deixar de fazer uma perguntinha para a Darkside nessa resenha: é o aniversário de vocês, por acaso? Porque olha, a editora está de parabéns, viu. Okay, essa foi péssima, mas gente, a edição desse livro está a coisa mais maravilhosa do mundo! No final eles ainda deixaram algumas folhas lindas enfeitadinhas para podermos destacar e fazer origamis (até porque já chega de fazer origami com o papel de trouxa da gente, né). 

Compartilhe este post:

Ana Clara

Nasci em uma cidade do interior de Minas Gerais, chamada São Domingos do Prata. Já rodei todos os cantos do estado, até que surgiu a oportunidade de eu vir estudar em Diamantina. Amante de livros desde pequena - devo agradecer à minha mãe por isso -, sonho em ter uma biblioteca pessoal.

19 COMENTÁRIOS

  1. Ana,
    "Ah, não poderia deixar de fazer uma perguntinha para a Darkside nessa resenha: é o aniversário de vocês, por acaso? Porque olha, a editora está de parabéns, viu."- eu não li isso, não li, não li... kakakakakakakaka

    ResponderExcluir
  2. Oii! Que capa perfeita! Que sinopse eh essa?!!! Eu amo ler romances! A história me chamou atenção e a capa me conquistou! Qro ler com toda ctz! Parabéns pela resenha! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. O nome desse livro e a história me lembrou um pouco o filme A Noiva Cadáver, quero ler esse livro mas ainda não tive oportunidade.

    ResponderExcluir
  4. Darkside e suas edições maravilhosas! Dá vontade de comprar todos os livros deles só pelas capas kkkkk Não li A Noiva Fantasma ainda mas gostei bastante da resenha, me pareceu uma história bem diferente e ainda retrata um pouco da cultura do povo oriental, adorei!

    ResponderExcluir
  5. A compra já deve valer só pelas edições maravilhosas da autora, e tu fica ainda melhor quando temos uma história interessante com essa coisa do mundo dos mortos e tal. A resenha está maravilhosa, vou pegar a dica de ser paciente com a narrativa quando for ler. Abraços ^^

    ResponderExcluir
  6. Ana, quando eu comprei este livro, confesso que foi somente pela capa. Que coisa mais linda! É o livro mais bonito que tenho <3 Mas voltando ao livro, eu também pensei que se tratava de uma história de terror e fiquei surpresa quando encontrei elementos de fantasia e fiquei maravilhada por conhecer um pouco dos costumes e cultura do povo malaio. Como ainda não sou acostumada com este tipo de leitura, ele também não se tornou uma das melhores leituras do ano, mas foi sinceramente, muito agradável.
    Adorei a resenha ;)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, ganhei esse livro e tô louca pra ler.. Achei a premissa incrível e a capa? Maravilhosa! Eu confesso que não li sua resenha completa.. Morro de medo de ler algo e ficar interpretando as coisas. E com ele quero que seja tudo surpresa!

    Ansiosa pra ler já!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oláa, nossa faz um tempo que estou afim de ler esse livro, sua resenha ficou muito boa e me deu mais vontade de ler ele *--* A capa dele chama muita atenção, pelo menos a minha chamou rsrs

    ResponderExcluir
  9. Quando vi este livro, assim como você, imaginei outra história, mas gostei muito de conhecer este enredo que não imaginava. É ótimo quando o livro traz uma perfeita descrição dos cenários e costumes, isto enriquece muito a leitura. Fiquei com pena da Li Lan e bem curiosa para saber o desfecho da sua história. A edição parece estar maravilhosa mesmo, palmas para a editora! Gostei muito da sua resenha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Assim que bati o olho nesse livro, nessa capa maravilhosa, na mesma hora eu fiquei tentada a comprá-lo. Pensei que envolvesse mais o gênero de terror - assim como a maioria dos livros da Darkside - mas fico menos receosa de ler (medrosa para terror) pois tem um toque de romance. ><

    ResponderExcluir
  11. Eu queria esse livro apenas porque é da DarkSide kkk eu não tinha lido nada sobre ele ainda...mas poxa! sua resenha foi incrível (como sempre) e me deu a certeza de que esse livro é o máximo e quero ler ele! Obrigada e parabéns *-*

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana!! Eu ganhei esse livro ano passado depois de namorar a edição (divosa) por séééculos, mas agora, eu sei lá, não li ainda... Está estacionado na minha estante, hahaha ;)
    De qualquer forma, você me convenceu a ler com essa resenha! Eu vou dar uma chance, só pelo que vc disse sobre o Mundo dos Mortos... Fiquei curiosa *--*
    Bjs, Juh^^

    http://naosepreocupecomisso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Poxa, eu também pensava que teria muito terror nesse livro! Essa história me lembra ao desenho A Noiva Cadáver, tinha medos horrores por aquele filme! hahaha
    Mas ainda assim, me parece uma história fantástica. Quem sabe um dia eu leia ^^

    Beijos =*

    ResponderExcluir
  14. Eu já tive colegas que leram esse livro e que gostaram muito desse livro e claro que a Darkside sempre nos surpreende com suas edições de capa dura e detalhes riquíssimos. Sabe eu tinha a impressão que esse livro ia ser de horror como você disse, e logo eu que sou uma pessoa medrosa, mas pelo visto o livro é muito bom e eu quero ler esse lindo na minha estante. Deve dizer que a palavra aniversario sempre vai fazer eu me lembrar da sua piada.

    ResponderExcluir
  15. Ao olhar para a capa e o título do livro, eu confesso que veio algo bastante diferente em minha mente, ao ler a resenha vi que a história é interessante por mostrar como é a cultura lá da China e achei muito legal por ser um livro de ficção que utiliza fatos reais, algo que ocorreu e ainda ocorre por lá infelizmente.

    ResponderExcluir
  16. EU QUERO!! Cara me parece ser o tipo de livro que voce não desgruda até termina a leitura, mas só a capa que achei que poderia ser melhor.

    ResponderExcluir
  17. Adorei o livro, pela resenha é ótimo. Mas o que é esta resenha? Que resenha maravilhosa, super descontraída. Parabéns pela escrita.

    ResponderExcluir
  18. Pena que tem essa pegada sobrenatural, que eu realmente não gosto mesmo que não dê medo, e eu não lerei esse livro. Mas as resenha está muito bem construída, explicando os pontos altos do livro. E, Ana, ameeei a piadinha no final hahahaha. Arrasou!!!

    ResponderExcluir
  19. Adorei a resenha, e até a piadinha no final. Porque a darkside está realmente de parabéns! Estou muito afim de ler esse livro, a história é ótima e a capa é maravilhosa

    ResponderExcluir