TAG: THE BOOK SACRIFICE


Então, já fui marcado em várias TAGs, mas esta é a primeira que respondo. Essa demora é porque, sinceramente, eu fico proletando e acabo esquecendo. Mas, desta vez, resolvi que já era hora de deixar de ser preguiçoso.

Fui marcado em THE BOOK SACRIFICE pela Ana, do blog ROENDO LIVROS. Ela consiste em escolher QUATRO livros que eu destruiria por algum motivo. Claro que é apenas uma brincadeira, porque nenhum livro deve ser destruído, mesmo que, vez ou outra, você tenha muita vontade disso.

Outro detalhe importante de lembrar: é apenas MINHA opinião, então, caso seja fã de algum dos livros abaixo, sinto muito. Gosto é gosto, cada um tem o seu, e devemos RESPEITAR isso! ;) 

TAG

1) Estamos vivendo um apocalipse zumbi e a cura são os livros superestimados. Qual livro você sacrificaria para matar um zumbi?


Os dois personagens principais de AFTER não têm amor próprio, personalidade, caráter ou qualquer característica que os defina como pessoas normais. Eles poderiam, facilmente, servir para uma tese de psiquiatria, onde as características reunidas seriam o que o ser humano tem de mais deplorável. A isso, a autora junta páginas e mais páginas de nenhuma história, apenas de brigas e sexo em repetição, sem qualquer criatividade ou indicação de qual o motivo da existência desse livro. Então porque tanto sucesso? Porque o ser humano gosta de acompanhar brigas e sexo. Essa é a única justificativa que consigo encontrar para alguém comprar e ler esse livro. Na verdade, em um apocalipse zumbi, bastaria entregar esse livro para um deles ler, para o coitado do morto-vivo ficar sem cérebro!

2) Você sai de casa, mas está caindo o maior temporal, e você, obviamente, está sem o seu guarda-chuva. Qual série você usa para se proteger?


Não tenho vergonha de admitir, mas gostei de CREPÚSCULO, apesar da parte dos vampiros brilharem no sol. Atribuí essa liberdade ao fato de ser o primeiro livro da autora e relevei. Entretanto, em LUA NOVA, e nos volumes seguintes, ela simplesmente destrói tudo o que o primeiro livro tinha de legal. Transforma Edward em um vampiro sem qualquer presença; Jacob, no cara mais chato e insistente da literatura; e Bella, na garota que reúne o maior número possível de fragilidades do sexo feminino. Não satisfeita, a autora ainda consegue criar trechos sem qualquer clímax, sem qualquer impacto ou ação. Mas ela fez algo que ninguém conseguiu antes dela, nem Van Helsing: praticamente destruir a lenda dos vampiros da face do planeta, transformando-os em mutantes com poderes vindos sabe-se lá de onde. 

3) Você está numa palestra em que o professor cisma de defender um clássico que você detesta e não consegue entender qual a relevância para o mundo. Qual clássico você tacaria na cabeça do palestrante?


DOM CASMURRO é considerado um dos melhores clássicos da literatura nacional. Eu até entendo o motivo. Mas, na minha opinião pessoal, é uma obra covarde, porque ela não consegue completar nenhuma de suas propostas. Ela não satisfaz como romance, nem como drama, nem como objeto de estudo. Isso, porque o autor deixa todas as questões por conta do leitor. Você pode dizer que a genialidade está justamente nesse fato. Não concordo. É fácil construir perguntas sem se preocupar com as respostas. É fácil deixar o resultado por conta de outrem. Por isso, considero DOM CASMURRO um perfeito exemplo de como fazer o leitor se arrepender de começar a ler um clássico. 

4) Vivemos uma nova era glacial e você precisa fazer uma fogueira para sobreviver. Qual livro, dentre todos os que já leu, será o escolhido para alimentar o fogo?


Então, deixei A SELEÇÃO pra jogar na fogueira, porque ele faz o mesmo com mais de CEM ANOS de luta das mulheres por um lugar de igualdade na nossa sociedade. Kiera Cass sabe usar as palavras para criar interesse em cada página, mas tem a mesma capacidade para criar situações e personagens machistas e fúteis. Ainda achei que teria algo de valor na luta dos rebeldes, mas todas as partes em que eles aparecem, prometendo explorar uma veia política e de ação da história, servem apenas para destacar a carência e a superficialidade da personagem principal, além do estereótipo dos personagens masculinos. Enfim, a obra é um passeio por um desfile de modas, com um triângulo amoroso batido, sem criatividade, e que conduz a um final totalmente previsível e desinteressante. 

Bem, é isso. Apesar de me sentir seguro, uma vez que ninguém sabe onde moro, tentem não me ODIAR demais, por favor. :)

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

11 COMENTÁRIOS

  1. kkkkkk, Adoro tags, ainda mais as desse tipo!
    Eu tenho vontade de ler "A seleção", mas tenho um pé atrás com a obra!

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Dei boas risadas com suas escolhas para a tag, porém, você me fez questionar sobre um dos meus clássicos favoritos , e sim, sua explicação pez sentido... Estou com um nó na minha cabeça agora rsrs
    Beijos

    coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, só por esse começo....After não me chamou atenção por ter cara de "modinha" e ser fanfic, aquele clima de história assim e achei que não dava em nada. Sei lá, não me pareceu bom. Joga no zumbi!
    Nem gosto de lembrar que gostava de Crepúsculo. Mas foi por causa desse livro aí que saí pegando mais para ler e hoje não largo mais de um livro. Só...não vale tanto a pena assim...
    Agora jogar A seleção no fogo? Não. Pra mim não. Nem que seja só pela capa que amo xD
    Mas a história é legal, gostei da escrita da autora e mesmo tendo defeitos achei bacana. Jogaria o de Lua nova, isso sim....
    Boa tag!

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Adoro assistir essa tag no youtube e gostei bastante da sua resposta. Li só o primeiro livro da série A seleção e achei a estória ok, nada de mais, mas a capa é tão linda pra você jogar no fogo rs. Não gosto muito de ler clássicos mas esse foi uma tortura para se ler.
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Adorei o post!
    Vou começar o primeiro livro de A seleção, confesso que estou bastante curiosa pra ler, vamos ver se não vou me decepcionar....
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Carl, você é uma pessoa horrível haha. Estava pensando em comprar After, mas depois dessa exclui da minha lista.
    Não fale de A Seleção assim, você é sem sentimentos.
    Adorei a Tag, diferente daquelas que são clichês e repetidas. Suas respostas sambaram.

    Cupcakeland

    ResponderExcluir
  7. Amei suas respostas! rsrs E eu fico só pensando na saia justa de ter de responder essa tag, cruzes.

    ResponderExcluir
  8. aewwwww!!!
    eu não sou a única pessoa a odiar a seleção, eu li o primeiro e metade do segundo não consegui terminar
    eu acho q o problema principal é que no final ela não trata nada direito, até o triangulo amoroso que ela criou não deu certo...

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carlos!
    Eu sacrificaria Lua Nova com muito prazer. Aquele livro é depressão pura!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Bem legal essa tag, realmente Lua Nova foi um livro que não gostei quase não peguei a serie para ler por causa desse livro !!

    ResponderExcluir
  11. KKK OI Carlos,
    Gente que tag é essa :0 difícil imaginar minhas respostas. Da lista ai só tiro A Seleção <3

    ResponderExcluir