O DIÁRIO DE SUZANA PARA NICOLAS


James PATTERSON
Editora ARQUEIRO
2011
224 páginas 

SINOPSE: Depois de quase um ano juntos, o poeta Matt Harrison acaba de romper com Katie Wilkinson. A jovem editora, que não tinha qualquer dúvida quanto ao amor que os unia, não consegue entender como um relacionamento tão perfeito pôde acabar tão de repente. Mas tudo está prestes a ser explicado. No dia seguinte ao rompimento, Katie encontra um pacote deixado por Matt na porta de sua casa. Dentro dele, um pequeno volume encadernado traz na capa cinco palavras, escritas com uma caligrafia que ela não reconhece: “Diário de Suzana para Nicolas”. Ao folhear aquelas páginas, Katie logo descobre que Suzana é uma jovem médica que, depois de sofrer um infarto, decidiu deixar para trás a correria de Boston e se mudar para um chalé na pacata ilha de Martha’s Vineyard. Foi lá que conheceu Matt. E lá nasceu o filho deles, Nicolas. Por que Matt teria lhe deixado aquele diário? Agora, confusa e sofrendo pelo fim do relacionamento, é nas palavras de outra mulher que Katie buscará as respostas para sua vida. O diário de Suzana para Nicolas é uma história de amor que se constrói ao virar de cada página. Cada revelação é mais uma nuance sobre seus personagens. Cada descoberta é um fio a mais a ligar vidas que o destino entrelaçou.

O DIÁRIO DE SUZANA PARA NICOLAS é um daqueles livros que você quer guardar para sempre perto da gente, de tão maravilhoso e arrebatador que ele é. Gostei muito da forma que foi escrito, e preciso dizer que a emoção presente nessa obra é incrível. A cada página, eu me encantava mais pela história, o que tornou esta uma leitura super rápida e proveitosa.

Imagine que a vida seja uma brincadeira em que você fica fazendo malabarismo com cinco bolas. As bolas se chamam trabalho, família, saúde, amigos e integridade. Você está mantendo todas as bolas no ar e um dia finalmente se dá conta de que o trabalho é uma bola de borracha. Se você a deixar cair, ela vai pular de volta. As outras quatro bolas – família, saúde, amigos e integridade – são feitas de vidro. Se você deixar cair alguma, ela vai ficar arranhada, ou lascada ou vai se quebrar de vez

Somos apresentados a Katie Wilkinson, uma jovem editora que acaba de ser abandonada pelo homem que ela pensava ser o amor da sua vida. Ela não consegue entender o que o motivou a terminar com ela tão subitamente. Ele foi o primeiro homem a quem ela se entregou completamente, e, até o dia do rompimento, Katie jurava que eles acabariam casados ainda naquele ano.

Após Matt por um fim no seu relacionamento e desaparecer sem maiores explicações, ele deixa para Katie um diário intitulado "O diário de Suzana para Nicolas". Então, o livro é dividido em duas partes, que se intercalam: a vida de Katie enquanto lê o diário; e os acontecimentos que foram escritos nesse diário.


Descobrimos que Suzana é a mulher de Matt – o que causa uma confusão em Katie, uma vez que ele jurara que não era mais casado. Suzana decidiu escrever este diário para que seu filho, Nicolas, soubesse como era sua vida enquanto ele ainda era um bebê, e então decidiu contar como tudo havia acontecido.

Suzana era médica em Boston, mas, após sofrer um infarto, decide se mudar para longe da correria e volta ao lugar em que ela costumava ser mais feliz durante a infância: Martha’s Vineyard. É neste lugar que ela conhece e se apaixona por Matt. O romance dos dois é suave, delicado e apaixonante. Matt é carinhoso e parece realmente que um foi feito para o outro. Eles se casam e, logo em seguida, Suzana engravida.

Quando amor é verdadeiro, quanto é certo, pode nos dar o tipo de alegria que não se consegue de nenhuma outra forma. Eu me apaixonei. Estou apaixonada. Então posso falar por experiência própria. Também tive longos períodos sem amor na minha vida e a diferença é indescritível. Nós é muito melhor do que eu


Katie, conforme lê o diário, não consegue entender como Matt conseguiu trair Suzana, e se pergunta se a mulher teria descoberto isso de alguma forma, mas deduz que, assim como ela não foi capaz de perceber isso, Suzana também poderia não saber. Ao mesmo tempo em que se sente inconsolável por ler aquelas páginas, Katie passa a gostar de Suzana.

Não tenho palavras para descrever o quanto esse livro é bom e o quanto mexeu comigo. Em vários momentos da leitura, consegui sentir o mesmo que os personagens. Este é um daqueles livros repletos de emoções reais e palpáveis, que vão alem do que se é esperado ao iniciar a leitura. No início, senti raiva de Matt, mas conforme fui terminando o livro, Matt se tornou um daqueles personagens que a gente quer guardar em um potinho.

O fim do diário não é completamente surpreendente – pelo menos uma parte dele não –, mas a forma como foi escrita, as emoções que parecem existir ali, são suficientes para partir o coração de qualquer um.

Boas lembranças são como talismãs (...). Cada uma delas é especial. Vocês as coleciona, uma a uma, até que um dia olha para trás e descobre que elas formam um lindo cordão colorido

Compartilhe este post:

Natália Palomare

Quando o assunto são livros e musicas, sou uma das pessoas mais ecléticas que existem. Não tenho livros favoritos, uma vez que me considero muito parecida com o Charlie, de As Vantagens de Ser Invisível, que diz que a cada livro lido, ele encontra um novo favorito – pelo menos até terminar de ler o próximo de sua lista.

30 COMENTÁRIOS

  1. Olá Natália,
    James Patterson não é incrível ? Não conhecia este livro, mas quando vi o autor vim logo ler. E estou realmente surpreso pelo romantismo que você diz ter te encantado, porque me traz a certeza que James pode escrever qualquer coisa e sempre será capaz de nos agradar (a maioria pelo menos).

    Gosto de livros de romance, principalmente aquelas histórias que faz chorar sabe? Adoraria viver essa história com Katie, o mais rápido possível.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oii Natália!
    Que bacana! Não li nd de James Patterson ainda, fiquei bastante ansiosa pra conhecer suas obras, eu amo romances, e se faz nos encantar assim como vc disse eh maravilhoso, qro mto conferir e saber de cada detalhes desse romance incrível!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Poxa, esse livro prova que o James Patterson pode escrever qualquer coisa!
    Faz tanto tempo que eu não leio um romance...adorei sua resenha e esse livro parece emocionar o leitor! ja quero

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar do autor mas sempre imaginei ele escreevendo outros gêneros. Julguei mal a capa do livro e já imaginei que fosse um romance clichê e ruim. Nunca fui muito fã de romances mas gostei muito da história desse e acho que merece a leitura.

    ResponderExcluir
  5. Gosto de romances e estou tentando fugir daqueles repletos de clichês. Nunca li nada do o James Patterson, e levando em consideração sua resenha quero dar uma chance a ele.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito das frases que você selecionou para colocar aqui! James Patterson escreve muito e sobre muitos temas em diversos gêneros, né? Mas esse é o livro que eu vejo mais pessoas falando bem. Adoro histórias de dramas arrebatadores, então sempre fiquei curiosa para ler esse especialmente. Espero fazer isso em breve.

    ResponderExcluir
  7. Poxa, que triste pra ela ler todas essas palavras não ? Bem, foi isso que imaginei que ela sentiu.Eu não esperava que ele fosse casado e que ele traiu uma pessoa que o ava e também a seu filho. Pelo menos é isso que passa ao ler a resenha.
    Talvez só lendo pra gente entender os verdadeiros sentimentos dos personagens envolvidos.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da resenha, o livro parece ser muito bom ,porém eu achei meio monótono ,apesar de segredos serem revelados ao longo do livro, não parece ser um livro agitado e livros assim dificultamo andamento da leitura.

    ResponderExcluir
  9. Hey, tudo bom?
    O livro parece ser bem intrigante e cheio de reviravoltas, estou bem curiosa para saber o ''por que'' do Matt ter traído a Suzana. Estou ansiosa para conhecer os personagens verdadeiramente. Acredito que o enredo seja bem envolvente, espero que a leitura me prenda a cada página.

    ResponderExcluir
  10. Eu já conhecia o livro! Tenho vontade de ler, mas ele vai sempre ficando para trás. No entanto, agora fiquei com mais vontade de ler!
    Enfim, ótima resenha!

    ResponderExcluir
  11. Genteee... Até eu que não gosto muito desse tipo de livro fiquei com vontade de ler! Ele não deu a impressão em nenhum momento que era escrito à base de piegas... Sério, estou super a fim de ler!

    ResponderExcluir
  12. Olá! Ainda não li nenhuma obra desse autor, mas já conhecia de nome e por indicações de blogs. Sua resenha está ótima e bem animadora. Com certeza parece uma boa leitura oferendo bons momentos de entretenimento. Se tiver oportunidade, vou conferir sim! Obrigada por sua dica.

    ResponderExcluir
  13. eu fico impressionada com a capacidade do patterson de mudar de estilo. mas, esse especificamente não faz muito meu estilo de livro. mas mesmo assim obrigada pela dica

    ResponderExcluir
  14. Oi :)
    Li apena um livro do James Patterson e gostei bastante, porém lendo a estória do livro O Diário de Suzana para Nicolas não me despertou o interesse pois não faz meu estilo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oie...
    Primeiramente queria lhe parabenizar pela maravilhosa resenha que você nos presenteou...
    Adorei a premissa do livro e com certeza irei adquirir um exemplar dele pra mim. Adoro romances e esse parece ser inesquecível.
    Geralmente finais de romances não nos surpreendem, logo, não me incomodei com isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Natália!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro do James Patterson e posso dizer que adorei a sua resenha. Imagina descobrir que o homem que você ama é casado e tem um filho, através de um diário escrito pela esposa desse homem? Gente, que confusão enorme hein. O desenrolar deve ser mesmo incrível e emocionante! Antes mesmo de ler, já comecei a gostar dos três. Matt deve ter uma razão para ter feito o que fez. Deve ser aquele tipo de história de amamos e odiamos caras como ele. Fiquei muito curiosa, de verdade. É uma ótima dica de leitura!
    Abs :)

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha, com certeza vai ser o próxima da minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  18. Eu odiei. E não consigo entender quando vejo resenha boa dele. Porque não sei o que esse livro teve que me fez achar tão sem graça a história. Se foi o momento, a forma de escrever do autor ou meu humor. Mas não rolou pra mim. A ideia é bonita, o final é interessante, mas não consegui me conectar com ele. Algum dia ainda leio de novo pra ver se desperta sentimentos melhores, mas esse autor e eu? Não combinamos =/

    ResponderExcluir
  19. Sério mesmo que vc achou esse livro tão bom assim? Tipo, ele é bem escrito e a história é bem ok, mas eu achei ele extremamente mediano. Bom pra passar o tempo,mas nada que me surpreenda ou coisa assim. Eu gosto de livros que me tiram o ar ou que me fazem sonhar ou sofrer, mas que despertem algo em mim, sabe? Esse não conseguiu fazer nada disso. Bem meh

    ResponderExcluir
  20. Amo romances, e amei essa coisa de um trama em aberto, até eu fiquei curiosa em saber se a Suzana sabia que o Matt traía ela, em saber o que está no diário e o que acontece no final, me lembra um pouco Por isso a gente Acabou, e eu peço que não seja como ele, eu desisti da leitura nas primeiras páginas, então tô segurando na mão de Deus e vou indo, tomara que seja tão bom quanto você falou.

    ResponderExcluir
  21. Essa história parece ser tão marcante que eu já sinto que preciso me preparar bastante antes de ler hahah
    Gosto muitos de livros que falam sobre amor, sinto que são nesses livros que consigo obter os melhores sentimentos. Gostei muito do post e com certeza esse livro estará na minha lista no skoob <3

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Olá. Não conhecia esse livro, mas estou tão apaixonadinha por histórias assim, tão emocionantes que vou pensar seriamente em colocá-lo na lista infinita. ❤ ótima resenha, parece que você gostou muito.

    ResponderExcluir
  23. Oi!
    Vejo as pessoas falarem muito sobre esse livro mas é a primeira resenha que leio e a historia me surpreendeu pois tomou um rumo que realmente não esperava, achei bem interessante essa historia e fiquei curiosa para saber mais sobre, parece ser um livro lindo e bem emocionante e se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir
  24. Olha não gosto muito de romance, mas esse livro despertou meu interesse. Não aparenta ser um livro cheio de coisas inesperadas, mas sim com algumas surpresas que te deixam meio confusas, como no caso da traição e é justamente isso que me chamou atenção nele.

    ResponderExcluir
  25. Li este livro a muito tempo e lembro que a leitura não me agradou. O enredo é ótimo, mas a forma que foi escrito não conseguiu despertar tudo aquilo que esperava. Sempre ouvi maravilhas sobre o autor, mas não me identifiquei com sua maneira de narrar os fatos... acontece né?

    ResponderExcluir
  26. Pela sinopse e pela resenha o livro parece ser bom, ultimamente não estou lendo muitos romances por causa de clichês que alguns tem mas este parece ser diferente, me despertou um pouco o interesse então parece que vai valer a pena a leitura.

    ResponderExcluir
  27. Isso só prova que James Patterson sabe escrever drama tão bem quanto seus livros policiais.
    O livro trás várias situações interessantes, o rompimento entre Matt e Katie, o diário de Suzana para seu filho, as revelações, os fatos narrados, tudo o que aconteceu na vida dele enquanto era casada e criava o filho pequeno, do outro lado temos Katie que também foi enganada e começa a ler o diário e ficar por dentro da família de Matt, uma traição que pode unir essas duas mulheres e quem sabe até fazer surgir o perdão a Matt.
    Eu não esperava muito desse livro, confesso, mas depois de ler como a estória mexeu com você e saber que ela é tão carregada de sentimentos, fiquei muito curioso para fazer a leitura, ainda bem que já tenho o livro.

    ResponderExcluir
  28. A história é bem tocante mesmo, o que me incomodou foi apenas essa característica do James de descrever tudo de forma tão rápida. Porém, eu já devia ter me acostumado, pois em todos os livros dele essa forma de escrita está presente. Mas, no geral, eu gostei muito desse livro, chorei pra caramba quando li.

    ResponderExcluir
  29. Li alguns livros do James Patterson, mas sempre foram os policiais e ainda não tive a experiência de ler um romance, apesar de me interessar bastante por alguns títulos. Essa rapidez na hora de descrever é bem própria dele mesmo, às vezes isso chega a ser irritante porque dá vontade de saber mais e ele não conta!

    ResponderExcluir
  30. Dá para ver que esse livro é realmente emocionante. Eu adoro livros assim, tocantes, que nos fazem refletir e levar algo de bom para além-livro, para a vida. Com certeza quando tiver oportunidade vou ler o livro sem nem pensar duas vezes. P.S.: Além de sua recomendação, vejo muitas outras pessoas falando muito bem da obra.

    ResponderExcluir