ALÉM-MUNDOS


Scott WESTERFELD
Editora GALERA
2016
546 páginas

SINOPSE: Além-mundos é o titulo do livro de Darcy Patel, uma garota de dezoito anos que estava prestes a ingressar na universidade, se não fosse pela tão sonhada vida editorial. Já Lizzie é a criação de Darcy, que ao se deparar com um ataque terrorista no aeroporto onde estava, acaba por acreditar tanto que está morta que passa para o outro lado, o além-mundos. Enquanto Darcy vive os dias de um escritor novato em Nova York, onde a vida adulta requer responsabilidades e deveres, sua personagem Lizzie está descobrindo o submundo e lidando com mortos. O destino de Lizzie está nas nas mãos de Darcy, e o futuro de Darcy está no desfecho de Lizzie.


Se chama o outro lado, é onde os mortos caminham, e eu vou te contar como isso funciona, e sobre o submundo, e os brilhantes, e os fantasmas.

ALÉM-MUNDOS é dividido em duas partes: a vida da escritora Darcy; e a vida de Lizzie, personagem do livro de Darcy, variando as histórias entre si, onde a cada novo capítulo é a vez da outra dar continuidade. Logo, teremos dois desfechos!

Primeiramente, quero parabenizar o autor pela ideia magnífica que move o livro. Não sei se outros autores já escreveram algo do tipo, mas fico inteiramente satisfeito de ter lido ALÉM-MUNDOS e conhecido a divergência de dois universos em apenas um livro.

Muitos devem ficar se perguntando como vamos ler o livro da personagem. É um pensamento meio surreal, mas é possível. É como se John Green dividi-se A CULPA É DAS ESTRELAS entre a história de Hazel e de Ana (personagem principal de UMA AFLIÇÃO IMPERIAL). Seria uma sacada fantástica, porque ambas completam uma a outra, mas Scott Westerfeld pensou primeiro e fez disso uma magnitude esplêndida.


Darcy criou o ALÉM-MUNDOS em apenas um mês, e foi aceita pela agência literária Underbridge, que pagou por dois livros e um possível contrato para o terceiro. Contudo, como todo bom livro, ELE deve ser revisado. Isso leva Darcy a tomar decisões importantes perante sua família, que estava esperando sua aceitação na universidade.

Com o decorrer de sua história na indústria editorial, Darcy conhece outros autores e nos mostra os maus bocados que um autor tem que passar antes de ter sua obra publicada. Além de mudar fatos importantes do destino de Lizzie, Darcy tem que escrever um segundo livro e mostrar seu talento para os editores. 

Ser escritora é muito estranho né? É como contar uma piada e ter que esperar dois anos até alguém começar a rir.

Sozinha em Nova York, a pequena autora conhece Imogen Gray, uma outra escritora que transforma os dias de Darcy. Ambas estão no início de suas carreiras e escrevem a maior parte do tempo juntas, o que faz o leitor rir com as trapalhadas das duas. Mas nem tudo é um mar de rosas. Vivemos a aflição de publicar o primeiro livro, onde surgem os primeiros comentários e a decisão de Darcy sobre o final da sua obra. 

O OUTRO LADO

O terror do primeiro capítulo nunca desaparece; Lizzie só aprende a usá-lo.

Lizzie estava no meio de um ataque terrorista em Dallas, quando concentrou toda sua força em fingir que já estava morta. Com isso, acaba por atravessar a fronteira entre o mundo dos mortos e o mundo dos vivos. ALÉM-MUNDOS drena toda a cor do mundo, o céu é cinza como metal polido e seu cheiro é de sangue e pólvora. 

Ao se deparar com sua nova realidade, Lizzie recebe ajuda de Yamaraj, o suposto Deus da morte. Ele explica o que aquilo significa, onde estão e porque aquilo acontece. Mas nem todo sobrenatural aprende a lidar com seus poderes nos primeiros dias, tanto que qualquer emoção mais forte leva Lizzie de volta ao mundo real. 


A nova ceifadora de almas é a única sobrevivente do ataque terrorista. Outras oitenta e sete pessoas morreram, e isso faz dela um simbolo de esperança (Katniss Everdeen é você?). Mas ninguém quer ser famoso por sobreviver a uma organização chamada Movimento da Ressurreição, que tem uma mentalidade apocalíptica, dogmas isolacionistas e um líder carismático. Em outra palavras, todas as características de um culto destrutivo, ou como às vezes são chamados, cultos de morte. Isso faz com que a mãe prive ela de tudo e de todos, devido os traumas que também sofreu na infância. 

Traumas que só são descobertos por Lizzie ao deparar-se com um fantasma dentro de casa. Mindy Petrovic é uma garota de onze anos que era amiga de sua mãe quando pequenas. O elo que se cria entre Mindy e Lizzie quebra a tensão que o submundo carrega. Mas não posso deixar de dizer que, para mim, partes assustadoras e arrepiantes é o que não faltaram.

O clímax do livro de Darcy se resume em libertar a pequena Mindy do passado sombrio que ainda a aprisiona no mundo real. Para isso, Lizzie vai enfrentar os mortos e os vivos, e descobrir que mesmo após a morte ainda existe luta.


As únicas críticas é em relação ao tempo que se passa em cada história. No findar de um capítulo, Darcy está na Filadélfia, e quando começa o outro, ela já está de volta a Nova York e se passaram dias. Coisa que deixa o leitor magoado, porque havia questões que iam ser tratadas na casa de Darcy que eu, de verdade, queria saber as respostas. O que não sabemos, também, é se haverá um segundo livro de ALÉM-MUNDOS. Darcy escreveu, mas o autor não anunciou nada no mundo real. 

ALÉM-MUNDOS é assustador, ironiza a realidade e renova totalmente a literatura que estamos acostumados, mas o desfecho de cada história foi bem fraco. Depois de tanta empolgação pra saber o que acontece, acabei decepcionado. É como se estivéssemos enchendo uma bexiga, e ela estoura quando está prestes a atingir o tamanho que queríamos.

Compartilhe este post:

22 COMENTÁRIOS

  1. Ooi! O livro parece ser bem diferente de tudo que eu já li, mas é bom experimentar novos gêneros,fiquei curiosa para conhecer Além-Mundos, parece ser um daqueles livros que prende bastante a atenção do leitor!!

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente queria dizer que amei a foto. A história do livro não me chamoj atenção parece ser cansativo mas a forma do autor escrever é muito interessante, bem que John Green poderia ter feito a culpa é das estrelas desse jeito mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Achei o enredo diferente e muito criativo! Além disso, a sua resenha me fez ficar com muita vontade de ler esse livro. Mas confesso que a sua decepção com o final me deixou um pouco receosa. Contudo, acredito que vou apostar na leitura, pois fiquei muito curiosa pela história :)

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante da resenha, mas já fiquei desanimada para ler pq vc menciona que o final é decepcionante :( Mas essa forma de escrever que o autor pensou é bem interessante e apesar do final da muita vontade de ler o livro!!

    ResponderExcluir
  5. Poxa eu já comecei a gostar do livro quando vi a quantidade de páginas (sou dessas que adora calhamaços), e quando você descreveu a forma de que duas histórias dentro de um livro se desvencilhavam pensei: bom pelo menos isso dá para fazer em mais de 500 páginas. O que me deixou triste foi você ter deixado bem claro que o final é decepcionante, isso bem que me tirou mais de 50% da vontade que você me fez ter de ler o livro nas primeiras linhas dessa resenha. AHHHHHHHHH. Mas ficou a dica e muito boa por sinal!

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem..
    Apesar de gostar bastante de romance sempre gosto de variar de gênero e esse e um que gosto muito,a capa ta bem interessante,mas como o final não foi la essas coisas,prefiro não ler ,quem sabe se tiver continuação e melhorar eu acabe lendo;enfim ótima resenha..
    um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  7. q legal, então na verdade são dois livros em um só?
    eu fiquei super empolgada qd comecei a ler a resenha: "nossa duas histórias" mas qd vc disse que o final é decepcionante acabei perdendo parte da vontade de ler
    sou daquelas q lê o final do livro(às vezes), se não me agradar eu desisto
    mas é volume único ou é série?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariana, então.. eu realmente não sei e até procurei, porque no livro Darcy escreve um segundo volume, vai não sei se Scott vai fazer o mesmo.

      Excluir
    2. obrigada pela resposta =)
      vou dá umas olhada no site do scott para ver se tem algo

      Excluir
  8. Eu amei essa premissa do livro, mostrando tudo que um escritor passa, mostrando o livro escrito e também mostrando a própria autora sendo colocado no universo que criou, imagino que a escrita faça com que essas 546 páginas passem voando e é uma pena que o livro deixe pontas soltas, espero que tenha continuação

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    A capa desse livro está bem legal e a sinopse, na qual eu já conhecia, havia me deixado curiosa para saber o desenrolar dessa história. Mas lendo sua resenha, já não estou muito animada, detesto finais decepcionantes ou que você fique sem as respostas adequadas. Vou deixar passar, pelo menos por agora, pois minha lista de leituras já está imensa. Obrigada por sua ótima resenha. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Já ouvi falarem muito bem desse livro mas achei a história bem fraquinha e o final acabou com o pouco de curiosidade que tinha em lê-lo. No momento eu não leria, mas quem sabe num futuro próximo...

    ResponderExcluir
  11. Li apenas um livro do autor e gostei bastante, que foi o Feios. Não segui com a série, mas pretendo. Este livro aqui me deixou curiosa quanto a este mundo além morte e como o autor o deve ter concebido, já que é um universo livre de padrões e cada um pode pensar o que quiser sobre ele. O nome dos personagens me remeteram diretamente a Orgulho e \preconceito... rs
    Fiquei curiosa e espero poder ler em breve.

    ResponderExcluir
  12. nossa que história interessante , nunca li um livro assim . e também a questão sobre duas histórias ao mesmo tempo me chama muita atenção ,pois eu vivenciei no livro caixa de pássaros e o autor me impressionou

    ResponderExcluir
  13. Oi :)
    Vi bastante gente comentando sobre esse livro e estava bastante ansiosa para poder lê-lo, porém depois que você disse que o final é um pouco decepcionante eu estou na dúvida. Tinha tudo para ser um livro muito bom, diferente de tudo o que eu já li, espero não me decepcionar tanto. Não li nada do autor mas sempre tive vontade, então acho que não vou começar por este.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Fiquei encantada com a história. Quando li ACEDE imaginei como seria se a Ana tivesse sua história contada pelo John no mesmo livro, ficaria incrível com certeza.

    ResponderExcluir
  15. Olha, realmente, como você disse, parece ser surreal! O que faz do livro uma obra que deve ser lida! Eu estou realmente empolgado e espero ler o mais rápido possível.
    Já o final... vem de cada pessoa achar que é fraco ou não, então não acho que as pessoas devem desistir de uma literatura incrível como essa, por causa disso.

    JÁ A FOTO: O QUE FOI ISSO? QUE LINDA MOÇO! MEUS PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  16. Pelo título eu não tinha me interessado pelo livro, mas com a sua resenha fiquei um pouco curiosa para lê-lo, mesmo você falando que o final foi decepcionante. Achei a premissa interessantíssima, gosto bastante de obras que tenham escritores como personagens.

    ResponderExcluir
  17. O livro parece ótimo!! Espero que tenha continuação porque quando o livro é bom mais deixa algo faltando para o leitor é muito ruim. Nunca ouvi falar desse autor ,mas ele me pareceu escrever muito bem,mas não sei se é um livro que vale realmente a pena devido á esssas falhas já citadas!Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Lucas, primeiro eu tenho que dizer que foto ficou linda viu? Arrasou!!!
    Segundo é que os nomes Lizzie e Darcy só fazem eu me lembrar de Orgulho e Preconceito kk
    Agora sobre a resenha, a premissa desse livro é muio interessante, além de genial, e não pude não lembrar do livro Fangirl da Rainbow Rowell, já que nesse livro a Rainbow faz quase a mesma coisa, só que de uma maneira bem mais sutil (no caso, a protagonista escreve uma fanfic e ao final de cada capítulo temos um fragmento dessa história).
    Além da sacada genial do autor, esse livro parece que tem todos os elementos de uma boa história, personagens marcantes, além de ser muito bem ambientada, e a sua resenha me deixou muito curiosa pra saber o que acontece. E é uma pena que os desfechos deixaram a desejar. Vou tentar ler, e espero que ele tenha realmente uma continuação. Beijo!

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Esse foi um livro que me surpreendeu pois não esperava a historia da Darcy nele, mas achei bem interessante como o autor coloca a historia da escritora no livro principalmente ele mostrando esse processo para ter o livro publicado, fiquei bem interessante nas duas historias e se tiver oportunidade quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  20. Sou apaixonado por esse autor!!!
    Ótima Resenha!
    Abraços!

    ResponderExcluir