O DESAFIO DE FERRO


Holly BLACK e Cassandra CLARE
Editora NOVO CONCEITO
2014
384 páginas

SINOPSE: A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

O DESAFIO DE FERRO tem como protagonista principal o encrenqueiro, e porquê não rabugento, Callum Hunt. Ele tem 12 anos, e sua idade já o qualifica para participar do Desafio de Ferro. Enquanto todas as crianças da sua idade anseiam pelo Desafio, Call tem uma visão bastante diferente da coisa. O seu pai, Alastair, sempre alertou o filho que estar no Magisterium era pedir para morrer, que a magia só trazia dor. Foi feita tamanha lavagem cerebral que Call passou a odiar tudo que se remetesse aos magos. Também pudera, o jovem tem somente como pilar familiar o pai. É claro que não iria duvidar do velho.

Antes de começar o Desafio, Alastair pede para o filho falhar em todos os testes que serão aplicados. Mas eis que Call, mesmo falhando em tudo, acaba sendo admito e obrigado a se separar abruptamente do pai e adentrar no Magisterium. Esse é o ponto em que a vida do nosso protagonista vira de ponta-cabeça!

No primeiro contato com Call, me apeguei ao guri, tentei compreender os seus pensamentos e o porquê dos professores não desejarem tê-lo como aluno, mas confesso que conclui o livro me estressando com as atitudes que ele tomou no decorrer da história. Call tem deficiência em uma das pernas e a esconde através da calça. Ele cresceu sofrendo bullying, mas não ouviu calado. Ao invés de baixar a cabeça e ouvir as ameaças, ele peitava qualquer garoto que o menosprezava pela sua deficiência. Logo no prólogo do livro é mostrado a perda da mãe de Call e o momento em que Alastair o encontra com a perna quebrada. Por ser um guri diferente fisicamente e ter um temperamento explosivo, Call não possui amizades, mas isso passa a mudar quando ingressa no Magisterium.


O Desafio de Ferro tem o propósito de escolher jovens aprendizes para os mestres magos que compõem o Magisterium. A maioria dos jovens tem uma visão conturbada do propósito do Desafio , mas Call não é um deles.

No decorrer dos capítulos, acompanhamos o treinamento árduo e entediante ao qual nosso protagonista é direcionado, presenciamos a sua força de vontade em evoluir mesmo tendo prometido ao pai, no começo de tudo, que tentaria ser expulso. Aos poucos, o leitor vai descobrindo em que mundo eles estão situados, o que os personagens tem que temer e o que devem evitar.

Todos os elementos atuam de acordo com a natureza: o Fogo quer queimar, a Água quer fluir, o Ar quer se erguer, o Caos quer devorar;

Para o começo de uma série - Magisterium - O DESAFIO DE FERRO consegue responder a quase todos os questionamentos que o leitor venha a formular durante a leitura. Os capítulos finais são de uma reviravolta tamanha que até agora, passados dias da leitura, me surpreendo com o caminho ao qual as autoras enveredaram. Elas definitivamente surpreendem!

Os personagens secundários tem o seu charme, e tenho que mencionar dois pontos negativos que me incomodaram bastante. Sei que o livro é infanto-juvenil, mas achei muito forçado os personagens que claramente não gostavam do Call passarem a dialogar e conviver harmoniosamente com o guri. Sei que, com a convivência, nos acostumamos aos outros seres humanos, mas a forma como alguns personagens se achegaram ao protagonista foram extremamente rápida e não gradativa, isso é incômodo. O outro ponto negativo foi que alguns pequenos detalhes estão engolidos na edição, provavelmente se perderam durante a confecção da obra. Isso acontece no quote que mencionei acima, pois falta a parte "a terra quer unir"; para um leitor não atento, passa despercebido, mas para quem é atento, incomoda.


A evolução de Call acontece de forma lenta, quase despercebida. Isso foi algo que me agradou muito. Ainda estou cabreiro com o mundo dos magos, mas aos poucos aceito o que Holly e Cassandra criaram. Geralmente estou acostumado a distopias em nossa realidade, não magia.

A capa do livro é muito intrigante e bonita, as folhas são amareladas e a fonte das letras é grande , proporcionando uma leitura rápida, principalmente com os capítulos demasiados curtos. A escrita das autoras é bastante fluída. Devo admitir que foi uma parceria louvável.

Magia, mistério, intrigas, dor, traição, desconfiança, amizade. Esses são alguns dos elementos que você irá encontrar ao ler O DESAFIO DE FERRO.

Compartilhe este post:

Bruno Marukesu

Um guri que é apaixonado pela 7ª Arte. Desde cedo procurou abrigo nos livros e de lá não saiu mais. Quando está em momentos de dificuldade os livros são o seu porto seguro. Atualmente, ele vive em vários fandons. Tornou-se seriador, é bookaholic, dorameiro em hiatus, kpopper desatualizado. Ah, e que é apaixonado por pandas, zumbis, lasanha, pizza e farofa.

17 COMENTÁRIOS

  1. Olá,
    Eu sempre jurei para mim mesmo que só leria algo de Cassandra Claire quando tivesse todos os livros. Porque olha... não é fácil essa vida de levar spoiler. Mas isso é só sobre uma das autoras.
    Em relação ao O Desafio de Ferro, terei que lê-lo para entender as coisas, por exemplo: POR QUE AOS DOZE ANOS PRECISAM PASSAR PELO DESAFIO? qual a história por traz disso? o que é o Magisterium?
    Enfim, a capa é realmente linda!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Espero que sim!
    Já tenho adicionado a minha lista de desejados, esse livro, já há algum tempo. Linda capa e amei a sinopse e sua resenha. Gosto muito desse gênero literário e sou fã de Cassandra Clare. Por suas palavras, percebe-se que os personagens são cativantes e que o enredo trás uma mensagem bem bonita. Querendo muito! Obrigada pela maravilhosa dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amo a escrita da Cassandra Clare, autora de uma das minhas séries favoritas, confesso não ter gostado de Call, mas acho que isso pode mudar ao fazer a leitura, os pontos negativos que você identificou me incomodam bastante, não gosto de livros forçados, mesmo assim quero muito ler a obra e tirar algumas duvidas que fiquei

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar sobre esse livro nem sobre a série mas já me agradou bastante. É uma história diferente do que estou acostumado a ler.
    Tratando de Cassandra Clare já podemos esperar uma obra incrível.
    Dica anotada na lista de futuras leituras!

    ResponderExcluir
  5. Adoro a Cassandra, mas esse livro não me chamou muita atenção, parece ser vazio, vago que deixa o leitor com muitas perguntas, diferentemente das suas outras series que eu amo !

    ResponderExcluir
  6. Cassandra claire . nunca li nada da autora mas dizem que sua escrita é a melhor , a resenha me agradou bastante,a história parece ser enigmático e instigante . realmente a capa é linda parecer um edição muito caprichada ótima para embelezar a estante

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito das duas autoras, li mais livros da Cassandra e conheço melhor seu trabalho, mas a experiência que tive com a Holly foi muito positiva, assim minhas expectativas estão elevadas com esta leitura. Harry Potter sempre me encantou, se lembrar seus livros será muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha! Eu ainda não li nenhum livro escrito pela Cassandra Clare, mas fiquei curiosa para ler esse livro escrito em parceria com a Holly Black.
    Eu amo histórias de magia e mistério e, lendo a resenha, achei a escolha do enredo muito criativa e diferente. A capa é realmente linda, e a edição parece ser muito caprichada, mesmo tendo alguns erros, como foi mencionado.
    Fiquei curiosa e acho que vou apostar nessa leitura :)

    ResponderExcluir
  9. A capa realmente é linda, tem um quê de chamar para a leitura, mas não sei se eu gostaria de me enveredar por essas linhas não. Acho estranho quando as coisas acontecem muito rápido como você falou no desenrolar dos personagens que não simpatizavam com o garoto e rapidamente se tornaram próximos. Gosto quando a leitura é linear, mas não foi isso que entendi na resenha. também temos de levar em conta por ser uma leitura mais jovem né? Mesmo assim eu não me interessei não!

    ResponderExcluir
  10. Cassandra Clare?? Oi tia Cassie!! Eu amo o jeito dela escrever, quando li TMI me apaixonei pelo seus personagens e história. Já sabia que ela possuía outra série compartilhada com uma amiga e fiquei super curiosa a respeito, me apaixonei pela trama e como ela deve fluir. Ótima resenha, parabéns!!

    ResponderExcluir
  11. Oi :)
    Sou apaixonada pela escrita da Cassandra Clare e o mundo das sombras que ela criou então to sempre querendo tudo que essa mulher escreve. A primeira vez que eu vi esse livro eu já o amei de cara, tanto pela escritora quando pela capa, que por sinal é muito linda. Adorei a estória do livro e estou muito ansiosa para poder lê-lo.
    Biejos.

    ResponderExcluir
  12. Oooi!! Eu já li a resenha de "O desafio de ferro" e achei muito maneiro, porque amo livros de mistérios e com muita ação e aventura, e não possui autora melhor do que a Cassandra Clare para escrever um livro de ação, ela é ótima, e esse livro deve ser incrível como todos os outros da autora!!

    ResponderExcluir
  13. Esse livro já ouvi ótimos comentários, e como eu amo ficção aposto que eu vou adorar ele!! Se vocês fizerem o top comentarista desse livro eu vou ser a primeira a participar com certeza!! A Cassandra é realmente uma autora excelente!!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li, mas já sei que vou amar. Adoro os livros da Cassandra Clare e da Holly Black, então um livro escrito pelas duas deve ser só perfeição! Gostei da resenha e fiquei bastante interessada então com certeza vou lê-lo.

    ResponderExcluir
  15. eu li o desafio de ferro (ainda não li o livro seguinte) e gostei muito
    apesar de ser mais infantil que eu esperava, em especial em algumas partes, que devem ter sido as escritas pela holly
    o livro é bem para quem gosta de HP, Percy, Avatar (não o dos bichos azuis) ... parece q jogaram tudo dentro e sairam com o magisterium, mas mesmo assim é uma boa pedida para quem gosta de magia

    ResponderExcluir
  16. Oi Bruno, eu tenho muita vontade de ler esse livro, pois amo a escrita dessas duas autoras e eu fico curiosa pra saber o que resultou dessa união *-*. A história parece que foi toda muito bem construída, assim como os personagens. E é uma penas que tiveram alguns pontos negativos, e confesso que prefiro mil vezes quando algo acontece de forma gradativa, pois querendo ou não, isso torna as coisas mais reais, e é bom saber que a evolução do Call se dá dessa forma. Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Gosto muito dos livros da Cassandra Clare e assim que lançou esse livro fiquei bem curiosa pois fala sobre os magos que é um tema que sempre despertaram curiosidade, mas depois de ler a resenhas vi que essa não é uma historia que irei gostar !!

    ResponderExcluir