SINTO SUA FALTA



Eu queria ter coragem para lhe dizer que sinto sua falta. Eu errei e sei muito bem disso. Errei ao me despedir de você, mesmo sabendo que alguns meses depois eu sentiria sua falta. Errei quando interpretei erradas tuas palavras, mas talvez você deva tentar entender o meu lado, pelo menos uma vez.

Eu estava embriagada, machucada e já fazia tanto tempo que eu não te via e não tinha noticias suas, que era difícil interpretar suas palavras com clareza. Sou a grande culpada nessa história, mas convenhamos, você também tem a sua parcela de culpa nisso tudo. Não somos santas. Nunca fomos. Erramos naquele momento. A diferença é que eu tomei aquele erro como o fim definitivo, como a minha gota d’água. E veja bem: eu me arrependi disso.

Sempre fui a mais cabeça dura, a mais impulsiva. A que age no calor do momento. Você deveria ter imaginado que isso aconteceria, mas acho que eu também não poderia prever o quanto aquelas palavras me magoariam. Eu decidi me afastar e perder o contato. Você aceitou e esse foi o nosso ponto final. Ou deveria ter sido.

A verdade é que eu ainda penso em você com certa frequência. Penso em você varias vezes por dia. E sinto sua falta.

Sempre que algo novo acontece na minha vida, eu penso em você. Penso em qual seria a sua reação e no que você me diria. Toda vez que eu choro, eu tento me lembrar das suas palavras doces e reconfortantes. Eu tenho lembranças vagas das nossas promessas sobre o futuro. Sobre sermos madrinhas dos nossos filhos, sobre sempre mantermos contato... Mas eu me lembro muito bem de você me ajudando sempre que algo ruim me acontecia, lembro de todos os trabalhos que fizemos juntas na escola, das horas no telefone e lembro muito bem de me esconder na biblioteca durante os intervalos todas as vezes que você faltava. 

Éramos sempre nós duas contra o mundo. Tudo parecia mais fácil naquela época. Nossos problemas na adolescência pareciam muito maiores do que realmente eram. Esses dias eu estive completamente perdida, e doeu saber que eu já não tinha mais você para me ajudar.

Eu sinto tanta falta de você que, às vezes, parece que arrancaram uma parte de mim. Talvez, mesmo sem saber disso, eu tenha arrancado uma parte importante de mim quando me despedi de você.

Sabe o que não me permite mais te dizer o quanto você faz falta? Nós já estávamos separadas muito antes de eu ter a ideia brilhante de te dizer adeus. Eu já não te via há muito tempo, tampouco nos falávamos frequentemente. Fomos melhores amigas, mas, com o tempo, perdemos aquela ligação que nos uniu. Eu lamento muito por isso e me pergunto se você sente algo a respeito disso também.

A vida acontece pra todo mundo e, às vezes, muda coisas que pensamos ser imutável. Mas eu não queria que essa mudança envolvesse perder você. Sinto muito pelo que lhe disse, por ter te afastado, mas não me culpo pelas mesmas coisas que você tem me culpado. 

Eu sinto sua falta, mesmo que você não se importe com isso.

Compartilhe este post:

Natália Palomare

Quando o assunto são livros e musicas, sou uma das pessoas mais ecléticas que existem. Não tenho livros favoritos, uma vez que me considero muito parecida com o Charlie, de As Vantagens de Ser Invisível, que diz que a cada livro lido, ele encontra um novo favorito – pelo menos até terminar de ler o próximo de sua lista.

22 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o post. Lindo texto. De uma sensibilidade ímpar. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Que belas palavras, Natalia! Gosto muito de ler textos assim, cheios de sentimentos e tão bem escritos... Parabéns! Quero ler mais deles. ;)

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa depois deste texto fiquei até sem palavras para dizer o que eu senti lendo.

    Simplesmente amei!

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto, bem narrado e com as palavras certas. Realmente temos decisões precipitadas e sofremos da saudade

    ResponderExcluir
  5. nossa , quando eu lia o texto eu sentia a mesma sensação que a autora sentia , que dom essa menina tem . parabéns

    ResponderExcluir
  6. Que conto mais belo, a autora conseguiu transmitir todas as emoções sentidas pela própria e isso é tão maravilhoso. O texto é muito bem escrita e de um modo suave a Natália aborta temas dificeis de um modo doce e gostoso de se ler, enquanto lia sentia saudade de algumas pessoas importantes

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que lindo. Já me senti assim algumas vezes e consegui sentir junto com a autora ao ler o texto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Oi Natália.
    Adorei o texto.
    Acho que a perda de amizades que tínhamos na nossa infância e adolescência é algo que todos passam. Os interesses mudam, a convivência já não é tão constante e a vida acaba nos mudando.
    Felizmente eu tenho uma amizade de quase 15 anos e não sei como seria não tê-la mais.

    ResponderExcluir
  9. Hey! :)

    "Sempre que algo novo acontece na minha vida, eu penso em você. Penso em qual seria a sua reação e no que você me diria. " Isso ja esta guardado no cantinho do coracao. Ja tive amizade de anos rompida e não é facil. Da aquela sensação de vazio. Mas,isso nos ajuda a amadurecer e a crescer.

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto.
    Me emocionei aqui...
    Sinto muita falta de algumas pessoinhas na minha vida :(
    Não é fácil, mas temos que acabar tentando conviver com certas perdas.
    Parabéns pelo texto :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  11. Ual Natália! Que lindo! Me emocionei dmais!
    Lembrei de tantas despedidas que não aconteceram...
    Parabéns pelo lindo texto!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Natália, gostei do texto, fiquei me lembrando de uns amigos que não nos falamos mais, do tempo que perdemos e das coisas que deixamos de fazer juntos, apenas pelo orgulho das duas partes!

    ResponderExcluir
  13. Natália,
    seu texto é emocionante e real. Acredito que já aconteceu com alguém em algum momento na vida. Amizades que parecem eternas e sólidas feito rocha as vezes se esfarelam e voam feito pó.
    Belo texto.
    Um beijo
    Paulinha S

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem..
    Otimo texto,expressa o que muita gente sente e nao tem coragem de dizer quando senti falta de um amigo..muito bom o post.
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Que linda suas palavras, me tocaram profundamente. Por que as vezes também me sinto assim, com a falta de algumas pessoas que foram muito importantes na minha vida, mas de alguma forma, ficaram para trás. E elas talvez nem pensem em mim, mas eu penso nos momentos bons em que passamos juntos e em como poderia ser o agora. Suas palavras estão muito reflexivas e de uma verdade que dói. Parabéns. Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  16. Amei! Lindas palavras, muito reflexivas.

    ResponderExcluir
  17. Adorei seu texto, ele é muito tocante e você escreve muito bem! Parabéns.

    ResponderExcluir
  18. Seu texto é cheio de sentimentos, comecei a ler e pensei nessa pessoa que sempre deixamos pra trás, senti falta dela, um anseio por dizer "estou com saudade, volta" pelo menos, adorei essa exposição de amor e saudade em tempos onde escondemos o que sentimos, lindo texto, Parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Parabéns pelo seu texto, achei ele muito lindo. Tem muitos sentimentos e verdades nisso, pois isso o que você escreveu já aconteceu e acontece na vida real, na vida de muitas pessoas.

    ResponderExcluir
  20. Gostei bastante do texto, muito bem escrito. Da pra sentir bem o que a menina tá sentindo, tem muito sentimento e é bem tocante.

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Parabéns, adorei sei texto, achei ele lindo mesmo sendo triste vemos isso acontecer, espero que escreva mais !

    ResponderExcluir
  22. Amei seu Conto, ficou simplesmente perfeito!❤

    ResponderExcluir