ADOLESCER

SINOPSE: Jô faz questão de ser a ovelha negra da família, mas seus irmãos, Tom e Jú, estão dispostos a fazer de tudo para salvá-la do caminho que ela decidiu seguir. Uma história cheia de amizade e amor, que revela de forma divertida todas as transformações da adolescência. Um livro para toda a família. - Eva ZOOKS - Ler EDITORIAL - 2016 - 104 páginas

ADOLESCER é um livro que você lê sem interrupção, de uma só vez. Não apenas porque ele é bem curto, apenas 100 páginas, mas porque a história é tão cheia de ternura, de carinho e amor, que muitos vão sonhar que possuem uma família como a do livro.


Acompanhamos o relacionamento de três irmãos possuidores de personalidades totalmente distintas: Jô, a mais velha, é rebelde, provocativa, do contra; Tom, o do meio, é estudioso, maduro, inseguro, protetor; e Jú, a caçula, é a observadora, calma, romântica, apaziguadora.


Após uma discussão rotineira, os três são desafiados pelos pais a viajarem para um local da preferência deles, desde que conseguissem se entender. A partir daí, Jú e Tom começam um plano para trazerem Jô para perto, demonstrando a ela que não são apenas uma família, mas são amigos e podem, sempre, contar uns com os outros.


Apesar desse clima alto-astral, senti falta de um tema voltado para problemas mais profundos, que os jovens enfrentam nos dias de hoje. Obviamente a obra é voltada para o público infanto-juvenil e para uma classe econômica de média para alta, mas, mesmo assim, existem muitos aspectos que poderiam ter sido abordados de maneira leve.


Mesmo sendo ingênua na sua maior parte, ADOLESCER consegue atingir o objetivo de passar a mensagem de que se a família for unida, se seus membros se respeitarem e amarem, os problemas podem sem enfrentados, se não resolvidos.


ADOLESCER consegue alcançar o objetivo de entreter e, mais importante, deixar o leitor com um sorriso no rosto. Como um vento fresco em uma tarde quente. Não ajuda a passar o calor, mas dá uma trégua para conseguirmos continuar.

Compartilhe este post:

Carlos H. Barros

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

24 COMENTÁRIOS

  1. Adorei a resenha, me interessei bastante pelo livro. Quando vi o post, pensei que fosse um livro de colorir e meu lado criança ja ficou em alerta haha.
    Parabéns pela resenha ♥
    https://apenasumaamanteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Carlos inicialmente eu achei que era um livro de colorir, talvez pela capa e pelas fotos que você colocou aqui, que deixou o post bem alegre, mas quando li a resenha entendi o real sentido do livro. Acho estranho imaginar a Eva escrevendo algo tão leve como você falou, mas acredito que para o público a que se destina deve sim cumprir o papel!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Tem como não gostar de um livro fofo desse! Eu gostei mto, é d fato um excelente presente pra alegrar os dias de alguém especial...Qro!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá! Que livro mais fofo! Com certeza é uma ótima leitura não só para a faixa etária infanto-juvenil, mas para jovens e adultos, pois histórias lindas de amor e união valem a pena ser apreciadas em qualquer idade! Obs: adorei a referência à Crepúsculo ♥ hehehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. OOi! O livro é bem mais indicado pra pré-adolescentes ao meu ver, não me deixando muito interessada pela história por ser algo bem comum, algo real, rotineiro, prefiro livros de ficção, mais valeu!!!!

    ResponderExcluir
  6. Essa capa tem super cara de livro de colorir, eu achei a história interessante, eu tenho dois irmãos e é básico tentar colocar eles no caminho certo, ajudar e estar presente gosto de livros com esse tema de família

    ResponderExcluir
  7. Até que achei legal o enredo do livro, mas não é o tipo de história que me chama a atenção. Tenho outras preferências. E como não estou com tempo de ler livros fora da minha lista de leitura, não leria esse. Mas acho que seria um boa dica pra quem está começando no mundo da leitura, por ser um livro curto e leve.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  8. Carl, tive a impressão de que o livro é quase uma fábula, com uma história não tão profunda, mas que tenta passar uma mensagem. Tenho Adolescer aqui também, e pretendo ler em breve, porque parece fofinho, além de ser uma leitura aparentemente rápida.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju!
      Fábula? Não. Nem longe. rssssss É umas um conto familiar, mas bastante ingênuo, algo mais estilo Malhação para crianças rssssss

      Excluir
  9. Oi,
    Eu não conhecia o livro, parece ser muito bom, gostei muito da resenha, pelo visto a leitura é gostosa, achei super legal ser trabalho mais esse lado família, por mais que as vezes ele chega a ser ingênuo, trata de algo importante na vida de todos nos, o amor dentro de casa, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  10. O enredo em si, parece ser bem interessante e o livro é muito fofo, e já que fala de uma família, que também tem crianças, não vejo porque o livro se chama adolescer. Achei massa a resenha, mas achei que o livro parece ser meio infantil e tal, não acho que seja meu tipo de livro, mas quem sabe um dia?
    Bejitos

    ResponderExcluir
  11. Oi! O tema abordado é bem interessante, por se tratar de conflitos existentes nos adolescentes atualmente, por fazer os leitores refletirem sobre o que vivenciamos e mais importante ainda para os pré-adolescentes que estão entrando em uma fase difícil!!Obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha, mas pelo que pude perceber o livro é voltado para o público pré-adolescente, então não faz muito a minha praia.. mas tou querendo comprar pra minha prima, já que achei a história bastante interessante para a faixa etária dela!

    ResponderExcluir
  13. Oi :)
    Achei bem fofo esse livro, o tipo que te faz relaxar. Porém não fiquei com vontade de lê-lo, não faz bem o meu tipo. Enfim, daria com certeza para alguém mais novo de presente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá.
    A capa é uma graça, com certeza uma leitura leve e divertida. Não é um estilo de leitura que chame minha atenção e como tenho uma lista grande de livros na espera, deixo passar a dica. Mas é certo de que será uma ótima leitura. Sua resenha, sempre muito bem explicada. Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Uma leitura que com certeza fluiu de um jeito maravilhoso, afinal não tem como esse livro ser mais amorzinho, relações de irmãos é uma coisa linda de se ver e bem divertidas de se lar. Eu vou dar uma procurada sobre esse livro quem sabe até o compre.

    ResponderExcluir
  16. Ah, gente, essa história parece ser uma coisa super fofa e só a capa já nos diz isso tudo. É bem curtinho mesmo, acho que dá pra ler em menos de duas horas, ainda mais que as letras são bem grandes. Adorei conhecer um pouquinho mais sobre a história.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. A história parece ser muito linda, as fotos são maravilhosas. Gosto muito de histórias que falem sobre a relação entre irmãos e achei interessante que esse tema tenha sido usado para um livro infanto-juvenil, como mencionou, uma pena que conflitos mais profundos não tenham sido abordados. Mas de toda forma, é interessante para perceber o quão diferentes somos mesmo em nossa família e como é um desafio, principalmente na adolescência conseguir aliar a criação de uma personalidade que nos identifique e ao mesmo tempo abrir mão de algumas coisas para uma decisão coletiva. Muito bom!

    Julio Cesar Vieira

    ResponderExcluir
  18. É sempre bom ter esse tipo de livro leve de se ler na estante. Eu costumo ler esse tipo de livro quando estou naquelas ressacas literárias e só uma história como essa que me faz sair dessa situação.

    ResponderExcluir
  19. Achei que era um livro de colorir pela foto hahaha

    Provavelmente não vou ler esse livro, mas achei interessante você dizer que ele poderia abordar outras situações que o publico alvo poderia se identificar.

    Pode ser porque eu já não tenho contato com esse tipo de livro faz um tempo, mas realmente. Depois que cresci eu senti falta de algumas abordagens que os livros que eram voltados para minha idade quando menor, poderia ter feito... talvez eu não tenha tido sorte de ler os que tinham isso mas sei lá...

    De qualquer forma, é bem importante ter certos assuntos em livros para crianças/adolescentes. Eu adoro escrever, quem sabe eu não faço isso em algum futuro próximo? Seria interessante.

    ResponderExcluir
  20. Me pareceu ser um livro gostoso de ler para os priminhos pequenos, gostei bastante pois apesar de ser ingênuo passa uma linda mensagem. Estou pensando seriamente em comprar para presentear algumas priminhas!

    ResponderExcluir
  21. Que amoor, acho que eu gostaria de ler algo assim, apesar de não ter irmãos acho lindo a relação de pessoas que conheço, e sem falar que esse livro é um ótimo presente para crianças :D
    Beijos!
    Ps:. Amei as fotos, deu um charme a mais para a resenha <3.
    Lost Words

    ResponderExcluir
  22. Já tinha visto esse livro, mas confesso que não me chamou a atenção...bem cheguei a ler a sinopse. Ele parece ser uma leitura bem leve, sem muita construção, que é mais para prender a leitura de crianças...com problemas típicos da faixa etária a que se destina mesmo. Mas achei uma dica muito boa, nunca é cedo demais para incentivar a leitura!!!

    ResponderExcluir
  23. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas gostei da historia, parece ser uma leitura leve e envolvente, e achei bem interessante o tema que a autora trata, com certeza passa uma mensagem para o leitor, com certeza uma ótima leitura, ainda mais sendo um livro bem curto !!

    ResponderExcluir