QUANDO O AMOR BATER À SUA PORTA

SINOPSE: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego - Samanta HOLTZ - Editora ARQUEIRO - 2016 - 304 páginas.

QUANDO O AMOR BATER À SUA PORTA acompanha a vida da famosa escritora Malu Rocha. Com sete romances no topo dos mais vendidos do país, Malu está no processo de conclusão do seu mais novo romance. Ela quer dar um desfecho diferente aos seus personagens da vez, não quer entregar mais uma história de amor ilusória aos fãs, quer mostrar aos leitores a realidade dos desfechos amorosos cotidianos na vida real.

Um desconhecido bate à porta da romancista e todo a ordem vira um caos.


Malu é uma personagem extremamente centrada, forte, realista - amo personagens assim -, e eficiênte. Como escritora, é perfeita, sabe usar as técnicas literárias para prender o leitor do início ao fim e, ainda, surpreendê-lo com um final clichê inesperado. Infelizmente, peca como pessoa. Fiquei muito incomodado em certos momentos ao presenciar atitudes e pensamentos nada auspiciosos vindos dela. Tive a impressão que a fama lhe subiu à cabeça. Não é só porque uma cambada de pessoas está comprando os seus livros e repórteres lambendo os seus pés, que deve tratar todos como peças descartáveis, ou como bem convém. Faz total sentido o sobrenome dela ser Rocha, pois a mesma é uma.


No romance escrito por Malu, conhecemos uma personagem, Ana Clara, que está em dúvida sobre qual homem escolher para ter como a metade da sua laranja. Dividida entre o seu ex-namorado, que a largou, e o atual guri por quem se apaixonou, Malu decide dar um desfecho completamente surpreendente e realista para a situação.

Na reta final para entrega do livro, um homem bate no portão da casa da escritora. Ele se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi e alega ter perdido a memória num acidente de carro. Sua única lembrança é que estava na cidade para encontrar Malu antes de todo o ocorrido.


A situação é totalmente estranha e inusitada. De uma hora para outra, Malu acaba se compadecendo e carregando para si o problema do guri, atitude atípica vindo dela, que só pensa em si e não pode perder tempo, pois tem que entregar um romance.

No decorrer dos capítulos, presenciamos uma paixão arrebatadora surgir entre Luiz Otávio e Malu, enquanto ambos procuram saber quem é Luiz Otávio e o que foi fazer em São José dos Pinhais. No início, é bem difícil de engolir tudo, pois quem se deixaria envolver por um desconhecido, que diz ter perdido a memória, e, ainda por cima, contratá-lo como faz tudo em sua casa, sendo que você mora sozinha??? Mas a autora Holtz soube conduzir com maestria todo o panorama amoroso, e as cenas excitantes só aparecem mais para perto do fim de tudo e, isso, foi um ponto positivo.


Sou apaixonado por personagens secundários, a maioria acaba virando meus personagens favoritos nos enredos. Em QUANDO O AMOR BATER À SUA PORTA não foi diferente. Rebeca, assessora de Malu, e seu Ignácio, avô da escritora, foram dois personagens que ansiava por vê-los nas cenas.

Rebeca é uma personagem toda atrapalhada, mesmo causando frustração com toda a sua desordem. Senti vontade de protegê-la da ira de Malu em vários momentos, fora o orgulho que sentia quando ela conseguia concluir uma tarefa com profissionalismo incrível!


Seu Ignácio tem 98 anos e gosta de assistir Charlie Chaplin. Como não amá-lo??? Veterano aposentado - é lógico -, da guerra, sempre que Malu vai visitá-lo na Casa de Repouso Lar dos Anjos, ela é agraciada com um "Apresente-se, soldado!" logo na entrada. Ele a chama de Rosa e é o único que sabe como a escritora é de verdade e o que esconde por debaixo do muro que criou para repelir as pessoas. Tais cenas no Lar dos Anjos me deixaram com sorriso no rosto, pois era o único momento em que a humanidade de Malu aflorava totalmente, Seu Ignácio tem um dom para revelar o lado bom das pessoas.


A capa do livro é simples, mas fofa, criando uma comparação eficaz da protagonista com as rosas. Com símbolos intricados no topo, os capítulos são curtos. A fonte das letras é mediana e as folhas são amareladas, o que não incomoda os olhos. Nas primeiras páginas, antes de começar o enredo, existe uma playlist especialmente selecionada para o leitor pesquisar e ouvir enquanto faz a leitura dos capítulos. Isso foi algo que gostei muito, considerando o fato de que vários são os momentos em que escuto música nas minhas leituras.

Com narrativa em terceira pessoa, o livro traz os ingredientes para a superação de perdas, readaptação ao amor e descobrimento do mesmo, aprendizado sobre relações interpessoais e libertação. Para quem gosta de romances, esse nacional é válido para se ler num final de semana tranquilo.

Compartilhe este post:

Bruno Marukesu

Um guri que é apaixonado pela 7ª Arte. Desde cedo procurou abrigo nos livros e de lá não saiu mais. Quando está em momentos de dificuldade os livros são o seu porto seguro. Atualmente, ele vive em vários fandons. Tornou-se seriador, é bookaholic, dorameiro em hiatus, kpopper desatualizado. Ah, e que é apaixonado por pandas, zumbis, lasanha, pizza e farofa.

22 COMENTÁRIOS

  1. Oi, tudo bom?
    O livro pelo visto é super bacana, confesso que estava meio na dúvida, mas irei dar uma chance a ele, e realmente quem em sã consciência contrata um cara, que aparece na sua porta dizendo que perdeu a memoria, mas que se lembrava de que estava indo encontra-la hahaha achei também super bacana nossa protagonista ser escritora, mas fiquei triste em ver que de certa forma ela é arrogante.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  2. Essa, por incrível que pareça, é a primeira resenha que leio desse livro e estou totalmente surpreendida. Pela capa, eu sempre imaginei que fosse um romance fofo e que mesmo assim seria uma ótima leitura, mas mostra-se melhor! A personagem principal parece ser super cativante e já prevejo eu me identificando com ela durante a leitura, já o Luiz parece ser uma coisa fofa. Adorei os seus comentários, achei muito divertido ler essa resenha. Gostaria muito de me emocionar com esse livro também

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar tanto no livro quanto na autora, e ao ler a resenha fiquei fascinado, quero muito leeer e espero não ficar deprê no final! haha

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante a trama. Particularmente, adoro enredos que trazem personagens que são escritores e que contam na própria narrativa um pouco acerca do processo de criação. E de fato, os escritores-personagens comumente carregam personalidades se não excêntricas, ao menos fortes. Também curti o fato de a trama se desenrolar em São José dos Pinhais, novos cenários para os romances nacionais são sempre bem vindos a serem explorados. No mais, fiquei curioso para saber o que aconteceu com Luiz e as razões dessa "reunião marcada". Ainda não descobri a narrativa da Samanta, mas espero fazê-lo em breve, aproveitando também essa playlist *-*

    Julio Cesar Vieira

    ResponderExcluir
  5. Tinha ouvido falar sobre, mas não tinha dado muita bola ao livro.. até agora.
    achei bem interessante o modo como elogiou e logo alfinetou a protagonista. Adorei o fato de a mesma ser escritora, algo irônico, não?
    como sou louca por esse tipo de livro provavelmente irei gostar de lê-lo! Bela resenha.

    ResponderExcluir
  6. Tenho ouvido falar sobre esse livro mas mesmo com sua resenha ainda não consegui me sentir interessada pela história, me parece chata por isso dispenso essa leitura.

    ResponderExcluir
  7. Adoro ler romances mais leves de vez em quando, e esse parece ser muito bom, e ainda é nacional, o que me dá mais vontade ainda de ler. Espero que tenha uma explicação pro porque do Luiz Otávio ter perdido a memória, se é que ele perdeu mesmo. Estou bem curiosa com relação a isso, e quero conhecer os outros personagens.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Apesar de romances não ser meu gênero preferido, quero ler esse livro, pois desde que começou sua divulgação, me encantei pela capa e premissa.
    Tenho boas expectativas para com a leitura. E por tudo que você comentou da obra, sei que será muito agradável.
    Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oiii BRuno! Aaah esse livro viuuu! Qro mto ler! Tenho lido mtas resenhas positivas dle, está excelente!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Tá aí o tipo de romance que eu gosto de ler , e brazuca já quero muito mais o fato da protagonista ser escritora sempre da vontade de ler

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, amei a resenha, esse é o tipo de leitura que sempre arrebata o meu coração quando estou em uma livraria, porém, eu não me interessei muito pela história desse livro, espero que minha opinião mude. Um beijo.

    http://apenasumaamanteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Bom dia!! Eu gostei muito da sua resenha, acho que é um livro que pode surpreender muitas pessoas que estão acostumadas com romances clichês,porque se trata de um romance em que a autora consegue explorar caminhos bem diferentes e a história parece ser bem gostosa de ler,obrigadaa!!

    ResponderExcluir
  13. Oi! Eu sou suspeita para falar porque gosto de romances,então "Quando o amor bater a sua porta" é um livro que me deixou com vontade de ler, e tendo como principal personagem uma escritora me deixou com mais vontade ainda, obg!

    ResponderExcluir
  14. Realmente fiquei pensando "nossa mas como assim ela do nada acolhe o cara desconhecido?"
    Não sei se vou conseguir engolir de verdade isso, mas pretendo ler o livro pois parece ser bonitinho hahaha

    Espero que a autora consiga me convencer da atitude da personagem.

    ResponderExcluir
  15. Nooossa, não fazia ideia de que esse livro tinha uma trilha sonora! Adorei! Assim como você, gosto muito de personagens reais e fortes, eles são tão bem desenvolvidos que dá até um prazer a mais de ler. Sobre o fato da personagem ser uma escritora eu adorei, amo quando livros falam de livros hahaha. Essa é uma história que eu quero ler já faz um tempinho.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi :)
    Ganhei recentemente esse livro e estava a procura de uma boa resenha, finalmente achei!. Na primeira vez que vi esse livro eu não me interessei por ele pois eu não gostei da capa mas depois de ler um pouco mais da estória na sua resenha eu fiquei com vontade de lê-lo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Cara,não vou mentir, achei muito sem sal, tudo bem que sou suspeita pra falar, já que romances não são minha praia, mas achei muito bostético o enredo, um tipo de clichê em graça nenhuma, nem a capa me atraiu, então é isso, infelizmente eu provavelmente não vou ler esse livro, mas curti os aspectos que você destacou na resenha, parabens!

    ResponderExcluir
  18. Já li algumas resenhas e críticas sobre o livro e confesso que não me senti atraída para o ler, mas a resenha está ótima, porém a história não me pareceu tão envolvente!

    ResponderExcluir
  19. Sou apaixonada por romances e esse está na minha lista de desejados! Gosto de personagens fortes e eficientes mas que não perdem a humanidade como a Malu. Realmente é bem estranho aceitar um cara totalmente desconhecido em sua casa e ainda o contratar.. quero conferir como a autora conseguiu desenvolver isso.
    Aiii, o avô da Malu parece ser extremamente fofo! Amo personagens assim ♥
    Adorei a ideia da playlist, mas não consigo escutar música lendo... eu começo a prestar atenção na letra e me perco na leitura KKK
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi Bruno, tudo bem?
    "Faz total sentido o sobrenome dela ser Rocha, pois a mesma é uma." eu ri kkk
    Eu confesso que o nome do livro não me chamou muito a atenção, e apesar de achar a capa linda nunca fui atrás para saber mais sobre ele.
    E agora lendo sua resenha descobri que vou fali kkk, vocês só fazem resenhas de livros incríveis, enquanto estou aqui no blog já adicionei uns 10 livros nos desejados do skoob kkk.
    Mas referente ao livro eu também acharia estranho alguém bater na porta e a pessoa ser 'receptiva' a ajudar dessa forma, mas se a autora soube levar isso de forma leve já ganhou pontos comigo.
    Ansiosa para conhecer o Seu Ignácio *-*, e amei a ideia de colocar uma playlist, faz com que o leitor se sinta mais dentro da história.
    Vou tentar ler o quanto antes, parabéns pela resenha. Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  21. Já faz um tempinho que estou de olho nesse livro, mas confesso que nunca tinha lido nenhuma resenha dele...e gente que história fofa!!os escritores brasileiros andam me surpreendendo bastante....acho que tinha um leve preconceito e nem sabia!!xD...adoro livros com playlist, não para ler e ouvir porque não consigo (kkk), mas gosto de ouvir quando dá saudade dos livros!! Adorei a resenha e com certeza vai entrar para a listinha enoooormeee de livros pra ler!!;)

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Pensei que não iria gostar da historia mas lendo a resenha ela me deixou bem curiosa, achei o enrendo todo do livro bem maluco e muito rápido por isso achei que ele não iria me convencer mas parece que a autora consegue colocar tudo de na dose certo o que me deixou bem interessada nesse livro, também gosto muito dos personagens secundários e sabendo que temos bons personagem me deixou ainda mais curiosa, adorei a ideia da playlist !!

    ResponderExcluir