A GAROTA DO CALENDÁRIO: MARÇO E ABRIL

SINOPSE: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva - Audrey CARLAN - Editora VERUS - 2016 - 144 e 160 páginas.

Aqui estou eu, voltando para esta série que vem dando o que falar por ai. Mia Saunders, no mês de março, passará 30 dias em Chicago, onde encontrará o empresário, ex-boxeador e herdeiro de uma grande rede de restaurantes, Anthony Fasano.


Ela será sua noiva durante sua estadia. Contudo, logo no primeiro dia,  ela passa por grandes surpresas, que me deixaram de queixo caído. Juro que de todas as situações possíveis, Audrey me surpreendeu da melhor forma possível neste terceiro volume.

Na verdade, Anthony é homossexual. Assim, está impedido de ter relações com a atual noiva. Sua família nem sonha em saber da homossexualidade de Anthony, e ele vem mantendo um relacionamento às escondidas há algum tempo. No caso, um tempo longo demais para seu namorado, Hector.


Em todo o livro, vemos a luta do casal, a agonia de Hector em querer ficar ao lado de seu companheiro em público e não poder. E Mia querendo ajudá-los de todas as formas possíveis, mas sem conseguir, uma vez que sempre acontece algo de errado para atrapalhar.

Desde o começo, torci muito por Anthony e seu namorado. Ficava triste todas as vezes em que eles discutiam, e ficava alegre quando se reconciliavam, com beijos e abraços apaixonados. Acho que nunca torci tanto por um casal neste meio literário, hahaha.


A premissa deste terceiro volume está melhor construída, mais aberta aos homens, no caso, tirando o foco da personagem principal, algo que me irritou bastante nos dois primeiros volumes. Vemos uma evolução no caráter da nossa personagem.

Seu ex-namorado aparece novamente para lhe cobrar um pouco mais da grana que Mia está lhe devendo, e até faz uma proposta totalmente absurda, que me deu tanta raiva, que gostaria eu mesma de bater nele. Nossa, que raiva dele!

No quarto volume, abril, Mia viaja para Boston, onde conhece o jogador de beisebol, milionário e mulherengo, Mason Murphy. Como é novo nesta vida de riquezas, as mulheres caem em cima, e este aproveita bastante, sem pensar nas consequências, e, assim, prejudicando sua carreira na publicidade. É quando Mia entra em cena.


Ela terá que ser a namorada perfeita e que colocará Mason nos trilhos, para sua carreira na mídia avançar ainda mais, já que é um ótimo jogador. Contudo, neste meio, conhecemos Rachel Denton, a responsável pelas relações-públicas, mas que possui uma pequena queda por seu cliente, mas este não repara nela.

Na premissa, acompanhamos o dia a dia, os jogos, as festas e as campanhas publicitárias que ele consegue com sua nova postura. Saindo apenas para eventos esportivos, não bebendo, não entrando em brigas a todo momento, algo que ocorria frequentemente, porque bebia muito e se estressava facilmente.

Só que Mia percebe uma atração entre Mason e Rachel. Tenta se aproximar da mulher, mas ela é fechada, até que, em um certo momento, consegue conversar com ela e arranca a pequena e maravilhosa informação de que, sim, Rachel possui uma atração por ele.


Assim, Mia entra em uma missão de mudar Rachel para conseguir a atenção de Mason. No começo, tudo vai dando certo, mas, não generalizando, homens não sabem se controlar perto de outras mulheres, principalmente quando eles estão um pouco alcoolizados. Um dos momentos que me deixaram agonizante, porque estava torcendo para o casal, foi quando Rachel se arrumou, foi participar da festa e encontra Mason com outras mulheres, e ela sai correndo. Minha vontade foi de entrar naquele livro e dar uns tapas nele, juro!!!

Confesso que amei estes dois volumes, são melhores que os dois primeiros. A autora deu um renovada nas premissas. Apesar da protagonista ter que conviver com 12 homens durante o período de um ano, ela não dorme com todos, como algumas pessoas imaginam, já que alguns são comprometidos.

Nestes volumes, encontro mais detalhes da vida dos homens, ao contrário dos primeiros, onde o foco era essencialmente sobre Mia. Em Março e Abril, os personagens masculinos tem seu devido foco. Descobrimos, desde o começo, detalhes sobre suas vidas, suas carreiras e suas escolhas.

A evolução da protagonista é evidente. Tanto no profissional, já que consegue separar seus sentimentos da vida profissional.


As capas continuam lindas. O roxo e amarelo são vibrantes, e os vestidos são modelos maravilhosos. Bem que eles poderiam vir de cortesia para quem comprasse os livros. Vocês não acham uma boa ideia?! A diagramação continua perfeita, e a editora esta fazendo uma divulgação de ponta para esta série.

Compartilhe este post:

Larissa Maciel

A vida é uma caixinha de surpresas. Posso dizer que minha vida gira em torno de surpresas. Entrei no mundo da leitura e pretendo nunca sair. Um mundo de encantos, de alegrias, de tristezas, de mágoas, de raiva e de frustrações por personagens. Mas, depois de tudo, os perdoamos, pois não conseguimos ficar com raiva de “pessoas” que conhecemos há pouco tempo e já consideramos como parte de nossa vida. Sim, sempre me verá na rua, ônibus, metrô, fila e tanto outros lugares com um livro ou o celular – pode ter certeza que és um livro – na mão, dentro de um mundo de muitas vidas e histórias agradáveis.

11 COMENTÁRIOS

  1. Eu ainda não li nenhum desses livros mesmo parecendo ser muito interessante, mas não curto esse tipo de história.
    Muito boa a resenha!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Ouvi muito falar desses livos, até me dava uma certa curiosidade, mas nunca cheguei a ler nada sobre eles, até então. E pela sua resenha, parece ter um enredo bem envolvedor, que nos deixa intrigados a conhecer as próximas "aventuras" de Mia, que com certeza agora eu pego pra ler!

    ResponderExcluir
  3. Oi Larissa, tudo bem?
    Já tinha lido várias resenhas sobre os livros da série, mas até agora nenhuma mostrava que nos outros livros a autora estava tirando um pouco o foco da personagem principal e suas relações sexuais com os homens. Tanto é que eu perdi totalmente o interesse na série por pensar que o foco seria apenas este.
    Adorei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Larissa!
    Li mtas resenhas da série, algumas dizem bem outras nem tanto...
    Mas eu estou mto curiosa pra conhecer as história de Mia, pra mim o enredo parece bom, não custa dar uam chance né...Espero não em decepcionar...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. OOi! Jáouvifalar muito desseslivros, e já até participei de um sorteio para ganhar a série inteira!! A história me deixou bastante curiosa, até pelo fato de eu não ler muitos romances gays kkk e acho que seria muito bom ler algo novo , mas claro que eu tenho que começar pelo primeiro livro da série, valeu!

    ResponderExcluir
  6. Oi! Parece que a Mia entra em várias confusões durante toda essa série e isso me deixou bastante curiosa para conhecer esses livros, ouvi ótimos comentários sobre a série até aqui mesmonoblog e não vejo a hora de poder ler, obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Tenho uma dúvida bem boba, como a menina a tal da Mia se envolve geralmente com pessoas famosas (modelos, roqueiros e boxeadores) e que de alguma foram eles tem uma certa popularidade como faz para que ela saia de fininho se ser vista pelos outros envolvidos nos encontros marcados e saia tipo num jornal ou tv com um cara e m~es seguinte no outro? Isso não seria meio que um furo no roteiro? bom, eu fico mesmo em dúvida se leio ou não essa série..

    ResponderExcluir
  8. A partir destes meses é que consegui compreender que a Mia estava amadurecendo e se encontrando. A maneira como ela uniu dois casais, pensando sempre na felicidade do outro foi bem legal de ver. No primeiro principalmente, ela já começou a sentir que não estava sozinha, e no fim da jornada estaria rodeada de amigos.

    ResponderExcluir
  9. Tenho até medo do que vou achar desses livros porque o estilo não é um que gosto muito mais, mas vou tentar ler pra ver como é porque vejo tanta gente falando deles. Esses dois parece que são melhores mesmo que os primeiros. A personagem vai tendo uma evolução ao longo da série. Mas já vi que os livros são meio montanha russa, uns bons e outros nem tantos. Espero que ao menos seja fácil e rápido de ler.

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Ótima resenha, muito bem elaborada.
    Não acompanho essa série, por não ser um estilo de leitura que eu goste. Mas para quem é fã, com certeza uma boa leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Larissa!
    Gostei muito da sua resenha!! Ainda não li nenhum livro dessa série mais cada vez mais estou ficando interessada em ler!! Bom espero conseguir muito em breve!!
    Beijoss

    ResponderExcluir