LUTA PELA INVESTIGAÇÃO DA LEI ROUANET


Lei Federal de Incentivo à Cultura nº 8.313, também conhecida como Lei Rouanet, foi criada com o intuito de possibilitar a difusão cultural nacional de pequenos artistas, que não possuem meios para produzirem suas obras apenas com meios financeiros próprios.

A realidade é que ela se tornou o principal mecanismo de financiamento para artistas famosos, renomados, que possuem capital próprio e de patrocinadores, que não precisam da injeção de dinheiro público. Com os anos, formou-se uma panelinha que favorece amigos e conhecidos, além do desvio de parte do dinheiro para projetos que nunca sem do papel.

Quando se cogitou a extinção da lei, alguns meses atrás, metade dos atores globais, que se beneficiam da lei pra produzir suas peças de tetro e filmes, entrou em polvorosa. Afinal, seria a perda do monopólio sobre um meio de conseguir dinheiro através do imposto pago pelo público, público este que também vai pagar o ingresso.

Essa lei possui tantas histórias grotescas, de total falta de vergonha na cara, de quem concede o incentivo, bem como de quem solicita, que me pergunto se não temos todos caras de palhaços.

Alguns exemplos:

- LUAN SANTANA, um dos cantores sertanejos mais ricos do país, conseguiu mais de quatro milhões de reais da Lei Rouanet para realizar shows ao vivo em 2014;

- CLÁUDIA LEITE é uma das campeãs de mamar na lei. Em 2013 conseguiu mais de cinco milhões de reais para seus shows. Já pediu duzentos e cinquenta mil reais para a publicação de um livro de memórias e, mais recentemente, tentou novamente obter mais de um milhão de reais para outro de seus shows;

- Em 2013, foram aprovados vinte e cinco milhões de reais (!!!!!) para a realização de concertos orquestrados pelo maestro João Carlos Martins. Só que o referido maestro não solicitou nada e nem estava sabendo que algo assim havia sido aprovado em seu nome. Quem conseguiu esse valor, foi uma empresa privada, que nunca chegou a entrar em contato com o maestro;

- Em 2011, a cantora MARIA BETHÂNIA conseguiu mais de um milhão de rais para a criação de um blog. Sim. Isso. De um blog; Existem dezenas de projetos tão bizarros como os exemplos acima, que incluem nomes de atores, diretores, cantores, e toda uma corja que aparece sorrindo na sua TV, que cobra ingressos para seus shows e apresentações, mas que, por trás, usa do dinheiro do povo.

Enquanto isso, autores e artistas pequenos, que tentam conseguir algum incentivo para produzir suas obras, recebem uma negativa do governo e são obrigados a partir para sites de crowdfunding.

Em julho, a LAVA JATO começou a se mexer para o início de uma investigação sobre os projetos aprovados pela Lei Rouanet. Fica a esperança que essa investigação vá para a frente, e que esse bando de corruptos e aproveitadores, que aparecem sorrindo na sua frente, tenham suas máscaras arrancadas.

Compartilhe este post:

Carlos H. Barros

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

5 COMENTÁRIOS

  1. Nossa, eu morreria sem saber disso.
    Ainda bem que eu não sou tão fã, a ponto de pagar um ingresso caro para assistir ao shows deles.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Que vergonha!
    Ainda bem q isso eu não vou nunca incentivar!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. São essas e outras coisas que nos fazem desacreditar em muita coisa, no Governo, e pior é que a maioria de pessoas nem imagina que isso acontece. Agora te pergunto; para o povão como se dá o processo de solicitação do incentivo pela Lei Rouanet?

    ResponderExcluir
  4. É , meu amigo, a lei brasileira é de se fazer chorar. Pobre das pessoas que precisam solicitar algum incentivo ou colaboração. Infelizmente tudo está muito errado e vergonhoso e não parece que possamos ter muitas esperanças de melhorias. Ao contrário, do jeito que tudo vai, só piora.Triste realidade.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Quando você acha que não pode ver mais coisa doida, se depara com uma lei linda dessas. A ideia é boa, mas na prática? Sempre dão um jeito de se aproveitar né?
    Mas é cada uma...
    Vergonha mesmo.

    ResponderExcluir