SNIPER AMERICANO

SINOPSE: Ao longo de uma década de serviço, incluindo diversas incursões ao Iraque e a outras zonas de combate durante o auge da chamada Guerra ao Terror, Chris Kyle, atirador de elite dos Seals, alcançou o recorde de mais de 150 mortes confirmadas pelo Pentágono. No livro, ele fala abertamente dos sofrimentos da guerra, da morte brutal de alguns companheiros, da ação como atirador e da frieza e precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a perturbadora realidade dos combatentes como também sobre a extrema dificuldade da readaptação dos que retornam ao lar. Em 2013, Chris Kyle foi assassinado a tiros por um veterano da guerra do Iraque que sofria de estresse pós-traumático, e sua história estará nos cinemas em 2015 em filme homônimo ao livro, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por Bradley Cooper - Chris KYLE - Editora INTRÍNSECA - 2015 - 344 páginas

SNIPER AMERICANO é uma autobiografia escrita por Chris Kyle sobre seus momentos vividos em combate. Chris cresceu em uma cidadezinha pequena, localizada na região centro-oeste do Texas. Cresceu aprendendo os valores de uma família e sua nação. Desde novo, tinha certo carinho por armas de fogo (nunca imaginou que esse carinho o tornaria um grande homem), gostava de sair para caçar com seu pai e com o irmão mais novo, porém amava montar. Chris não se considerava um caubói, mas sabia cavalgar desde muito novo e continuou mesmo quando entrou para a faculdade. Foi quando teve a chance de trabalhar em um rancho, tendo enfim a vida que desejava, decidindo depois de um tempo largar a faculdade.


Mas isso é apenas o começo. Um dia o jovem resolve se alistar na marinha, acabou sendo rejeitado pela mesma. Ele foi desqualificado no exame físico. Tendo a vida de caubói, Chris também sofreu alguns acidentes, sendo um deles o motivo da sua rejeição. Um tempo depois, recebe um telefonema, a sua chance de servir seu pais. Foi chamado para ser um Seal (BUS/S – BASIC UNDERWATER DEMOLITION/ SEAL), logo aceitou. Desde aquele dia, sua vida não foi mais a mesma.


Passando por vários tipos de treinamentos, que posso confessar nunca ter ouvido falar, fortalecendo seu amor por armas e aprendendo mais com elas, onde até eu aprendi. Chris descreve cada momento importante, momentos que esteve em perigo e ate mesmo salvando vidas. Durante seus treinamentos, ele confessa que pensava em desistir, que essa ideia lhe parecia muito atraente.  E quem em momentos de tensão, difíceis, não pensa em desistir? Até mesmo os grande homens passaram por isso. Mas ele escolheu continuar.


Chris tinha uma personalidade muito forte. Quando duvidavam dele, ele fazia questão de mostrar que quem duvidou estava errado. Foi assim que deu seu primeiro tiro de longa distância, tiro no qual muitos atiradores de elite não acertariam o alvo. Quando estava de folga em casa, ele fazia de tudo para se controlar e não agredir ninguém que o tirasse do serio. Trabalhando no rancho, ele aprendeu a ter paciência, e, como atirador, ele melhorou isso.


Porém, fora da guerra, a vida era totalmente diferente. Ele se acostumou com o dia-a-dia no campo de batalha, agressão, mortes e o perigo. Mesmo em casa, ele não se sentia seguro, não era mais o mesmo. Dizem que a guerra marca uma pessoa pela vida toda. Tanto quem fez ou faz parte da mesma. O modo de pensar (com desconfiança), e de agir, muda completamente. E foi o que aconteceu com ele. Chris passava por cima de ordens para proteger seus companheiros, e ajudava os novatos a melhorar suas táticas. Tornando sua reputação cada vez maior, por salvar vidas e por tirá-las.


Uma historia emocionante, detalhada, engraçada e incrível. A historia de um homem que honrava sua pátria, protegia seus companheiros e se divertia, apesar do perigo.

Compartilhe este post:

Mariana E.

Dizem que viver é como desenhar sem borracha, qualquer erro pode ser irreparável. Confesso que não tenho muito o que dizer. Sempre que me perguntam "quem é você" ou dizem "fale sobre você", é o mesmo que dizer "queime seus neurônios pensando".

14 COMENTÁRIOS

  1. Livros de autobiografia não costumam entrar na minha zona de conforto, mas fiquei curiosa para conhecer mais um pouco sobre a vida de Chris. Talvez eu assista ao filme, já que não tenho certeza se conseguiria ler o livro. Guerra não faz muito o meu estilo hahah Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia este livro, mas lendo sua resenha percebi que não faz meu estilo de leituras, pois não curto muito livros com histórias sobre guerras e nem autobiografias.

    ResponderExcluir
  3. Olá, esse livro é muito maravilhoso, eu amei saber mais sobre esse herói, ele é tão rico em detalhes sobre a própria vida que em alguns momentos você se sente parte do livro, eu gostei bastante da adaptação do cinema, mas não me passou o mesmo sentimento que o livro.
    Sua resenha está impecável!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu gostei bastante do filme e o livro é ainda melhor, curto autobiografias e o livro além de demonstrar como é estar em uma guerra e de como um militar é treinado para isso, demonstra, em vários trechos, o ponto de vista da esposa do Chris, o que deixa o livro ainda mais emocionante. Valeu muito a leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não sou muito fã de autobiografia, mas essa é uma que eu leria com certeza, o Chris deve ter sido um homem incrível, já assisti o filme e gostei muito. Muito boa sua resenha, muito bem explicadinha. Espero ler esse livro em breve.
    Beijos Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  6. Pelo que eu percebi isso é um livro autobiográfico sobre um atirador Americano muito conhecido. livros de biografia normalmente não entram fáceis na Minha estante. Não me dou muito bem com esse genero apesar da temática e do filme terem sido bastante interessante para mim. para quem gosta de livros desse tipo de genero,sobre guerras ou até mesmo livros autobiográficos esse livro deve agradar muita gente.

    ResponderExcluir
  7. Oi Mariana, tudo bem?
    Parabéns pela resenhas, e pelas fotos.
    Eu estou com esse livro a muito tempo para ler e nunca leio, sempre vou colocando outros na frente, mas sempre curiosa para saber oque me espera.
    Através da sua resenha vi que vou passar ele na frente, eu amo livro que falam de guerra, e esse é um prato cheio disso.
    Quero saber como ele fez para passar por essas situações complicadas, e adorei saber que o livro fala de armas, vou aprender muito também háhá.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Por tudo que você comentou, acredito que seja uma história forte e que conquista o leitor.
    Mas por não ser um estilo de leitura que eu goste, no momento deixo passar a dica.
    Não sei se irei assistir o filme, mas creio que não.
    A resenha está ótima, muito bem elaborada e as fotos ficaram muito bonitas.
    Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Boa Noite! Autobiografias não me atraiem ,ainda mais quando o assunto é guerra, mas parece ser emocionante retratar a vida de um soldado como este, que passou e vivenciou muitas coisas que fariam qualquer um desistir,muito corajoso , obg!

    ResponderExcluir
  10. Oi,livros desse gênero não me agradam , mais parece ser bastante emocionante para quem gosta de histórias do tipo, valeu!

    ResponderExcluir
  11. Parece um livro bem interessante e acho que iria gostar de ler. Só cheguei a ver o filme e nossa, que filme aquele?! Não consigo imaginar como é passar por tudo aquilo, toda aquela pressão e estresse e o quão difícil é voltar para a vida real e normal, sem todo o drama do que foi o dia a dia na guerra. É muito tenso.

    ResponderExcluir
  12. Eu não curto muito autobiografias,não gosto de ler esse gênero,e sobre guerra também não me interessa muito,a capa é bem bonita.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mariana!!
    Não leio muito livros de autobiografias.E esse estilo de livro não é minha leitura habitual.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas gostei muito dessa historia, achei bem legal o livro todo contar a historia de um militar, com todas as partes, fiquei bem interessada nesse livro e ele acabou me surpreendo por ser uma leitura divertida !!

    ResponderExcluir