MAR DA TRANQUILIDADE

SINOPSE: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer. Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances - Katja MILLAY - editora ARQUEIRO - 2014 - 368 páginas.

Há dois anos e meio, Nastya perdeu tudo que importava. Após um incidente, foi impedida de continuar a fazer o que mais amava, e sua vida perdeu o sentido. Sua identidade se foi. Então, decidiu não mais falar. Ela se muda para a casa de sua tia em outra cidade, pronta a recomeçar. Esconde seu verdadeiro eu atrás de roupas pretas e maquiagem carregada, tenta repelir a todos com seu silêncio e não se importa com o que dizem sobre ela. Está destruída.


Josh também perdeu tudo. Primeiro, foram sua mãe e sua irmã. Depois, o seu pai. Então, a avó morreu também, e o avô está com os dias contados. Quem ele ama, morre. Por isso, Josh não ama mais ninguém. Seu isolamento e todo sofrimento que viveu, formaram, ao seu redor, uma barreira invisível, que ninguém parece disposto a atravessar – e tudo isso intriga Nastya.

A narrativa de Katja Millay é feita em primeira pessoa, intercalando os capítulos entre Nastya e Josh. A grande sacada do livro é ir contando aos poucos o que aconteceu com Nastya. A autora nos faz ir juntando as pistas e encaixando, o que torna a leitura mais interessante.


Confesso que, de inicio, foi bem difícil me conectar a história. Os acontecimentos eram aleatórios demais, e já estava ficando irritada com o comportamento de Nastya. Mas conforme os personagens se envolvem, o livro vai ficando mais instigante. Mas não é só isso.

A narrativa tem um pouco de tudo: humor, tristeza, clichê, inovação, amor e ódio. Acaba que MAR DA TRANQUILIDADE tem uma profundidade que é impossível presumir ao ler sua sinopse.


Em outras palavras, quando a leitura vai desacelerando, acontece algo que te da um “tapa” para acordar. Ademais, no final, os acontecimentos de intensificam, e a sequência de tapas que você leva é de te deixar no chão.

Os personagens secundários foram muito bem pensados e encaixados à perfeição. Somos apresentados a Drew, o melhor – e único – amigo de Josh, que, por vezes, rouba a cena e nos faz ter uma relação de amor e ódio por sua pessoa, já que é o típico cafajeste da história.


Intenso é o adjetivo ideal para descrever esse livro, que nos faz refletir um pouco sobre como as aparências influem no modo como julgamos o caráter das pessoas. Além de passar uma ideia de que as coisas acontecem por predestinação.

A diagramação do livro é linda. Sua capa nos faz querer adivinhar que rumo levará a narrativa. As páginas são levemente amareladas, e a fonte tem o tamanho ideal.

No geral é um livro longo, emocionante e arrebatador. Muitas vezes fiz uma pausa para dissolver o que tinha acabado de ler, vindo, assim, uma enxurrada de pensamentos e reflexões.


Portanto, é digno de cinco estrelas, super recomendo para os fãs de romance e drama. Por que todo mundo gosta, nem que seja um pouco.

Compartilhe este post:

Brena Carvalho

Sou cearense, amo música, livros, filmes, café, bebês, gatos, viagens (…) adoro escrever. Sonho cursar psicologia, viajar o mundo, enfim, ser feliz! (não necessariamente nessa ordem).

19 COMENTÁRIOS

  1. Oiii!
    Mtos flam super bem da obra, eu ainda não tive oportunidade de ler, já carrego na listinha á um bom tempinho...Espero conseguir ler logo...O enredo tá excelente!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Brena!
    Apesar do título ser um Mar de tranquilidade, acredito que seja a única coisa que não acontece nesse livro: TRANQUILIDADE.
    Adorei a capa, bem sugestiva e lembra o teste de Rorschach, bem ambíguo.
    Como adoro romance e drama, já está na listinha dos desejados.
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi vários comentários positivos a respeito desse livro, pela resenha parece ser uma história bem legal, não sei se leria ele, não gosto muito de livros em que os personagens são os "coitados isolados", acho meio massante e quase nunca consigo terminar algum livro assim, mas pra quem gosta desse gênero provavelmente gostaria desse livro.

    ResponderExcluir
  4. Ola Brena...Achei super linda e positivo a sua resenha, o livro me pareceu lindo, já que amo romance, um pouco de drama...agora não vejo nada de tranquilidade na historia mas quem saber ler entenderei porque o titulo...super lindo!!
    Parabens!!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Brena
    Mesmo com algumas pequenas ressalvas que você fez, o livro valeu a pena, né?
    Gostei de ver seu ponto de vista, vejo o quanto as pessoas elogiam esse livro. Adoro livros intensos, dramáticos e românticos. Quase todo mundo gosta, né?

    ResponderExcluir
  6. Meu livro FAVORITO <3
    Me apaixonei completamente por esse livro, sério!
    Uma história emocionante, com muito amor, surpresas, angústia, tristeza, felicidade, alívio, amizade, família, segundas chances... Um livro completo!
    Amei do início ao fim!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Drama me incomoda, mas o romance compensa kkk Pra começar me intrigou o fato dela para de falar (tipo, como assim?)
    Virar uma gótica é coisa clichê em livro com adolescentes e estou muito intrigada pela história. Os tapas que levou ao longo do livro tornaram bem mais emocionante com certeza

    ResponderExcluir
  8. Oi! Gostei muito da sua resenha e adoro livros assim , cheio de sentimentos misturados , com esperança que tudo pode dar certo no fim , esse com certeza é um livro que vale a pena , obg, bjos!

    ResponderExcluir
  9. Olá,faz um tempinho que peguei esse livro p/ ler e acabei abandonando pois no começo tive a mesma impressão que você,acontecimentos aleatórios e falta de conexão c/ os personagens,não consegui ter uma simpatia pelos protagonistas logo de cara e a trama estava confusa e não me envolvia...Bom,pelo visto eu deveria ter tido mais paciência,pois adoro romance,e apesar de não ser muito fã de drama,se ele for bem dosado c/ romance eu não tenho do que reclamar!
    Achei interessante essa da autora ir contando aos poucos o que aconteceu com a protagonista e ir deixando p/ o leitor entender,e ainda ter umas surpresas durante a leitura,que dão uma boa movimentada...adoro ser surpreendida durante a leitura,as vezes isso me ganha mais do que o romance em si...Autor que sabe surpreender é outro nível rs

    Também achei bem bonita a edição,a Arqueiro na maioria das vezes acerta! Vou ver se pego ele novamente então.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Estou com esse livro para ler <3
    Adoro narrativa intercalada e o fato da autora não "entregar tudo de bandeja" nos fazendo conectar as histórias para entender o que se passa com a personagem
    E sim, todo mundo gosta de um romancezinho e de um drama, mesmo que seja um pouquinhooo.
    Adorei a parte dos tapas que te deixam no chão hahahaha gosto muito quando acontecem reviravoltas e surpresas assim nos livros

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro livros de romance e drama.
    Pela sinopse realmente não pensei que fosse um livro tão profundo e intenso. Mas fiquei bem animada em querer conhecer todos os dramas que passaram na vida da Nastya.

    ResponderExcluir
  12. Nossa adoro livros assim, ele ja estava na minha lista mas nunca tinha lido nenhuma resenha, você me deixou com mais vontade ainda! kk Esse história parece ser bem instigante, pela sinopse realmente não dava nem para imaginar que iria acontecer essas coisas. Amo livros assim que você vai encaixando as pistas que nem um quebra cabeça ♡ bjs

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de livros que nos levam a uma reflexão. Deu pra perceber que a personagem passa por muita coisa na sua vida, perda da mãe, acidente, sentimentos tristes... realmente torna um livro bem sensível.
    Humor, tristeza, clichê, inovação, amor e ódio em uma narrativa me deixam presas do começo ao fim!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Estou com esse livro para ler faz um tempinho, mas nunca chega aquele momento ideal para se iniciar a leitura, e lendo a resenha acabo ficando ainda mais curiosa para pegar logo esse livro para ler, a historia dele parece ser linda, emocionante e com personagens que estão sofrendo muito, fiquei bem curiosa para poder descobrir mais sobre essa historia e com certeza irei ler !!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Já lí o livro, como você comentou na sua resenha, o livro possui muitos dramas e mistérios, o legal é ir resolvendo junto com a leitura, o que nem sempre funciona, já que a escritora caprichou nas surpresas, isso é muito bom no livro, na minha opinião o melhor ponto.
    É um romance muito comp´leto e que nos prende à história, recomendo muito!!!

    ResponderExcluir
  16. Olá,já faz um tempo que quero ler esse livro,adoro livros que são emocionantes e arrebatadores,pretendo ler em breve,adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  17. A leitura dessa livro parece ser, até certo ponto, angustiante. Pude sentir esses sentimentos de raiva e mágoa dos personagens através da sua resenha e fiquei curiosa por saber o que aconteceu com Nastya. Eu sou a louca das capas e essa está bem encantadora, além de ter o que mais amo: drama!
    Não conheço a escrita da autora, mas pelo que você disse ela parece conseguir fisgar a atenção do leitor e, isso é ótimo :)

    ResponderExcluir
  18. É incrível este livro, é do tipo em que você não se enjoa se lê-lo mas de uma vez.
    É incrível como a autora aborda sua história,sua forma de lidar no que aconteceu,o porque do nome,do silêncio...
    Como ela ajunta duas pessoas que tiveram tragedias em suas vidas,e tornam do as um encaixo perfeito um para o outro.É lindo triste,engraçado em partes e o melhor, impressionante.

    ResponderExcluir
  19. Assim a primeira vista me lembra de "Como dizer adeus em robô", onde dois adolescentes também se encontram quando queriam afastar todo o resto do mundo por conta dos seus segredos. A capa me lembrou muito "Ouro" e por um momento eu pensei que a temática fosse igual, mas não tem nada a ver.

    ResponderExcluir