MÚSICA DO CORAÇÃO

SINOPSE: Para Abby Renard, o plano era para ser simples, se juntar a banda de seus irmãos na última etapa da sua turnê de verão, e decidir se ela está finalmente pronta para a ribalta, tornando-se o seu quarto membro. É claro que ela nunca imaginou que tropeçar no ônibus de turnê errado na Rock Nation, teria acidentalmente pousado-a na cama de Jake Slater, o notório vocalista mulherengo da Runaway Train. Quando ele a confunde com uma de suas groupies, Abby rapidamente esclarece que ela com certeza não está na sua cama de propósito - Katie ASHLEY - Editora PANDORGA - 2014 - 320 páginas.

MÚSICA DO CORAÇÃO é o primeiro volume da série Runaway Train da escritora Katie Ashley, autora de A PROPOSTA.
"- Ela é linda como um anjo. - Estremeci quando as palavras escaparam de meus lábios. Que merda está havendo comigo?"

Abby tem 21 anos é a caçula da família, seus pais são missionários e seus três irmão integrantes de uma banda de rock cristão, chamada Jacob's Ladder. Ela vai para o festival Rock Nation encontrar seus irmãos para seguir turnê, já que ela vai substituir o mais velho, Micah, que sairá da banda para casar e entrar para o seminário.
"Era como se cada molécula de meu corpo acordasse e quanto mais próximo ele ficava, tudo se intensificava."
No entanto, o roadie a quem ela pediu ajuda estava paquerando uma gropie e a levou para o ônibus errado e ela caí literalmente na cama de Jack Slater, vocalista da banda Runaway Train.

Quando ela, enfim, descobre o equívoco, o ônibus já está na estrada, então ela decide ligar para seus irmãos para contar o que aconteceu. Jack, que não é nenhum santo, começa a provocá-la, chamando-a de mimada e dizendo que não aguentaria ficar em um ônibus com quatro rockeiros. Ela leva isso como um desafio, e ambos resolvem fazer uma aposta: ela tem que ficar uma semana no ônibus com eles. Abby pode até ganhar a aposta, mas vai perder seu coração no caminho.

"- Está insinuando que sou algum tipo de garotinha mimada que está acostumada a ter tudo o que quer?... Quero que saiba que não sou nenhuma donzela indefesa que não consegue sobreviver sem alguém para cuidar dela.
- Ah, por favor. Você caiu desmaiada após dar uma olhada nos caras, caralho! Isso sem falar que você correu com sua calcinha rendada no segundo que beijei você.
- Está querendo dizer que não aguento viajar nesse ônibus?"
Jack é o tipico rockeiro estereotipado, safado, bad boy, que só pensa em sexo. Bom, pelo menos inicialmente, ele é assim, ele gosta de atormentar Abby com suas insinuações e palavras de duplo sentido. Claro, mesmo ela sendo seu anjo (apelido que ele deu a ela quando a encontrou já que a mesma vestia um vestido branco e sua aparência é muito parecida com a de um anjo).

O romance se desenvolve devagar, mesmo que o sentimento tenha surgido no decorrer da semana que ela fica com eles. Não posso esquecer de citar que Jack apronta muito com a Abby, algumas dessas situações achei extremamente desnecessário, mas serviram para formar o homem que será depois que perceber toda burrada que fez, isso na verdade foi moldando o seu caráter.

"– Eu gosto de você, Anjo. Eu gosto muito de você. Foram só trinta e seis horas, mas eu gosto do que vejo e quero mais. Mas não tenho noção de como fazer isso, então vai ter que ser um pouco paciente comigo, ok?"
O livro é narrado em alternância, ora Abby narra, ora Jack narra, o que nos da uma visão mais ampla do que está acontecendo e o porquê de Jack ser como é, não justificando, claro, já que tudo é uma questão de escolha.

A edição é simples, folha amarelada e letras grandes, a cada novo capitulo tem cifras representando a música, a capa é linda e achei que está em sintonia com a história.

Os diálogos são bem divertidos e, por diversas vezes, sarcásticos. Não deixando de fora os personagens secundários, que contribuíram para o livro ser tudo o que é: AJ, Rhys e Brayden, que, para nossa felicidade, também ganharam seus livros.

"Rapidamente o domingo chegou – o dia em que ela se reuniria com os irmãos. Paramos para um café da manhã triste no Cracker Barrel, o lugar favorito de Abby. Ela mal comeu. Em vez disso, só empurrou a comida de um lado para o outro enquanto olhava para nós e chorava.
Com um gemido frustrado, derrubei meu garfo, que despencou ruidosamente em meu prato.
- Quer para com isso? As pessoas vão achar que você foi sequestrada ou que abusaram de você ou qualquer coisa de tão triste que você está.
Ela fungou e enxugou o nariz em um guardanapo.
- Não consigo evitar. Vou sentir falta de vocês.
Embora ela tenha dito “vocês”, ela olhou diretamente para mim."
A Série Runaway Train tem mais três livros publicados aqui no Brasil, que contam a história do AJ Resendiz e do Rhys McGowan, e um conto com a continuação da história de Jack e Abby.


Se curte um bom New Adult, não deixe de conferir MÚSICA DO CORAÇÃO.

Aproveite e compre o livro:

Compartilhe este post:

Marlene Conceição

Meu nome é Marlene, moro em São Paulo, sou apaixonado por livros, leio conforme meu humor, não tenho um gênero literário definido, gosto de tudo um pouco, irei cursar faculdade de Medicina, amo séries e filmes.

20 COMENTÁRIOS

  1. AAAAAAAAAH amei a sua resenha socorrinho <3333 esse livro é lançamento? nunca tinha ouvido falar,mas já quero ler! Obrigada pela dica,vou anotar aqui <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vic.
      Ele não é lançamento não, mas é um romance incrível.

      Excluir
  2. Olá!!! Eu li esse livro em um dia, e gostei bastante da relação entre a Abby e o Jake, embora a história seja um pouco previsível, é um livro muito divertido.

    ResponderExcluir
  3. A capa é bonita, porem acho a história meio clichê, não é? Um relacionamento com barreiras que precisam ser derrubadas é bem comum, mas me interessei mais ainda, quem sabe abrir espaço para livros clichês que devem ser bom não seja bom né ?

    ResponderExcluir
  4. A historia me pareceu envolvente mas ta bem clichê estou querendo dar um tempinho das mocinhas inocentes que se apaixonam perdidamente rsrsrs, mas vou guardar a dica mais na frente eu tenho manias de uma época procurar esses livros para ler mesmo.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  5. Achei a história interessante e se acabasse pegando com certeza iria gostar por curtir umas coisas assim. Mas não sei, não me animei pra pegar de fato ainda. Meio clichê? Não me chamou muita atenção ainda por isso, a história não me pareceu ter lá alguma coisa que fosse tão diferente de outra do tipo. Mas pra quem gosta de umas coisas assim é uma boa dica. A série parece interessante pelo que vi falando dos outros livros também.

    ResponderExcluir
  6. Apesar de não parecer ser meu gênero favorito, achei que pode ser uma leitura divertida. Sempre gostei desse ideia de "aposta". Apesar de ser uma estória talvez estereotipada, parece ter seu encanto.
    Uma boa pedida para os amantes do gênero!

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    A série parece bem interessante, imagino que os fãs do gênero irão gostar muito.
    Quem sabe uma hora dessas eu consiga ler! Obrigada pela dica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Amo livros assim! Mais adultos!
    Gostei. Acho que lerei em breve!
    A capa é linda, mesmo sendo simples!

    ResponderExcluir
  9. A capa e o título me fizeram lembrar dos livros da Abbi Glines, que também são hot e sobre música. Pela sinopse vi que tem um lado anjo e outro meio inferninho, mas não deixa de ser clichê. Eu leria parece ser divertido esse jogo de provocações.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi Marlene...
    Gostei bastante da sua resenha e o livro parece ser bastante divertido... No entanto, não curto o estilo hot... Quem sabe em algum momento eu consiga dar uma chance a essa leitura...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  11. Oii Marlene!
    Pela capa eu já leria, amei, o enredo é lindo tbm!
    Gosto mto desse gênero, vou anotar na listinha mega gigante já rsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Marlene!
    Gosto muito dos livros NA e ainda mais com roqueiros, nem dá para resistir.
    E bom ver que o protagonista amadureceu e mudou seu comportamento em relação a ela, tão bom ver uma personagem crescer durante o enredo.
    Gostaria de ler.
    Bom final de semana!
    “A sabedoria é a única riqueza que os tiranos não podem expropriar.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Nossa, eu já tinha visto esses livros, mas não tinha lido nenhuma resenha até então.
    Com toda a certeza é um livro que leria fácil, a escrita da Katie é muito boa!
    Já li uma série da mesma e me encantei, vou correndo procurar esse!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Marlene! Eu não gosto de romances hot, nem consegui ler "Cinquenta Tons de Cinza" pois esses livros acabam sendo todos iguais e me enjooam , mais pra quem gosta tá ai, valeu!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Marlene!!!
    Que legal a história desse livro!! Adoro série que tem mocinhos que tem uma banda!! Fiquei bem curiosa para saber mais do livro só pela resenha vi que é um livro maravilhoso!! Adorei a indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem?
    Não sei se leria o livro, a história parece ótima mas não vejo nada muito inovador, mocinha que se apaixona pelo cara 'mal', ele era e depois vê que tava errador tals.
    Mas gostei muito da sua resenha, a capa é linda, e vou aguardar as resenhas dos próximos para ver se me animo a ler *-*
    Beeeijos!
    Lost Words!
    Têm sorteio de um e-book lá no blog, participe!

    ResponderExcluir
  17. Olá! Eu tenho os livros faz algum tempo, mas não li ainda, comprei sem saber nada da história, essa foi a primeira resenha que vi sobre o livro. Gostei 😊

    ResponderExcluir
  18. Oi! Não li nada sobre esse livro, mais parece ser um romance em que acontece muitas reviravoltas na vida do casal, eu acho que ia gostar da leitura! Valeu!

    ResponderExcluir