TRAIÇÕES

SINOPSE: Quando fantasmas do passado reaparecem na vida de Cathy, ela entende que apenas amar não é o suficiente para mantê-la ao lado do homem que ama. Thomas mais uma vez é obrigado a conviver com os segredos de Cathy. Todas as suas certezas foram destruídas e por isso não consegue mais achar a forma certa de conduzir o seu relacionamento. Assustado com os acontecimentos ele acaba por permitir que uma intriga destruísse tudo o que ele tinha construído e agora terá que lutar para provar à Cathy a verdade - Tatiana AMARAL - Editora LER - 2015 - 383 páginas.

A continuação de SEGREDOS (pode ler a resenha, AQUI), deixou-me um pouco insegura para a leitura da continuação, já que o final do primeiro livro foi bom. Mas, eu, como uma leitora maníaca, li assim mesmo. Achei a construção do livro parecida com a outra, o clichê de sempre. Quem leu a resenha de SEGREDOS, sabe o que quero dizer. No entanto, a Tatiana trouxe um tema no livro, em um dos capítulos, que me instigou a querer ler, que foi o dia 11 de setembro.


Durante o livro, pareceu que a Cathy deixou de ser aquela mulher independente, e passou a ser uma garota facilmente manipulada pelo Thomas e seu poder de sedução. Nem ela percebe isso. Confesso que não imaginava a parte do passado de Cathy relacionada a outro homem, até porque, no primeiro livro, não aparece muito sobre isso. Roger, um namorado do passado, volta para a vida de Cathy inesperadamente, durante um incidente da empresa da madrasta dela.

Creio que em TRAIÇÕES, temos mais contato com personagens que no primeiro livro não foram tão importantes, como a Sam, esposa do pai dela. Com o retorno de Roger, o relacionamento de Cathy e Thomas começa a desandar, já que o ex da garota está disposto a tudo para reconquistá-la. Assim que Thomas conhece Roger, já sabe que o cara está afim da sua garota, e não vai deixar barato.


Este livro teve muito mais atentados e mortes do que o primeiro, e isso magoou o meu coração, não se faz isso com os leitores! A descoberta de quem estava por trás da separação dela com Thomas, o dor da perda, e a grande revelação no final, é uma das coisas mais adoráveis na escrita da Tatiana.

Como dito anteriormente, o livro está cheio de clichês, mas, gente, quem não ama um clichê? Ainda mais um cheio de erotismo, sensualidade e, definitivamente, uma grande parte de mistério.

Ainda acredito que a autora deixou espaço aberto para um terceiro livro com esse final.

Aproveite, e compre o livro:

Compartilhe este post:

Amanda Mesquita

Moro em Guarulhos, São Paulo, sou do signo de trouxas, amo comer coxinha, torta de bis com morango, açaí e cachorro-quente de 50 metros de comprimento, sentada em uma mesa, ao lado da minha melhor amiga, no meio da bienal.

15 COMENTÁRIOS

  1. Amanda!
    Penso como você: não há livro de amor sem clichês e quanto mais, melhor.
    Gostei de ver o tema 11 de setembro ser abordado, é coisa bem difícil de se ver em livros, a não ser os específicos sobre o fato acontecido.
    Fiquei intrigada com o retorno do ex dela e para ver como tudo ficará entre ela e Thomas.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios.” (Samuel Johnson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto de livro clichê!
    Mesmo que sejam iguais, mas eu sempre gosto muito!
    Adorei a sinopse!
    11 de Setembro nunca é falada em livros!
    Primeira vez que vejo um livro que aborde o tema!
    Super legal!

    ResponderExcluir
  3. A história parece interessante e vi muitas coisas boas sobre o outro. Mas não estou com vontade de ler coisas assim ultimamente, viu... Não sei o que me deu. Normalmente gosto de uns livros nesse estilo, e clichê quem não ama? Se for gostoso de ler sempre vale a pena. Achei interessante esse detalhe do 11 de setembro. É tão marcante, esse dia ainda me dá um troço no coração quando lembro.
    Mas não sei mesmo se leria esse livro =/

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Ainda não li nada da autora, portanto, não conheço sua escrita. Mas sempre vejo bons comentários a respeito de seus livros. Sinceramente, não é um estilo dos meus preferidos, mas quem sabe um dia, se surgir uma oportunidade, venha a ler.
    Ótima resenha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi Amanda!!
    Adorei sua resenha, tenho mta vontade de ler esse livro, mtos comentam super bem da escrita dela...Capa linda tbm! Vou tentar ler em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Por não ter lido nada a respeito do primeiro livro fiquei um pouco perdida mas nada impede de procurar saber mais a respeito mas lendo em vista clichê sempre vai ter um pouco.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Esse livro é bem clichê mesmo, e apesar de eu amar clichês, não consigo gostar da escrita da autora.
    Ela deixou muitas pontas soltas nessa história, e confesso que sempre me decepciono com suas histórias.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Livros com um bom clichê <3 esse é um dos que nunca ouvi falar também,preciso conhecer mais autores nacionais,ainda leio bem poucos =/ Obrigada pela dica <3

    ResponderExcluir
  9. oI Amanda, adoro suas resenhas, mas esse livro desde o primeiro meio que não me chamou a atenção não, acho que o título mais empolga do que a ideia geral do livro. Acho a capa muito com cara de hot! hihii

    ResponderExcluir
  10. Pelo que entendi é uma série cheia de dramas emocionais, mas é uma bela postagem! bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda, adorei a resenha! Eu tenho os dois livros, mas ainda não li. As vezes amo ler um bom clichê! =)

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda! Livros assim não fazem o meu tipo, eu não sou fã de romances que sempre acabam da mesma forma então nao ia me agradar, bjos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda....
    Amei sua resenha... E achei super interessante a ideia de abordar o fatídico 11 de setembro no livro... No entanto, romances hot e cheios de sensualidade e erotismo como você disse não são os meus preferidos...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  14. Não li o primeiro livro, e confesso que não sou fã desse estilo de leitura e menos ainda de clichês! Como não podemos dizer "desse prato não como", pode ser que no futuro eu venha a me interessar! Mas achei interessante abordarem o ataque terrorista de 11 de setembro. Assim, traz para a história uma ponta de realidade.

    ResponderExcluir
  15. Olá!!! Li o primeiro livro depois de ler a resenha dele aqui no blog e adorei, por isso li também esse segundo volume, e achei que a autora escreveu e desenvolveu muito bem a história, enfim, mesmo com os clichês são bons livros.

    ResponderExcluir