CORRA!

SINOPSE: Chris é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose. A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.
DIREÇÃO: Jordan PEELE
DISTRIBUIÇÃO: Universal Pictures
ANO DA PRODUÇÃO: 2017
ELENCO: Daniel KALUUYA, Allison WILLIAMS, Catherine KEENER e Bradley WHITFORD 

O cinema, em sua essência, sempre foi motivado por boas ideais. Estamos na era das ideias simples e baratas. São vários os exemplos recentes de filmes excelentes e sucesso de bilheteria: CORRA! é mais um título que se encaixa nesse panorama. 

Foram gastos 4.5 milhões de dólares na sua produção e seu retorno, até o momento, foi de 214 milhões. Hit americano e sucesso nas criticas, três messes depois, chega aos cinemas brasileiros, prometendo e entregando para o público um filme que transborda qualidade.


A trama segue um casal de namorados inter-racial, que separa um fim de semana para o rapaz (que é negro), conhecer a família da jovem, que mora no interior dos Estados Unidos. Um clima de estranheza já é passado para o público, fruto de uma direção muito firme e que, felizmente, introduz bem seu universo e seus personagens. É um primeiro ato lento, seria impossível para o espectador ficar tão focado sem primeiro conhecer a rotina e, aos poucos, temer as bizarrices que são apresentadas no decorrer do filme, que pode ser considerado como um suspense psicológico.

O roteiro amarra bem o lado racial, com o lado preconceituoso. Não há enrolação e muito menos sustos baratos. A grande reviravolta no final é convincente e muito criativa, amarrando todas as suas pontas soltas e dando para o público aquele ar de vitória/dever cumprido.


O ator principal, Daniel Kaluuya, conhecido por estrelar um episódio da série Black Mirror, já mostra talento na famosa cena do trailer, onde chora com os olhos abertos na forma mais real e convincente possível. É um trabalho cheio de minimalismo e extrema competência, seus olhares são os olhares do público, o seu medo, nós sentimos, e para fechar com chave de ouro, suas atitudes nós tomaríamos também. O roteiro constrói um personagem tão real, que é impossível assistir ao filme sem pensar: eu faria tudo isso que ele fez. 

A namorada, vivada por Allison Williams, emana muito carisma e protagoniza muita química com Daniel. Catherine Keener estrega uma personagem misteriosa o suficiente para o espectador ansiar por mais detalhes sobre suas habilidades a todo o momento. Bradley Whitford e Caleb Landry Jones, ambos encarnam personagens importantíssimos para o andar da produção e não fazem feio na hora da verdade.


No Brasil está sendo vendido como um filme de terror, tal propaganda feita anos atrás fez algumas pessoas tacharem o filme A BRUXA de fraco. O material entregue aqui vai além do terror convencional, transmite questionamentos importantes para sociedade e ainda suspense o suficiente para você se agarrar à sua poltrona.

Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

8 COMENTÁRIOS

  1. O que me chamou atenção nesse filme foi o ator de Black Mirror. Quando vi o rosto dele ali no trailer me deu uma curiosidade pra ver. Mas o filme parece um tanto bizarro heim! Não é lá meu estilo de filme, não acabo vendo muitos filmes assim, mas acho que iria gostar de ver pelo modo como trata os preconceitos e etc. Alguma coisa ali na história parece ter deixado um impacto, algo que ultrapassa o simples suspense ou terror. Se puder vou tentar ver.

    ResponderExcluir
  2. Eu achei o trailer maravilhoso. Achei super interessante a proposta, onde se coloca um terror psicológico voltado ao suspense. Acho que com certeza eu irei ver assim que possível, não conheço o ator porque não sou muito fã de assistir séries

    ResponderExcluir
  3. MANO DO CÉU, eu ainda não tinha visto o trailer completo, só uma partezinha que estava rolando há algumas semanas e já estava maluca para assistir. Só com o trailer eu já dei uns pulos aqui mas concordo que não se parece muito com um terror, ele vai mais pro lado psicológico e suspense mesmo.
    Até agora só vi críticas positivas e espero que quando eu finalmente assistir eu goste tanto quanto todo mundo.
    Fiquei bem curiosa em relação aos segredos que essa família bizarra esconde e se a Rose tem algo a ver com isso

    ResponderExcluir
  4. Rafael!
    bom ver um filme que fala abertamente sobre o preconceito e que se utiliza edle para criar um terror psicológico, tanto no personagem, como em quem está assistindo. Pelo trailer, é carregado de muito susto e mistério que devemos ir acompanhando conforme o enredo se desenrola na tela.
    CORRA! para ir assistir...
    Que sua semana seja repleta de luz e paz!
    “A amizade, depois da sabedoria, é a mais bela dádiva feita aos homens.” (François La Rochefoucauld)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Rafael!
    Bom, qdo vi o trailer super me interessei, não via a hora de assistir, mas...
    Fiquei meio desapontada, mas qro ver novamente, quem sabe consiga ver com outros olhos dessa vez...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Quando assisti o trailer, fiquei curiosa para saber mais, mas, sinceramente, não é um filme que eu queira ver no cinema. Depois sim, vou tentar assistir e tirar minhas conclusões. Como gosto de terror psicológico, acho que o enredo irá me conquistar.
    Ótima resenha/crítica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Desde que vi o trailer tive vontade de ver, mas ainda não tive oportunidade e acho que já saiu de cartaz agora preciso esperar que ele seja disponibilizado no NOW kkk, mas a cada vez que vejo fico mais surpreso e com vontade de ver. Parabéns pela resenha!

    Grande abraço,
    Victor N Souza
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  8. Eu tinha visto o trailer ano passado e não me chamou muito a atenção... Antes de sair nos cinemas brasileiro, meu amigo disse que tinha baixado um filme que eu havia comentado e era ele!!! Assistimos e pra nossa surpresa, o filme realmente nos prendeu :) Adorei muito ter gasto meu tempinho vendo esse trabalho e realmente, merece muitos elogios!!!

    ResponderExcluir