O SEGREDO DO COLECIONADOR


SINOPSE: Para entender o mistério que une o novo professor de História e um colecionador de livros raros, os Invencíveis - apelido de internet d cinco amigos que formam um dos grupos mais conhecidos do colégio, do bairro e da rede - serão obrigados a mergulhar nas aventuras dos grandes navegadores e nuam enciclopédia desconhecida da Idade Média. Em "O Segredo do Colecionador" - terceiro livro da série Os Invencíveis, Gênio, Goma, Isadora, Jonas e Sofi serão obrigados a correr para salvar seu novo professo e doscobrir o que ele guarda de tão importante e tão valioso - Ana Cristina MASSA - Editora BIRUTA - 2007 - 144 páginas.

Os Invencíveis são um grupo de cinco garotos: Eugênio, ou Gênio, o líder do grupo; Marco, ou Goma, um viciado em chicletes; Isadora, ou Isa, a mandona; Jonas, o esportista; e Sofia, irmã de Goma. Eles vivem aventuras na cidade do Rio de Janeiro, sempre com muitos mistérios para desvendar, pistas para seguir, perseguições a ladrões e muitos outros perigos. Eu não conhecia os personagens criados pela autora Ana Cristina Massa, e conheci por acaso, quando navegava pela lojinha da editora Biruta. Confesso que fiquei apaixonado pelos cinco e pela narrativa ágil, que mistura ação com informações da história do Brasil, além de locais turísticos da cidade.


O SEGREDO DO COLECIONADOR é o terceiro volume de Os Invencíveis, e comprei achando que era o primeiro. Sim, sou uma anta distraída. Agora, sem qualquer dúvida, pretendo comprar os dois primeiros, e os seguintes a este. A narrativa da autora lembra muito, demais, os livros antigos da coleção Vagalume. Talvez por isso, bateu aquele saudosismo da época da infância. Mas as aventuras são vividas nos dias de hoje, com toda a nossa tecnologia, maneirismos, gírias, etc.


Os cinco personagens conversam entre si, ou seja, eles combinam, se completam, e cada um tem uma função bem definida na história. Além disso, existem algumas tramas pessoais paralelas à principal, onde o leitor pode conhecer um pouco mais da intimidade, da família, dos problemas de cada um dos garotos. Isso é importante para causar uma ligação de importância, ou seja, o leitor passa a se identificar com eles e a se importar com seus destinos, principalmente nos momentos perigosos.


Voltando à narrativa, exatamente por ser bem ágil, é curta, pouco descritiva, mas sem perder o controle de espaço. Isso é importante para que o leitor consiga visualizar o que está acontecendo. E as partes históricas, quando é inserido um pouco de informação acadêmica, é bastante orgânica, faz sentido, e se liga diretamente ao que está acontecendo. Não entenderam o que estou dizendo? Por exemplo, em determinado momento, Gênio procura o tio, que é versado em determinado assunto. O garoto mostra para o adulto uma determinada peça, e o homem explica para ele um pouco da história desse objeto. Com essa informação, o personagem consegue prosseguir com a solução do mistério, e o leitor fica com um pouco mais de conhecimento histórico. Ou seja, é uma forma inteligente e emocionante de educar.


Fora tudo isso, confesso que em vários momentos me diverti com o que os cinco aprontavam para conseguirem resolver o mistério, e devo destacar uma parte que me fez rir muito, quando eles enfrentam o vilão dentro de uma fonte de água do Jardim Botânico.

OS INVENCÍVEIS é uma série nacional nova para mim, mas que existe desde 2004, com vários volumes lançados, de grande qualidade, de fácil leitura, escrita de forma inteligente, criativa, pouquíssimo divulgada, que, embora seja direcionada ao público infanto-juvenil, recomendo ao leitor de todas as idades. Isso porque ela faz algo que vários livros de outras autoras, que abusam das gírias e de enredo rasos, não conseguem: divertir ao mesmo tempo que educa.


E agora só me resta esperar virar o cartão de crédito para comprar os outros volumes :P

Compartilhe este post:

Carlos H. Barros

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

10 COMENTÁRIOS

  1. Carl que graça esse livro, nunca tinha ouvido flar dele, e que bom que tem outros volumes, eu qro!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada a respeito dos livros, mas me interessou muito penso em procurar saber mais a respeito achei bem inteligente, capa super linda curti bem.
    Até mais!!

    ResponderExcluir
  3. Carl!
    Nossa! Também não sabia da existência dessa série e se lembra a coleção Vagalume, já anotei aqui para adquirir, porque realmente bate saudade da minha infância.
    Gostei de ver a turminha aprontando para ajudar o professor e também de saber que podemos aprender um pouco mais de História.
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Já fiz isso de ler algum livro de série fora de ordem e só perceber depois. É estranho, mas se a história prende vale a pena ver como são os outros e conhecer melhor. Não sei se seria um livro que me chamaria atenção pra ler por conta própria, sem ganhar ou ter alguma indicação de amigos ou coisa assim. Foge do meu estilo. Mas parece que é uma boa leitura. Os personagens são bem feitos pelo visto,tem uma história que dá para o leitor se identificar e se importar com eles e gosto quando fazem com que cada personagem tenha um papel importante na trama e não esteja ali só por estar. Por essas e outras parece que vale a pena a leitura. É um livro pequeno e não parece enrolar muito, então deve ser fácil de ler. É uma dica legal pra quem gostar de coisas assim.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carl, tudo bem?
    É tão ruim quando a gente compra um livro achando que é p primeiro e quando vai ver tem uns 10 antes dele, já fiz isso e estou com o livro aqui parado esperando poder ter os outros.
    Que gracinha de história, fiquei com muita vontade de ler e conhecer os personagens, eu gosto muito de histórias com crianças porque torna tudo mais mágico e ingênuo. Adorei a indicação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu também não conhecia essa série, mas como toda apaixonada pela coleção Vagalume, vou já procurar os primeiros volumes. Na descrição, me lembrou também do grupo dos Karas, imortalizado por Pedro Bandeira nos livros inciados por "A droga da obediência".
    Recentemente, reli o livro, bem como alguns títulos da coleção Vagalume, e foi uma experiência deliciosa.
    Muito bom saber que a literatura nacional infanto-juvenil está cada vez mais representada!

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não sou muito fã de estórias com vários personagens e que se passem no Brasil, estou desiludida com país. Mas gostei da resenha, é a primeira vez que leio uma resenha de trás pra frente kk. Beijos Carl!!

    ResponderExcluir
  8. Poxa que legal, eu não conhecia a série, e quando vi o título imaginei que era um livro único, também teria comprado pensando ser o primeiro. Mas fiquei curiosa com o desenrolar dos outros dois! a literatura infanto juvenil é muito legal e eu gosto de ler esse tipo de livro para meu sobrinho!

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu amava colecionar os livros da série Vagalume! Se essa série lembra o mesmo estilo, claro que seria um prazer fazer a leitura.
    Não conhecia, mas espero ter a oportunidade de ler, pois gosto muito de livros com esse tema mais jovem e cheio de aventuras.
    Obrigada por essa ótima indicação.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia a série, mas me fez lembrar mais Os Karas do que os livros da coleção vaga-lume. Bem, eu só li um livro da coleção então não sou a pessoa mais indicada pra falar isso hahahaha
    Enfim, pelo jeito as histórias são independentes, ou você ficaria perdido lendo o terceiro volume da série. Achei bacana a forma como as explicações são inseridas na trama, de uma forma natural e não forçada, como acontece em alguns livros.
    Vou procurar saber mais e vou adorar ver as resenhas dos outros volumes por aqui, em especial o primeiro, pra ver como isso tudo começa

    ResponderExcluir