JACKABY

SINOPSE:  Abigail Rook deixou sua família na Inglaterra para encontrar uma vida mais empolgante além dos limites de seu lar. Entre caminhos e descaminhos, no gelado janeiro de 1892 ela desembarca na cidade de New Fiddleham. Tudo o que precisa é de um emprego de verdade, então, sua busca a leva diretamente para Jackaby, o estranho detetive que afirma ser capaz de identificar o sobrenatural. Contratada como assistente, em seu primeiro dia de trabalho Abigail se vê no meio de um caso emocionante: um serial killer está à solta na cidade. A polícia está convencida de que se trata de um vilão comum, contudo, para Jackaby, o assassino com certeza não é uma criatura humana. Será que Abigail conseguirá acompanhar os passos desse homem tão excêntrico? Ela finalmente encontrou a aventura com a qual tanto sonhara. Prepare-se para desvendar este mistério! Um livro destinado aos fãs de Sherlock Holmes e Doctor Who. Eleito o melhor livro jovem 2014 pela Kirkus Review e um dos 40 melhores YA da estação pela CNN e vencedor do prêmio Pacific Northwest 2015 - William RITTER - Editora ÚNICA - 2015 - 256 páginas.

Quando comprei o livro, não sabia bem o que esperar de JACKABY. A promessa na capa era a de uma mistura de Sherlock Holmes e Doutor Who, com aventuras passadas na velha Londres. Ou seja, poderia ser algo muito, muito ruim...ou não.


Felizmente, é uma das mais divertidas aventuras que já li. Só que na verdade, é uma mistura de Sherlock Holmes e Supernatural, porque é um detetive, com o dom de ver criaturas fantásticas, sua ajudante cética e muitos assassinatos e monstros sobrenaturais. E isso meio que me surpreendeu, porque não esperava que a história entrasse tanto quanto entra nesse mundo.

Jackaby é uma cópia fiel de Sherlock, inclusive com sua frieza de comportamento e raciocínio, seus tiques para descobrir pistas, seu escritório caótico e sua total inabilidade para interagir com as pessoas. E Abigail, a jovem donzela que entra à força na vida de Jackaby, é um reflexo mais divertido do Dr. Whatson. Isso, porque ela é simpática, atrevida, persistente, sarcástica, enfim, totalmente cativante e a melhor personagem do livro. Sua presença é tão marcante, não só por ser ela quem narra a aventura, que chega a ofuscar a de Jackaby. E isso não é ruim, porque, pelo tom rude do detetive, o leitor poderia não se interessar pela obra.


O mesmo acontece com os livros de Conan Doyle. A principal função do Dr. Whatson não é auxiliar Holmes, mas criar uma ponte de identificação do leitor com a história. Whatson é o próprio leitor, que acompanha o detetive e vai descobrindo, aos poucos, o que está acontecendo. Ele é a nossa personificação dentro do livro. Abigail tem exatamente a mesma função.

Quanto à narrativa, que por ser em primeira pessoa, e pela visão de uma mulher frágil em um mundo onde a mulher ainda não tem vez, torna-se bastante intimista, interessante e facilita a sensação de perigo e impotência. Além disso, todas as descrições dos locais, situações e monstros, são muito bem escritas, na medida certa, sem cansar a leitura ou criar parágrafos inúteis. A aventura é contada na sua essência, e isso torna a leitura mais ágil, mais interessante.


Os personagens secundários são interessantes e têm uma função específica dentro da história, como uma fantasma, um homem transformado em um pato, um policial jovem, que mantém um segredo, um delegado turrão, entre outros. O interessante, é que todos convergem em um ponto da história, criando uma dramaticidade que deixa as últimas páginas do livro difíceis de largar.

Dentre as criaturas, não pense que as conhece conforme elas vão aparecendo. O autor se baseou nas lendas escocesas e inglesas, dando uma novidade a alguns monstros que o leitor pensa conhecer por outras obras. Eu mesmo achei que dois deles seriam uma coisa, e depois descobrir que eles eram algo totalmente diferente. Inclusive na forma de matar. Ou seja, se eu fosse o detetive e me baseasse, por exemplo, no que pode matar um vampiro, teria me ferrado, porque não seria um vampiro que eu iria enfrentar, mas algo semelhante, de outras lendas.


JACKABY é uma série que já tem três volumes, mas apenas um publicado no Brasil, o que é uma pena, uma vez que fiquei ansioso para a leitura de uma nova aventura. Indico muito para quem gosta de livros policiais, de fantasia e de terror. Tudo misturado com mãos competentes, proporcionando uma leitura deliciosa.

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

18 COMENTÁRIOS

  1. Olá Carl
    Já vi esta capa várias vezes nos sites e livrarias e sempre me passou batido!
    Bom saber que remete às aventuras de Sherlock Holmes e dr. Watson. Como admiradora de Sherlock e da série Elementary (na qual dr. Watson é uma mulher), fiquei interessada na premissa. O supernatural parece dar um toque a mais na estória.
    Pena saber que faz parte de uma trilogia e que os outros ainda não chegaram por aqui! Acho que vou preferir aguardar a publicação de todos os livros primeiro! Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Tinha achado esse livro promissor quando vi, mas nem lembrava direito como ele era. Faz tanto tempo que vi...
    Gostei dessa ideia de um detetive e as criaturas, o sobrenatural e o investigativo juntos. E parece ser bem divertido.
    Achei legal que seja narrado pela visão de uma mulher também, do jeito que é me parece bem interessante.
    Só é uma pena que ainda não tenha os outros livros aqui =/
    Acho que seria legal de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a narrativa pelo ponto de vista de garota, ficou ótima!

      Excluir
  3. Carl!
    Já tive oportunidade de ler Jackaby e simplesmente amei todo enredo bem escrito, a similaridade com Holmes e Watson, as criaturas que parecem mais não são, enfim, toda a aventura e arrogância dele.
    Concordo que Abigail foi a melhor escolha para fazer a narrativa do enredo. Me acabei de rir em alguns trechos e achei que de certa forma, ela foi até bem corajosa..
    Livro ótimo!
    Espero que os outros livros da série, sejam lançados no Brasil.
    Desejo uma ótima semana e um feliz dia dos namorados!
    “Onde há estudo - há sabedoria.” (Textos Judaicos)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não tinha visto esse livro antes. Eu sou um grande fã de livros investigativos e sei que não são todos que surpreendem. Gostei muito da semelhança com o Holmes s2 e das criaturas serem diferentes. Sinto falta disso. Geralmente são vampiros e lobos naquela mesmice. Achei um pouco parecido com Penny Dreadful.
    Vou adicionar na lista de desejados porque é um gênero que eu gosto muito.
    Até mais, Carl!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é tão macabro quanto Penny, mas realmente lembra um pouco.Bjos

      Excluir
  5. Oii... não tinha ouvido falar nessa série antes. Uma pena ter apenas um volume publicado no Brasil, resta aguardar o resto. A série parece ser um ótimo suspense envolvendo investigações sobre um serial killer (ou coisa) solto por aí. Quero ler.

    ResponderExcluir
  6. Carl eu sou doidinha pra ler esse livro, li uma resenha sobre ele um tempinho atrás e fiquei mega curiosa pra conhecer.
    Será q não vai rolar publicações dos outros volumes no Brasil? Espero q sim!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite!
    Achei a premissa bastante criativa e instigante, adorei essa mistura de Supernatural com Sherlock Holmes.
    Gostei de ver que o destaque da trama é a Abigail, só pela sua descrição da personagem também já virou uma favorita.
    Uma pena a editora aparentemente não estar interessada na publicação do segundo livro, o que me deixa um pouco desanimado.
    A capa está maravilhosa.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Achei bem legal a trama!
    Gosto muito do Holmes e amei o livro já quando vc citou ele!
    Parece ser uma trama bem diferente, pois mistura a aventura do Sherlock e o sobrenatural do mistério que envolve o livro!
    Abigail parece que foi uma personagem boa pela sua descrição!
    Super pensei que era um livro que falava sobre alguma Guerra! rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Essa capa sempre me chamou atenção mas nunca tinha lido a resenha.
    Acredita que nunca assisti Doctor Who? Preciso mudar isso logo hahahah
    Mas gosto bastante de Sherlock e só por isso já me interesso <3
    Vou anotar a dica (:
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca assistiu Doctor Who? Bem, corre, pq tem uns 30 anos de episódios para ver kkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  10. Oi.
    Adorei ler sua resenha e indicação, pois eu tenho esse livro na estante, apesar de ainda não ter feito a leitura. Ganhei em um sorteio e pelo que havia lido do mesmo, já imaginava que seria uma ótima leitura.
    Adoro tudo que possa ter uma pequena ligação com Holmes e suas aventuras. E por tudo que você comentou, já fiquei muito entusiasmada para ler!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Achei bem diferente a história deste livro um detetive com dom de enxergar criaturas fantásticas, gosto de livros de investigação e terror, achei interessante este livro ser uma série, uma pena que só tenha este livro publicado no Brasil.
    Adicionei Jackaby em minha lista de leituras e espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  12. Achei interessante!
    Já tem previsão para lançarem os outros dois aqui no Brasil?
    Não aguento esperar rs
    Costumo esperar ter pelo menos dois para ler quando é uma série.

    ResponderExcluir
  13. Oi! Eu amo livros de fantasia, e um pouco de terror é sempre bom. Que bom que o autor conseguiu descrever as coisas sem deixar a leitura cansativa. Pretendo ler e já to super curiosa pra saber que criaturas diferentes são essas hahaha beijoss

    ResponderExcluir
  14. Oi,Carl!
    Não conhecia muito desse livro mais achei bem interessante a ideia de um detetive que ver criaturas fantásticas e é uma pena que só tenha lançado o primeiro livro aqui no Brasil!!
    Beijoss

    ResponderExcluir