MULHER-MARAVILHA

SINOPSE: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.
DIREÇÃO: Patty JENKINS
DISTRIBUIÇÃO: Warner Bros
ANO DA PRODUÇÃO: 2017
DURAÇÃO: 2h10
ELENCO: Gal GADOT, Chris PINE, Connie NIELSEN e Robin WRIGHT.

Todo mundo, hoje em dia, quer um universo cinematográfico estendido. A Marvel, desde 2008, provou que tal aposta rende muitos lucros. DC iniciou o seu em 2016, com duas bombas (BATMAN V SUPERMAN e ESQUADRÃO SUICIDA). Porém, extremamente lucrativas. O que faltava para o estúdio, era: aceitação da crítica + estabilidade nas bilheterias + apoio maciço do público. O segredo de um filme bom é a coragem, algo que, felizmente, a Warner/DC investiu pesado em MULHER-MARAVILHA.  


É o filme sobre a mulher mais forte e incrível do mundo, comandado por uma mulher, porém um filme para todos. A diretora explora suas personagens em todas as frentes, desde a criação, educação e escolhas. Não temos objetos sexualizados. Se fosse um diretor homem, teríamos intermináveis closes de suas roupas curtas e decotes. A mulher, aqui, é tratada, acima de tudo, com respeito. Ela é determinada e não se cala quando vê algo errado, algo muito novo nesse meio de filmes para o povão, onde a personagem feminina não tem tantas vertentes, tirando algumas exceções. 


A trama, em si, segue Diana em sua jornada, indo contra os desejos de sua mãe e conhecendo o mundo dos homens, em busca de encerrar uma guerra. A estrutura narrativa, ao mesmo tempo em que é diferente, usa a cronologia para contar sua história. Começamos com a jovem princesa que deseja lutar, e terminamos nos dias de hoje. O filme explica a aparição da personagem em BATMAN V SUPERMAN, usando de um grande flashback para destrinchar os fatos. Não, a produção não conta com apelo para iniciar uma franquia. Infelizmente, parece ter apenas intenção de apresentar a heroína para o público e jogá-la em filmes com outros heróis. 


Tecnicamente belíssimo, a fotografia de Themyscira (mundo ficcional natal da personagem) é um deleite, paisagem limpa e aberta da melhor forma possível. Em seu primeiro ato, temos várias cenas de ação neste paraíso, o ponto alto do filme em beleza. Os efeitos visuais são ótimos, exceto dois momentos isolados, onde o desfoque é tão grande, que o espectador percebe. As cenas na guerra são o que o cinema tem de melhor, muita energia e adrenalina. A trilha sonora arrepia em vários momentos e o uniforme da Mulher-Maravilha, além de impecável, é moderno. 


Gal Gadot, na pele da protagonista, causou muita desconfiança desde que foi anunciada. Sua participação em BvS foi limitada, porém aqui finalmente recebe espaço e cuidado para desenvolver o sonho de muitos. Uma grande heroína em um grande filme, perfeita em todos os sentidos, e não precisando se escorar em outros para cumprir seu papel. 


Chris Pine já fez de tudo, e aqui o ator não recicla nenhum de seus personagens anteriores, tem seu papel, tem carisma e tem uma química maravilhosa com Gal. Robin Wright e Connie Nielsen aparecem pouco, porém é o suficiente para emanar grandeza e poder. Danny Huston, na pele do alemão malvado, entrega um desempenho bem caricato. Elena Anaya vive, aqui, uma criadora de venenos, não tem espaço para ser desenvolvida, mas o design da personagem é interessantíssimo. David Thewlis, o professor Lupin dos filmes Harry Potter, vive mais uma vez o professor Lupin, alguém esqueceu comunicá-lo que os filmes do bruxo sofredor já foram encerrados. 


Produção honesta e corajosa, apostou em sua personagem, confiando na equipe e no produto final, sem querer copiar os concorrentes. Resultado? Uma produção que se destaca, e muito, se comparado com os filmes lançados atualmente. Tirando pequenos furos no roteiro e personagens apresentados e esquecidos logo em seguida, Mulher-Maravilha tem tudo para reinventar o cinema de super-heróis, como DEADPOOL fez em 2016. 


O público quer mais mulheres fortes, queremos as grandes heroínas em destaque e fazendo aquilo que elas fazem de melhor, que é serem incríveis e peitar seja quem for. Amém, Diana de Themyscira!

OBS: O filme não tem cenas pós-créditos.

Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

21 COMENTÁRIOS

  1. Gratidão define... 💙
    Que coisa mais linda ver o maior ícone dos quadrinhos sendo tratada assim. Um filme que fez jus ao que a WW representa, Gal Gadot é maravilhosa e encarnou perfeitamente a WW. Trilha sonora fodastica (posso nem ver is she with you tocando), fotografia linda (as cenas de batalha do filme pra mim são as melhores do universo DCEU até agora), diálogos bem feitos. Muito bom o filme é como a Connie é linda Cris Pine sempre carismático e Diana deu uma vontade imensa de ver a liga da justiça pra ontem principalmente o trio de ferro da DC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DC tem tudo para fazer o filme da Liga ser épico, eles já tem os maiores herois de todos os tempos né? Quem não conhece a Mulher Maravilha, Batman e Superman? Estamos todos torcendo para eles acertarem mais uma vez, abraços!

      Excluir
  2. Nem vou falar o quanto surtei com o trailer, então ver que o filme parece estar bem feito e apresentou a personagem de uma forma marcante assim é maravilhoso. Estou bem feliz com as coisas que estou vendo.
    A história parece estar muito boa. Se com um furo aqui e outro ali só vendo pra entender, mas de efeitos, paisagens e trama ele parece ter arrasado. Deve dar gostos de assistir.
    E essa atriz já é a personagem pra mim. Não consigo imaginar outra pessoa fazendo o papel dela. Ahh, gostei mesmo. Espero que ao ver o filme isso não mude. Ela parece estar ótima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A atriz Gal Gadot nasceu para esse papel mesmo, super carismática e muito expressiva, com certeza ela se tornará uma grande estrela a partir de agora. Reconhecimento mais que merecido né? rs Abraços!

      Excluir
  3. Pelo visto, finalmente a DC acertou em seus longas! Tá todo mundo falando bem de Mulher-Maravilha e seu post, claro, me deixou ainda curioso para assistir esse filmaço. É tão bom ver coisas diferentes num gênero tão genérico, não é mesmo? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, é o filme que o mundo estava precisando, um filme para renovar esse gênero que está sendo tão explorado nos últimos anos. Que a DC nunca pare de trazer novidades, abraços!

      Excluir
  4. Rafael!
    Dessa vez parece que nosso crítico literário gostou do que viu na telona, não é? Que coisa fantástica!
    Como boa fã da Mulher Maravilha e após décadas de espera para revê-la nas telonas, ansiosa por ir conferir todas as nuances do filme, cenários, atuações, trilha musical... enfim, quero curtir nossa maravilhosa e diva.
    Desejo um mês cheio de prosperidade e um final de semana abençoado!
    “A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido.” (Ralph Waldo Emerson)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme belíssimo feito para os fãs mais fervorosos e para a nova geração também, prato cheio e diversão para toda a família, abraços!

      Excluir
  5. Eu amei esse filme! A DC arrasou dms! As cenas de slow motion, a interpretação da Gal e do Chris Pine, ela mostrando que pode muito... eu realmente amei. Não pelas cenas de luta, claro que são boas, mas meu foco não foi esse. Não teve piadas fora de hora, ela brilhou como tinha que ser, provou que o amor liberta. Além de que ela não é só treinada fisicamente, mas mentalmente também! Arrasa nos idiomas, ler muito... é uma mulher maravilha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além de ser uma mulher forte e independente, é extremamente inteligente. Pontos para DC, por saber dosar as piadas e colocá-las nos momentos certos.

      Excluir
  6. Olá!!
    Todas as minhas expectativas colocadas nesse filme...Contando os dias pra assistir!
    Pelo trailer e pelo o que ouvi flar por aí, tá top!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trailer apenas passa 1% das maravilhas que esse filme tem, prepare-se para ficar muito surpresa quando assistir, abraços!

      Excluir
  7. Olá!
    Estava um pouco desanimada com os filmes da DC e Mulher Maravilha não foi diferente, mas estou vendo tantas críticas positivas que estou mudando de ideia e não vejo a hora de assistir esse filme. Fiquei muito feliz pela DC ter feito um filme que finalmente agradou o público e por dessa personagem maravilhosa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DC finalmente se firmando como uma potencia, já estava mais que na hora né? rsrs

      Excluir
  8. Não vejo a hora de assistir esse filme, depois de Esquadrão Suicida, admito que não estava esperando muito do longa, mas pelas resenhas e críticas que andei vendo, parece que a DC finalmente ficou no mesmo patamar que a Marvel; adorei também o fato de uma heroína ser tratada como heroína, como no caso da Mulher Maravilha, ela não é simplesmente a mulher do Super Homem, ela é ela e não depende de homem algum para ser vista como alguém importante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O grande lado positivo do filme é esse mesmo, o destaque supremo apenas na Mulher Maravilha. Assista sem medo, vai gostar do resultado final, abraços!

      Excluir
  9. Oi, Rafael!
    Adorei sua crítica, parabéns!
    Gosto muito de filmes de super-heróis. Quando bem construídos, com efeitos e trilha sonora marcantes, sempre valem muito a pena. Diversão na certa!
    Infelizmente não verei no cinema, mas depois, em casa. Com tantos comentários super positivos, só posso ter uma ótima expectativa.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aquele filme que cativa onde quer que for, cinema hoje em dia é pra qualquer lugar, tenha certeza que irá encontrar um filme muito honesto, abraços!

      Excluir
  10. Eu geralmente não gosto de ler histórias de super-heróis e nem filmes, mas quero muito assistir Mulher Maravilha, pelo trailer acredito que o filme será muito bom, e leio diversos comentários positivos sobre, então estou bem ansiosa para assistir este filme, gostei muito da sua crítica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, abraços!

      Excluir
  11. Olá, o filmme não deixou à desejar e Diana recebeu o destaque que merecia depois Batman vs Superman. A atriz se encaixou bem na personagem, o romance apareceu no momento certo e aos poucos e as cenas de luta ficaram bem produzidas; só fiquei um pouco curiosa quanto ao final dos outros personagens (especificamente uma vilã aí), mas no geral o filme foi arrepiante. Gostei muito do seu ponto de vista, bjs! ;)

    ResponderExcluir