CASA DAS FÚRIAS

SINOPSE: Louisa Ditton não tem para onde ir. Estamos no século XIX. Sozinha e com medo, Louisa acaba de escapar do terrível internato inglês onde repressão e castigos dolorosos eram a principal lição. Assim, quando encontra uma idosa que lhe oferece emprego em uma hospedagem, Louisa acha que finalmente está segura. Logo que chega à Casa Coldthistle, entretanto, a jovem nota algo estranho. O misterioso proprietário do lugar – o sr. Morningside – proporciona a seus hóspedes não um simples lugar para dormir, mas o temido descanso eterno. Numa espécie de tribunal sombrio, o sr. Morningside e a criadagem executam sua justiça obscura àqueles que vivem impunes, e Louisa será obrigada a fazer parte desse grupo de impiedosos justiceiros. Diante disso, a jovem começa a temer pela vida de Lee. Ele não é como os demais hóspedes: carismático e gentil, o rapaz desperta nela o ímpeto de salvá-lo do julgamento iminente. Porém, nessa casa de mentiras e putrefação, como Louisa poderá saber quem carrega a verdade? - Madeleine ROUX - Editora PLATAFORMA21 - 2017 - 350 páginas.

Quando li ASYLUM (resenha, AQUI), uma das coisas que me incomodou na leitura, foi a falta de personalidade, talvez de experiência, da autora na construção de seus personagens e na contextualização de sua narrativa. No segundo livro, SCARLETS (resenha, AQUI), já notei uma melhora significativa em todos os âmbitos.

Em CASA DAS FÚRIAS, parece que encontrei uma outra autora, tamanha a diferença de escrita em relação aos outros livros. Não só os personagens são todos bem construídos, interessantes, com um passado, um presente e um futuro que despertam curiosidade, mas também a narrativa é empolgante, criativa, com acontecimentos que surpreendem e provocam sustos, o que é essencial para uma obra de terror.

A narrativa em primeira pessoa, feita por Louise, a personagem principal, conquista já nas primeiras páginas, quando ela descreve sua fuga e sua vida nas ruas do século XIX. Tudo o que se segue, após conhecer a velha estranha e ser convidada para trabalhar na hospedaria, trás uma sensação de novidade. Em um primeiro momento, quando descobrimos os segredos que existem na casa que oferece hospedagem para pessoas terríveis, e onde essas mesmas pessoas encontram seu fim de vida, achamos que Louise está enfrentando demônios sem coração, mas a autora foge do estereótipo e mostra que alguns atos, aparentemente cruéis, podem ter um significado mais nobre e justo.

Isso foi o que mais surpreendeu em CASA DAS FÚRIAS. O fato de que o inimigo que pensamos que Louise terá que enfrentar, pode ser um bem diferente daquele que imaginávamos. E algumas das coisas que ela tem contato, realmente metem medo. Isso, sem contar com a descrição de cenas que não economizam no gore, mas sem serem repetitivas ou exageradas. Tudo na obra está na medida certa.

Uma outra coisa que me agradou, foi a atenção da autora aos detalhes, não só dos monstros, mas de todos os personagens e da casa onde eles vivem e trabalham. Vale um destaque para uma das personagens secundárias, que causa uma certa estranheza quando ela é descrita por Louise pela primeira vez, não pela aparência, que é normal, mas por algumas outras informações que o leitor descobre, surpreso, mais para a frente.

Como CASA DAS FÚRIAS é o primeiro volume de uma série, algumas coisas ficam pela metade, e outras já antecipam o cenário onde irá se desenrolar o segundo volume, e contra o que Louise terá que lidar. Espero, sinceramente, que a qualidade da história se mantenha. E caso isso se concretize, será uma das melhores séries de terror e fantasia da atualidade.



Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

27 COMENTÁRIOS

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. PRIMEIRAMENTE AMEI A RESENHA, PORÉM NUNCA OUVIR FALAR DESSE LIVRO E PARECE SER UM ÓTIMO LIVRO,JA ESTÁ NA LISTINHA DE LEITURA!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de narrativa na primeira pessoa e é sempre agradável ser do ponto de vista de uma personagem feminina, especialmente um gênero como este.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carl!!
    Que livro lindo, babando nessa capa e tbm no enredo.
    Parabéns pela resenha, que venha dos outros volumes da série!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Esta sua resenha foi totalmente diferente do imaginava, e vejo que pela sua descrição nesta obra vemos um amadurecimento na escrita da autora, que deixa a leitura ainda mais instigante, trabalhando melhor os detalhes das cenas das casas, e dos monstros não deixando nada muito exagerado. Apesar de aborda um gênero que não costumo ler, ainda fiquei bastante interessada na leitura.

    ResponderExcluir
  7. Um livro de época + terror, que incrível. Não tinha visto nada desses gêneros misturados até então.
    E que legal ver o crescimento da outra de uma série para outra.
    Já gostei de Louise; é bacana ver as personagens desta época enfrentando seus medos e sendo destemidas. O único problema é que não curto muito terror, mas a resenha é ótima.
    Pra quem gosta do gênero, é uma boa opção.

    ResponderExcluir
  8. Achei interessante isso dela crescer na escrita e em como faz e desenvolve a trama. Assim fica bem mais interessante de ler. É bom ver a forma como ela conta uma história crescendo e ganhando mais graça. Não sou muito de ler coisa de terror ou que dê medo, mas até que essa história me deixou curiosa. Ainda mais pela surpresa que a gente parece ter com o tal inimigo da Louise e todas as outras coisas que podem surpreender. Fica interessante quando a gente é pego desprevenido.
    Também achei bom que tenha muitos detalhes. Parece ser um livro bem feito por tudo isso.

    ResponderExcluir
  9. E ai Carl! Tudo bem?

    Adorei a resenha, ainda mais pela capa e premissa me deixaram bem curioso, não posso comprar mais livros por um tempo porque comprei dois esses dias e eu sou meio impulsivo. Mais vou adicionar a minha wishlist com certeza, porque amei a resenha.

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  10. Ainda quero muito ler Asylum, é uma série que estou enrolando a anos para ler e agora com uma série nova da autora não sei por qual começar; gostei bastante de saber que a Madeleine Roux se aperfeiçoou, acho bem legal ir acompanhando o crescimento dos autores e ver como a escrita deles vai mudando. Com certeza já vai para minha wishlist.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Pelo que compreendi este livro faz parte de uma série?Realmente a capa chama muito a atenção e esta premissa de assunto de época e terror realmente é algo que instiga nossa curiosidade. Bacana conferir o crescimento na escrita de um autor. Irei me informar mais sobre os livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, é o primeiro de uma série, que promete ser muito boa. Vamos ver se o segundo livro não cai em qualidade.

      Excluir
  12. Olá Carl, estava aguardando esta resenha!
    Consegui meu exemplar em uma troca do skoob e adorei saber que a narrativa está melhor construída do que nos livros anteriores, em questão principalmente da construção das personagens.
    Muito importante é a identificação com a protagonista, que, aliada à uma narrativa veloz e criativa, vai nos transportar para uma experiência de terror incrível. Espero também que a qualidade se mantenha nos outros livros da série!

    ResponderExcluir
  13. Carl!
    Bom ver que a autora tem uma escrita totalmente diferente dos outros livros, sinal que amadureceu e trouxe personagens bem caracterizados.
    Gostei de ver que o enredo se passa no século XIX e ainda mais que foge do esteriótipo do terror que estamos acostumados a ler, fazendo dos algozes, justiceiros em busca de justiça. E o que aparentemente poderia ser cruel, talvez não seja...
    Fiquei com vontade de ler.
    Desejo um mês repleto de realizações!
    “A música é uma revelação superior a toda sabedoria e filosofia.” (Ludwig van Beethoven)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?

    Amei a resenha, a foto , o vídeo...resumindo todo o conjunto kkkk.
    O livro tem uma proposta chamativa e parece ser uma ótima dica de leitura !

    ResponderExcluir
  15. Nossa! Achei a sinopse intrigante e a capa super bacana!
    Uma história que se passa no século XIX, já me ganhou aí! Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Amei essa indicação, pois a premissa me deixou super animada para fazer a leitura.
    Quero muito ler a série Asylum, mesmo ainda não sendo uma das melhores escritas da autora. Que ótimo saber que esse livro é bem construído e com personagens maduros e bem desenvolvidos. Tomara que a série continue com a mesma qualidade, como você mesmo citou. Já estou ansiosa para ler!
    Excelente resenha, como sempre.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  17. É muito bom quando a autora evolui na escrita ne? Hahah o livro parece ser muito interessante, ainda mais por ter personagens bem construídos, fiquei curiosa pra sabee como é essa casa e como Louise se adapta nela, gostei de saber que de trata de uma série e a propósito não conhecia essa oitra série que você citou, na vdd é o primeiro livro que vejo da autora, história parece ser muito boa !!!

    ResponderExcluir
  18. Eu não li Asylum, mas tenho muita vontade de ler. Gostei da premissa desse e que bom que a autora evoluiu na escrita. Legal quando a personagem cativa e traz a gente pra leitura. Bom saber que não tem furos na história.
    Valeu pela indicação ;)

    ResponderExcluir
  19. É da mesma autora de ASYLUM, correto?
    Eu ainda não li o que citei acima, mas tenho um grande interesse, pois, gosto de livros nesse estilo.
    Em relação a esse nem preciso dizer que já quero rs.
    O julgamento e a execucaçao me fez lembrar do desenrolar de "O Caso dos Dez Negrinhos".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, da mesma autora. Mas a narrativa é muito melhor, muito...

      Excluir
  20. Olá! Até que o enredo me interessou, ainda mais sabendo da evolução que a escritora teve, mas ainda assim tenho receio para começar a leitura, por se tratar do gênero de terror (não sou muito fã desse tipo de livro, confesso que as cenas me fazem fechar os olhos, o que no caso da leitura não dá muito certo, risos de nervoso aqui!) e ainda mais que tem continuação, meu coração não aguenta assim.

    ResponderExcluir
  21. Uau! Quando via a capa desse livro, me lembrava muito o filme Jogos mortais, e nem lia a sinopse. Bem diferente daquilo que eu imaginava. Com certeza vou ler, amo misterios e suspenses, menos Jogos mortais, pois fiquei traumatizada. Kkkk

    ResponderExcluir
  22. Oi Carlos! Livros de suspense são comigo mesmo, e ao ver essa capa logo pensei que se tratasse mesmo de uma história intensa e de fazer arrepiar!! Gostei muito do que li na resenha e me parece que não deixou nada a faltar, quero ler! bj!

    ResponderExcluir
  23. Oi! Não entendi exatamente sobre o que se trata o livro, mas deu pra sentir que deve ser bom. Fiquei curiosa em relação a esses "segredos que existem na casa". Que bom que a autora teve uma boa melhora nesse livro. Beijoss

    ResponderExcluir
  24. Primeiramente devo dizer que a edição do livro está linda! Apaixonei-me pela capa. Confesso que não gosto muito de livros de épocas, mas amo livro de terror, ai fico na duvida de leio ou não esse livro! Mas fiquei curiosa sobre o mistério que envolve a casa e vamos vê se eu vou conseguir ler esse livro.
    Ótima resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  25. Oi, Carlos!!
    Gostei muito da resenha do livro acho bem interessante a proposta da autora nessa nova série dela, achei a edição linda demais e bem caprichada!!
    Beijoss

    ResponderExcluir