OS DEFENSORES

SINOPSE: Matt Murdock, Jessica Jones, Luke Cage e Danny Rand lutam contra o crime e as injustiças sem saber que em breve seus caminhos vão se cruzar.
TEMPORADAS: 1
EPISÓDIOS: 8
GÊNERO: Ação
DURAÇÃO: 50 minutos
ANO DE LANÇAMENTO: 2017
CANAL: Netflix

Com o sucesso dos heróis Marvel no cinema, a sequência lógica seria fazer o mesmo na TV, um nicho de público que vem se mostrando cada vez mais desejoso de séries. A Netflix tinha a difícil tarefa de tornar isso realidade com DEMOLIDOR, um dos heróis mais famosos dos quadrinhos, mas que não obteve sucesso na sua versão para as telonas. Felizmente, com um bom roteiro, um ator que se encaixou perfeitamente ao papel e uma direção segura, a série foi um sucesso de público e crítica, o que abriu as portas para os três heróis seguintes: JESSICA JONES, LUKE CAGE e PUNHO DE FERRO.

Agora, o novo desafio era reunir esses quatro em uma única série. E não era tarefa fácil, uma vez que os quatro possuem personalidades fortes, ideias opostas de como agir e relutância a qualquer ajuda externa. Imaginei que os roteiristas acabariam por descaracterizá-los para conseguir que trabalhassem juntos. Mas me enganei. Confesso que não esperava que fizessem tudo tão bem quanto fizeram em OS DEFENSORES.

Matt, Jessica, Luke e Danny são os mesmos de suas sérias, as mesmas personalidades, as mesmas convicções, as mesmas teimosias, os mesmos segredos, os mesmos ideais. Isso rende vários conflitos, discussões e brigas. Então como eles conseguem agir juntos? Porque eles são heróis e, por isso, passam por cima do que sentem e pensam para conseguirem salvar aqueles que amam e a cidade onde vivem, uma vez que só juntos eles conseguirão.

Mas a direção da série fez mais do que isso: conseguiram colocar todos os personagens secundários de cada um dos heróis, eles não foram esquecidos ou ignorados. Todos tem sua parte na trama, de forma bastante orgânica e lógica, nenhuma das aparições foi forçada ou gratuita. E, principalmente, não tumultuou, o que poderia acontecer, tratando-se de tantas pessoas.

É muito legal ver quando eles aparecem, quando eles interagem entre si pela primeira vez, mesmo sendo personagens secundários, da mesma forma que é legal quando vemos Matt, Jessica, Luke e Danny lutando juntos. Para o fã, não tem nada mais legal e hipnotizante. Ainda mais quando tudo funciona perfeitamente. 

E o enredo tem essa qualidade: ele funciona. Os problemas e os traumas dos quatro heróis estão todos lá. Aos poucos, sem pressa (leva quase três episódios), as tramas vão convergindo para o encontro deles. Fique com receio que usassem Claire (a única personagem que apareceu em todas as séries e que conhece os quatro), para forçar um encontro, mas não. A forma como eles caem no mesmo lugar, é inteligente e bastante lógica, convence.

As atuações de todos está no mesmo nível das atuações em suas respectivas séries, com destaque para a relação entre Luke e Danny, para o amor de Matt e Elektra, para a fidelidade de Foggy com Matt e para o sarcasmo mais ácido ainda de Jessica com tudo e com todos.  

A coreografia das lutas está muito boa, embora exista uma irregularidade na força de cada um, dependendo da necessidade do roteiro. Por vezes Elektra aplica golpes muito fortes, outras não. Luke é forte e aguenta tiros, mas às vezes sente o soco de uma pessoa normal. O mesmo com Jessica, que por vezes dá um soco em alguém e o joga longe, e em outras, a pessoa quase não sente e continua a lutar. De qualquer forma, isso é pouco e praticamente não atrapalha, uma vez que é um defeito de quase todos as séries e filmes com lutas.

Apesar de uma história simples, que encerra um ciclo para os quatro heróis, temos algumas surpresas do meio para o fim, principalmente com as atitudes de alguns vilões e com o destino de um determinado personagem secundário. Ah, e para os leitores de quadrinhos que conhecem a personagem da Misty Knight, eles terão uma grata surpresa no último episódio, quando ela caminha para ganhar algo que tem nas HQs. Sim, se você sabe do que estou falando, ela vai ter isso aí que você está pensando.

Outra coisa legal, é a palheta de cores que muda de acordo com o herói em destaque. Quando os quatro estao juntos, em alguns momentos, aparecem as quatro palhetas. Ficou bastante colorido, mas, sinceramente, gostei. É um detalhe que não agrega nada, mas é o tipo de coisa que agrada.

Essa primeira temporada de OS DEFENSORES é totalmente satisfatória, empolgante e faz jus a tudo o que foi feito até agora pela Netflix com os heróis da Marvel. Quando terminei de assistir, já queria mais. Ainda bem que ela deixa um gancho para a nova temporada de Demolidor, que começará a ser gravada em breve. Ansioso!

Ah, e para quem não assistiu todas as séries individuais dos heróis, mesmo assim pode assistir OS DEFENSORES. Claro que existem algumas referências, mas nenhuma delas compromete o entendimento da história.

Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

11 COMENTÁRIOS

  1. Não vi Punho de ferro nem Luke cage? vou poder assistir os defensores? ou fica difícil compreender a trama?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveria ter visto! Mas, sim, pode assistir os defensores. vai entender tudinho, sem problema!

      Excluir
  2. Essa série me deu vontade de ver porque já tinha visto tanta gente ansiosa pra assistir e bateu aquela curiosidade. Mas fiquei sem saber se tinha que ver as outras séries pra poder assistir essa. Bem, parece que dá né, mesmo que perca umas referencias...
    Mas sou birrada com essas coisas e acho que pra acabar acompanhando essa trama iria ter que dar uma olhadinha nas outras séries...só pra entender melhor os personagens e esse encontro deles mesmo.
    A série tá parecendo bem satisfatória. Tô gostando de acompanhar o que o pessoal tá achando.

    ResponderExcluir
  3. E ai Carl! Tudo bem?

    Ainda não tive interesse de ver, porque também não vi as series de cada um dos heróis da vez, também por falta de interesse. Ouvi dizer que os novos heróis estão muito bons, mas ainda não desapeguei dos antigos.

    Gostei muito da sua resenha!

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post! Ainda não conferi a série mas é animador saber dos pontos positivos. Dos quatro, a temporada de Jessica Jones foi a que eu mais gostei. As referências que as séries fazem entre si são um deleite! Mas achei bem democrático da parte da Marvel e da Netflix fazerem a série até para quem não acompanhou os demais núcleos.

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Como sempre, sua crítica/resenha, muito bem construída.
    Apesar de gostar de filmes/séries desse estilo, não assisti as séries individuais.
    Mas essa, fiquei interessada, já que será uma união desses heróis e deve render aventuras eletrizantes. Pretendo conferir!
    Obrigada pela dica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. E muito difícil eu assistir séries de super heróis, não que eu não goste, e que simplesmente, ultimamente tenho assistir tantas série que não tenho dado conta com tantos lançamentos. Fiquei chateada que o Demolidor não tenha sido sucesso, e agora tenham lançado Os defensores, que pela sua resenha me pareceu ter sido muito bem construído, e desenvolvido, o que me deixou ainda mais entusiasmada.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sou fã assumida e com carteirinha desses seriados e estou apaixonada por Defensores. Estou no segundo ep. e estou amando. Nada de "amor a primeira vista ou felizes para sempre" tem uma trama bem ligada e muito inteligente. Dou risada e perco o ar com as lutas. Realmente esta superando minhas expectativas. Adorei conferir tuas criticas também sobre ela. Parabéns pela postagem !!

    ResponderExcluir
  8. Às vezes acho que eu sou a única pessoa no mundo que não gosta de filmes e séries de hérois. Assisti Jessica Jones empurrando, demorei meses mesmo!
    Luke Cage, adimito que só assisti por conta da participação da Sonia Braga, mesmo assim parei no quinto episódio.
    Vou tentar mais uma vez...

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adorei essa novidade.
    Já assisti Jessica Jones e O Demolidor, os outros ainda não terminei :/
    Preciso termianr correndo pra assistir Os Defensores <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Carl!
    Sou grande fã da Marvel e tenho visto a propaganda dessa série, porém como não tenho Netflix, vou ver como poderei acompanhar, porque gostei demais de todo enredo e saber que a série funciona com tantos 'super-heróis' é bom demais.
    Valeu a indicação.
    Desejo um final de semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir