VALERIAN (HQ+FILME)

SINOPSE: Século XXVIII. Valérian é um agente viajante do tempo e do espaço que luta ao lado da parceira Laureline, por quem é apaixonado, em defesa da Terra e seus planetas aliados, continuamente atacados por bandidos intergaláticos. Quando chegam no planeta Alpha, eles precisarão acabar com uma operação comandada por grandes forças que deseja destruir os sonhos e as vidas dos dezessete milhões de habitantes do planeta.
DIRETOR: Luc Besson
DISTRIBUIÇÃO: Diamond Films
ANO DA PRODUÇÃO: 2017
DURAÇÃO: 2h20
ELENCO: Dane DeHaan, Cara Delevingne, Rihanna e Clive Owen.

RAFAEL

Começar um filme com “Space Oddity” do David Bowie, já é um acerto gigantesco, ainda acompanhado de uma sequência belíssima do futuro sendo construído. Já começou bem e prometendo muito, resta conferir se vai ter fôlego para segurar o espectador até o final.

Valerian é um jovem rapaz que, junto com sua parceira, Laureline, precisa resolver vários problemas. São uma espécie de policiais das galáxias, extremamente competentes em seu ofício e super descolados. Logo, eles se veem numa missão, onde precisam interceptar o tráfico de um animal raro, não sabendo que iriam acabar caindo em uma conspiração que busca ocultar uma grande catástrofe que ocorreu anos atrás. A trama é baseada numa das mais antigas e influentes Graphic Novels que existe, e o diretor também foi o responsável pelo roteiro do filme.

Espere um espetáculo artístico no nível de AVATAR, a criatividade em contrastes e conceitos aqui nunca tem fim. São ideias visuais incríveis e deslumbrantes, tudo desenvolvido com os melhores efeitos visuais existentes no momento. Se isso tudo não bastasse, as várias sequências de ação são um deleite para os olhos, com certeza merecem aplausos e reconhecimento na temporada de premiações em 2018. Destaque também para o figurino futurístico e inovador, encaixando-se com perfeição no contexto da produção.

O grande erro do filme está em seu roteiro, que não se cansa de criar novas experiências e acaba não se preocupando se o público está entendendo tudo que se passou. Reflexo disso é que a produção tem quase duas horas e meia de projeção e as coisas só começam a ser explicadas faltando vinte minutos para acabar o filme. Vale a pena a espera? Vale, sim, mas o desafio mesmo é segurar todo o público nas cadeiras até o grande espetáculo que pode ser definido como o ato final. A conclusão do filme bota mais gás na produção, se o começo foi bom, o meio parado e o final incrível, vale o seu tempo? Eu diria que sim, sendo até um pouco reflexivo, as cenas que encerram VALERIAN são compostas por lógica e justiça, doa a quem doer.

Dane DeHaan e Cara Delevingne protagonizam o filme, que força a todo o momento um romance entre ambos. Eles têm química? Não. Funcionam juntos? Um pouquinho. Infelizmente, eles são melhores em cenas onde estão separados, faltou um pouco de sal para nesses dois. Por incrível que pareça, a cantora Rihanna é a melhor personagem do filme, a atriz está se esforçando a cada novo papel e em sua pequena passagem aqui, entrega muito gingado e um arco dramático muito convincente, única do elenco que teve um desenvolvimento palpável.

VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS é uma produção europeia com todo o jeito grandioso de Hollywood. Filmado na França, o filme merecia o sucesso que muitas outras porcarias têm e não merecem. Precisa ser apreciado em uma telona nos cinemas e garante no fim da projeção um brilho nos seus olhos, pois a beleza desse filme merece ser enaltecida. 

OBS: Visto em uma sessão 2D. Filme assistido e texto desenvolvido sem nenhum conhecimento prévio das Graphic Novels.

CARL


SINOPSE: Fruto da imaginação transbordante de Pierre Christin e Jean-Claude Mézières, os personagens de Valerian e Laureline surgiram pela primeira vez nas páginas de PILOTE, em 1967. Por sua inventividade e audácia, a série rapidamente se tornou referência absoluta para os leitores de histórias em quadrinhos de ficção científica - Pierre CHRISTIN e Jean-Claude MÉZIÈRES - Editora SESI-SP - 2017 - 160 páginas.

Em 1967, quando não existia STAR WARS ou STAR TREK, Christin e Mézières lançaram a primeira história das aventuras de VALERIAN em uma revista francesa. Três anos mais tarde, seria publicado o primeiro álbum. Um diferencial da narrativa, além de ser de ficção-científica, era que Valerian não viajava apenas pelo espaço para resolver suas missões, mas também através do tempo, visitando outras eras, bagunçando um pouco a cronologia. Sem mencionar seu estilo valentão, charmoso e inteligente, que aliado a Laureline, uma garota que ele conhece em uma de suas missões e que vira sua parceira e paixão, compõe um personagem completo e complexo.

Laureline foi uma adição acertada feita pela dupla de autores, principalmente por sua personalidade atrevida, que provoca Valerian e o força, naturalmente, a ser mais flexível e criativo em diversas situações. Tanto que em 2007, os álbuns passaram a ter o título de Valerian e Laureline, algo justo e que demorou mais do que merecia.

Por viajar entre planetas por épocas diferentes, as aventuras do casal são das mais diversas e incríveis possíveis. A imaginação rola solta, mas tudo em um ambiente onde os caos se mistura com a harmonia, onde o futuro se mistura com o passado, onde civilizações avançadas se misturam com cidades destruídas.

Um diferencial nas histórias, além das situações fantásticas, é que os problemas enfrentados nunca são de solução fácil e direta. Valerian e Laureline sempre precisam vencer diversos desafios, desvendar vários enigmas e enfrentar mais do que um inimigo, para conseguirem resolver a missão. Isso torna a leitura instigante.

Os desenhos, em alguns momentos, lembram muito os traços dos gênios Uderzo e Goscinny, os criadores de ASTERIX E OBELIX, o que não é uma surpresa, uma vez que todos eles são franceses e da mesma geração. As cores são excassas, pasteis, e os traços simples, mas que conseguem transmitir, perfeitamente, tudo o que ocorre, bem como tudo com que os personagens interagem e o que eles sentem.

É preciso dizer, também, que Valerian e Laureline são responsáveis por inspirar quase todas as ficções-científicas posteriores, principalmente STAR WARS. No vídeo preview que está no fim desta resenha, vocês podem ver como as semelhanças são enormes, alguma, até, idênticas.

Quanto ao filme, que seria uma adaptação de O Império dos Mil Planetas, que está neste álbum, bem, com exceção do casal de protagonistas, todo o resto é diferente. Luc Besson é um diretor que imprime sua personalidade nas películas que dirige. Por isso, VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS é algo original, criado pelo diretor, e não uma adaptação. É notória a paixão que ele demonstra ter pelos personagens, mas eles são vistos através de seus olhos, e não através dos olhos dos criadores dos personagens.

A crítica do Rafael reflete bem o que você irá encontrar no filme. Apesar da maioria não ter gostado da química entre os atores, eu gostei. A relação deles é bem conflituosa, da mesma forma que é nos quadrinhos.

Como adaptação, é uma das que mais modificou a história original, mas como aventura, para o fã de ficção-científica, é um deleite passar duas horas e meia entre o incrível!

Quanto ao álbum, a edição está maravilhosa e é uma obrigação tê-la na estante de qualquer amante de quadrinhos e viagens espaciais.




Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

30 COMENTÁRIOS

  1. Admito que o HQ não me interessou, mas o filme me chamou muito a atenção, mesmo que tenha em torno de duas horas, e só lá pro final todos os problemas são explicados, ainda sim me cativou. Pelo trailer acredito que este casal tenha química, e entrosamento, mas só após assistir poderei tirar um conclusão mais desenvolvida. Gosto de filmes espaciais, apesar de não assistir muitos.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só vai saber mesmo assistindo, mas espero que goste, o filme ta valendo muito a pena!

      Excluir
  2. Vi o trailer desse filme e fiquei bem interessada em assistir. Mas nossa, nem tinha visto duração e coisas a mais dele. É grandinho heim! Mas achei interessante esse negócio de só lá pelo final da história é que as coisas começam a serem explicadas melhor. Acho interessante tramas assim porque me prende pela curiosidade e vontade de entender. E por tudo que parece ter de visual e conceitos tá bem legal pelo visto. Gostei do elenco dele também. Tem uns rostos bem conhecidos ali.
    Também achei interessante que o quadrinho e o filme tenham suas diferenças. Depois de assistir deve ser legal poder conhecer a trama original, parece que funciona bem independente da adaptação estar idêntica ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não tem problemas um filme querer revelar tudo no final, mas da forma que foi construído aqui fica um pouco cansativo você assistir a um filme sem saber nada, alguma informação tem que ser passada para poder manter o público acordado, focado e com interesse no filme, não posso deixar o filme rolar sem se importar com o meu publico, isso tudo era questão de roteiro que poderia ter sido solucionada em poucos retoques. Mas fora isso o filme vale muito a pena ser conferido!

      Excluir
  3. Oi Rafael!
    Confesso que estou com vontade de assistir por conta da Rihanna rsrs *-*
    Adoro ela e não tinha nem dúvidas que ela ia arrasar em qualquer papel que fosse designada. Saber que ela foi a única do elenco que teve uma bela atuação é ♡
    Como não sou leitora de quadrinhos, não sabia da história até ver o trailer do filme.
    Espero gostar tanto quanto você e me surpreender com o filme *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem for fã da maravilhosa Rihanna vai sentir muito orgulho da rainha neste filme, ela ta arrasando demais, rouba o filme mesmo com pouquíssimas cenas.

      Excluir
  4. Olá!
    Estou com muita vontade de assistir esse filme!
    Gostei muito da resenha, me deu mais vontade ainda de assistir.
    Não leio muitos quadrinhos, mas gosto bastante.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário e espero que goste do filme!

      Excluir
  5. Olá Rafael,
    Um filme comparada ao grande Avatar não tem como ser ruim! Efeitos visuais de última geração e muita ação com certeza vão ser demais!
    Gostei de saber que o filme se inicia ao som de David Bowie, com este início já entramos no clima e sabemos que vem coisa boa por aí.
    Mesmo pecando um pouquinho no roteiro e elenco, acredito que vale super a pena conferir! Para um final arrebatador, dá para segurar e esperar com paciência.

    Olá Carl,
    Ainda não entrei no universo das HQs, mas após ver o filme, dá até vontade de checar os quadrinhos. Viagem no tempo é um tema que gosto muito, e eu também não fazia ideia de que havia sido inspiração para Star Wars. Quanto à adaptação, acredito que seja interessante assistir para fazer uma comparação depois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza vale a pena, os pontos positivos são mais relevantes, confira que aposto que você vai gostar!

      Excluir
  6. Opa, não sabia que era adaptado de uma graphic novel! Confesso que quando vi o trailer do filme, achei fotograficamente lindo, mas bateu aquele receio de que seria mais um caso de muitos efeitos x roteiro pobre - e aparentemente isso se concretizou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A trama só peca em sua distribuição mesmo, é muita informação, porém não divida durante todo o filme, os pontos positivos são mais gritantes, vale a pena ser conferido!

      Excluir
  7. Olá.
    Essa edição está linda! Apesar de não ter o costume de ler HQs, claro que ia amar ter uma edição dessas.
    Quanto ao filme, como gosto desse estilo, pretendo assistir e assim, poder tirar minhas conclusões. Pelo trailer, já senti que será bem legal!
    Obrigada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena ser conferido! Espero que goste!

      Excluir
  8. HQ definitivamente não é e nunca foi a minha praia.
    Você disse Cara Delevingne?!
    Vi o trailer e fiquei com muita vontade de assistir, agora então... QUERO!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, novo projeto da modelo Cara Delevingne nos cinemas, talvez seu projeto mais ambicioso até agora!

      Excluir
  9. Gostei muito do trailer filme e a HQ não me interessou muito, deve ser porque eu não gosto muito de quadrinhos. Mas me parece ser uma HQ bem interessante, quem sabe um dia eu leio ele, né? Agora o filme, certeza que vou ver! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trailer realmente é um espetáculo, consegue passar bem um pouco do visual do filme. Espero que goste!

      Excluir
  10. Rafael!
    Nem li o livro e nem assisti o filme, mas até estava interessada porque gosto do estilo sfi-fi, mas como bem falou, andei lendo uma críticas árduas contra o casal protagonista, em compensação, dizem que os efeitos visuais são maravilhosos.
    Pelo sim pelo não, quero assistir.
    Desejo um final de semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O casal é meio sem sal mesmo, mas pelo menos a ação e os efeitos visuais valem muito nosso tempo

      Excluir
  11. Boa noite! Aventura é sempre bem vinda para mim , não importando se ocorre nas galáxias ou na Terra mesmo , gostei , ainda mais com ótimos efeitos visuais, valeu!

    ResponderExcluir
  12. Oi! Gostei bastante do livro, apesar de não costumar ler quadrinhos. Acho que eu ficaria com preguiça de assistir um filme tão longo e que deixa para explicar as coisas bem no final hahah mas pretendo ler os quadrinhos por gostar bastante de ficção-científica. Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A romantização do filme eu ainda não tive a oportunidade para conferir, realmente é um filme longo, pode incomodar alguns, mas vale a pena dar uma chance!

      Excluir
  13. Não saberia que seria uma adaptação de livro nunca se não fosse por tua postagem. Confesso que teria mais interesse em olhar o filme mesmo, gostamos de ver filmes com essa proposta ( e ainda mais dessa atriz). As vezes em filmes o que me desagrada são os efeitos especiais, o que disse que gostou, a duração dele não, se o filme é interessante e nos prende, nem percebemos o tempo. Ótima indicação de livro e filme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos o bonito lado estético já vale o seu tempo, ta bem divertido

      Excluir
  14. Olá! Confesso que não me interessei muito em assistir ao filme, pretendo ler primeiro o HQ, para não ficar muito perdida, uma pena que mesmo com duas horas e meio de filme eles não conseguiram desenvolver da melhor maneira possível a história de Valerian, muito bom saber que esse HQ inspirou outras história fantásticas como Star Wars e Star Trek.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, algo que descobri tem pouco tempo, uma das HQs mais importantes do mundo nerd, merece ser conferida :)

      Excluir
  15. Oi, Rafael!!
    Gostei muito da critica do filme e da resenha, essa é a primeira vez que escuto falar nessa estória, gostei muito e espero ter a oportunidade de assistir o filme!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando tiver oportunidade confira que vale a pena, os pontos positivos são mais presentes que os negativos :)

      Excluir