FANGIRL

SINOPSE: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série, está sempre antenada aos fóruns, escreve uma fanfic de sucesso e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias? - Rainbow ROWELL - Editora NOVO SÉCULO - 2014 - 415 páginas.

“Mas não há nada mais profundo do que criar algo do nada.(...) Não há nada mais entorpecente do que criar algo do nada. Criar algo de dentro de você. ”
Cath Avery é uma adolescente extremamente inteligente e tímida, que depois de ler todos os sete livros e assistir todos os filmes de Simon Snow, virou muito fã da saga. Para ela, tudo estava relacionado a Simon Snow. Por amar tanto essa história, Cath resolveu escrever uma fanfic — onde os personagens principais: Simon e Baz, se relacionam —, juntamente com sua irmã, com o objetivo de terminá-lo antes que o oitavo livro da autora original seja publicado.

INFORMAÇÃO: Simon Snow é uma série de fantasia fictícia na novela de Rainbow Rowell, que pode ter sido baseada na série Harry Potter, de J.K. Rowling. 

O livro se inicia com Cath e sua irmã gêmea, Wren, prestes a entrarem na faculdade. Enfrentar novos desafios, sair de casa, viver novas experiências e amores, são os sonhos de Wren, que, ao crescer, deixou o Fandom de lado. Mas, para Cath, escrever uma fanfic de sucesso é sua vida. Cath simplesmente não consegue se desapegar, pois é na fanfiction que ela encontra a sua fuga do mundo exterior. Porém, é na faculdade que ela vê sua zona de conforto desmoronar, assim que descobre que Wren não a quer como companheira de quarto.
“— Dividimos o quarto há dezoito anos! — Wren argumentou.
— E deu muito certo.
— Mas agora a gente tá na faculdade — Wren insistiu — A idéia é conhecer gente nova.
— Não preciso de gente nova.”
Okay! Separar da irmã, ficar sozinha em um lugar cheio de desconhecidos, era obviamente o que Cath não queria. Mas, o que ela não esperava, era que dividiria o quarto com Reagan, uma garota assustadora e totalmente diferente dela, desde o visual radical, atitudes rebeldes e mal humor. Até que Levi aparece, um garoto super-fofo, interessante, mas com um certo ar de mistério, que inesperadamente surge sempre em sua porta. Ela supôs, então, que fosse namorado de sua nova colega de quarto. Mas, aos poucos, depois de várias conversas e sorrisos, Levi desperta em Cath uma série de sentimentos até então desconhecidos.
“Cath soltou o ar. Depois o inalou. O peito estava tão apertado, doía nos dois movimentos. Levi não devia poder fazê-lá se sentir desse jeito – não devia nem ter acesso ao peito dela.”
Com o descaso da irmã e longe de casa, Cath se sente totalmente sozinha por um tempo. Mas, logo Reagan se mostra uma boa e leal amiga, que revela que não há romance algum entre ela e Levi.
“— O que temos em comum?
— A gente gosta um do outro — disse ele. — Precisa de mais? E também, comparado com o resto do mundo, temos tudo em comum. Se alienígenas invadirem a Terra, com certeza eles nem vão saber diferenciar nós dois.”
Cath, por ser uma personagem muito inocente e tímida, acaba muitas vezes entrando em situações desagradáveis, por falta de maturidade para lidar com elas. Alguns problemas familiares aparecem no decorrer da história, onde vi a personagem quase desistir de tudo que havia conquistado. Mas, com a ajuda dos novos amigos, e da professora Piper – uma personagem pouco descrita, mas com demasiada importância —, Cath consegue "amadurecer" literalmente na vida.

FANGIRL tem 415 páginas e relata, em terceira pessoa, com uma escrita leve e bem divertida, a vida de uma jovem cheia de sonhos, com muitos problemas familiares e traumas, que a faz temer o mundo lá fora. Mas é no afastamento da irmã, quando ela mais se sente deslocada, que Cath aprende a realmente "viver".

Em nenhum momento a personagem esqueceu da escrita, e isso me impressionou bastante, pois apesar de tudo que estava acontecendo ao seu redor, ela não abandonava a sua paixão pelo Fandom, muito menos seus queridos personagens, que com o passar da leitura vamos aprendendo a amar.

Gostei bastante do livro, mas, confesso, que não me envolveu de imediato. Só consegui me apegar, mesmo, na metade da história. Vale ressaltar que os personagens foram muito bem planejados, e no final de cada capítulo somos surpreendidos com trechos do livro fictício de Cath. O único ponto negativo que encontrei, foi exatamente pelo fato do livro fictício dela ser muito, mais muito parecido com Harry Potter.

Enfim, leitores, vale muito a pena conferir essa história fantástica, com cenas absurdamente reais e um final muito inesperado. Super recomendo!
“Não se pode desistir às vezes? Não é ok dizer 'isso tá me machucando demais, então vou parar de tentar?'.”



Compartilhe este post:

Natalia Jesus

Sou capixaba (ES), apaixonada por livros, filmes e séries. Minha série favorita é "Sobrenatural" e meu livro é "Por lugares Incríveis" (Como não amar esse livro, gente?). Enfim, espero que gostem das minhas resenhas, da mesma forma que eu amo fazê-las. Um grande beijo!

17 COMENTÁRIOS

  1. Gostei da sinopse e da resenha desse livro, gosto de ler romances. O fato da personagem principal se sentir sozinha quando vai a faculdade é normal, visto que ela está diante de algo novo e tudo o que é novo nos causa um pouco de medo, frio na barriga, mas tudo isso é bom para amadurecermos. Aprender a se virar sozinha e abrir espaço para novas pessoas, acho que a personagem deve ter evoluído muito ao longo da história do livro, este vai para minha listinha!!

    ResponderExcluir
  2. Já fiquei curiosa para saber o desfecho dessa história. Rsrs Será que Cath e Levi ficam juntos? Acho que sim rsrs. Será que seu livro é reconhecido e se torna um sucesso?
    Bom, são perguntas que só serão respondidas quando eu ler o livro. E espero que eu possa lê-lo logo. Gostei bastante da resenha, me fez querer saber mais da história. Livros assim são muitos bons, no meu ponto de vista.

    Ps: espero um dia me surpreender aqui no blog, com uma resenha de um livro que já li 😄 apesar de ter lido poucos até hoje, queria poder ler o ponto de vista de vocês.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser aquele estilo de livro que buscamos nos distrair um pouco, aquele tipo de história bem leve e que não embola a nossa cabeça.
    Gostei da resenha, parece ser bem interessante o livro e bem descontraído, fiquei curiosa para ler essa "fanfic" parecida com harry potter rsrs

    ResponderExcluir
  4. Natália!
    Parece um chick lit até interessante.
    Gosto do livro com gêmeas, embora as minhas não se descgrudem.
    E que pena o livro que ela está escrevendo ser uma réplica do Harry, a autora não foi muito feliz, né?
    Desejo uma semana maravilhoso!!
    “O primeiro passo para a cura é saber qual é a doença.” (Provérbio Latino)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  5. Aaah, que amor de resenha!
    Este livro estava na minha lista, mas depois que li Anexos eu desanimei um pouco. Agora vou colocá-lo novamente e espero fazer a leitura assim que possível.
    Cath parece uma personagem maravilhosa (uma fofa), e que legal será ver esse crescimento dela.
    Ir para um lugar novo, e sem a companhia da irmã parece algo difícil pra ela. Mas pelo visto ela se sai bem e conhece boas pessoas.
    E os quotes? Amei cada um postado na resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Totalmente distante do estilo de livros que gosto, mas me chamou e muito e atenção. Acho que por conta do processo de se firmar, tornar-se realmente independente e começar a viver de fato e não apenas existir.

    ResponderExcluir
  7. Olá Natália!
    Amei a resenha. Ainda não tive a oportunidade de ler nada do autor, mas pretendo mudar isto em breve.
    Já me identifiquei com a protagonista mesmo antes de você mencionar que a série fictícia pode se tratar de Harry Potter. Muitas coincidências, não: Muito bom ter os trechos do livro fictício no final dos capítulos, mesmo sendo muuuuito parecido com HP.
    A estória em si parece ser bem interessante (apesar de um pouco devagar no início), misturando realidade e ficção a ponto de até confundirmos um pouco para descobrir sobre qual universo ela está falando.
    Com certeza, um livro que vai tratar de temas profundos, do famoso "aprender a viver", neste caso, viver longe da companhia da irmã.
    Já vai direto para minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu AMO a escrita da Rainbow Rowell, e a resenha me deixou morrendo de saudade de reviver as loucuras da universidade junto com Cath, Wren e Reagan, personagens extremamente bem caracterizados da obra. Já li Carry On e posso assegurar que as semelhanças com Harry Potter existem, mas há bastante singularidade na história de Baz e Simon. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Nátalia!!
    Acho que ainda não li nada da Rainbow Rowell, que é uma pena pois adoraria conhecer um pouco mais dessa autora!! Mas gostei muito da sinopse do livro e sem dúvida é uma estória bem interessante!! Valeu pela indicação!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li nada dessa autora, mas pretendo ler muito em breve!
    Fangirl parece ser uma fofura de livro, adorei as quotes que você escolheu. Gostei muito da resenha e já adicionei na minha listinha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Eu já li esse livre e achei uma graça, bem levinho. Só que as vezes parece que a gente tá perdido, tipo "eu deveria ler simon antes pra entende?" só que simon não existe hahahahahaha.
    É legal o sentimento da Cath de não querer ir pra um lugar novo, ou de ser ninguém na faculdade quando ela é extremamente famosa online.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto muito de chick-lits e faz um tempo que eu to querendo ler esse livro. Acho a capa dele linda e me lembra do meu tempo de leitora de fanfics rsrs
    É comum encontrar histórias parecidas ou baseadas no Harry Potter, por isso acho que isso não vai me incomodar.
    Gostei da personagem não desistir da escrita e daquilo que ela amava devido aos problemas. Isso é importante.
    Porém, não estou tão animada pra ler agora.

    ResponderExcluir
  14. TOP COMENTARISTA!!!
    Fangirl parece bastante envolvente
    Adoro a escrita da Rainbow, as situações bem reais
    Que são do nosso cotidiano é o que adoro
    Ler a descoberta do mundo real para Cath
    Com certeza vai me deixar acordada até tarde
    Não sou muito fã da escrita em terceira pessoa
    Mais isso não vai me impedir de entra no livro e
    Nos personagens e vivência com eles essa estória e
    os acontecimentos ao longo da narrativa.
    Adorei o post!!!!

    ResponderExcluir
  15. Gostei da sinopse desse livro.
    Ainda nao li nada da autora, mas ja li varias criticas positivas sobre os livros dela.
    Fiquei curiosa depois de ler a resenha e ficar sabendo que o livro tem um final inesperado. não gostei muito do que a irma da personagem principal fez com ela, mas parece que era algo necessário para a estória acontecer.
    Ja adicionei o livro na minha lista.

    ResponderExcluir
  16. Li muito a respeito do livro quando foi lançado, mas esta foi a primeira vez que leio sobre a semelhança com Harry Potter e confesso que fiquei meio decepcionada. Sei que a autora tem outros títulos que fizeram sucesso, talvez eu comece por algum outro destes.

    ResponderExcluir
  17. Oi! Nunca li nada da autora, mas vejo muitas criticas boas sobre seus livros. Acredito que eu não comece por este livro, pois não me interesse muito pela história (apesar de ter achado legal o livro ter uma protagonista que não desiste do que gosta apesar de tudo que está passando). Beijos

    ResponderExcluir