ATÔMICA (HQ+FILME)

SINOPSE: Berlim, outubro de 1989. O muro que dividiu a Alemanha está prestes a cair, feito uma peça de dominó que acabará derrubando também a União Soviética e a impenetrável Cortina de Ferro. A Guerra Fria parece chegar ao fim, mas o assassinato de um agente secreto inglês do MI6 com informações inestimáveis — uma lista que contém os nomes de todos os espiões que atuam em Berlim — deixa claro que os dois lados ainda têm muito o que esconder, como até hoje - Antony JOHNSTON e Sam HART - Editora DARKSIDE - 2017 - 176 páginas.

HQ - CARL

O desafio de se escrever sobre espionagem, reside, principalmente, na capacidade do autor em conseguir criar uma trama que direcione seu personagem por uma sequência de eventos que esclareçam, aos poucos, o que realmente está acontecendo, sem ser complexa demais, para que o leitor consiga compreender, e sem ser simples demais, para que o leitor não ache fraca. É nesse ponto que ATÔMICA – A CIDADE MAIS FRIA falha na sua parte final.

Os desenhos, todos em preto e branco, com poucas tonalidades de cinza, refletem bem o clima da época em que ainda existia o muro de Berlin, bem como a própria cidade. As sombras nos rostos, nos cantos dos ambientes, sempre ocultando algo, aumentam a suspeita que o leitor cria sobre cada personagem e sobre as informações que está recebendo.

Lorraine, apesar da época em que se passa a história, consegue se impor diante do machismo de alguns personagens, demonstrando suas qualificações para resolver sozinha os obstáculos que aparecem na sua missão, além de também conseguir enfrentar assassinos e se defender de ataques. Mas tudo sem as peripécias vistas em filmes de heróis, ou na própria adaptação cinematográfica da HQ, onde Charlize Theron realiza combates de corpo a corpo de extrema violência. Na HQ, Lorraine utiliza apenas sua arma, ou alguns chutes bem aplicados, para conseguir se safar.

Mas, ao contrário do que deveria acontecer em histórias desse gênero, onde o suspense é crescente até seu clímax, em ATÔMICA – A CIDADE MAIS FRIA, a narrativa começa interessante, vai crescendo em intensidade até chegar à sua metade, quando decaí vertiginosamente até seu final.

Acontece que o autor, no momento em que começa a destrinchar a trama de intrigas, faz através de explicações cada vez mais confusas. Por exemplo, seria como dizer que o personagem A encontrou o personagem B, procurando o personagem C, que estava contratado pelo personagem D, para conseguir algo do personagem E. Aí, o C matou o B, que enganou o E, que era traidor do A, que enganou o D, que era assassino do B, e assim por diante. Chegou um momento em que eu desisti de compreender e simplesmente continuei lendo por teimosia, para finalizar a leitura.

Metade da história é interessante e segue uma linha que consegue entreter o leitor, criar interesse no que está acontecendo, além de ser compreensível o jogo de espiões e de interesses. Infelizmente, o autor saiu dessa linha e acabou querendo criar uma solução que surpreendesse, mas só conseguiu criar uma confusão desestimulante e desnecessária.

ATÔMICA – A CIDADE MAIS FRIA é mais uma HQ da Darkside que peca pela qualidade narrativa, mas a publicação é válida pelo incentivo aos leitores de livros para se aventurarem no mundos dos gibis. Pelo menos isso.

FILME - RAFAEL

SINOPSE: Lorraine Broughton, uma agente disfarçada do MI6, é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival, chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.
DIREÇÃO: David LEITCH
ANO DA PRODUÇÃO: 2017
DISTRIBUIÇÃO: Universal Pictures
DURAÇÃO: 1H55
ELENCO: Charlize THERON, James MCAVOY, Sofia BOUTELLA, John GOODMAN, Toby JONES.
Se você gosta de filmes com muita ação e suspense, provavelmente já se deparou com uma trama dessas: um russo/soviético malvado quer fazer mal a um americano/britânico bonzinho. Tal esquema já foi usado em filmes como MISSÃO IMPOSSÍVEL 4, 007 – OPERAÇÃO SKYFALL, O AGENTE DA U.N.C.L.E e a série de filmes RAMBO e ROCKY. Mas isso é um problema? Tornou-se depois de ser usado até a exaustão, e hoje em dia são raros os casos onde funciona, aqui é um dos casos onde não colou.

Lorraine Broughton é uma agente britânica que acaba de ser mandada para Alemanha semanas antes do muro de Berlin ser derrubado. Sua missão é resgatar a lista de agentes aliados que estavam infiltrados na Berlin controlada pelos soviéticos, antes que os mesmos tomem conhecimento desses espiões e executem cada um deles. Pela trama, já podemos saber que se trata de algo mais batido que milk-shake, e, para piorar, temos que lidar com um quebra-cabeça complexo com finalidade de descobrir quem é o bendito traidor. Tramas complexas não são um problema, o complicado é que esse filme necessita 100% de sua atenção, é capaz de você piscar o olho e se perder na trama.

A melhor coisa da produção se chama Charlize Theron, atriz com garra que se entrega à ação e a conduz com muito charme. Também foi produtora do filme e fez todas as suas sequências de lutas sem a ajuda de dublês, resultando em vários dentes quebrados e lesões leves no corpo. Porém, tudo isso entrega um resultado final arrasador, as cenas de luta são incríveis e impactantes, sem muitos cortes e extremamente realista, algo raro em filmes de ação hoje em dia. Sofia Boutella, a mesma que estrelou o novo A MÚMIA, entrega aqui uma pequena personagem competente e protagoniza cenas sexys com Charlize, cenas fortes, porém não explicitas. James McAvoy, o mesmo que arrasou em FRAGMENTADO, tem um personagem exagerado e cansativo, aqui seu talento não foi bem utilizado.

Outro destaque positivo vai para a direção, que explora ao máximo a beleza das pequenas coisas, desde uma nevasca, até as luzes de uma cidade cinza. Temos muito o uso do neon e cores vibrantes, acompanhados de uma fotografia lindíssima e efeitos visuais simples, porém competentes. A trilha sonora nos atinge direto no coração ao usar várias musicas que você conhece, porém não sabe quem as canta. Casa perfeitamente com clima do filme e só deixa tudo ainda melhor.

No fim, temos um filme lindíssimo, bem dirigido, elenco focado e competente, amarrados a uma trama clichê e complicada. É difícil de se assistir mesmo perante a tantas coisas boas, a cena no final serve apenas para jogar mais areia em cima do caixão, chamado: público. Tentou encerrar tudo na correria, sem se preocupar se faz sentido. Pode não parecer, mas gostei, não é um projeto ruim, longe disso, devemos sempre enaltecer filmes com protagonistas femininas fortes e decididas. A trama é pesada e cheia de informações? Sim, mas vale o seu tempo, mesmo que seja apenas para admirar o incrível talento da protagonista.




Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

37 COMENTÁRIOS

  1. Não sabia que o filme Atômica tinha sido baseado em uma HQ.
    Não assisti o filme ainda, mas tenho curiosidade. Mesmo não sendo fã da temática que envolve o filme eu gosto de filme s de ação e eu li comentários positivos sobre esse. Fora que tendo uma protagonista mulher e forte ganhou alguns pontos.
    Depois de ler sua resenha sobre a HQ não fiquei curiosa em ler, ainda mais depois de você citar que do meio pro final a leitura acaba dando uma desanimada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se quiser assistir pela ação já vale seu tempo, as sequencias são realmente incríveis e a atriz se jogou bonito nesse papel, nesse quesito você não vai se decepcionar!

      Excluir
  2. Gente, que capa incrível! Estava só admirando até ver que é da Darkside, essa editora não falha no quesito capas. 👏👏👏👏
    Não tenho o hábito de ler HQ; mas gosto muito de leituras que há espiões (é o meu lado que gostaria de ser Agente Secreta), é muito bacana conhecer um pouco mais sobre esse universo. Mas esse livro é muito confuso, e de confusa já basta eu.
    Fiquei interessada no filme (já que gosto espionagem), mas sou tão desatenta que perderia os detalhes importantes da história.
    Que lindo ver o quanto uma artista se doa para o trabalho em questão.
    Gostei da resenha; espero assistir, mesmo que eu não entenda.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles adaptaram tão bem que passaram pro filme toda a confusão da trama original na HQ kkkkk felizmente o filme tem várias outras coisas boas para garantir nosso entretenimento.

      Excluir
  3. Hummm já gostei. Não fazia idéia de que o filme se baseou na HQ. Gosto da história alemã e quando o assunto é ação e claro, espionagem, está falando a minha língua rs. O problema, como foi dito na resenha, é que os enredos acabam ficando um pouco batidos demais. Mas, vale a pena assistir, quando o filme é bom, e ler quando o assunto é HQ. Mesmo que não sejam bons, mas para nível de conhecimento. Se vou ler ou assistir? Bom, é provável. Já que as resenhas aqui me instigam a ter um olhar crítico e não sei se diferente ou igual aos expostos aqui. 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O enredo acaba sendo um pouco confuso e batido, mas garanto que não é nada que prejudique seriamente o filme.

      Excluir
  4. Quero muito ler essa HQ e também assitir ao filme, pois gosto de histórias de suspense com um pouco de ação!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui você vai encontrar muito suspense e muita ação, com uma protagonista poderossisima, vai gostar com certeza!

      Excluir
  5. Oi!
    Vamos por partes: que trabalho lindo de apresentação desta obra, que legal da editora trazer mais este formato de literatura e que bom conhecer o trabalho que inspirou o filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos numa época ótima mesmo, as editoras (na maioria dos casos) trazendo junto com os filmes suas obras originais <3

      Excluir
  6. Olá, tudo bom?
    Vi o trailer o filme e gostei muito. Gosto de filme que contem muita ação e ainda sobre espionagem. Ainda não li a HQ e pra falar a verdade não me interessei muito. Mas gostaria de ver o filme.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe depois do filme você se interesse pela HQ né??

      Excluir
  7. Oi, Carl e Rafael!!
    Gostei muito da resenha da HQ e da critica do filme. Ainda não tive o prazer de ler e assistir nenhum dos dois, mas fiquei bem empolgada com ambos!! A HQ está linda e o filme promete muita ação. Amei os vídeos!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esteticamente lindo e cheio de adrenalina, vale seu tempo com certeza.

      Excluir
  8. nossa, pela legenda da HQ parece ser uma tremenda de uma confusão, eu gosto muito dessa questão de espiões e tudo mais. O filme parece ser bem fiel, abordando o mesmo tema e etc, e gostei muito da escolha dos atores! Fotografia do filme chama muito a minha atenção também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é tão fiel que levou até a confusão da HQ pro seu desfecho final kkk realmente bem confuso.

      Excluir
  9. A Darkside não reconhece limites de beleza em suas edições ne?!
    Esteticamente falando: lindo!
    Acho que finalmente vou me render aos HQ, graças a essa editora. Esse é o segundo que despertou meu interesse.
    Também quero muito ver o filme, a maravilhosa Charlize Theron já vale o ingresso!

    ResponderExcluir
  10. Olá Carl!
    Gosto muito de suspenses, mas principalmente daqueles que vão subindo nossas expectativas e nos deixando loucos para descobrir os mistérios. Uma pena que o livro tem uma caída depois da primeira metade.
    O período histórico retratado é bem interessante, e também o fato de Lorraine se manter firme frente ao machismo. Deve ser bastante interessante verificar tais realidades em uma HQ. Acredito que as cores em preto e branco ajudam bastante!
    Olá Rafael!
    Quanto ao filme, acredito que suspenses e heroínas fortes super combinam. Além disso, tendo direção e elenco bons, com certeza será um prazer assistir ao filme. Para falar a verdade, eu não sabia que também existia este filme, vou querer conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste, mas esse filme passou batido por muita gente aqui no Brasil, ficou poucas semanas nos cinemas, mas vale a pena ser conferido quando você tiver oportunidade.

      Excluir
  11. Rafael!
    Tive oportunidade de acompanhar o final da Guerra Fria e a derrubada do muro de Berlim e ver que o filme remete a essa época e traz um enredo de ação e espionagem fabulosos, me deixou com a maior vontade de ler, principalmente por ser uma Grafic Novel que fica melhor o entendimento.
    Quero muito poder assistir o filme porque dizem que está de arrasar.
    Que outubro venha carregado de boas energias!
    “O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida.” (Franz Kafka)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser ainda melhor assistir um que filme retrata um momento pelo qual vivemos, uma mistura de nostalgia com arrepio né? Espero que goste do filme, mesmo com pequenos defeitos, vale a pena.

      Excluir
  12. TOP COMENTARISTA!
    Gostei bastante das criticas tando do filme como o da HQ!
    A historia com certeza não é mais inovadora do mundo,
    mais despertou meu interesse pois adoro enredos
    que envolvem espionagem e mulheres fortes. RS RS RS
    O que me deixou ainda mais interessada foi ambiente
    da guerra fria e a derrubada do muro de Berlim porque
    sou muito fã desse contexto histórico. Então com toda a certeza
    vou ver o filme apesar das críticas bastantes relevante. ATOMICA
    com certeza vale a pena ser vista!
    Adorei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ação com contexto histórico, ainda mas para quem gosta de história é um prato cheio. Vai gostar com certeza!

      Excluir
  13. Atômica tem o tipo de trama que eu nunca me interesso muito, mas tem dois quesitos mencionados na resenha do filme que levo em consideração: trilha sonora e imagem. Pode ser o gênero que for, se o filme for visualmente bonito e com as músicas certas em momentos chave, me ganha. Assistirei, porém não sei quando. Mesmo com toda essa confusão que é o enredo.
    Gostei desse post com resenha da HQ e filme juntos! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A trilha sonora é incrível mesmo e belíssimo visualmente, com certeza já vale seu tempo.

      Excluir
  14. Confesso que como HQ talvez não seria o tipo de livro que me cativa, ou me envolve, pelo fato de se tratar de um suspense, o que não costumo ler, no entanto após ver o trailer do filme, que inclusive já havia assistido o primeiro e gostei da trama, me pareceu ser muito bem construído, com uma dinâmica envolvente, enfim, quem sabe após assistir ao filme, eu não mude de ideia em relação a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, pode ser que depois do filme, caso vc goste, sinta interesse em conferir a HQ também.

      Excluir
  15. Olá, o paralelo entre o HQ e o filme sugere que a trama de ambos é densa e conta com pontos positivos e negativos, apesar de para mim o longa parecer ser mais conciso e fluido do que a HQ, que peca em exagero de informações. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A adaptação foi tão boa, que eles levaram pro filme toda a complexidade e o excesso de informações kkk

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Oi Rafael, então não sou de acompanhar nenhuma HQ pra ser bem sincera, até já tive meu tempo de ter quadrinhos dos X-Men, mas não fui além disso, ainda assim tenho visto algumas HQ's ganhando espaço nas editoras e algumas resenhas interessantes que me deixam até interessada (tem a da Charlaine que vi resenhas interessantes). Então é uma pena que Atômica não tenha dado certo e que metade da história seja complicada de se acompanhar.
    Agora falando do filme eu já tinha ouvido falar e até já tinha visto o trailer, mas ainda não assisti e é a primeira vez que vejo uma critica dele e apesar dos pesares, quero sim assistir, como você bem disse temos que enaltecer filmes com protagonistas femininas fortes e a Charlize parece ter se dedicado bastante trabalhando até sem dublê, só fico triste porque James McAvoy não foi tão bem utilizado, eu gosto dele.
    Ótimo post ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, erraram a mão no desfecho e deixou a produção bastante confusa no final. Infelizmente o personagem do James McAvoy foi um desaproveitado, merecia coisa melhor.

      Excluir
  18. DarkSide sempre caprichando na diagramação dos livros deles!
    Bom eu não curto muito HQ's, então acabei não me interessando em ler este livro, mas para quem curte HQ este livro sem dúvidas é uma ótima dica de leitura, mas já o filme acabou chamando minha atenção, parece ter bastante ação, e sem dúvidas pretendo assisti-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A beleza da HQ com certeza já valem nosso tempo para conferir. O filme como é mais acessível a todos, talvez desperte seu interesse na leitura.

      Excluir
  19. Não sou leitora de HQ´s, então não conhecia a história. Mesmo a história não sendo bem trabalhada, não se pode dizer o mesmo da edição. A Darkside rouba meu coração com cada edição publicada s2
    O filme está cheio de atores incríveis. Charlize é uma ótima atriz e o James também. Acho que vou assistir ao filme por causa deles rsrs
    Obrigada pela indicação ;)
    Abc

    ResponderExcluir
  20. Meu contato com Hq's é quase zero..rs (admito que já tentei curtir e não consegui). Apesar de sempre admirar e tirar o chapéu quando são bem feitos. Já o cinema é uma das minhas grandes paixões e desde o lançamento deste filme, fico no aguardo para poder ver.
    Charlize é maravilhosa atuando, seja em que estilo for. E por todas as cenas de ação que vi no trailler, não dá para não querer ver o filme urgente!
    Beijo

    ResponderExcluir