KINGSMAN: O CÍRCULO DOURADO

SINOPSE: Um súbito e grandioso ataque de mísseis praticamente elimina o Kingsman, que conta apenas com Eggsy e Merlin como remanescentes. Em busca de ajuda, eles partem para os Estados Unidos à procura da Statesman, uma organização secreta de espionagem onde trabalham os agentes Tequila, Whiskey, Champagne e Ginger. Juntos, eles precisam unir forças contra a grande responsável pelo ataque: Poppy, a maior traficante de drogas da atualidade, que elabora um plano para sair do anonimato.
DIREÇÃO: Matthew VAUGHN
DISTIBUIÇÃO: Fox Film do Brasil
ANO DA PRODUÇÃO: 2017
DURAÇÃO: 2H21
ELENCO: Taron EGERTON, Colin FIRTH, Mark STRONG, Julianne MOORE, Halle BERRY, Channing TATUM, Jeff BRIDGES e Elton JOHN.

Uma das melhores sensações que você pode aproveitar no cinema, é assistir algo e não ver o tempo passar. Espiões, missões secretas e armas mirabolantes nunca foram tão bem usadas numa produção para o povão como nos filmes da serie KINGSMAN. Se o primeiro foi uma grata surpresa, o segundo conseguiu superá-lo? Vamos descobrir!

A organização Kingsman dessa vez se encontra numa situação delicada, um estagiário rejeitado se une a uma traficante de drogas para aniquilar por completo toda a organização dos espiões britânicos. Depois de aniquilados e com muitos agentes mortos, os sobreviventes procuram a ajuda de uma organização irmã nos Estados Unidos com o objetivo de vingança e deter essa traficante que está distribuindo uma droga nova capaz de imobilizar e matar seus usuários em poucas horas. Pode parecer nada de novo, mas é interessante notar como os clichês do gênero foram utilizados aqui. Não temos a sensação de que já vimos esse filme, são tantas informações e pequenos detalhes bem distribuídos na produção, ajudando a construir e manter ainda mais o panorama criado pelo roteiro.

A produção ainda levanta um importante diálogo sobre drogas: todos que usam são bandidos? Merecem morrer? Por mais ficcional que possa parecer, todo o envolvimento dos Estados Unidos nesse filme, tem um propósito e utiliza de muitos fatores históricos para fortalecer sua presença na produção. Como a organização britânica foi destruída, aquela que amamos desde o primeiro filme, somos apresentados aqui ao estilo americano. Não chega a ser tão legal quanto os ingleses, mas são cheios de tecnologias malucas, seus jeitos de lutar são eletrizantes e sempre complicados para derrotar.

Infelizmente, a produção apresenta algumas falhas: a primeira envolve um dos agentes que precisa fazer contato com uma testemunha em um show. A cena, além de ser apelativa, é totalmente desnecessária, envolve ele inserir algo nela em algum lugar. Fica clara a sensação de querer fazer algo novo, porém, no final, só fica patético e muito controverso. O segundo problema envolve os efeitos visuais. Nesta continuação foi expandido o nível de maluquices e tecnologias bizarras, o problema é que os efeitos envolvendo todo esse novo mundo variam entre o aceitável e o estranho. Não é toda a hora que o público compra a ideia de um cachorro robô ou de um moedor de carne potente. São diversas cenas onde os efeitos estão borrados e mal desenvolvidos. Talvez para esse nível gigante de bizarrice, o estúdio precisaria de um orçamento maior.

Felizmente, para nós, os efeitos melhoram conforme o filme avança, e nos presenteia com cenas incríveis, como uma luta de chicotes e uma sequência envolvendo um teleférico. KINGSMAN continua sendo um dos filmes para o povão mais elegantes do momento. O figurino e o design de produção estão espetaculares e a edição é fenomenal, se você pensar que são duas hora e vinte de projeção, onde você pisca e já acabou.

O elenco é gigante e cheio de estrelas. Nosso protagonista, Taron Egerton, prova mais uma vez que nasceu para esse papel, muito carisma, jogo de cintura e camaradagem, impossível não querer ser seu amigo. Não é segredo pra ninguém que o personagem do Colin Firth está de volta, os trailers entregaram isso há muito tempo (infelizmente), mas seu personagem ainda continua fenomenal, um maravilhoso ator num papel maneiríssimo. O personagem do Mark Strong vai te fazer chorar.

A vilã da vez é a talentosa Julianne Moore, arco interessante, personagem irritante e temos vontade de esganar ela em todo o momento. As novidades do elenco para agencia de espiões americanos também é para ninguém botar defeito: Halle Berry, a Tempestade dos X-Men, Channing Tatum, astro de Querido John, Pedro Pascal, nosso finado querido Oberyn Martell de Game Of Thrones e Jeff Bridges, aquele velho maravilhoso cheio de Oscars em casa.

Essa continuação se prova tão divertida quando o anterior, mesmo com suas pequenas falhas é um entretenimento super eletrizante e um das melhores farofas do ano. Felizmente, o final do filme apresenta várias rotas diferentes, ou seja, poderemos ter continuações até 2070, para a nossa extrema alegria.

Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

14 COMENTÁRIOS

  1. Oi Rafael, lendo a resenha deste segundo percebi que ainda não vi o primeiro e vou ter que correr atrás do prejuízo rsr. Eu curti muito a resenha deste segundo que mesmo com algumas ressalvas conseguiu te fazer não sentir o tempo passar e tenho dado valor a filmes que tem esse efeito. Dos destaques dos atores, eu gosto da Julianne Moore e já quero vê-la no papel de vilã e tem Channing Tatum haha, nem gosto pouco dele :D :D Sobre o ator principal, ainda não vi o primeiro e não me lembro de já tê-lo visto em outros filmes, mas pelo trailer e pela resenha deu pra perceber que o papel se encaixa perfeitamente nele, o que é ótimo. Ótima critica, vou tentar ver ambos os filmes logo logo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro atualmente tem passado muito na tv, tenta assistir quando puder, é muito bom, assim como sua continuação, diversão garantida!

      Excluir
  2. Não conhecia este filme e nem o anterior, mas que bom que é um estilo de filme que assistimos e não percebemos o tempo passar, pois a história é muito envolvente, gosto de filmes com espiões, missões secretas e ação, e gostei do trailer, sem dúvidas pretendo assistir este filme e vou dar uma pesquisada sobre o filme anterior de Kingsman.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tipo um missão impossível britânico e muito louco, bem legal mesmo e vale nosso tempo!

      Excluir
  3. Rafael!
    Gostei muito do primeiro e bom ver que apesar de algumas falhas, esse segundo é bem hilário também, além de trazer efeitos especiais avançados. Quero ter a oportunidade de assistir e dar boas risadas.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro é muito bom e trouxe novidades para um gênero que estava um pouco apagado. Essa continuação está igualmente louca e divertida, vale a pena também!

      Excluir
  4. Olá, não assisti o primeiro filme mas gostei bastante desse, foi muito bom eles levantarem algumas discussões atuais de forma humorada, as cenas de violência são excelentes e apesar da vilã se doce e irritante se encaixou muito bem ao papel, assim como os outros. Quero muito assistir o primeiro e gostei da resenha, sua crítica foi boa; captou bem a essência do filme. Ah, aquele moedor de carne é insano, não sei como consegue deixar a carne perfeita kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a carne sai perfeita e limpa mesmo quando a pessoa é jogada lá dentro com roupas e sapatos kkk, uma diversão bem maluca, vai gostar ainda mais do primeiro quando puder assistir!

      Excluir
  5. E a primeira vez que vejo falar sobre este filme, pois eu ainda não o conhecia, e lendo sua resenha sobre sua opinião do filme, e o trailer, fiquei super interessada em assistir, pois me pareceu ser realmente eletrizante e surpreendente, mesmo com alguns pontos desfavoráveis, espero ter a oportunidade de assistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tipo um filme de comédia, com muita ação e bizarrice, vale a pena, diversão garantida!

      Excluir
  6. O primeiro filme da saga já foi um show,mesmo com tantas críticas negativas. Mas puxa, Samuel estava impagável e Firth, soberbo como sempre!
    E não vejo a hora de poder conferir este segundo filme, que tenho certeza por tudo que li e ouvi agora, está arrancando mais risos ainda!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crueldade falar mal do primeiro, aquele filmaço!

      Excluir
  7. Assisti ao primeiro filme e gostei muito. Legal saber que Julianne Moore sera vilã, gosto muito de filmes com ela. E realmente esse filme esta cheio de artistas talentosos. Com certeza vou assisti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão divertido quanto o primeiro apesar de tudo, vai se divertir com certeza!

      Excluir