TAG: LIVROS E REDES SOCIAIS


Olá, pessoal! Vi a TAG, LIVROS E REDES SOCIAIS, respondida no instagram literário, @naestantevermelha, e achei bem divertida essa associação de obras escritas com redes tão populares atualmente. Espero que gostem!


ORKUT
Um livro que já foi muito popular, mas está esquecido

SINOPSE: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.
A CULPA É DAS ESTRELAS, do John Green, que narra um romance entre Hazel, uma paciente terminal, e Gus, tendo um desfecho emocionante. Anos atrás, o livro (publicado em 2012) foi super hypado e foi sucesso de vendas, sendo fonte de inspiração para um filme. No entanto, atualmente, pouco se ouve falar sobre a obra de Green.



FACEBOOK
Um livro que todo mundo tem

SINOPSE: Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen. Lindo, perfeito, misterioso ele é à primeira vista, hostil à presença de Bella - o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr.
Essa é uma pergunta complicada, considerando que cada pessoa tem um gosto literário diferente. Mas eu diria que, pelo menos a grande maioria dos leitores, têm os livros da coleção de "Crepúsculo" na estante (ou já teve).



YOUTUBE 
Um livro criativo, com uma história original, inovadora

SINOPSE: “Uma menina nunca esquece seu primeiro cadáver.” – Caitlin Doughty Um livro para quem planeja morrer um dia. Morrer é a única certeza da vida. Então, por que evitamos tanto falar sobre ela? A morte é inevitável, sentimos muito. Mas pelo menos, como descobriu Caitlin Doughty, ficar a sete palmos do chão ainda é uma opção. ''Confissões do Crematório'' reúne histórias reais do dia a dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos históricos, mitológicos e filosóficos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, Caitlin Doughty desmistifica a morte para si e para seus leitores. O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician e da – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira honesta, inteligente e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma benção, é apenas uma forma profunda de terror”. Caitlin Doughty é agente funerária, escritora e mantém um canal no YouTube onde fala com bom humor sobre a morte e as práticas da indústria funerária. É criadora da websérie Ask a Mortician, fundadora do grupo The Order of the Good Death (que une profissionais, acadêmicos e artistas para falar sobre a mortalidade) e também autora de Confissões do Crematório.los
CONFISSÕES DO CREMATÓRIO, escrito por Caitlin Doughty, uma ex-operadora de fornos em um crematório. A autora nos conta sua experiência trabalhando diretamente com cadáveres, nos mostrando com incrível sensibilidade o outro lado da morte (sem tabus, as variedades culturais, os sentimentos de perda,...). É uma obra extremamente inovadora; nunca li nada tão inusitado, bom e tocante ao mesmo tempo.


INSTAGRAM
Um livro visualmente bonito: capa, diagramação, elementos gráficos, ilustração

SINOPSE: A Menina Submersa: Memórias Caitlín R. Kiernan Obsessões e assombrações à flor da pele Uma “obra-prima do terror e da fantasia dark” da nova geração A Menina Submersa: Memórias é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013.
A MENINA SUBMERSA, de Caitlín R. Kiernan, na edição especial lançada pela editora Darkside Books. Possui capa dura na cor prata, cheia de detalhes em alto relevo imitando uma espécie de caixa de metal, diagramação super bacana, com ilustrações lindas. A edição em si é deslumbrante, porém, a história foi uma grande decepção.


WHATSAPP
Um livro em que os personagens trocam mensagens

SINOPSE: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.
Os livros da coleção A GAROTA DO CALENDÁRIO, escritos por Audrey Carlan. Neles a protagonista Mia troca mensagens super engraçadas com a melhor amiga e mensagens super quentes com o namorado. Esses trechos geralmente são bem divertidos de se ler, apesar de a série como um todo não ter me agradado muito à partir do mês de Julho.


TINDER
Um livro com muita pegação

SINOPSE: A analista de sistemas Raissa Magalhães finalmente compra um imóvel e realiza o sonho de morar sozinha. Assim que ela se muda para a casa de número 104, descobre que seu novo vizinho, que ela apelida de Calvin, é um chef de cozinha alto, bonito, jovem e sarado. Com o tempo, ela descobre que dormir em seu novo quarto será uma missão impossível. Da casa 105, geminada com a sua, chegam, noite após noite, gemidos e gritos de prazer das mulheres que visitam seu vizinho. A vocação do rapaz para a safadeza não só impedirá Raissa de dormir profundamente, mas irá incitá-la e excitá-la de tal maneira que ela, também, começará a frequentar o 105. O desejo de Raissa se transformará em paixão. Só que a analista de sistemas sabe muito bem que se apaixonar por um homem com tamanho currículo sexual pode não ser a coisa mais sensata. Conseguirá Raissa mudar o jeito irresponsável e descompromissado de seu vizinho, fazendo-o se apaixonar por ela? Ou será que almejar um futuro amoroso ao lado de um safado convicto é pura ilusão? Descubra ao ler este romance de Mila Wander, o fenômeno brasileiro da plataforma digital Wattpad, com mais de 4 milhões de leituras, uma obra na qual erotismo e romantismo são dois bons vizinhos.
O SAFADO DO 105, por Mila Wander, um romance erótico de tirar o fôlego. Li a obra há alguns anos e, de acordo com o que lembro da minha experiência de leitura, a autora trabalhou com a contextualização dos personagens no romance, investiu bastante em cenas eróticas quentes e bastante descritivas e criou um clichê super bacana. Adorei esse livro.


MSN
Um livro antigo

SINOPSE: Texto de suma importância, Madame Bovary é uma leitura essencial, sendo considerado um dos melhores romances da literatura, sendo, provavelmente, o melhor dos livros do romance realista de caráter psicológico do século XIX. Para mostrar seu mundo, Flaubert põe em cena uma personagem em total desacordo com sua realidade, com sua posição social e com seu sexo. É nessa personagem que se centrarão as ações desenvolvidas na narrativa e os principais dilemas da obra. O enredo gira em torno de Emma Bovary, casada com o médico Charles. Emma vive imersa na leitura de romances românticos e, por viver um casamento enfadonho, procura no adultério a libertação de seus problemas. A trama possui um desfecho trágico, e da criação de Flaubert partem grandes linhas de força do romance moderno e sua repercussão no contexto literário francês e mundial é intensa e permanente.
MADAME BOVARY, de Gustave Flaubert, foi publicado em 1857, sendo um clássico romance realista que aborda temas polêmicos para sua época, como: posição da mulher na sociedade, as relações sociais, traição,... Temos a resenha dele aqui no blog.


TWITTER
Livro com poucas páginas

SINOPSE: Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.
O ADULTO, da Gillian Flynn, um conto super curto com suas 64 páginas, mas que surpreende o leitor do início ao fim. A autora brinca conosco, criando situações inusitadas e nos confundindo. Para uma obra tão curta, o resultado é incrível.


TUMBLR
Livro que todo mundo ama

SINOPSE: Publicado pela primeira vez em 1942 nos Estados Unidos e, três anos mais tarde, na França, O pequeno príncipe tornou-se obra de apelo universal, um clássico moderno traduzido para mais de oitenta idiomas. Suas páginas abrigam valiosas lições sobre a solidão, a amizade, o tempo, a vida e a morte, compartilhadas conosco por meio do pequeno habitante do asteroide B 612. Apesar de escrito e narrado por um adulto, O pequeno príncipe se dirige, desde suas primeiras linhas, às crianças. É, na verdade, uma ode à infância, uma delicada viagem a esse planeta que aos poucos abandonamos, vivendo em prol das nossas vaidades, vícios, obrigações, números e demais coisas "sérias e importantes". Deixe-se conquistar pela fábula atemporal de Antoine de Saint-Exupéry e acompanhe o pequeno príncipe em sua jornada rumo ao nosso planeta. Lembre-se apenas de fechar um pouco os olhos e abrir bem o coração. Pois o essencial, como nos têm ensinado o pequeno príncipe e sua amiga raposa, por mais de setenta anos, é invisível aos olhos.
O clássico O PEQUENO PRÍNCIPE, escrito por Antoine de Saint-Exupéry, que é uma narrativa curta e repleta de sensibilidade e ensinamentos. Nunca ouvi ninguém criticá-lo negativamente; é uma obra que marcou a vida de muita gente, inclusive a minha, e ele se tornou um dos meus favoritos.


PINTEREST
Um livro que te inspira/inspirou

SINOPSE: Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume – publicado nos EUA como “milk and honey” – é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.
OUTROS JEITOS DE USAR A BOCA, da Rupi Kaur, com todas as suas poesias de empoderamento feminino, me conquistou e aqueceu meu coração.  É aquele livro que você lê e se identifica com várias partes, se sente melhor consigo mesma, percebe que outras pessoas já passaram por situações similares e te entendem. Todas as mulheres (e homens também) deveriam ler.


SARAHAH
Livro com um bom suspense, ou que tenha te surpreendido

SINOPSE: Às vésperas do conclave que vai eleger o novo Papa, Langdon é chamado às pressas para analisar um misterioso símbolo marcado a fogo no peito de um físico assassinado em um grande centro de pesquisas na Suíça. Ele descobre indícios de algo inimaginável: a assinatura macabra no corpo da vítima é dos Illuminati, uma poderosa fraternidade que ressurgiu disposta a levar a cabo a lendária vingança contra a Igreja Católica. De posse de uma nova arma devastadora, roubada do centro de pesquisas, ela ameaça explodir a Cidade do Vaticano e matar os quatro cardeais mais cotados para a sucessão papal. Correndo contra o tempo, Langdon voa para Roma junto com Vittoria Vetra, uma bela cientista italiana. Numa caçada frenética por criptas, igrejas e catedrais, os dois desvendam enigmas e seguem uma trilha que pode levar ao covil dos Illuminati - um refúgio secreto onde está a única esperança de salvação da Igreja nesta guerra entre ciência e religião.
ANJOS E DEMÔNIOS, por Dan Brown, uma narrativa instigante e inteligente que deixa o leitor viciado na leitura. É aquele livro que você não quer soltar enquanto não descobrir o destino de cada personagem. Foi o primeiro livro do autor que li e me fez amá-lo com sua escrita perspicaz.


O que acharam da TAG? Espero que tenham gostado e que aproveitem as indicações de leituras. Deixem suas respostas nos comentários.

Compartilhe este post:

Sara

Mineira, bookaholic e futura fisioterapeuta. Sou apaixonada pela vida e por tudo que ela nos oferece. Ler, viajar, conversar, dançar, comer e dormir são algumas das coisas que mais amo.

17 COMENTÁRIOS

  1. Crepúsculo: O livro que todo mundo tem... menos eu 😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Larissa! Foi o único que consegui lembrar que muita gente tem Kkkkkkkkkk Beijos.

      Excluir
  2. Eu até tinha Crepúsculo, mas deixei no sol, os livros brilharam e viraram purpurina. Felizmente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive que rir dessa resposta kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Adorei o comentário! KKKKKKKKKK

      Excluir
  3. Oi Sara, que TAG legal, me peguei concordando com quase todas as tuas respostas, A Culpa é das Estrelas tá meio esquecido mesmo, surgiram outras histórias e ele ficou como uma lembrança chorosa haha, chorei muito com ele. Tenho Crepúsculo, todos os livros dessa série alias, curti muito lê-los na época e tenho grande carinho pela história :) Ainda não tinha ouvido falar de Confissões de um crematório, mas inusitado parece ser a palavra pra esse livro rsrs. Ainda não li O pequeno príncipe, acredita?! devo ser uma das poucas, porque esse livro é realmente bem amado <3

    Curti as respostas e a TAG ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lili! Fico feliz que tenha gostado das minhas resposta na tag. Eu também tenho a coleção de Crepúsculo completo e guardo com muito carinho. Fico surpresa que ainda não tenha lido "O pequeno príncipe", mas é uma história muito fofa e cativante que vale a pena. Beijos.

      Excluir
  4. Amei esta tag, achei muito divertida, interessante, e criativa, e confesso que a maioria das perguntas eu responderia da mesma forma, porém usaria livros que eu teria na estante, que não são nenhum destes. Como por exemplo um livro que foi sucesso e está esquecido com certeza também pensaria em colocar A Culpa das Estrelas. Gostei muito e queria publicar a tag no meu blog, teria problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lana! Que bom que gostou da tag. Pode responder a tag sim, peguei ela de um instagram literário. Beijos.

      Excluir
  5. Aaaaah, chegou a pessoa que ama responder tag's. o/

    Orkut - Nossa, sabe que não tinha reparado no sumiço de ACEDE? Tem razão, sumiu mesmo. Mas eu escolheria Crepúsculo.

    Facebook - Então... Eu não tenho, nunca tive, mas quis ter. Depois sei lá, perdeu a graça.
    Eu acredito que todo mundo ou a grande maioria tem Extraordinário, exceto eu.

    YouTube - Não li esse que você citou.
    Escolho Enclausurado, não li esse também. Mas li uma resenha sobre e a história é narrada por um feto durante sua gestação. É bem original.

    Instagram - Também não li Menina Submersa, mas a capa é maravilhosa.
    Eu escolho Ecos, também não li mas amei a capa, a borda laranja e a história parece boa.

    Whatsapp - Simplesmente acontece. Além de mensagens, a troca de e-mails, cartas. Ficou muito legal.

    Tinder - Meu Romeu. Muita pegação, e muita confusão e muita enrolação.

    MSN - Persuasão da Jane Austen. Foi o livro que mais gostei dela.

    Twitter - Só 64 páginas? Nossa...
    Escolho Maktub do Paulo Coelho, não lembro exatamente a quantidade de páginas, mas eram um pouco mais de 100.

    Tumblr - Gosto de O pequeno príncipe, mas não amo. Escolheria H.P. acredito que 98% amam, menos eu. 🙈

    Pinterest - Um sorriso ou dois, Frederico Elboni. São crônicas maravilhosas.

    Sarahah - No seu olhar, Nicholas Sparks. Pra quem não curte muito suspense, o pouco que tinha nesse me surpreendeu.

    Amei a tag!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ludyanne! Adorei ler suas respostas para essa tag. Fico feliz que tenha gostado. Beijos.

      Excluir
  6. Bem criativa esta tag!
    Realmente A culpa é das estrelas foi bem popular, mas está meio esquecido, não tenho os livros de Crepúsculo e não tenho muito interesse em ler, também acho A menina submersa um livro visualmente bonito, ainda não li O pequeno príncipe, mas pretendo ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariele! "A menina submersa" tem uma edição maravilhosa, pena que a obra é uma porcaria. Adoro "O pequeno príncipe", indico a todos. Beijos.

      Excluir
  7. SAra!
    Gostei muito da tag relacionandoas redes sociais, inclusive as extintas e tipos de livros, gostei muito das suas escolhas também, foram bem feitas.
    Desejo uma ótima semana produtiva!
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudynalva! Que bom que gostou da tag e das minhas indicações. =) Obrigada. Ótima semana para você também. Beijos.

      Excluir
  8. Adorei esta tag! Acabei de ler uma em um blog amigo e tem até alguns livros "repetidos",mas isso só significa que as opiniões são iguais e isso é muito bom!
    Quero muito ler Outros Jeitos de Usar a Boca! Como amo poesia, este é um livro que namoro já tem um bom tempo.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Que bom que gostou da tag. "Outros jeitos de usar a boca" é fantástico. Boa leitura. Beijos.

      Excluir