SENHOR DAS SOMBRAS

SINOPSE: A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde - Cassandra CLARE - Editora GALERA - 2017 - 602 páginas.

No segundo volume da trilogia OS ARTIFÍCIOS DAS TREVAS, as desventuras e triunfos dos órfãos Blackthorn e Carstairs continuam mais conectados às demais séries e trilogias da autora. Cassandra Clare segue narrando com maestria o universo dos Caçadores de Sombras e dos membros do Submundo. Os primeiros têm o sangue Nephilim e, por serem metade anjo, devem proteger os mundanos dos perigos e demônios que assolam a Paz Fria. Enquanto as fadas, feiticeiros, lobisomens e vampiros do Submundo, devem interferir o mínimo possível na missão sublime dos guerreiros angelicais. A união entre tantos clãs rompem literalmente com o acordo de paz, e vários conflitos eclodem, para felicidade dos leitores acompanhantes da jornada do Instituto de Los Angeles.

Os DOIS parágrafos a seguir, contêm leves spoilers sobre o primeiro livro, então, se não quiser saber, pule para o TERCEIRO ;)

Em DAMA DA MEIA-NOITE (resenha, AQUI), o Alto Feiticeiro Malcolm Fade é assassinado por Emma. A doce vingança de seus pais, John e Cordelia Carstairs, ascendem Emma como a nova "Jace Herondale". Bela, rápida e fatal, a jovem segue envolvida com os assassinatos ao descobrir a relação destes casos com o aprisionamento do poderoso Volume Negro pelo Rei Unseelie. Os adjetivos da loira são os mesmos atribuídos ao protagonista da série INSTRUMENTOS MORTAIS. No passar das páginas deste livro, a herdeira Carstais mostra porque os merece ao enfrentar o Submundo para vingar todo o sangue Nephilim. A fada monarca, conhecida como Senhor das Sombras, não perde por esperar. 

Como nos demais livros da autora, somos imersos em vários flashbacks antes de finalmente chegarmos ao presente. Tempo atual que está, no mínimo, sombrio no Instituto de Los Angeles. Com uma tutora sempre distante, os Blackthorn (Ty, Lyvvy,Tavvy, Julian e Mark) unem-se a Emma Carstais, Cristina e Diego para manter a honra da tradicional morada dos Caçadores de Sombras. A confusa árvore genealógica dos jovens passa a confundir-se ainda mais com seus relacionamentos eróticos. Emma é parabatai de Julian, uma promessa entre guerreiros que não permite envolvimento romântico. Confirmando minha previsões, tal comprometimento acontece e desencadeia no falso namoro de Emma e Mark, complicando ainda mais a convivência diária. 

Mesmo com isso, o Mundo das Sombras não para. Bombardeados com as notícias do Volume Negro e com a recente chegada dos Centuriões, a antiga igreja passa a ser álibi de planos maquiavélicos dos guerreiros. Os Centuriões são enviados da Clave, importante órgão Nephilim, e não disfarçam seu desdém pelo Submundo. Sua presença balança não só as metas individualistas dos membros oficiais do Instituto, como também seus relacionamentos afetivos. Sem dúvidas, Cassandra finalmente encontrou a medida certa entre romance e combate nesta trilogia. 

Ainda advindo dos capítulos passados, o jovem Christopher Herondale, Kit, torna-se o diamante bruto da equipe. Arredio e perspicaz, o rapaz logo vira parte fundamental do quebra-cabeça que os levarão ao final de sua missão. O fato de possuir um Caçador em formação, torna necessária a recapitulação de conceitos básicos do Mundo das Sombras, essenciais para aqueles que não leram os demais livros deste universo brilhantemente criado por Cassandra Clare. Da mesma forma, existe a participação de personagens de contos anteriores, o que é como um lar para aqueles que já leram todos os volumes e séries. 

Não posso negar que, apesar do enredo brilhante, repleto de lutas e aventura, o grande trunfo da autora foi a sutileza com que foram abordados temas contemporâneos e relevantes. Por exemplo, a menção sobre o autismo de Ty, a orientação sexual múltipla das fadas e a visceralidade daqueles que lutam pelo que amam. Ficou ótimo! A forma com que esta mistura foi feita é o que cativa os milhões de leitores. Analogamente, a explanação da geopolítica Nephilim e seu repúdio às tecnologias mundanas são peças-chave para compreender o enredo e maravilhar-se com ele. 

Obviamente, como em todos os livros com trama complexa, acontecem erros de verossimilhança e surgem personagens secundários intragáveis. Também me aborreci com a ausência de tradução de expressões em espanhol. Mas esses erros são contornados com a adesão a mais diálogo direto, ambientação impecável de Los Angeles e um vocabulário rico dificilmente encontrado em livros juvenis. 

Além disso, a edição de colecionador vem com um deck de cartas com belas ilustrações dos personagens e ainda conta com capa holográfica, runas desenhadas nas contracapas, cena deletada e a diagramação confortável como nos demais volumes. De fato, o que podemos esperar para o final da trilogia é muita aventura e amadurecimento das personagens. Estou ansiosa para me surpreender mais uma vez com o talento quase sobrenatural de Cassandra Clare.

Compartilhe este post:

Mylane Damasceno

Além de ser amante da literatura, amo blogar. Gosto de atualidades ou de algo mais retrô. Leio de economia à literatura, de Rick Riordan a José de Alencar. Me emociono facilmente com filmes e livros, e tenho vontade de fotografar quase tudo que vejo. Sou fã de dias chuvosos e músicas calmas.

15 COMENTÁRIOS

  1. Cassandra não se tornou o ícone da moçada a toa né? A autora é maravilhosa!!!Eu tenho todos os livros da série dos Instrumentos Mortais,mas admito que estava bem por fora desta nova trilogia. Tive que procurar o primeiro livro para saber mais sobre a história. E já vou colocar os três na listinha de desejados!
    Outro ponto alto:Que capas hein?? Uma mais linda que a outra!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Livrinho desgraçado de ruim com um fã esse aí. Meu Deus, mas eu li com uma vontade que o monte de página nem parecia estar ali. Vai crescendo, a trama vai ganhando novos ares, é personagem aparecendo, é teoria, é confusão e muita coisa nova. E chega no final e a gente acha que já tem uma ideia do que vai acontecer e pah! Toma um susto! Duas páginas do fim e quase tive um treco aqui. Meu Deus, essa autora não perdoa o coração da gente.
    Gostei do novo ritmo que ela trouxe com esses livros. A coisa da batalha e romance bem balanceado, todas essas questões mais modernas que falou, tipo o autismo e a sexualidade do povo ali, foi tudo bem legal. Tem até trans na história! Gente, mas adorei esse negócio. A autora sabe incluir umas coisas que precisam ser ditas, é bom que dê uma luz sobre o assunto e achei muito legal as coisas que vi nesse livro.
    Agora, aquele fim e o tempo que vai levar até o próximo ser lançado é pra acabar com qualquer um. Mê bateu um certo arrependimento de não ter esperado mais pra ler porque vou mofar até esse próximo :S

    ResponderExcluir
  3. A resenha é ótima e até me despertou um pouco a curiosidade, mas não sei se leria. Nunca li livros do tipo e não tenho opinião formada, mas por sua resenha deu pra ter uma ideia de como possa ser interessante.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mylane!
    Ainda não iniciei essa série, mas por ser da Cassandra eu já estou doida para ler. Pecebi que ela manteve o mesmo nível de Os instrumentos mortais, que é uma série que eu amo! O universo todo que ela criou está incríve, e estou apaixonada por essas capas. Quero ler logo ;)
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Hi Mylane!
    Gostei da resenha e confesso que não li o primeiro livro, então não tenho muito sobre o que falar. Mas a história em si é bem interessante, gosto de livros que possuí um n° alto de páginas pois á leitura fica melhor e mais detalhada. Gosto bastante de livros que contém diversidades.

    Bj :*

    ResponderExcluir
  6. Mylane!
    O ruim de série é essa agonia de ficar esperando pelo próximo exemplar, né?
    A Cassandra é uma escritora fenomenal.
    Dá vida aos personagens secundários como se fossem protagonistas. Cria todo um enredo envolvente e ainda consegue nos surpreender com as reviravoltas.
    Maravilha de livro.
    Um final de semana carregado de luz e paz!
    “A arte de ser sábio é a arte de saber o que ignorar.” (William James)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Ainda não consegui ler nem o primeiro volume. Deve entrar na minha lista de compras da Black Friday, já que os livros estão meio carinhos ultimamente.
    Estou com muito medo da Cassandra quebrar meu coração como ela fez das últimas vezes.
    A resenha ficou ótima, parabéns <3

    ResponderExcluir
  8. Olá, tendo lido as séries Os Intrumentos Mortais e As Peças Infernais, nem preciso dizer que sou da escrita de Clare. Fui apresentado a Emma em Cidade do Fogo Celestial e fiquei muito feliz que a autora faria uma trilogia tendo ela como protagonista. Pela resenha, vejo que o segundo volume segue o padrão do Shadow World e contém características da autora, que consegue fundir temas complexos à trama sobrenatural. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Um livro cheio de histórias e que deve prender o leitor. Os personagens parecem ter personalidades fortes e é interessante esse mundo que vivem e que devem proteger. Lembrei do filme Instrumentos Mortais, acho que as histórias são semelhantes.

    ResponderExcluir
  10. Olá Mylane!
    Também tive a oportunidade de ler recentemente esta obra prima!
    E concordo totalmente com o que você diz sobre a sutileza ao lidar com os tópicos polêmicos como bissexualidade e autismo.
    A estória continua maravilhosa e os novos tópicos trazidos vem reforçar a grandeza da obra e deste universo tão maravilhoso que é o dos caçadores de sombras. Este universo é mesmo um lar para qual voltamos quando um novo livro é lançado.
    Estou salivando pelo próximo livro, já contando os dias para o lançamento para o que considero que seja um final surpreendente que amarrará todas as pontas que ficaram talvez soltas.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Nossa quanta coisa acontecendo em apenas um livro, parece ser uma história bem complexa, ainda não li essa série, prefiro esperar o lançamento de todos os livros para não ficar sofrendo pela continuação, mas gosto muito da escrita da Cassandra.

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Ainda não li nenhum livro da autora, morro de vontade de conhecer, ganhei um livro dela mas não sei se tem volumes anteriores pra começar, espero em breve conseguir ler obras dela.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. OOi !! Eu ganhei a Dama da meia noite no sorteio aqui do blog, e eu me apaixonei !! Os livros da Cassandra são incríveis , eu tenho a série "Os Instrumentos Mortais" e eu adoro, são aventuras que me prendem a cada pagina que eu viro!! Eu já quero essa continuação perfeita <3

    ResponderExcluir
  14. Oi Mylane!
    Olha eu gostei da sua resenha, mas não sei se eu leria, não gosto muito da autora, nem sei porque já que nunca li nada dela, apenas assisti ao filme e a série e não curti,vai ver é isso.
    Quem sabe um dia eu dou uma chance, já que a autora é tão bem elogiada.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Mylane!
    Gostei muito da resenha apesar de não ter lido nenhum dos livros dessa trilogia, ainda pretendo adquirir esses livros pois sou fã da autora, mas por enquanto vou ficar só nas resenhas mesmo.
    Bjoss

    ResponderExcluir