CONFESSE

SINOPSE: Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado - Colleen HOOVER - Editora GALERA RECORD - 2017 - 320 Páginas.

É incrível como a cada novo livro que leio da Colleen Hoover, sou pega de surpresa pela montanha russa de emoções que eles me proporcionam.  Preciso começar dizendo que essa foi uma leitura que me tirou o chão, apesar de ter, sim, algumas ressalvas a respeito dele.

Auburn teve seu primeiro amor aos 15 anos, porém não teve tempo de aproveitar esse sentimento como gostaria, já que seu namorado, Adam, morreu de uma doença incurável um ano depois. Agora, prestes a completar 21 anos, ela se muda para Dallas, com o intuito de colocar sua vida de novo nos trilhos e assim alcançar seus objetivos.
Quem sabe? Se for mesmo pra ficarmos juntos, se o destino realmente existir, talvez algum dia desses ela apareça na minha porta.
Ela precisa urgentemente de um segundo emprego, e é assim que Owen entra em sua vida. Ele é um artista que cria quadros inspirados em confissões anônimas, deixadas em sua galeria – para minha total surpresa, logo no começo do livro, descobri que as confissões são reais e foram feitas pelos fãs da própria autora. Ele abre a galaria apenas uma vez por mês e precisa de alguém que o possa auxiliar por algumas horas. Auburn, como precisa de dinheiro, acaba aceitando, e a partir daqui, o romance começa se desenvolver e com ele vem os problemas.

Como já é de se esperar, os livros da Colleen Hoover sempre têm uma boa dose de drama - às vezes em demasiado - mas, felizmente nesse livro, isso funcionou muito bem. 

Os personagens foram incrivelmente bem construídos, Owen é apaixonante, apesar de ter uma áurea meio sombria o rodeando e sempre passar a impressão de que está guardando um grande segredo. Auburn também não fica atrás, ela tem seus problemas e tenta lidar com eles da melhor maneira possível. O romance dos dois não foi algo que eu possa dizer que adorei, me apaixonei ou qualquer coisa do tipo, todavia gostei da forma como a autora o desenvolveu.
"Não me perco nem um pouco com ele, porque é a primeira vez na vida que sinto que alguém verdadeiramente me encontrou."
Em relação ao plot twist que a sinopse fala, fiquei um tanto que decepcionada, esperava algo mais, não sei, a impressão que tive é que fui enganada, mas, no contexto geral, CONFESSE foi um livro que mexeu bastante com meus sentimentos, abordou alguns temas que achei muito importantes - apesar de achar que deveria ter sido melhor trabalhado - e me deixou com aquele gostinho de quero mais.

A narrativa é feita em primeira pessoa, alternando entre os personagens, o que nos dá uma boa visão sobre os pensamentos dos dois. Acompanhar o desenrolar dessa história foi incrível, não posso dizer que esse foi meu livro preferido da autora, mas a leitura, com certeza, foi bem prazerosa.

O ponto alto, para mim, foi a forma como a autora pegou alguns clichês e os transformou em situações que, com certeza, ficarão na minha memória por um longo tempo. Mesmo que o livro já pareça ter seu roteiro escrito, ela sempre inova e muda algo que acaba me surpreendendo e tirando  meu chão.

Recomendo os livros da CoHo com toda certeza!

Compartilhe este post:

Marlene Conceição

Meu nome é Marlene, moro em São Paulo, sou apaixonado por livros, leio conforme meu humor, não tenho um gênero literário definido, gosto de tudo um pouco, irei cursar faculdade de Medicina, amo séries e filmes.

15 COMENTÁRIOS

  1. OMG! Entendedores entenderão.
    CoHo também conhecida como Rainha da Sofrencia sempre divando.
    Li esse livro faz alguns meses e até hoje não superei o cliffhange do final. O que foi aquilo!!!!
    Muito bom ver Auburn dando a volta por cima.
    Muito ódio por Trent e aquela mãe dele que não faço questão de citar o nome.
    E vem mais CoHo por aí! Aii meu bolso.
    Amei a resenha

    ResponderExcluir
  2. Ainda não tive contato com as letras da autora, mas claro que já li muita coisa pelo mundo literário e todos os seus livros, estão na lista dos mais vendidos e lidos neste ano que se encerra.
    E com certeza, isso não é a toa!
    Já tinha visto a capa deste livro por aí, mas não havia parado de fato para saber do que se tratava e admito, amo estes dramas beirando o real, esses personagens que tem a sede de viver,mas que também carregam suas dores e sempre tem uma pontinha do passado ali, cutucando.
    Vai para a lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Colleen marca em suas histórias até mesmo naquelas que não sã favoritas, essa característica da autora é super animadora e gosto muito de acompanhar suas histórias e que sempre vem carregadas de emoções. A autora vai aos poucos nos mostrando os segredos da história e em alguns momentos ficamos nos perguntando o porque de determinadas atitudes da protagonista, principalmente no que tange Lídia, personagem mais insuportável que existe haha e Owen é ainda mais misterioso e ficamos roendo as unhas até as páginas finais quando tudo se resolve. Ótima resenha e o livro vale super a pena :)

    ResponderExcluir
  4. Olá! Esse livro está na minha lista de leitura há um tempinho, mas ainda não tive a oportunidade de começar, a resenha me deixou ainda mais curiosa para descobrir qual será o desfecho da história, tenho certeza que vou precisar de alguns lencinhos. Gosto bastante da escrita da CoHo e quero destacar esta capa que está simplesmente maravilhosa.

    ResponderExcluir
  5. Ahh, eu gostei bastante dessa história dela. O drama todo achei que foi bem feito, uma coisa balanceada e que deu profundidade aos personagens. A Auburn passou por muita coisa e é uma pessoa determinada por tentar reaver aquela "coisa" tão importante pra ela. Gostei muito disso e fiquei torcendo pra dar tudo certo com ela. O Owen também gostei de cara, os segredos que guarda e aquela relação com a Auburn foi bem doida. Mas no fim achei legal. Tem um sentimento bonito nessa história, uma coisa que te deixa com um sorriso ao terminar. É um dos meus favoritos dela.

    ResponderExcluir
  6. Bom, "Confesse" não é um livro que eu quero muito ler (eu também não queria muito ler O Lado Feio do Amor, mas acabei lendo e me apaixonando), mas com certeza me fará chorar horrores! Gostei do drama abordado em um outro livro que eu li dela...

    ResponderExcluir
  7. Olá Marlene, tudo bem?
    Ler um livro da CoHo com certeza demanda um coração muito bom, para aguentar tanta emoção. E este parece ser dos bons, a autora sabe mesmo como transformar clichés em tópicos não-usuais.
    A protagonista Auburn parece ter sido muito bem construída, e fiquei ansiosa para descobrir suas experiência. E muito legal o fato de a autora mesclar os pontos de vista entre Auburn e Owen, eu gosto muito deste recurso, acredito que entendemos melhor as personagens.
    Apesar do drama intenso e dos pontos negativos apontados, acredito ser uma leitura que super vale a pena!

    ResponderExcluir
  8. Marlene!
    Quantas confissões…kkkk Adorei!
    Sou como você, gosto de romances com drama, dão mais emoção.
    Quanto ao livro, acredito que seja o mais desejado pelos fãs da autora, porque vamos e convenhamos, ela sabe escrever um bom livro.
    Sabe que não entendo? Por que ficar escondendo segredos? Não é melhor falar logo tudo e pronto, evita muitos problemas.
    Soube que vai se tornar uma série, será?
    Pena que não entrou para os seus favoritos.
    Adorei a resenha!
    Um domingo abençoado na paz do Senhor e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Um livro de romance que nos proporciona uma dose dr mistério. Fiquei curiosa quanto ao segredo que vai afetar a relação dos personagens e se vão conseguir superar para ficarem juntos. Sempre ouço falar dos livros dessa autora, embora eu não tenha lido nenhum, parecem ser bem bacanas, com boas premissas.

    ResponderExcluir
  10. Eu comecei a ler este livro mas até hoje não terminei, na verdade eu meio que só comecei mesmo kkkk parei na parte que eles se conhecem. Eu estou com medo de ler este livro na verdade. Gostei muito de Novembro 9 da CoHo, mas li Never Never e não achei tão legal, e odiei Ugly Love, então estou meio que desanimada para esta leitura... Mas estou com o e-book aqui e um dia quem sabe eu leio. A resenha deu meio que uma reanimada para eu ler, espero com todo o meu coração que seja bom.

    ResponderExcluir
  11. Tenho este livro, mas infelizmente ainda não tive oportunidade de lê-lo, porém como sou uma grande fan do trabalho dela, sou bem suspeita por falar de suas obras literárias. Porém um grande fato da autora, e a facilidade em trazer uma premissa clichê e sempre consegui nos surpreender no decorrer da sua trama, além de que seus personagens são bem construídos, proporcionando o leitor um envolvimento ainda mais maior com a leitura.

    ResponderExcluir
  12. É um livro que esta para eu comprar ja algum tempo. A história é legal e as opiniões sobre esse livro são sempre positivas, e isso é um grande incentivo para quem ainda vai ler.

    ResponderExcluir
  13. Oi Marlene ;)
    Não li nada da Colleen Hoover ainda, mas espero ler algo dela em breve. Sei que ela escreve livros com muito drama e que a história fica na nossa cabeça por um bom tempo.
    Achei muito interessante a Colleen utilizar os que as pessoas trazem pra ela e fazer nisso uma arte e colocar na história. Sei os quadros desse pintor estão a venda, mas não são muito baratos. Já vi algumas imagens do livro e gostei muito do cuidado que a autora teve nessa obra.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Marlene!!
    Já conhecia a estória do livro mas por ainda não ter o livro em mãos não conseguir ler essa obra, li no momento um livro da autora Colleen Hoover e gostei bastante sem dúvida essa estória vou querer conferir!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Oi! Que bom que a autora consegue transformar alguns clichês em coisas mais inovadoras. Nunca li nada da autora por não me interessar por esse gênero de leitura, mas achei, de certa forma, que sua escrita deve ser bem criativa tendo em vista que ela colocou confissões reais, feitos pelos fãs, dentro da história. (O que fez o titulo do livro fazer muito sentido hahah) Beijoss

    ResponderExcluir