O CÃO QUE GUARDA AS ESTRELAS + O OUTRO CÃO...

SINOPSE: Acompanhe a emocionante história de um homem que, sem emprego, abandonado pela esposa e diagnosticado com uma grave doença, parte - acompanhado somente de seu cachorro - em uma viagem pela costa em direção ao interior do Japão e de um lugar que ambos possam chamar de "lar" - Takashi MURAKAMI - Editora JBC - 2014 - 132 páginas.

O CÃO QUE GUARDA AS ESTRELAS

O mangá criado por Takashi Murakami e lançado originalmente no ano de 2008, e a graphic novel conquistou o público: vendeu mais de 400.000 cópias no Japão, recebeu diversos prêmios e foi adaptada para o cinema em 2011. O título original é: HOSHI MAMORU INU, que é uma expressão japonesa usada para descrever pessoas que querem o impossível, sonhadoras demais.

Vamos conhecer a história de um homem que, após ser diagnosticado com uma doença grave, perde o emprego. Acompanhamos o cotidiano da família até que, pouco tempo depois, a mulher do homem pede o divórcio e ele perde tudo, seu único companheiro é o cachorro Happy. Assim, ele decide fazer uma viagem pela costa do Japão, seguindo para o sul sem destino, buscando seu lugar no mundo.

O mais incrível dessa obra é que vemos tudo pelo ponto de vista de Happy, o cachorro, nosso protagonista e narrador. Ele se refere ao dono como "papai", então demoramos um pouco a descobrir o nome real dele. A forma inocente e carinhosa que o cachorro vê as coisas e as pessoas ao seu redor, cativa qualquer um. Ele sempre pensa positivo, é leal e ama incondicionalmente o dono. É tocante como o cachorro fica feliz com coisas tão simples, se mostra grato por gestos de carinho e devolve todo o amor que recebe.

Outra característica inusitada deste mangá é que o autor nos conta o final na primeira página, só depois é que acompanhamos o desenrolar da história até chegar nesse final. Não vou falar o que acontece para não prejudicar a experiência (emocionante) de leitura de ninguém, porém já aviso que é de partir o coração. Assim, vamos nos preparando ao longo da leitura para o que está por vir, mas quando acontece, não conseguimos evitar a tristeza.

O autor mescla a história de diferentes personagens e, nelas, conseguiu exprimir muitos sentimentos de forma extraordinária, principalmente amizade, lealdade e companheirismo. De forma simples e profunda, ele nos apresenta várias realidades do ser humano, como o medo e a solidão, e nos toca, despertando muitas emoções (e fazendo chorar). 

Ao mesmo tempo em que acompanhamos situações tristes, são transmitidas tantas mensagens bonitas de esperança que aquecem nosso coração. No entanto, nem todos os finais são tão felizes quanto esperamos; isso me fez chorar bastante, porque eu sempre tinha esperança de que os finais seriam grandes clichês, mas, às vezes, Murakami nos surpreende bastante. O que me incomodou um pouco é que tudo acontece muito rápido, o que pode ser um problema para algumas pessoas.

A leitura é fantástica, rápida, fácil e emocionante. Os leitores que gostam de dramas familiares, histórias emocionantes e  cães vão amar.

O OUTRO CÃO QUE GUARDA AS ESTRELAS

Publicado em 2011, o mangá é a continuação da edição anterior. Seu título original é: FUTAGOBOSHI, que em tradução literal, significa "estrelas gêmeas", e refere-se a duas estrelas ligadas gravitacionalmente.

No primeiro mangá, temos Happy como protagonista; já neste segundo volume, conhecemos o outro cãozinho que havia sido abandonado junto com ele, porém este não foi adotado por estar muito fraco e doente. Vemos o filhote bem debilitado e desamparado numa caixa na rua e acompanhamos os seus pensamentos tristes e inocentes descrevendo como se sente, o que deixa o leitor apreensivo e sem saber se ele vai resistir. Ficamos agonizando de preocupação até que uma senhora solitária e ranzinza o encontra e decide levá-lo para casa. Isso ocorre por ela se identificar com ele: um ser doente à beira da morte.

A mulher idosa que adota o filhote chama-o de Pequeno e decide ficar com ele até sua morte, depois ela seguiria o mesmo caminho. Então, acompanhamos a rotina dos dois e vemos um laço de amor e amizade surgir. No entanto, contrariando todas as nossas expectativas, Pequeno começa a melhorar e ficar mais forte e saudável, o que muda todo o percurso da trama. Isso dá esperanças ao leitor de que agora tudo vai ficar bem, mas não é assim que acontece... O autor nos conduz por um caminho triste e emocionante, mostrando a força de uma amizade.

É impressionante como Murakami consegue criar situações que nos tocam e fazem refletir. Fica muito evidente em O OUTRO CÃO QUE GUARDA AS ESTRELAS a importância de se ter um companheiro (mesmo que seja um cachorro), e a força de uma amizade (e como ela pode transformar a vida de qualquer pessoa); vemos a senhora se tornar melhor e menos rabugenta graças a seu melhor amigo, Pequeno. O companheirismo entre eles é lindo de se ver.

Na segunda história que há nesse mangá, chamada ITTOU-SEI, que significa "Estrela de primeira magnitude", temos como protagonista Tetsuo, um menino maltratado e negligenciado pela mãe. Conhecemos ele no primeiro livro (quando recebe ajuda de Papai e Happy), mas aqui vamos entender melhor a sua história. Ele foge e se torna andarilho, tentando encontrar seu avô, que cuidou dele quando era pequeno, porém, como não tem dinheiro algum, precisa cometer pequenos furtos para sobreviver.

Senti muita pena de Tetsuo enquanto lia a história de sua criação, abandonado e trancado dentro de casa sem nada para comer, enquanto a mãe ficava fora. Após sua fuga, ele rouba um cachorro de um pet shop, salvando-o, pois ele iria ser sacrificado. Assim, acompanhamos essa nova amizade surgir e a forma como o cachorro se sente feliz por alguém o ter escolhido após anos de rejeição na loja de animais. Ver o ponto de vista desse cão é a coisa mais fofa do mundo, principalmente pela forma que ele mostra felicidade e gratidão por alguém amá-lo.

Ao final, todas as histórias se interligam (incluindo as do primeiro mangá), e isso é muito bacana, pois uma completa a outra. Foi muito interessante conhecer as histórias de vida de cada personagem mais a fundo e ver as mudanças que esses animais provocaram com seu amor e companheirismo incondicionais.

São mangás incríveis e emocionantes que valem a pena serem lidos, principalmente, pelos apaixonados por animais. Mas se prepare para chorar bastante...

Compartilhe este post:

Sara

Mineira, bookaholic e futura fisioterapeuta. Sou apaixonada pela vida e por tudo que ela nos oferece. Ler, viajar, conversar, dançar, comer e dormir são algumas das coisas que mais amo.

32 COMENTÁRIOS

  1. Puxa, mesmo não conhecendo o universo dos mangás e praticamente não ter tido contato até hoje com algum de uma forma mais intensa, sempre admirei a arte. Sejam nas imagens ou enredos!
    Não conhecia esta duplinha acima, mas já quero para ontem! Parecem realmente ser maravilhosos, pois além de trazer o universo dos mangás, também traz doçura sentida pelo lado animal da coisa e sentimentos demais.
    Quero muito saber mais!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Foram os primeiros mangás que li, também não costumo ler esse tipo de obra. São histórias bem fofas e tocantes. Espero que goste! =) Beijos.

      Excluir
  2. Uau!!! Só de ler sua linda resenha já estou com lágrimas nos olhos.
    Amooo cachorros! Perdi o meu cachorro esse ano e é uma dor muito grande.
    O Cão e O Outro cão nos transmitem grandes lições, lições que os humanos deviam aprender e seguir, especialmente o modo de ver o mundo de Happy.
    Com certeza foi para a lista de desejados.
    Parabéns pela linda e tocante resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chelle. Também sou apaixonada por cães e, acredito que isso nos deixa mais emocionados durante a leitura. Sinto muito por ter paerdido seu cachorro, eles fazem muita falta mesmo =(. Acredito que você vai adorar esses mangás. Obrigada, fico feliz que tenha gostado da resenha. Beijos.

      Excluir
  3. Já quero adquirir esses mangás, primeiro pois sou apaixonada por animais, e concordo plenamente de que são ótimos para nos fazer companhia, e construir uma amizade de fidelidade, e companheirismo. Outro ponto e que podemos ver que a trama nos passa várias mensagens e reflexões, nos fazendo emocionar, até pelo fato de nos transmitir uma realidade muito palpável, da que vivemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lana. Também amo animais, são realmente muito fiéis e carinhosos. Acho que a leitura é muito mais tocante para amantes de cães hahaha Você vai adorar a leitura. Beijos.

      Excluir
  4. Pelas capas eu esperaria uma história super fofa e pelo que li nas resenhas apesar delas serem ótimas não tem nada de fofas e sim são super emocionantes, cheias de amor e amizade apresentadas de forma sensível e envolvente. Nem sou de ler mangás mas fiquei bem curiosa sobre esses e amei a dica Sara ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lili. As histórias são fofas sim, mas muito emocionantes também hahaha. Chorei horrores, principalmente, no primeiro volume. Fico feliz que tenha gostado. =D Beijos.

      Excluir
  5. Achei interessante a premissa da história e tenho uma queda por narradores animais. Acaba ficando fofo, ahh adoro. E quando contam o final no começo é de deixar qualquer um curioso pra entender o que aconteceu até chegar naquilo não é? Gosto desse tipo de coisa também. É um tanto diferente. E parece que emociona, então é só mais uma coisa que chama atenção.
    E a segunda história parece igualmente bonita. Ver essa agonia do cachorrinho até ser resgatado e como a amizade dele com a senhora é importante, como os dois mudam a vida um do outro é bem bonito. Achei bem legal.
    Acho que iria gostar de ler os dois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cristiane. A história é bem fofa mesmo, o ponto de vista do cachorro é fantástico. Vale a pena ler ambos. Beijos.

      Excluir
  6. Olá Sara, tudo bem?
    Eu peguei o gostinho por ler mangás por meio das resenhas aqui do blog, e estes são estórias que estou super ansiosa para ler.
    Coincidentemente, solicitei o primeiro volume nas trocas do skoob, mas ainda não o recebi. Com certeza ele vai passar na frente de muitos outros!
    Já sabia que se tratava de uma linda estória, e fiquei com mais água na boca agora ao ler a resenha, e descobrir que a narrativa é feita pelo ponto de vista do cachorro! Com certeza é a receita certa para chorar bastante, uma vez que a sensibilidade dos animais é muito superior à nossa!
    Achei bastante interessante também o fato de já sabermos o final da estória nas primeiras páginas, é necessário bastante experiência por parte do escritor para usar um recurso assim.
    Enfim, mal posso esperar pelo meu exemplar, e tenho certeza que vou querer descobrir as aventuras do garoto Tetsuo no segundo volume, que promete também ser bastante emocionante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Patrícia! Muito bom saber que criamos o gosto de ler mangás em vc. Existem histórias fantásticas esperando sua leitura. Aproveite!!!

      Excluir
    2. Oi, Patrícia. Estou bem, obrigada. =) Fico muito contente em estimular seu gosto por mangás hahaha É muito gratificante. São mangás muito tocantes, lindos. Espero que goste muito. Beijos.

      Excluir
  7. Olá! Curto bastante mangá, uma pena que não consigo ler tantos, mas a premissa desses chamou minha atenção, pois abordam temas tão emocionantes que sem dúvida me farão refletir ao fim da história, além é claro de derramar muitas lágrimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elizete. Não costumo ler mangás, esses dois foram meus primeiros hahaha Mas valeram muito a pena. São histórias emocionantes. Beijos.

      Excluir
  8. Já quero, mesmo não gostando muito de mangás! 😍 Amo animais, e ler livros pelo ponto de vista, é maravilhoso! É bom saber o que eles sentem e o que eles pensam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane. Foram os primeiros mangás que li, incentivada justamente pela temática com cães, e amei! Acredito que você vai gostar de ler. Beijos.

      Excluir
  9. Sara!
    Gosto muito dos livros no gênero, embora nunca tenha lido nenhum mangá, ganhei um de uma amiga e espero l^-lo logo no início do ano.
    Anotei esses aui, porque achei linda as histórias.
    Valeu!
    Um domingo abençoado na paz do Senhor e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudynalva. Estes são mangás bem bacanas e emocionantes. Espero que goste. Obrigada, feliz natal para você também. Beijos.

      Excluir
  10. Nunca li nenhum mangá, esse me despertou muita curiosidade, as histórias são lindas e podemos conhecer mais sobre os animais, que do jeito deles, deixam muitas pessoas felizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karina. Estes foram meus primeiros mangás e adorei hahaha. Espero que goste. Beijos.

      Excluir
  11. Nossa que diferente... Faz tempo que eu não leio um mangá, o ultimo que li foi shingeki no kyojin e nem é uma história unica desse jeito.
    Achei super legal e fiquei com vontade de ler, me lembrei de Só os animais salvam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica. Estas duas obras foram meus primeiros mangás, muito fofas por sinal. Ainda não li "Só os animais salvam", mas tenho muita vontade já que amo os animais hahaha. Beijos.

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Nunca li mangas, ja vi vàrios nos blogs mas ainda não encontrei um que me despertasse. Não curto dramas, e esse livro é bem dramático, mesmo a história sendo interessante, acho que por enquanto não leria. Talvez no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Paula. Os dois mangás resenhados foram meus primeiros, foi uma leitura diferente e muito bacana. Um dia você vai achar um que te desperte o interesse e aproveitar muito. Beijos.

      Excluir
  14. Oi Sara ;)
    Eu não sou leitora de mangás, mas tive um em mãos não faz tempo e adorei a elaboração e traços, principalmente da forma como a história é contada. Eu sou apaixonada por cachorros s2 só pela resenha eu senti o amor exalando desses bichinhos que adoro!
    Sei que se chegar a ler, vou me identificar com os personagens que tem esses seres de amor por perto e me emocionar. Mesmo as histórias sendo carregadas de drama e tristeza, gostei muito da indicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nayane. Esses dois foram meus primeiros mangás e, realmente, são cheios de amor. Espero que goste. Beijos.

      Excluir
  15. Oi! Apesar de não curtir muito ler mangás, adorei saber que o narrador é um cachorrinho. Realmente deve ser uma história emocionante, e eu com certeza iria chorar demais. Achei legal o autor abordar assuntos reais e tristes, mas ao mesmo tempo nos transmitir mensagens bonitas. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela. O ponto de vista do cachorro é ótimo, super diferente e fofo. Vale a pena ler. Beijos.

      Excluir
  16. Oi, Sara!!
    Gosto bastante de estórias que tenham animais como protagonistas, pois sempre acabo me emocionando com a sensibilidade que eles tem. Já estou de olho nesse mangá do Takashi Murakami já tem um tempo é já estou me preparando para chorar muito!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marta. São histórias lindas e emocionantes, o ponto de vista animal intensifica ainda mais a emoção. Espero que goste. Beijos.

      Excluir