CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO

SINOPSE: Na vida, tudo tem uma ordem certa para acontecer: os sapatos devem ser colocados depois das meias, a geleia deve ser passada no pão depois da manteiga — netos nascem depois dos avós. Kate Pierce-Keller nunca havia dado atenção a este último item, até sua avó surgir com revelações e um objeto que podem colocar sua existência em risco. Os eventos da premiada Trilogia Chronos se iniciam quando Kate descobre que sua avó é uma historiadora viajante do tempo — nascida alguns séculos à frente, mas presa ao presente por conta de um acidente — e possui um artefato, um medalhão azul reluzente, que permite realizar saltos temporais para qualquer época e local. Tudo parece um absurdo no início, mas uma leve interferência na linha temporal faz com que os pais de Kate sumam do mapa e ela seja a próxima da lista. Arriscando sua vida, ela aceita a missão de tentar voltar no tempo para evitar um homicídio que é a chave de tudo e colocar as coisas no seu devido lugar. Mas se ela for bem sucedida, a interferência também terá um custo pessoal - Rysa WALKER - Editora DARKSIDE - 2017 - 320 páginas.

CHRONOS como tema principal viagem no tempo. Apesar de não ser um tema muito original no universo literário, continua sendo uma temática que tende a chamar a atenção dos leitores.

O livro é historicamente bem contextualizado, e a autora certamente se preocupou em situar a história de acordo com o tempo em que ela se passa. Por isso, podemos encontrar diversas referências históricas.

O livro é formado majoritariamente por diálogos, especialmente entre nossa protagonista, Kate, e sua avó. Esse é um livro muito técnico. Por meio da avó de Kate, temos inúmeras explicações sobre como funcionam as viagens no tempo nesse mundo criado pela autora.

Pouca coisa de fato acontece e, na verdade, só temos um pouco de ação bem depois da página 200. Fato é: a mecânica da viagem no tempo desse livro é algo bem simples e que, certamente, não precisava de tantas páginas e tantos diálogos para ser explicado. Sem falar do fato de que a sinopse entrega mais da metado do livro.

Por outro lado, Walker assumiu um risco muito grande ao se propor escrever sobre viagem no tempo, já que esse é um tema bastante complexo e que, com o menor descuido, pode levar a erros. Porém, a autora conseguiu não deixar pontas soltas e, apesar de alguns eventos serem bem confusos, de modo geral, ela manteve a coerência na história.

Sabemos que, quando se trata de viagem no tempo, por situar-se no campo teórico, há diversas formas de estabelecer seus impactos e a forma como é feita. E eu gostei muito da forma como Rysa estabeleceu a mecânica  em CHRONOS, achei convincente e coerente.

E, claro, temos o romance. Completamente sem propósito e superficial, o romance entre Kate e Trey começa em um piscar de olhos, é inverossímil e não tem motivo nenhum para existir, a não ser tentar emocionar o leitor com seu fim pré-determinado. E vale mencionar que esse é um livro cujo público alvo é o público adolescente, então tem muito clichê, romance meloso e linguagem juvenil.

A autora perde muito tempo explicando coisas que poderiam ser explicadas mais rapidamente e, por outro lado, algumas coisas que precisariam de mais tempo para acontecer e se desenvolver são jogadas na história, como o romance e o fato de Kate aceitar com extrema facilidade que a avó dela veio do futuro.

Walker acertou em cheio na carga crítica do livro. As reflexões sobre o poder de coerção da religião foram muito coerentes e intrigantes. Na verdade, o livro todo é muito inteligente, mas, infelizmente, a autora preferiu dar mais atenção a outras coisas.

CHRONOS planta em nós uma sensação de desconfiança constante. É difícil confiar em qualquer personagem e estamos sempre à espera de alguém passar a perna em Kate, que é absurdamente ingênua.

O livro é interessante, a leitura é fluida e a premissa é inteligente. Porém, a autora perdeu muito tempo presa a detalhes e deixou de lado outros pontos bem mais interessantes que poderiam ter sido explorados, como o famoso serial killer H. H. Holmes. Essa mistura de ficção com realidade também é prometida e instigante, mas, mais uma vez, pouco explorada.

CHRONOS prometeu muito, mas cumpriu com muito pouco do que se propôs. É mais uma dessas belíssimas edições para se ter enfeitando a estante, já que o trabalho editorial da Darkside está, como sempre, impecável. Essa é, certamente, uma das capas mais lindas que eu já vi.

Compartilhe este post:

18 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Priscila.

    Uau, uma incrível viagem no tempo, e saber que a vida de muitas pessoas está em jogo e em suas mãos, deve ter sido inimaginável para a Kate. A corrida é realmente contra o tempo.

    Só acho que a mistura de romance com ficção científica/viagem no tempo, dependendo de como o livro é conduzido, pode não dá certo, quando o foco não é esse.

    ResponderExcluir
  2. Essa temática de viagem ao tempo não é minha leitura preferida.
    Só pela resenha achei um tanto confusa a história. Me dá um pouco nos nervos capítulos com diálogos muito grandes que nem sempre acrescentam à história, o que parece ser o caso do livro.
    Falando em algo positivo, já tive a oportunidade de ver o livro por dentro e é uma edição belíssima com uma excelente diagramação.

    ResponderExcluir
  3. Em primeiro lugar é preciso falar do trabalho e cuidado da DarkSide com seus livros. Ainda fico encantada com as capas dos livros. São maravilhosos!!!E sim, são livros que a gente deseja ter na estante!
    Já havia lido uma resenha deste livro e mesmo gostando demais do tema viagem no tempo, estava meio com os dois pés atrás e agora posso entender os motivos.
    Adoro detalhes,mas tem que ser nas partes corretas e pelo que li acima, ficou bem falha esta parte.
    Gosto da linguagem juvenil,sei lá, me faz sentir mais jovem.rs
    Se tiver oportunidade, quero muito poder conferir!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ai meu Deus que capa mais linda, Dark sabe como destruir meu coração...
    Que enredo maravilhoso, li mtas resenhas positivas da obra que me deixaram ainda mais curiosa pra conhecer a escrita da autora tbm.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Priscila!
    Não me lembro de ter lido algo com a temática de "viagem no tempo", por isso quando vi esse lançamento (que é claro, conquistou muita gente mais pela edição,rs) fiquei bem curiosa. Como é a primeira resenha que leio, eu só sabia o que a sinopse mostrava e fiquei meio decepcionada com esse romance na história. Não em entenda mal, amo romances, mas nesse caso não acho que era algo necessário na história, não da forma que foi colocado.
    Por se tratar de uma trilogia espero que a autora foque mas na relação entre Kate e sua avó, e na viagem do tempo em si, acho o tem instigante. Pretendo ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adoro histórias com essa temática, sempre me deixa curiosa pra entender como aconteceu e como os personagens se viram nessa situação, as coisas que fazem e etc. Parece que não tem tanta ação assim no começo, mas sabendo que vem mais livro por aí já fico na expectativa pra saber onde isso vai dar. E gostei da ideia de ficar ali desconfiada das coisas, das pessoas e tal. Passa uma sensação boa ao ler, acho. Bem, tem uma ideia boa e que me chama atenção, agora é tentar ler e ver no que dá.

    ResponderExcluir
  7. Já tinha visto esse livro em alguns post na internet mas não tinha me chamado a atenção. Porém ao ler essa sinopse fiquei muito excitada com a história. É o tipo de livro que instiga o leitor e o faz se aventurar junto com o personagem. Um livro feito na maior parte de diálogos (na minha opinião), se torna mais leve e agradável. Esse título está agora nas minhas metas de 2018!

    ResponderExcluir
  8. Sempre desejei esse livro somente pela capa, uma coisa tão linda! Nunca li livros do assunto de viagens no tempo, sempre me conformei com séries e filmes, e com sua resenha perdi ainda mais a vontade de ler. Sua resenha ficou muito explicada e linda, entendi bem por cima a história e é algo que já me satisfez, não surgiu aquela curiosidade que me faz enfrentar as 200 páginas quase "perdidas". Acho que não leria ele, não no momento.

    ResponderExcluir
  9. Não me identifico tanto com esse tipo de livro, me sinto perdida e muitas das vezes não consigo assimilar os acontecimentos, por isso essa não será uma das minha próximas leituras.

    ResponderExcluir
  10. OIii Priscila tudo bom?

    Eu amo esse tema de viagens no tempo e estava bem empolgada para ler Chronos, a premissa parecia ser tão boa. Infelizmente essa sensação de que faltou muito do que prometia parece ser a opinião da maioria que leu o livro, e eu já vou ficando com o pézinho atrás, porque será uma trilogia e se o primeiro apenas cumpre o que promete, o que poderemos esperar dos restantes? Acho que vou aguardar mais um pouco antes de querer embarcar na história, vamos ver quando publicam o segundo livro e quem sabe talvez me anime e arrisque.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Priscila!
    Com certeza este livro despertou muito meu interesse! Apesar de várias estórias falarem sobre viagem no tempo, ainda é um assunto que me fascina bastante!
    Uma pena que a beleza do livro ficou só na capa e a leitura não cumpriu tudo que prometeu! Eu estava super ansiosa para ler e agora já desanimei um pouco.
    Outra coisa que provavelmente eu também não iria gostar seriam os clichês e o fato de a autora se estender em explicações desnecessárias. É horrível pegarmos um livro para ler e sentir que estamos perdendo nosso tempo!
    Vou realmente repensar se deixo o livro na minha lista de desejados!
    Parabéns pela resenha, gostei muito de ter lido!

    ResponderExcluir
  12. Oi Pricila td bem?
    A capa é simplesmente divina de se encher os olhos de um leitor. Eu gostei da ideia do livro e quero muito ler. A escritora pode não ser uma das melhores, mas fiquei bem curiosa para saber toda a historia. Lembra um pouco a serie The Flash que tem uma historia mais ou menos assim. kkkk

    https://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não confio mais na darkside me decepcionei muito com esses livros lindos mas sem conteúdo. Ainda bem que li a resenha se não já ia comprando por impulso.
    Um livro da darkside que me decepcionou foi Crematório, agora sempre leio um resenha antes. Muitos blogs endeusam a darkside mesmo quando o livro não merece.
    Obrigada pela honestidade!

    ResponderExcluir
  14. Priscila!
    Sou mais uma entre tantas pessoas que apreciam o tema viaggem no tempo, porém algumas coisas me deixaram um tanto com pé atrás em relação a esse livro, primeiro o real sentido de eles fazerem a tal volta ao tempo e depois, o romance, que como falou, parece totalmente descencessário e sem propósito na trama...
    Desejo uma semana mais que abençoada e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  15. Cara do céu, a Darkside arrasa demais nas edições dos livros, meu Deus eu fico muito encantada!! Eu gosto muito de temas como viagem no tempo, apesar de ser uma coisa bem atual e complexa. O livro me interessou até, porém o fato de o livro cumprir bem pouco do que prometeu me deixou bem apreensiva, jogar um romance assim meio nada ver e bem do nada na história é uma coisa que nunca dá certo e o fato de ter muuitas explicações desnecessárias me deixa meio desanimada. Não sei se leria, me parece ser mais um daqueles livros com um rostinho bonito mas sem conteúdo nenhum...

    ResponderExcluir
  16. Eu adorei a sinopse deste livro no começo foi porque eu confuso para mim mas depois de outras vezes eu comecei a entender a ideia do livro enfim Adorei a resenha e quero muito ler o livro acho que vai ser uma leitura e tanto

    ResponderExcluir
  17. Amo livros e filmes sobre viagens no tempo, é um dos assuntos que mais me chama a atenção. Gostei do seu ponto de vista, pois quando eu for ler, terei um certo cuidado e não vou criar muita expectativa.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Priscila!!
    Adoro o tema abordado no livro que é viagem no tempo, acho essa edição muito bonita sem dúvida chama muita atenção, mas que pena que teve muita explicação desnecessária na história.
    Bjos

    ResponderExcluir