GODLESS

SINOPSE: Um bandido implacável aterroriza o oeste à procura de um desertor de seu bando que encontrou uma nova vida em uma cidadezinha habitada apenas por mulheres.
TEMPORADAS: 1
EPISÓDIOS: 7
GÊNERO: Faroeste
DURAÇÃO: 60 minutos
ANO DE LANÇAMENTO: 2017
CANAL: Netflix

GODLESS, primeira série limitada original da Netflix, conta a história de Roy Goode, que após uma desavença com Frank Griffin e seu bando, foge roubando o seu dinheiro. Movido pela vingança, Frank começa a caçá-lo, massacrando o que vê pelo caminho. Roy, acaba chegando numa cidade chamada La Belle, no Novo México, que após uma tragédia é composta quase que exclusivamente por mulheres.

O ponto em comum entre os personagens é o sofrimento, há viúvas, órfãos, num cenário de violência e desesperança. Roy (Jack O' Connel) é o protagonista, por mais que tenha crescido em um meio não muito legal, ele se mostra honesto e com sonhos bem ingênuos.

Frank (Jeff Daniels) não falha como vilão, para ele, aquela é um terra "sem Deus", e por isso é cada um por si. A relação familiar deturpada com Roy, e a fachada inofensiva em que se apoia, tornam-o ainda mais fácil de odiar.

Alice Fletcher (Michelle Dockery) é corajosa e cheia de segredos, e a personagem com mais contato com Roy.

Há ainda os irmãos McNue, Bill (Scoot McNairy), o xerife chamado de covarde, e Mary Agnes (Merritt Wever), o mais próximo de uma autoridade de feminina na cidade.

Os ritmo é um pouco lento, com vários flashbacks, o que pode desanimar. Além da trilha sonora ótima, é também possível ver a beleza até nos lugares mais desertos e nos cavalos indomados.

A divulgação da série - tanto o trailer, quanto os pôsteres - podem dar a falsa impressão de que as mulheres são protagonistas da história, coisa que não acontece. Chega a ser frustrante a pouca influência feminina numa cidade onde elas são a maioria. Personagens fortes e independentes, que poderiam ter feito muito mais, mas acabaram como coadjuvantes.

Acima de tudo, passa uma imagem muito forte de luta, seja em duelos sangrentos, ou ainda com as dificuldades da vida. Embora tenha começo, meio e fim, bom em termos de enredo, ficou a sensação de que poderia ter sido muito melhor.

Compartilhe este post:

Maria Luiza

Paraibana, apaixonada por séries de super-heróis (sempre disposta a discutir teorias), livros, química, poesia, músicas antigas, coisas verdes e palavras difíceis.

8 COMENTÁRIOS

  1. Mesmo não sendo tão fã de faroeste, esta série me chamou a atenção desde a primeira vez que vi a chamada para ela em outro blog que participo.
    Amo o trabalho do Jeff Daniels e acho ele um dos maiores atores de todos os tempos(mesmo não tendo visto muita coisa dele nos últimos tempos).
    Vou por na fila..rs(que só aumenta)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Maria!!
    Apesar de não curtir mto o gênero eu fiquei com um pézinho de curiosidade pra ver a série, já ouvi flar q eh bom,, qr dia desses vou lá conferir.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Vi o trailer dessa série e achei interessante por lembrar uns filmes antigos que via e coisas assim. Quanto tempo não vejo nada de Faroeste...
    E toda violência e aquelas lutas e blá blá blá me chamou atenção. Mas confesso que não sei se acabo vendo mesmo. Parece diferente do que imaginei e esse ritmo mais lento, ahh teria que ver no momento certo pra não achar muito chatinho e arrastado sabe? Ainda não acho que assisto, mas quem sabe uma hora...

    ResponderExcluir
  4. Por enquanto só vi o primeiro episódio e esse ritmo lento que você citou não me animou tanto, mas como eu gosto de faroeste pretendo retomar e assistir o restante mais a frente ;)

    ResponderExcluir
  5. Sempre quis ver uma serie estilo faroeste, talvez esta seja a primeira.
    São tantas as series para eu assistir...
    Acho que vou gostar, mesmo não curtindo muito cenas sangrentas.

    https://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Luiza!
    É bem o estilo de filme que maridão gosta, vou indicar para ele.
    Obrigada!
    Desejo uma semana mais que abençoada e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. não é o tipo de série que eu gosto, então n me interessou não, ainda mais por ter o ritmo lento, não é um tipo de série que eu me animaria a assistir!

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que vou assistir essa série simplesmente pelo fato de ser limitada eu já comecei a ficar um pouco estressada de sempre que eu assisto uma série demora uma eternidade para lançar a continuação dela então o fato dela ser limitada realmente já ajuda muito mas por um lado eu não sei se eu gostei muito da sinopse vou ficar para ver o trailer e aí eu decido se assisto ou não

    ResponderExcluir