ORANGE IS THE NEW BLACK

SINOPSE: Quando era jovem, tudo o que Piper Kerman queria era viver novas experiências, conhecer pessoas diferentes e descobrir o que fazer com o diploma recém-adquirido da prestigiosa Smith College. Anos depois, com um bom emprego e prestes a se casar, ela recebe uma visita inesperada: a polícia. Piper estava sendo intimada para responder por envolvimento com o tráfico internacional de drogas. A acusação era verdadeira: recém-formada, Piper teve um caso com uma traficante glamorosa que a convenceu a levar uma maleta de dinheiro para a Europa. Sua aventura pelo submundo do crime voltou à tona no dia em que a polícia bateu à porta dela. Depois de uma dolorosa odisseia pelo sistema judiciário americano, Piper é condenada a quinze meses de detenção numa penitenciária feminina no meio do nada — longe dos amigos, da família e de tudo o que ela conhecia. Em "Orange Is the New Black", Piper apresenta casos curiosos, perturbadores, comoventes e divertidos do dia a dia no presídio. Cercada de criminosas, logo percebe que aquelas mulheres são muito mais complexas do que ela imaginava. Ao mesmo tempo que aprende a conviver com regras arbitrárias e um rigoroso código de conduta, Piper revela as alegrias e angústias das presidiárias e analisa a crueldade com que o sistema carcerário as desumaniza e faz com que sejam invisíveis ao mundo exterior - Piper KERMAN - Editora INTRÍNSECA - 2004 - 304 páginas. 

ORANGE IS THE NEW BLACK é o livro que inspirou a série de mesmo nome da Netflix. Escrito pela autora Piper Kerman, o livro é um relato e uma maneira que ela encontrou para não se esquecer dos desafios que ela enfrentou durante o período que passou presa. A série, atualmente, já conta com cinco temporadas e está no processo de gravação da sexta, que deve ser lançada no próximo ano.

Eu fui uma das pessoas que assistiu a série antes de tomar conhecimento do livro, e esta é uma das minhas séries favoritas. Piper, a protagonista que possui o mesmo nome da autora do livro, é presa por ter se envolvido com o tráfico de drogas de um cartel internacional e, ao longo de quinze meses, ela terá que passar por todos os desafios que se pode encontrar num presídio feminino. Em ambos, livro e série, são discutidas questões polêmicas e recorrentes nos dias atuais, tais como os direitos da população carcerária, os julgamentos discriminatórios nos tribunais, racismo, lesbianismo, violência sexual e a desumanidade por parte de grande parte dos agentes penitenciários para com os presos.

Uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a semelhança entre o conteúdo do livro e o que é representado na série. Enquanto eu lia, era bem fácil lembrar exatamente a cena na série, e as alterações feitas são bem sutis. Exceto uma delas.

No livro, a ex-namorada de Piper chama-se Nora (Alex, na série) e ela é apenas citada em algumas poucas partes dos primeiros capítulos e depois da metade do livro. Enquanto na série, ela aparece desde o início e é uma das personagens de maior destaque junto a Piper. Isso me decepcionou bastante, porque Alex e Piper formam um casal ao longo de quase todo o desenrolar da série, porém é compreensível, uma vez que a adaptação da Netflix também precisava inserir outros detalhes que fizessem os fãs quererem acompanhar cada episódio, além das questões sociais discutidas.

Acredito que, por não ter esta parte do romance retratado na série como um dos tópicos principais da narrativa, o livro não me agradou tanto quanto poderia, porém este também não era o objetivo da obra. Um dos detalhes que eu gostei no livro é que, por mais que seja um relato que envolve bastante sofrimento e violação da humanidade, a história se desenvolveu de maneira bastante fluída e pouco cansativa, sendo que, por mais que me desagradasse o fato de que Piper não ficaria com Nora (Alex!, Alex!, Alex!), a história estava tão bem construída, que estive curiosidade de saber o que aconteceria até o final.

Infelizmente, ORANGE IS THE NEW BLACK é um dos livros que não entra na minha lista de livros favoritos, como já disse acima, não porque não seja um livro bom, ele é muito bem escrito, mas acredito que eu esperava mais da história por causa da série.

Compartilhe este post:

ana lu

Sou Ana Lu e uma das coisas que mais gosto de fazer é ler e ouvir música. Meus livros favoritos são Perdida da autora Carina Rissi e Belo desastre de Jamie McGuire. Eu espero poder compartilhar muitas experiências literárias seguindo sempre o lema "a persistência fez os grandes líderes".

19 COMENTÁRIOS

  1. Algumas vezes, raras vezes, acontece do filme/ série ser melhor que o livro.
    Já passei por essa experiência. De assistir a um filme e ler o livro depois e sentir faltas de cenas que tem no filme e não tem no livro.
    Gosto muito de Orange série, ainda não li o livro e nem sei se vou ler.
    Prefiro a série. Que é fav do 💜

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana.

    Acho que o leitor tem a oportunidade de ver e compreender, através da convivência da Piper, como funciona o sistema penitenciário funciona, e as dificuldades que as detentas passam. Bem como suas privações.

    ResponderExcluir
  3. Também fiz esta "besteira".rs
    Vi a série antes de ler o livro e claramente a leitura foi meio que decepcionante.
    A série é uma das melhores, apesar de muitas cenas super pesadas,mas tipo, recomendo para todos pedindo para retirar as crianças da sala..rs
    O livro achei bem fraco,mas...ainda assim, é uma leitura válida!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Sempre tive curiosidade de ver a série, minha irmã não perde um episódio, diz que é mto bom, mas agora sabendo sobre o livro vou esperar uma oportunidade de ler antes de correr e ver a série.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. Olá Ana, tudo bem?
    Apesar de a série da Netflix ser muito aclamada, ela não conseguiu me interessar. Vi os dois primeiros episódios e acabei deixando de lado.
    Achava que o livro fosse superior à série e achei que talvez me agradasse mais do que assistir seu conteúdo.
    No entanto, lendo sua opinião de fã, percebo que a série é melhor desenvolvida, sempre achamos que o livro vai além do que foi passado na telinha, mas às vezes isso não acontece. Uma grande pena.
    Acho que esta vai ser uma leitura que não vai me agradar, agradeço pela resenha!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana!

    Já vi um pouco da serie, mas não o livro, fiquei super curioso apesar de achar que a serie seja melhor que os livros de series.


    Grande abraço!
    http://www.cafeidilico.com/

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que tinha livro antes de conhecer a série. Já tinha visto tanto dessa série mas livro mesmo fui saber só depois. E deve ser legal mesmo pra quem já assistiu poder rever as coisas que estão iguais, o que muda e etc. Minha irmã começou a assistir e tá me aporrinhando pra ver também xD
    Parece legal, principalmente por todas essas questões que falou, a coisa do preconceito, como é a comunidade e como tudo é feito e etc. Ler ou ver a série deve dar uma luz sobre essas coisas. Mas confesso que não tive tanta vontade de ler esse livro, acho que prefiro assistir a série mesmo...

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Eu não assisti a serie, nem li o livro, mas tambem não gostaria. Não sou a favor de relacionamentos do mesmo sexo acho que é contra a natureza humana. Mas sobre as outras partes até parece ser interessante. Porem não é algo que me agrade. Cada um tem que aprender a fazer o certo e isso não que dizer que concordo com a prisão toda destruída e lotada, acredito que as pessoas podem mudar se tiverem ajuda.

    http://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A série é mil vezes melhor, aliás era melhor.

    ResponderExcluir
  10. Eu sou apaixonada pela série OITNB e fiquei muito curiosa para ler o livro. Mas agora acredito que vou acabar me frustrando um pouco exatamente porque após conhecer a série acabamos depositando expectativas demais no livro e acaba não sendo aquilo que esperamos.

    ResponderExcluir
  11. Ana Lu!
    Acompanho a série no canal fechado e acho a construção das personagens e as histórias diárias, bem formuladas e inteligentes, alé da grande trama que envolve todo o filme.
    Não sabia que tinha um livro sobre o filme e é uma das poucas vezes que o filme parece ser melhor que as descrições do livro.
    Desejo uma semana produtiva e abençoada!
    “Bem aventurados os que mudam suas atitudes sem esperar um ano novo.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. JUro pra você que não sabia da existencia do livro, comecei a assistir a série, mas parei por falta de tempo e etc, mas gostava bastante, achava a série bem divertida, apesar de abordar esses fatos que você mesmo disse, mas abordavam de uma maneira mais fluida e tals. No começo fiquei bem interessada no livro, mas ja vi que tem coisas que eu n irei gostar e caracas Alex ficou beeem mais bonito que Nora kkkk é uma pena que não gostou muito do livro, e é uma das poucas séries que é melhor que o livro haha

    ResponderExcluir
  13. Oi Ana!
    Não fazia ideia de que era baseado em um livro, ainda não vi a série inteira, mas pretendo, vi poucos episódios e adorei.
    O interessante é como mesmo sendo ficção, dá para comparar com a realidade, principalmente nos pontos que falam do racismo e de como é o sistema carcerário!
    Não sei se irei ler, mas a série com certeza pretendo continuar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Eu fiquei interessado em meu livro logo na época que ele lançou mas aí eu vi que tinha a série e quando eu assistir o trailer eu não me interessei e é uma leitura que eu vou deixar de lado até porque não gostei da série e não me interessei muito no livro já que eu soube do que realmente se tratava achei que era sobre uma coisa mas era sobre outra

    ResponderExcluir
  15. Como eu nunca soube que a série partiu de um livro?!? :O estou pasma kkkk não tive tanto interesse em ler a obra, mas com certeza meu interesse em ver a série aumentou muuuuito. Sua resenha ficou simples, tão bem explicada e muito boa! Adorei saber desses detalhes rsrsr

    ResponderExcluir
  16. Eu sou muito fã da série, mas não tenho vontade de ler o livro. O livro me parece ser mais comprometido com a realidade que a verdadeira Piper viveu. E n~~ao tem a Red minha personagem favorita <3

    ResponderExcluir
  17. Olá! Não acompanho essa série, vi alguns episódios, mas não consegui me conectar com ela, acho interessante a série ter sido inspirada em um livro, e ainda mais sabendo que a série conseguiu superar o livro, o que é bem difícil de acontecer.

    ResponderExcluir
  18. Acho que não leria o livro, mas a série com certeza quero assisti, me agradou bastante. E pelo jeito, a série não é tão dramática a ponto de se tornar cansativa.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Ana!!
    Não sabia que a série era baseada em um livro, nunca cheguei a ver nenhum dos episódios mas tenho muita vontade.
    Bjos

    ResponderExcluir