WINTER

SINOPSE: Bestseller do The New York Times, a série Crônicas Lunares conquistou os leitores com sua releitura high-tech de contos de fadas tradicionais. Depois de Cinder, Scarlet e Cress, inspirados, respectivamente, nas histórias de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, Marissa Meyer entrega a eles o último capítulo da série, em que reconta a história de Branca de Neve com tintas distópicas. Na trama, a princesa Winter vive subjugada por sua madrasta, Levana, que inveja sua beleza e não aprova os sentimentos da jovem pelo amigo de infância e belo guarda real Jacin. Mas Winter não é tão frágil quanto parece, e, junto com a ciborgue Cinder e seus aliados, a jovem princesa é capaz de iniciar uma revolução e vencer uma guerra que já está em andamento há muito tempo. Será que Cinder, Scarlet, Cress e Winter podem derrotar Levana e encontrar seus finais felizes? - Marissa MEYER - Editora ROCCO - 2016 - 688 páginas.

Inverno. O que vem a sua mente ao ler essa palavra? Frio, provavelmente. Talvez você veja uma xícara do seu chá favorito bem quente em suas mãos, ou um pão de queijo que acabou de sair do forno, ainda soltando fumaça, com um pouco de requeijão no meio. Você pode visualizar agasalhos e meias grossas e toucas; ou então montes de cobertores e travesseiros, banhos cálidos e demorados. As possibilidades são inúmeras, contudo uma das primeiras imagens que passa por minha cabeça ao pensar no inverno é uma imensidão branca de neve.

WINTER, a mais nova protagonista das Crônicas Lunares, é uma personagem impressionante. Logo de primeira, sua aparente insanidade e seu ponto de vista sofrido foram surpresas – no começo, foram surpresas que eu não sabia qualificar e, depois, mais que bem-vindas, já que o processo de conhecê-la foi diferente para mim, se comparado a como encontrei e assimilei Cinder, Scarlet e Cress. Winter é nossa Branca de Neve. Ela é linda, ainda mais bela que a sua madrasta Levana, e amada pelo povo. Winter é obstinada, gentil e odiada pela rainha – e uma de suas características que mais adoro: ela é negra, com cabelos cacheados e cicatrizes no rosto.

Vamos considerar um pouco sua aparência física: em todos os filmes e livros em que o conto é relatado, a Branca de Neve é descrita como uma moça branca como a neve. Além disso, Marissa Meyer alia a personalidade e a beleza com o nome Winter, que é inverno em inglês. Inverno, que é mais do que a estação de temperatura mais baixa do ano entre o outono e a primavera – inverno que inspira e remete banhos e bebidas quentes, tardes preguiçosas e lembranças bonitas, mas que se refere principalmente a gelo, a imensidões de neve e a frio, coisas que Winter está bem familiarizada.

É para batalhar contra essa umidade condensada e acumulada como geada que reside nela e em seu povo, que Winter se junta à causa de Cinder, que com Scarlet, Cress, Lobo, Capitão Thorne e Kai como aliados, querem destronar a terrível rainha e colocar em seu lugar o líder – ou, mais precisamente, a líder – de direito. Com maestria e uma mão boa para deixar o coração do leitor em frangalhos, a autora nos leva a extremos com todas as reviravoltas e quase derrotas e quase vitórias, testando nossas capacidades cardíacas nesta inestimável e bombástica conclusão.

Os romances iniciados nos livros anteriores ganham mais intensidade e profundidade, entretanto (e com muita alegria) nenhum deles ganha o foco principal. O desenvolvimento da amizade do grupo reunido ao longo das leituras é uma das coisas que mais amei em toda a história, além dos muitos pontos que foram amarrados em nós de formas inesperadas – em nós e em nós, leitores, porque não há como terminar a leitura sem ficar marcado, sem carregar um tiquinho de cada um dos personagens conosco. Não houve nenhum momento, ou contato, forçado entre os personagens, suas relações se constituindo com naturalidade e lealdade admiráveis, cheias de empatia e suporte.

WINTER foi uma leitura intensa, ressignificando os laços de amizade, dever e quão longe as aparências determinam quem somos. Foi de segurar o fôlego e, por várias vezes, eu me vi fechando o livro e encarando a parede por alguns segundos, internalizando tudo o que aconteceu, antes de voltar a ler. A minha experiência com o livro foi excepcional – li mais de quatrocentas páginas de uma só vez e fui presenteada com aquele sentimento ambíguo de mal reconhecer os personagens ao compará-los em WINTER com suas primeiras aparições nas Crônicas Lunares, abastados de evoluções e conquistas pessoais, e ao mesmo tempo enxergar e saber que o potencial de todos eles esteve sempre ali, presente, pronto para virar realidade.

E sei – sei mesmo, gente, me perdoem – que nas resenhas que fiz sobre cada um dos livros da saga, eu disse que aquela era minha edição favorita, mas WINTER é definitivamente o meu favorito de todos – ainda não peguei LEVANA em mãos, então caso eu volte a dizer isso na resenha do livro da vilã da história, não me culpem.

Com letras lindas e em relevo, a capa é de uma beleza ímpar com a mão de Winter segurando a maçã de tons vivos e brilhantes de vermelho e roxo, e as unhas pintadas de vermelho. Delicada e bela como a própria personagem, a capa inspira uma leveza e encanto sem iguais. Outro ponto muito bom da edição é que o livro não é pesado, se examinado em conjunto com os outros livros de quase setecentas páginas, o que facilita e muito a leitura.

Considerando todas as quase mortes de personagens, todas as minhas quase mortes, a beleza da edição, a transformação dos personagens e sua resiliência e determinação pela causa que lutam, somados a amizade extraordinária que constroem e como Winter é um acréscimo imprescindível para o grupo – e para a revolução –, estou completamente satisfeita com o último livro das Crônicas Lunares e tudo o que a autora fez. É difícil eu ler algo em que, no fim, não mudaria absolutamente nada, mas WINTER, junto de seus três outros livros, conseguiu o que, para mim, seria um término perfeito. Talvez o único defeito desta saga seja o fato de que ela teve seu fim.

Este livro foi o conforto de uma tarde passada em cobertores com chá quente e pão de queijo com requeijão, contudo também foi frio, causou arrepios e desespero. Fora tudo o que o fechamento de uma grande saga deveria ser. WINTER, CINDER, SCARLET e CRESS são, sem sombra de dúvida, uma das melhores fantasias – e ficção-científica, e distopia, e livros young adult e romance, tudo isso dosado de maneira sensata e muito mais – que já tive a oportunidade de ler.


Compartilhe este post:

Layla

Estudante de psicologia e da arte de fazer das emoções palavras e das palavras óticas com grau certo pra qualquer um que queira ver as coisas de maneira diferente.

21 COMENTÁRIOS

  1. Uauuuu! Que resenha maravilhosa.super instigante.
    Já conhecia a série pelo Skoob mas nunca havia me interessado mas depois dessa resenha, tudo mudou.
    Preciso conhecer Winter. Parece ser uma personagem emponderada.
    Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha se interessado, C! É uma série incrível com personagens incríveis, e a Winter é só mais uma delas. Espero que você possa ler os livros e que goste tanto quanto eu.

      Excluir
  2. Oi, Layla.

    Nossa, muito bom a autora querer diferenciar o livro, e ter como protagonista uma negra.

    Juntamente com essa união de forças para acabar com as maldades da Rainha Kevana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora fez um trabalho sensacional com os personagens e todo o enredo! Me apaixonei de verdade pelos livros e pretendo acompanhar tudo dela, é realmente genial.

      Excluir
  3. Esta sim é uma saga de respeito! Desde o primeiro livro lançado, já era certeza de sucesso. As capas são um espetáculo à parte, mas devo confessar que esta na minha humilde opinião, é a mais linda!
    Eu amo livros assim, que tem feito uma releitura dos contos de fadas em outras versões, em outros formatos.
    E um ponto importante, deixar o romance em segundo plano, enfatizando a amizade e a união.
    Quero muito poder conferir todos os livros!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a capa mais bonita mesmo, sem dúvida! E é uma saga de respeito total hahaha é boa demais, desde o primeiro livro até esse! Espero de verdade que você tenha a oportunidade de conferir esses livros.

      Excluir
  4. Oi Layla!
    Babando nessa saga que me prendeu desde o lançamento, venho lendo mto sobre ela e cada vez mais me interessando e gostando, espero mto conseguir ler ainda este ano, as capas e os enredos estão lindos....
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia os livros e a sinopse dele não me interessou, nunca fui muito chegada à (re)contos de princesas e tal maaas isso mudou quando você explicou a aparência de Winter, meu Deus, me apaixonei em alguns segundos! Não sei se leria os livros, mas a curiosidade me tomou nessa história e saber que tem o livro da vilã, fiquei curiosa tbm. Sua resenha ficou ótima e me deixou com muita vontade de pão de queijo com requeijão :p

    ResponderExcluir
  6. Layla que resenha linda, só aumenta minha animação pra ler a série. E que delicia é ler um livro favorito e vê-lo perder o posto de favorito pra sequencia e assim por diante até chegar no última e esse parece ter sido aquele último com "u" maiúsculo, com ação, romances, reviravoltas e uma protagonista negra linda. Amei a resenha, tenho que ler essa série ;)

    ResponderExcluir
  7. Ahh esse livro. Deu até uma pena acabar, mas foi um que devorei e muito rápido, talvez o mais rápido que li da série. Que livro bom! O ritmo dele é uma loucura e é tanta coisa acontecendo né? Tanto problema surgindo e o pessoal tendo que se virar, as perdas, as dificuldades, as reviravoltas...ai, haja folego! E gostei muito de como a amizade deles é desenvolvida nesse contexto. Foi uma boa jogada mesmo não focar tanto em romance e mais no que cada personagem consegue fazer pra ajudar messa luta e coisas assim. Amei os desfechos dos personagens. Teve coisa que me desesperou, as partes do Lobo então foi um susto atrás do outro. Winter foi outra, quando foi chegando mais pro final meu, que sufoco!
    É difícil escolher o favorito da série mesmo, a cada livro achava um novo. Esse só perde para o anterior porque confesso que aquele lá me deu um treco pra ler. Mas esse também me deu um treco pra ler, então é complicado escolher um favorito sem pensar se o outro não é xD
    Entende essa loucura? A série é boa demais, acho que todos são favoritos!
    Levana é bom também, faz a gente pensar como as coisas podem mudar e no que as pessoas estão dispostas a fazer. Se ler vai entender isso. Gostei muito de como a autora apresentou essa vilã e foi um livro que me surpreendeu porque deu uma nova visão dela. É bem doido. O único problema da série é que ela caba mesmo né! Ê vontade de ler tudo de novo que me dá ao ver alguém falando desses livros...

    ResponderExcluir
  8. Olá Layla, tudo bem?
    Tive a oportunidade de ler os dois primeiros livros desta série e gostei bastante! Li também a sua resenha aqui do terceiro livro, e fiquei super interessada em prosseguir com a leitura da saga.
    Neste último livro, a estória parece ser fechada com chave do ouro. É muito bom quando não conseguimos escolher um livro favorito da série, é sinal de que todos são ótimos! Gostei bastante dele lidar com a transformação das personagens, e de equilibrar ao mesmo tempo confortável e desesperadora!
    Recentemente, tive a oportunidade de ler "Levana" e achei muito interessante voltar a esse universo a partir de outro ponto de vista.
    Agora preciso urgentemente ler os dois últimos livros da saga!

    ResponderExcluir
  9. Essa resenha foi o incentivo que eu precisava. Faz tempo que Cinder estava parado na minha estante, eu não tinha muitas expectativas ou vontade de ler essa série mas agora estou muito empolgada em saber que não é só mais uma recontagem das historias de princesa. Fiquei muito contente em saber que as protagonistas são fortes.
    Obrigada pela dica!! :D

    ResponderExcluir
  10. Caramba, amei de mais.
    Ainda não li nenhum livro da Crônicas Lunares, mas já vi as capas que são incriveis.
    Amo contos de fadas e tambem as releituras, são tantas as ideias e formas de contar a mesma historia, acho isso divertido.
    Fiquei com muita vontade de ler, espero conseguir ler ainda este ano.

    http://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Layla!
    Ficamos tristes quando uma série de livros que gostamos, termina.
    O lado bom é que terminou a contento e vai deixar saudades.
    Gosto de distopias e ver uma versão da Branca de Neve com uma protagonista negra, foge aos padrões do comum.
    E ainda tem romance, né? O que conquista ainda mais.
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Eu sou apaixonada por releituras de clássicos principalmente dos Contos de Fadas. Cheguei até mesmo iniciar Cinter mas acabei não continuando.

    Eu queria muita que tivesse um livro sobre a Bela e a Fera e a série acabou fechando com Branca de Neve. Espero no futuro que a escritora acabe fazendo porque tenho muito interesse em terminar a série mas por causa disso acabei perdendo um pouco o interesse.

    ResponderExcluir
  13. tenhoo muuita vontade de ler essa saga, todos falam muuito bem delas!!! Já li resenha de todos os livros e elas aumentaram ainda mais a vontade de ler, é tão exclusivo e unico e adorei que a Branca de neve é negra, gente adorei mesmoooooo !!! quero muito ler essa saga, não faz mal, fico feliz que tdos os livros tenham sido os melhores da saga para você hahaha !

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não li esse livro da série porque eu parei no segundo Scarlet mas eu fiquei apaixonada quando em verso que a autora criou no começo do primeiro livro eu ficava muito perdida com termos muito científicos e tecnológicos mais em nada atrapalha o andamento dessa leitura maravilhosa e até agora o segundo livro foi o meu favorito

    ResponderExcluir
  15. Oi Layla
    Depois de várias resenhas, ainda fico chateada de não ter conseguido comprar os livros. Por ser uma releitura de contos de fadas eu já amei, tendo alguns aspectos originais então, como a personagem principal ser negra, achei ótimo essa mudança. Mesmo não lendo os primeiros livros, essa mistura de todos os personagens em um círculo de amizade é algo que me chama atenção, fora que tem o romance né, como adoro, claro que fiquei curiosa.
    Tenho que elogiar a capa, ou melhor, todas as capas da série, representam bem os contos e além disso ficaram maravilhosas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá! Ainda não terminei essa série, mas estou enlouquecida para chegar ao final, a série é maravilhosa, as capas dos livros então, uma mais linda que a outra, e essa mistura de distopia com conto de fadas é incrível, muito bom saber que o final da série foi ótimo, também vou querer ler o livro da vilã, para decidir qual será o meu favorito.

    ResponderExcluir
  17. Gosto de releituras, principalmente aquelas que nos prende a história do início ao fim. Quero muito ler essa saga, amo esses livrinhos fantasiosos. Curti muito.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Layla!!
    Estou louca para adquirir essa série mas infelizmente ainda não conseguir comprar nenhum dos livros!! Mas sou grande fã de releituras!!
    Bjos

    ResponderExcluir