MARIA MADALENA

SINOPSE: A história de uma das figuras mais enigmáticas e incompreendidas da história bíblica: Maria Madalena. Em busca de uma nova maneira de viver, contrariando as pressões da sociedade, sua família e o machismo de alguns apóstolos, a jovem pescadora junta-se a Jesus de Nazaré em sua incansável missão de propagar a fé.
DIREÇÃO: Garth DAVIS
DISTRIBUIÇÃO: Universal Pictures
DURAÇÃO: 1H59
ELENCO: Rooney MARA, Joaquin PHOENIX, Chiwetel EJIOFOR e Denis MENOCHET

A vida de Jesus Cristo talvez seja uma das histórias mais conhecidas mundialmente. Já foi adaptada e retratada de várias formas, e como estamos próximos ao período da Semana Santa e da Páscoa, sempre tem algum lançamento nos cinemas sobre esse tema. A bola da vez é uma produção sobre Maria Madalena, uma mulher extremamente injustiçada pela história, que finalmente ganhou destaque numa grande produção.

A trama segue a jovem Maria Madalena, que ocupa seu tempo ajudando o pai em plantações e pescaria. É batalhadora e extremamente dedicada em tudo o que faz. Tem o dom da compreensão e da sutileza, algo que emana para quem está ao seu lado. Tudo ia bem até Maria receber a notícia de que irá se casar com um homem mais velho de uma tribo distante. Não desejando essa união, Maria entra num desespero interno e logo é acusada de ter demônios dentro de si, só por não querer aceitar tudo o que a sociedade lhe impõe. As coisas mudam quando um estranho grupo de homens chega à sua vila para pregar a palavra de um novo reino e do fim da opressão que tanto sofriam dos romanos. Um dos homens se chamava Jesus, e Ele curava a todos em que tocava, inclusive Maria, que em seguida decide abandonar tudo e seguí-Lo.

É importante lembrar que nessa época as mulheres não tinham direitos e viviam sem nenhum grau de igualdade entre os homens. Outra coisa é que Maria Madalena nunca foi prostituta, os anos transformaram essa mentira em conhecimento comum e, infelizmente, até hoje, muitos acreditam nisso, mesmo que na Bíblia não exista nenhuma prova. O roteiro trabalha a vida de Maria bem antes de Jesus e também depois de Sua morte. Ela é a protagonista, seu ponto de vista é sempre o primeiro a ser explorado, ela sempre tem algo diferente a dizer sobre determinada situação e nunca tem medo de arriscar. A trama é cheia de paralelos com o mundo dos dias de hoje, onde uma mulher não pode querer fazer outra coisa, senão é tachada como louca ou possuída por demônios. Ela não queria se casar, ela sentia que poderia ajudar os outros, e de fato ajudou muitas mulheres com batizados, purificações e palavras, chegava a lugares onde até mesmo os discípulos tinham dificuldades de alcançar.

O filme tem um ritmo lento e talvez não agrade a todos por sua inercia muito necessária para o desenvolvimento de sua personagem. E mesmo acompanhando uma história que o espectador acha que conhece, a trama se destaca muito no olhar dado a fatos de conhecimento geral. Temos as passagens famosas de Jesus e os apóstolos pregando sobre o grão de mostarda, a chegada a Jerusalém, Sua crucificação e ressureição. Mas acompanhamos tudo pelo olhar doloroso de Maria Madalena, que sofreu junto com Jesus até o final e que no futuro foi honrada com o primeiro vislumbre do Salvador ressuscitado. E para nossa felicidade, o roteiro não para por aí, segue acompanhando Maria sendo injustiçada até mesmo pelos próprios discípulos, que não acreditavam no seu relato da ressureição, e o fim disso é uma inspiração para todos, principalmente para as mulheres. Você não precisa da aprovação dos outros, o que importa é a certeza, a verdade que reside no seu coração.

O elenco só tem gente talentosa e premiada; no topo temos Rooney Mara, como Maria Madalena. Dizer que a atriz é talentosa, é quase como dizer que o sol é quente, mas seu desempenho aqui ultrapassa a barreira do sentimentalismo. A atriz não precisa nem de palavras para se destacar, seus olhares marcantes e as expressões de felicidade e dor impactam ao mesmo tempo em que desenvolvem uma grande mulher numa jornada difícil.

Joaquin Phoenix vive Jesus e sua leitura do personagem é bem interessante por ter uma grande presença em cena e uma onipresença própria. Chiwetel Ejiofor vive o apóstolo Pedro, talvez o mais próximo de um antagonista, já que a presença de Maria o incomoda um bocado por vários motivos e o ator transmite tudo isso de forma muito convincente.

A beleza da produção chega a ser absurda de tão grande, todas as locações em lugares remotos e as paisagens usadas no filme são para ninguém botar defeito. Destaque também para a belíssima trilha sonora e os figurinos de época desenvolvidos com uma precisão e detalhes.

MARIA MADALENA é um daqueles filmes que estreiam na data certa, e aborda temas muito atuais e importantes, como a visão da mulher na sociedade e toda a igualdade pela qual lutam até hoje. É um filme que ultrapassa o lado religioso e é carregado de mensagens importantes para qualquer pessoa. Nada aqui é apelativo ou ofensivo e nem tenta converter a força o espectador. Vale muito seu tempo!

Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

12 COMENTÁRIOS

  1. Irei assistir com certeza. A história é a vida de Maria Madalena sempre me fascinou muito.
    Jamais imaginaria Rooney nesse papel mas pelo trailer parece que ela o retrata brilhantemente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não imaginava a Rooney nesse papel. A atriz sempre tem um desempenho mais agressivo e intenso, não combinava com a personagem do filme. Mas felizmente ela é uma grande atriz e conseguiu se destacar novamente.

      Excluir
  2. Sem nenhuma dúvida, eu irei assistir! Sou católica praticante e este é um dos filmes mais aguardados por mim, ainda mais nesta semana que quase se inicia e para nós, é uma semana das mais importantes possíveis.
    Maria Madalena sempre foi como uma coadjuvante em toda a grandiosa história de Jesus e com esse longa, ela consegue seu papel de verdade, quem foi e sua importância na vida do Pai!
    Rooney é o tipo de atriz que não precisa de nenhuma palavra. Ela atua com os olhos, com sua expressões e gosto também demais do trabalho de Phoenix!
    Verei com toda a certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é uma boa pedida para a semana santa, tem muitas mensagens bonitas e carrega muito bem todo o espirito dessa época tão importante para nós católicos.

      Excluir
  3. Mas tá aí uma personagem com a qual fui enganada a vida toda. Acreditava que era uma prostituta também e só depois fiquei sabendo disso de não ter nada falando na Bíblia e essas coisas. Faz a gente ver como uma visão diferente da sociedade prejudicava aquelas que não se encaixavam no padrão deles. Triste viu...
    Achei bem legal uma produção com destaque nela. Me deu vontade de ver e conhecer um pouco mais da personagem assim. E nesses nossos tempos é mesmo interessante uma produção que destaque as injustiças que a mulher passa, a força que ela tem e todas essas coisas. Adorei a ideia desse filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia por si só é muito legal mesmo e felizmente o filme faz jus e entrega um resultado interessante. Além de ser muito importante para corrigir erros que a sociedade tenta nos passar.

      Excluir
  4. Rafael!
    Muito feliz em ver que trouxeram a visão feminina e de uma mulher 'questionável" para a época, dando brilho a personagem de Maria Madalena.
    Adorei!
    "Você não precisa da aprovação dos outros, o que importa é a certeza, a verdade que reside no seu coração."
    Preciso assistir.
    Bom domingo de luz e paz!
    “Não acredite em tudo que ouvires! Há mentiras que sempre serão ditas, e verdades que jamais serão pronunciadas...” (Eliane Azevedo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além de ser uma importante personagem feminina, ela é um simbolo e inspiração para muitas pessoas. Incrível demais todo o proposito e importância que esse filme carrega.

      Excluir
  5. Oi Rafael!
    Acredita que vi apenas o filme Paixão de Cristo, ouvi mto flar de Maria Madalena mas nunca vi filmes e nem li nd sobre, vou procurar conhecer mais pois fiquei fascinada com sinopse.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um filme muito necessário né, por apresentar essa personagem tão emblemática pro grande publico que quase a conhece. A Paixão de Cristo é outro filmaço!

      Excluir
  6. Eu não assisto filmes bíblicos com muita frequência Mas gostei da história desse e eu tenho certeza que meu pai adoraria então valeu a sugestão não sei se eu vou realmente assistir mas ele com certeza irá

    ResponderExcluir
  7. Realmente ela é uma figura super importante para a religião e muitas vezes esquecida de ser comentada por algumas pessoas, apesar de minha religião não ser a católica tenho muito respeito pelos ícones religiosos de todo o tipo e gosto muito de ler ou assistir filmes com essas personalidades, gostei da indicação e vou procurar assistir!

    ResponderExcluir