SERAFINA E A CAPA PRETA


SINOPSE: Serafina nunca teve motivos para desobedecer ao seu pai e se aventurar além da Mansão Biltmore. Há espaço de sobra para ser explorado naquela casa imensa, embora ela precise tomar cuidado para jamais ser vista. Nenhum dos ricaços lá de cima sabe da existência de Serafina; ela e o pai, o responsável pela manutenção das máquinas, moram secretamente no porão desde que a garota se entende por gente. Mas quando as crianças da propriedade começam a desaparecer, somente Serafina sabe quem é o culpado: um homem aterrorizante, vestido com uma capa preta, que espreita pelos corredores de Biltmore à noite. Após ela própria ter conseguido – depois de uma incrível disputa de habilidades – escapar do vilão, Serafina arriscará tudo ao unir forças com Braeden Vanderbilt, o jovem sobrinho dos donos de Biltmore. Braeden e Serafina deverão descobrir a verdadeira identidade do Homem da Capa Preta antes que todas as crianças... A busca de Serafina a levará ao interior da mesma floresta que tanto aprendeu a temer. Lá, descobrirá um esquecido legado de magia, que tem relação com a sua própria origem. Para salvar as crianças, Serafina deverá procurar as respostas que solucionarão o quebra-cabeça do seu passado - Robert BEATTY - Editora VALENTINA - 2018 - 240 páginas.

Morando escondida no porão de uma mansão junto com seu pai, Serafina está acostumada a explorar os corredores da grande casa quando todos os moradores estão dormindo. Apesar de não entender muito bem o porquê de ter que se esconder, Serafina se diverte à sua própria maneira.

Inteligente e curiosa, Serafina não é muito diferente de qualquer outra criança da sua idade. Porém, o fato de ser muito sozinha, sempre faz com que ela se sinta estranha. Além do fator solidão, Serafina, de fato, possui algumas características peculiares, que ficam evidentes para o leitor nas primeiras páginas.

A protagonista é uma personagem que nos conquista logo no início da leitura. Sua visão bastante fantástica do mundo à sua volta nos encanta e nos dá o pontapé inicial da leitura.

Outros personagens nos são apresentados ao longo do livro e todos eles são igualmente interessantes, com destaque especial para Braeden.

Determinada a acabar com a onda de desaparecimentos de crianças e deter o homem da capa preta, Serafina irá enfrentar seus maiores medos, ao mesmo tempo em que vive uma jornada de descobertas e autoconhecimento.

Apesar de parecer um livro feito para o público infantil, SERAFINA E A CAPA PRETA possui algumas passagens realmente perturbadoras, com a presença de muito sangue e crueldade e, em minha opinião, o livro é bem mais indicado para o público jovem adulto.

O livro se assemelha mais a um mistério investigativo, já que a protagonista está em busca de respostas e deseja, mais do que qualquer coisa, colocar um fim na série de eventos assustadores que se desencadeiam após a fatídica noite em que vê o homem da capa preta pela primeira vez.

O livro é curto e a história se desenvolve alternando momentos tensos e de acontecimentos rápidos, com passagens mais descritivas, dando um alívio ao leitor até a próxima aventura.

Esse é um daqueles livros que fazem o leitor se sentir parte da investigação, lançando pequenas pistas para que tentemos encontrar as respostas. No entanto, o maior mistério do livro é a origem incerta da protagonista e é essa investigação que mais instiga o leitor. O livro realmente consegue deixar o leitor curioso.

Por se tratar de um livro curto, a sinopse acaba revelando muito sobre a história. Por isso, as maiores surpresas ficam, de fato, para o final do livro. E acreditem: vale a pena. O final se desenvolve em um ritmo delicioso e cheio de surpresas.

Sensível e cheia de detalhes, a narrativa é envolvente, abusando da descrição de cenários, vestimentas e evidenciando a discrepância entre a vida simples e reclusa que Serafina leva e a vida abundante dos moradores da mansão.

Narrado em terceira pessoa e com capítulos curtos, SERAFINA E A CAPA PRETA é uma ótima opção para quem busca um livro rápido e diverdido, com um mistério intrigante e uma protagonista adorável. Inclusive, o livro é ideal para maratonas literárias.

O trabalho da editora está uma graça. A capa é linda, o material é ótimo e a diagramação está impecável.

Compartilhe este post:

18 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Priscila.

    Tô com uma pulga atrás da orelha... Já tô criando teorias... Será o pai dela, da Serafina, o tal Homem da Capa Preta?

    Talvez ele queria a manter escondida do mundo e de sua maldade... Afinal, há uma razão para ela ser mantida reclusa.

    ResponderExcluir
  2. Já conhecia Serafina e A Capa Preta das redes sociais da editora Valentina e de vários instagrans literários.
    E fiquei com vontade de ler pois adoro livros narrados ou protagonizados por crianças. Neste livro Serafina parece ser uma futura heroína ou mulher emponderada que busca sozinha e/ou talvez com pouca ajuda resolver os problemas que surgem no seu dia a dia. Sem perder a inocência e com um toque de ternura e magia.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito do carinho que a Valentina tem com suas capas! A gente sempre se surpreende com isso e também com a diagramação.
    Só tinha visto a capa deste livro pelo mundo literário,mas esta é a primeira resenha que leio e já vou mandar o livro para a lista de desejados.
    Adoro livros juvenis, mesmo com isso de sangue e maldade..rs Não sei exatamente os motivos, mas ao ler a resenha, me veio muito Coraline! Talvez pela curiosidade e solidão da personagem.
    Se tiver oportunidade, quero muito poder conferir!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Priscila!
    O livro está lindo, essa capa é maravilhosa, desde que vi o lançamento fiquei com vontade de conhecer, o enredo parece agradar o leitor e adoro qdo apenas lendo resenhas o livro me prende, espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Esse livro me fez lembrar da menina que roubava livros e Coraline, não sei se vai ter várias coisas em comum,mas me lembrei imediatamente,assim que li a resenha...como uma fusão dos dois livros de sucesso!!!

    ResponderExcluir
  6. Já gostei do estilo dele ser bem mais do que pensei a princípio. Tinha achado que era uma coisa mais infantil mesmo, mas pelo visto tem um lado um tanto sombrio que fica mais interessante pra alguém um pouco mais velho. E esse tom de investigação e juntar pistas da história me chama atenção, adoro coisas assim. Parece bem legal, gostei dele e deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. Oi Priscila!
    Fiquei encantada com a capa, tanto que mesmo não lendo infanto juvenil coloquei o livro na lista de desejados, rs. Não esperava uma história tão fofa e com reviravoltas como disse, achei que seria bem parada e clichê, me surpreendi com a resenha... Fora que bateu curiosidade também para saber o porquê de Serafina ter que se manter escondida! A protagonista parece mesmo uma graça, quero mto ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que delícia de livro hein?! Só de ler essa resenha, já me senti na história rsrs adorei o trecho em que você diz: "Esse é um daqueles livros que fazem o leitor se sentir parte da investigação, lançando pequenas pistas para que tentemos encontrar as respostas." Se eu senti isso ao ler esse post, imagina lendo o livro? Nossa, o Gettub aumenta ainda mais minha interminável lista de livros para serem lidos rsrs E meio que fiquei com o mesmo pressentimento que a Daiane Araújo (Que comentou aqui também), será que o pai é o homem da capa preta? Bom, isso eu só vou descobrir, quando eu ler o livro.
    Adorei a capa, está simplesmente belíssima. Já nos enche os olhos a primeira vista. :)

    ResponderExcluir
  9. Participei de uma ação bem pequena da Editora Valentina na divulgação do livro acima, era para que nós no instagram fizéssemos uma foto com um objeto de cunho mágico que tivesse um lado bom e um lado ruim, e assim poderíamos ter uma ideia de como a história se desenvolvia. Acho que é o tipo de leitura que eu queria para minhas sobrinhas elas não são muito afim de ler e essas leituras fofas podem desenvolver esse hábito de forma mais leve!

    ResponderExcluir
  10. Olá, adoro livros que incitam o leitor a desvendar a trama, com as pistas disponibilizadas. Além disso, as descrições detalhadas dos cenários corroboram para uma leitura ainda mais significativa. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Priscila!
    Vi muita divulgação dese livro e como gosto das leituras mais infantos, fiquei intrigada com todo mistério que ronda o livro e quero ler para descobrir quem é esse tal homem da capa preta.
    Bom final de semana!
    “Os lírios não bastam. As leis não nascem das flores. Meu nome é luta, e escreve-se na história.” (Luciana Maria Tico-tico)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  12. Oi Priscila.
    Vi várias resenhas positivas sobre esse livro e estou bem curiosa sobre a história.
    Não leio mais sinopses de livros, pois muitas sinopses dão spoilers sobre a história ou passam uma ideia de história, mas acaba sendo bem diferente do divulgado.
    Seraphina parece uma garota corajosa que irá se aventurar bastante para deter o homem da capa preta.
    Espero ler o livro em breve.
    Adorei a capa desse livro. É tão linda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá! Gosto muito quando a história nos conecta de uma maneira tão intensa, que sem perceber, estamos dentro dela procurando desvendar os mistérios. Serafina já me encantou só com a resenha, imagina quando ler o livro. Curiosa mais que assumida já estou aqui confabulando o que poderá ter acontecido a essas crianças e quais mistérios cercam o passado da protagonista e o mais importante que será esse homem da capa preta. A capa está realmente linda.

    ResponderExcluir
  14. Olá
    Só a capa do livro já me chama atenção, já da aquela vontade de ler, sabe? Sempre que via a capa imaginava uma historia completamente diferente da que pude perceber aqui nessa resenha. Não que isso seja negativo, pelo ao contrário! A história me parece muito mais interessante agora...
    Parabéns pela resenha! Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Amei a resenha, só ouvi falar bem desse livro e tenho uma enorme vontade de ler ele! Só pela resenha já fiquei encantada, e essa capa? é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  16. Tenho muita vontade de ler esse livro Até porque eu amo livros de fantasia infanto-juvenil e eu adorei a premissa da história só não sei se vai ser uma série ou uma trilogia Só espero que a continuação não demore tanto assim a sair até porque eu adorei essa capa e também a sua resenha

    ResponderExcluir
  17. Oi, Priscila!!!
    Também gostei muito da escolha da capa que ficou linda demais!! Adoro um bom livro de mistério e cheio de aventuras e charadas!! Sem dúvida é uma ótima indicação de uma história infanto-juvenil!!
    Bjos

    ResponderExcluir