ANEXOS

SINOPSE: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. Todo mundo na redação sabe. É política da empresa. Mas elas não conseguem levar isso tão a sério e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que esse é, agora, o seu trabalho, ler os e-mails de outras pessoas. Quando candidatou-se para ser "Agente de Segurança da Internet", imaginou-se construindo firewalls e desmascarando hackers, e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada duma piada suja. Quando Lincoln depara-se com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de cativar-se e divertir-se por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está apaixonando-se por Beth, é tarde demais para apresentar-se. Afinal, o que ele diria... ? - Rainbow ROWELL - Editora NOVO SÉCULO - 2014 - 368 páginas.

Esse foi meu primeiro contato com a escrita de Rainbow Rowell, que era uma autora que estava na minha lista de "autores que preciso ler" há um bom tempo. Gostei bastante da escrita que, de uma forma divertida, conseguiu tratar sobre vários temas reais e conhecidos por todos. Fiquei muito feliz em saber que ANEXOS foi o primeiro livro da autora, o que aumentou minhas expectativas quanto às suas outras obras.

Beth e Jennifer são amigas que trabalham em um jornal e costumam trocar e-mails um tanto pessoais, mesmo sabendo que alguém monitora todas as conversas. Elas compartilham diversos assuntos de suas vidas, seus dramas e insatisfações, mas sempre com bom humor. Beth namora Chris, um guitarrista muito charmoso, que mesmo morando com ela, não parece se importar com sua presença.Os dois namoram há quase uma década e parece que não vai passar disso, apenas um namoro. Jennifer é casada com Mitch, um rapaz maravilhoso e que deseja muito ter um filho, ao contrário da esposa.

Lincoln foi contratado para ler os e-mails do jornal, a fim de saber se estavam trocando e-mails pessoais ou impróprios e notificar ao seu superior, para que quem tivesse escrito fosse advertido de que estava fazendo algo ilegal. Porém, quando o e-mail das amigas cai em sua caixa, ele sabe que deve reportá-lo, mas não o faz e acaba se envolvendo com histórias das duas. Não havia nada impróprio ali, eram apenas coisas da vida, problemas reais tratados de forma cômica.

Passado algum tempo, ele sente que está se apaixonando por Beth, mesmo sem a ter visto ao menos uma vez. Ele sabe que nunca vai poder falar com ela sobre o que sente, já que teria que admitir que lera seus e-mails. Outro ponto complicado nessa história, é que ele sabe que Beth tem um namorado, então jamais deveria expressar seus sentimentos por ela.

Como citei no começo, gostei bastante da forma como a autora desenvolveu tudo. Ela conseguiu criar uma história improvável e crível ao mesmo tempo. Tudo acontece entre os anos de 1999 e 2000, ou seja, uma época onde não havia WhatsApp. E-mails eram a forma mais prática de se comunicar, e era isso que as amigas faziam para manter o papo em dia. Em todo o livro, o diálogo entre Beth e Jennifer acontece através desses e-mails, foi uma forma bem diferente da autora explorar a vidas das duas e que deu muito certo.

No começo tive um pouco de dificuldade em diferenciá-las e precisava ficar conferindo quem estava mandando e-mail pra quem, mas ao longo dos capítulos, comecei a distinguir cada uma devido às diferentes personalidades. Pode parecer que através de e-mail não é possível conhecer alguém, mas nesse caso, foi sim, e até se tornou fácil se apegar às amigas. Confesso que até eu seria amiga daquelas duas!

Rainbow conseguiu criar personagens que condizem com a realidade, Lincoln amadureceu muito durante a história, ele é um rapaz simpático e bondoso, mas que ao mesmo tempo tem baixa autoestima e é bem fechado. Com quase 30 anos, ainda morava com a mãe, um tanto controladora que o trata como criança. Ao desenrolar da história, ele vai tentando mudar esses aspectos. Já Beth é engraçada, sonhadora e tem alguns problemas com sua aparência. Jennifer é cheia de dilemas, uma hora quer uma coisa, na outra, quer outra. É impossível não se identificar com algum deles em certos momentos.

Narrado em terceira pessoa, quase que totalmente sob a perspectiva de Lincoln, o livro é apaixonante, não tem nada escrachado. O romance vai acontecendo de uma forma lenta e platônica, mas nada monótona, já que vários capítulos são sobre a vida de Lincoln, que também tem seus dilemas para tratar. Foi fofo como ele se apaixonou pelo jeito de Beth, antes mesmo de saber qual era sua aparência, é um modo bem inusitado de se apaixonar, diferente de todos os livros que li. Achei engraçado como ele sempre ficava pensando se alguém que ele cruzava era a moça dos e-mails, pois ele não tem nenhuma informação sobre as características físicas de Beth.

O final me agradou bastante e não ficaram pontas soltas. Esse é um livro estilo chick lit, um gênero que não costumo ler muito, e após encerrar a leitura, questionei-me sobre por quê não leio tantos livros assim. São muito bons e acho que vão começar a fazer parte da minha lista de desejados. Enfim, foi uma leitura muito leve e prazerosa, que eu indicaria para qualquer um que deseja ler algo cativante e divertido.


Compartilhe este post:

Thuanne Souza

Paulista, assistente administrativa e estudante de Farmácia ❤ Sempre tentando ser alguém melhor e seguindo o lema “levo a vida devagar pra não faltar amor.” Apaixonada por músicas (principalmente as nacionais) e livros. Aprendendo a gostar de outros gêneros, além dos romances clichês.

14 COMENTÁRIOS

  1. Bate aqui Thane ✋. Anexos também foi meu primeiro contato com a escrita da maravilhosa Rainbow Rowell e foi amor à primeira leitura.
    Anexos me fez rir pensar e né encantar por Lincoln. e foi uma leitura 5 estrelas.
    É visível o amadurecimento dos três personagens principais.
    Super recomendo não só esse livro mas todos os outros da Rainbow

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Thuane!
    Eu ainda não li ele, mas ainda bem que a história é boa. Se antes eu já estava ansiosa para ler agora vendo sua resenha minha ansiedade se multiplicou. Achei a capa um amorzinho, essa será a minha segunda experiência digamos com a escrita da Raibow, o primeiro dela que li foi Eleanor e Park, que amei a história e chorei horrores no final hahahahaha espero que nessa história eu tenha os mesmos sentimentos. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nada da autora, mas é bastante comentada e provavelmente logo irei conhecê-la. Eu ainda não tinha lido nada em relação a este livro, só me instigou mais a lê-lo. Espero fazer isso logo!

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh quero ler já!! Amei a resenha! ❤

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thuanne.

    Bom, com certeza a Beth não imaginaria que estaria sendo monitorada por alguém, e que esse alguém poderia desenvolver sentimentos por ela, pois é uma circunstância nada comum...

    ResponderExcluir
  6. Também não costumo ler muitos livros do gênero e vivo me questionando os motivos de não fazer isso mais vezes, ainda mais por sempre trazerem histórias mais leves e descontraídas.
    Ainda não li este livro,mas adorei tudo que li acima. O amor pode acontecer de tantas maneiras que a gente se pega suspirando só de imaginar as situações.
    Conhecer alguém por dentro antes de ver ela por fora! Mágico e aconchegante ao coração de pessoas como eu, que vivem por amor.
    Gostei também de ler sobre o amadurecimento dos três personagens e o livro já vai para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Gosto do estilo de escrita da autora, os livros que li dela até que me prenderam bastante. Esse foi um que fiquei de ler e não consegui. Mas é legal, acho que iria gostar bastante também. Essa amizade dos personagens, a coisa do email pra se comunicar e como passa uma sensação de tempo diferente por isso, já que hoje em dia é tão mais fácil, foi bem interessante. E parece que vai ter coisa fácil pra se identificar com algum deles ou todos, eles têm aquelas características de vida e personalidade que a gente se identifica fácil. Bem legal.

    ResponderExcluir
  8. Oi Thuanne.
    Eu adoro os livros da autora. Já li vários livros dela, só falta Ligações e Carry on.
    Anexos realmente é um livro divertido, com uma narrativa fluida (adoro histórias que tem troca de mensagens e/ou emails) e personagens fofos. Mas o meu livro favorito é Eleanor & Park.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Thuanne não conhecia o livro, já ouvi sobre a autora apenas...
    A leitura parece ser boa, espero ter uma oportunidade de conhecer a escrita dela.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Thuanne,
    Eu já estava achando estranho tantos e-mails, a primeira coisa que me venho a cabeça foi porque não usavam o celular, mas aí vi a época em que era passada, e sendo sincera, apesar de adorar a facilidade que a tecnologia trouxe, adorava trocar e-mails, rsrs. Os personagens são bem reais não é? Só acho hilário alguém se apaixonar só por ler os textos sobre a vida de outra pessoa, enfim, só lendo para entender, mas gostei de tudo que o livro apresenta!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro ainda mas pretendo ler, me interessei muuuito! Já imaginei logo um trio amoroso nessa história aí ���� enfim, quero conhecer obras dessa autora também!! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Thuanne
    Gostei da história, me pareceu bem divertido e com ótimos personagens. Um ótimo livro pra ressaca literária e pra vida também auhauha
    Com certeza vai pra listinha dos desejados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro, curto livros com uma pontada de diversão, faz a gente sair um pouco da nossa seriedade. É uma boa opção para ler.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Thuane!!
    Adoro livros de chick lit mas ainda não li nada da Rainbow Rowell, achei bem bacana a história do livro que parece ser bem legal!!
    Bjos

    ResponderExcluir