APENAS POR UMA NOITE

SINOPSE: Liv era uma mulher solteira, que há muito tempo não dormia com alguém. Quando um homem sexy sorri para ela no casamento de seu ex-namorado, ela não pensa duas vezes. Os dois ficam bêbados. Liv vai para o quarto de hotel do estranho sedutor. Ela nem sequer se dá o trabalho de aprender seu nome. No dia seguinte, resolve ir embora antes dele acordar. Queria se divertir e depois seguir com sua vida. Era para durar só por uma noite. Mas, ao visitar seus pais no final de semana seguinte, quem estava lá conversando com seu pai? O mesmo homem que ela havia conhecido no casamento. Liv descobre que ele não era um estranho qualquer, mas o noivo de sua irmã. O caso de uma noite se transforma em um furacão de problemas. No fim das contas, essas coisas nunca duram só uma noite - J.S. COOPER e Helen COOPER - Editora HARPER COLLINS - 2016 - 192 páginas.

APENAS POR UMA NOITE começa com uma cena um tanto inusitada: aquele boyzinho que a Liv deu uns pegas na semana anterior, tá na sala dos pais dela. Como? Grande história. Sr. Língua, ou como demos um apelido para o apelido dele, "Língua de Jiboia" (só lendo pra entender), está na sala da Liv, tomando chá, como se não fosse nada incomum. 

Mas vamos voltar para antes disso. 

Joanna e Luke estão se casando, quem são esses dois? Babacas. Joanna era uma colega de quarto de Alice e Liv, e Luke, ex da Alice. Ou seja, traição das bravas. O pior de tudo é convidar a ex!!! Enfim, Alice e Liv estão discutindo sobre sexo (na igreja) enquanto não tem ninguém dentro, a não ser um rapaz meio bravo. Então, a pergunta que não quer calar pra Liv: "língua ou pau?”. 

Liv, então, faz uma pergunta a si mesma e esse rapaz ouve. Com essa pergunta, a noite toda se dispõe. Esse moço bravinho é o Sr. Língua!!! Enfim, ele escuta a conversa das duas, e Liv acaba se pegando com ele na igreja e no hotel, é claro. 

Uma semana depois da pegação, voltamos ao inicio do livro, que é quando ele está na sala. Mas por que diabos ele está ali? Liv descobre de uma forma muito sem graça sobre isso, e Sr. Xander (sim, esse é o nome dele!) faz sua parte de babaquice e continua tentando dar uns pegas na garota. 

Agora vocês se perguntam: “porque babaca, Amanda?”. Pelo simples fato dele achar que tudo na vida são apenas negócios e contratos. Não estou falando de um contrato estilo Cinquenta Tons, um contrato mais light. Confesso que preferia o rapaz sem saber o nome, porque, assim que continuamos o livro, ele começa a se tornar um pé no saco, egocêntrico e controlador. Tanto que ele se acha dono dela em uma festa, e diz que ela parece uma vadia, apenas porque ela dançou com um outro. 

Por favor, né! 

Achei Liv extremamente controlada boa parte do livro, eu não teria esse autocontrole, ainda mais com a irmã dela, é uma chata, em maiúsculo, sim! Eu já teria estrangulado aquela nojenta. 

O livro é cheio de personagens, mas, por incrível que pareça, você não se perde entre eles! Ótimo ponto para o livro. Porém, temos algumas partes que deixam a desejar, onde não temos tantos detalhes. Por exemplo, os pais da Liv.

Também creio que o que salvou o livro foi o bom humor dela e de Alice, porque mesmo tomando um chifre, indo no casamento do ex, a garota ainda consegue ser alegre. O desfecho da história deixou um pouco a desejar, achei que seria algo mais bem construído. Enfim, recomendo o livro para quem está em uma ressaca literária, ele ajuda bastante por ser curtinho e a história ser bastante engraçada.

Compartilhe este post:

Amanda Mesquita

Moro em Guarulhos, São Paulo, sou do signo de trouxas, amo comer coxinha, torta de bis com morango, açaí e cachorro-quente de 50 metros de comprimento, sentada em uma mesa, ao lado da minha melhor amiga, no meio da bienal.

15 COMENTÁRIOS

  1. Língua de Jibóia?!?!
    Realmente pela resenha parece haver muitos personagens na história.
    Que confusão Liv fOi se meter não?
    Achei que 192 páginas pouco para uma premissa tão interessante.

    ResponderExcluir
  2. Cara que tipo de apelido é essE? aiuhaiuah fiquei super curiosa só por causa disso. Mas enfim, livros com personagens demais me deixam confusa, porém, foi bom saber que esse não acontece isso. Estou na vibe de livros mais curtinhos, esse pode ser o livro certo pra mim no momento.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Amanda.

    A Liv, à princípio e mesmo sem saber, acabou se envolvendo em algo inimaginável, né?

    Ainda mais ao fazer essa descoberta bem detalhista sobre a vida do tal homem.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa com o lance do língua de jiboia..rs(minha mente pervertida viajou longe)
    Mas mesmo sendo um pouco pé atrás com lances de traições em livros ou filmes, gostei de ler que o livro tem bom humor e talvez seja mesmo um ponto favorável ao enredo, que parece ser meio perdido.
    Como não conhecia o livro, vou por na lista de desejados, quem sabe não consigo me distrair com ele?
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá Amanda!!
    Eu tinha visto esse livro no Skoob mas não tinha lido nd sobre ele, eu amei conhecer um pouquinho, já vou add aos desejados.
    Amo esse gênero, é o que mais tenho lido nos últimos meses.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

  7. Oi Amanda!
    Livros de comédia sempre são bons para fortes ressacas literárias. Achei uma história mais bobinha mas parece bem divertida.
    Eu ia querer matar o "Sr Xander" com as babaquices dele mas ok auhauhahu
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Amanda.

    Como falei no post do Instagram, adoro histórias cheia de reviravolta e bem humorada, eu pensei que ele fosse maior, mas também gosto de livros curtos, fiquei com vontade de ler agora esse livro e saber como Liv e o "Língua de cobra" terminaram kkkkkkkk. Vai para minha wishlist pois amoooooo demais histórias que nós faça rir.

    ResponderExcluir
  9. Esse gênero já não é um que leio tanto, mas caramba, parece bem doida essa história. Pelo jeito da coisa toda e como tem cena absurda, umas coisas inusitadas, cara na casa da menina daquele jeito, a história do que se deu na igreja, ela no casamento do ex, pessoas babacas...pelas coisas que falou me chamou atenção. E nem vou comentar o apelidinho desse cara xD

    ResponderExcluir
  10. Oi Amanda.
    Não gostei muito da trama do livro e muito menos do comportamento de Se. Xander. Ele parece um personagem bem idiota, egocêntrico e autoritário.
    Parece que há algumas partes engraçadas, mas também parece que tem algumas partes bobas e ingênuas da parte de Liv.
    Acho que eu não iria curtir essa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que confusão é essa?! Adorei, ainda não conhecia. Parece ser uma leitura divertida, drama e talvez um pouco de comédia. Mas enfim, quero saber o porque do apelido rsrs!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda.
    No final da resenha percebi que o único ponto positivo na minha visão é a protagonista, porque olha, que história mais besta que as autoras criaram em. Eu normalmente gosto bastante de livros hots, mas nesse caso tem tudo para dar errado a história e odiei o fato dele ser noivo da irmã de Liv, mesmo que a dita irmã seja um pé no saco.
    Enfim, não pretendo ler, não me cativou em nada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Que confusão ahaha
    Apesar de parecer um livro bem humorado e curtinho, não acho que eu leria. Não tem uma premissa que me envolva e provavelmente eu interromperia a leitura no meio do caminho :')

    ResponderExcluir
  14. Não gosto de livros com muitos personagens, me deixa confusa. Mas curti muito a resenha, a história parece de filme, acho que foi por isso que gostei tanto e quero ler.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Amanda!!
    Li acho que tem mais de um ano esse livro e foi bom lembrar um pouco dessa história. Também gostei muito dos personagens da Liv da Alice.
    Bjos

    ResponderExcluir