DEADPOOL 2

SINOPSE: Quando o super soldado Cable chega em uma missão para assassinar o jovem mutante Russel, o mercenário Deadpool precisa aprender o que é ser herói de verdade para salvá-lo. Para isso, ele recruta seu velho amigo Colossus e forma o novo grupo X-Force, sempre com o apoio do fiél escudeiro Dopinder.
DIREÇÃO: David LEITCH
DISTRIBUIÇÃO: Fox Filme do Brasil
DURAÇÃO: 2H00
ELENCO: Ryan REUNOLDS, Josh BROLIN, Zazie BEETZ, Morena BACCARIN, Brianna HILDEBRAND, Julian DENNISON, Terry CREWS

O nosso rei das referências e das zoeiras está de volta num filme que nem precisa estrear para já ter polêmicas. DEADPOOL 2 vem prometendo ser maior e melhor que o seu original, que fez história em 2016 como um dos filmes para maiores de maior sucesso da história. Vamos lá!

Wade Wilson ainda está aprendendo a ser um “herói”, busca um objetivo e um propósito em sua vida, depois de ter ganhado seus poderes. Devido a uma desgraça que nem seus piores pesadelos poderiam prever, Deadpool vai parar numa prisão especial para mutantes. Lá, ele se torna amigo de Russel, um menino mutante que se rebelou depois de ser submetido a experiências e torturas. As coisas complicam quando um estranho homem com um braço robô chega destruindo a cadeia, querendo matar o menino Russel. Mesmo sem poderes e sem entender o que está fazendo, Deadpool promete proteger o jovem e, para isso, precisa formar uma equipe com os mutantes mais bizarros e disponíveis no momento, nasce assim a X-Force.

Você já deve saber que, sendo um filme do Deadpool, a trama e seu roteiro são o mais inventivo possível, e dito e feito, temos um texto extremamente engraçado e sarcástico. De novo, temos uma metalinguagem própria do herói, tirando sarro de si mesmo, de outros filmes, de seu próprio ator e até mesmo de estúdios rivais. Não temos piadas forçadas e nem apelativas, algumas funcionam melhores do que outras, mas mesmo que você não ria, pelo menos vai gostar de uma das centenas de tiradas inteligentes presentes no filme. Temos piadas envolvendo a DC, BATMAN VS SUPERMAN, VINGADORES, BEATLES, 007 e muitas outras. O grande desejo de Deadpool, aqui, é atacar LOGAN, lançado em 2017. E caso você já tenha visto, com certeza se lembra do seu final chocante, e nosso herói zoeiro se sentiu desafiado, querendo fazer de seu próprio filme um ataque pessoal à última aventura do Wolverine. Essa sequência, de longe, é uma das mais engraçadas do filme, mas não para por ai.

A trama em si gira em torno de proteger o menino e, como isso é meio clichê, o próprio Deadpool faz piada disso toda a hora. Por mais familiar que essa trama pode ser, ela se torna muito necessária para o desenvolvimento final do nosso herói. De fato, no filme anterior, já tínhamos visto sua história de origem, voltada mais para seus poderes e sua aceitação interna. Aqui, o objetivo de vida do Deadpool é posto em cheque, eu sirvo para quê? Sou feliz no que faço? Qual é o próximo passo? O roteiro acerta em cheio em não sobrecarregar o espectador com piadas recicladas e em não saturar o próprio Deadpool, e eles fazem isso inserindo a X-Force. 

O nosso herói zoeiro é mais engraçado quando interage com outras pessoas, e temos várias novidades para escolher. Na nova equipe, os heróis tem poderes bizarros, e alguns, aparentemente, inúteis, e isso por si só, já garante boas gargalhadas. E a primeira missão dos heróis entrega uma sequência sensacional, com muita ação e muito humor bizarro. Dentre as novidades, o destaque vai para a mutante Dominó, que tem um poder peculiar, ela tem sorte, simples assim. É maravilhoso descobrir como sua habilidade funciona, ao mesmo tempo em que rimos à beça com Deadpool zoando a menina.

O “vilão” da vez é vivido por quem? Suspense, suspense! Ele mesmo, Josh Brolin, o mesmo que está dominando as bilheterias na pele de Thanos, em VINGADORES: GUERRA INFINITA. Em um de seus melhores momentos na carreira, o ator constrói um personagem totalmente novo e extremamente forte, também é alvo de muitas piadas e seus poderes são sensacionais. Como dito acima, a mutante Dominó é uma das melhores coisa dessa sequência, e a atriz Zazie Beetz transborda tanto carisma, que é impossível não se apaixonar. 

A nossa brasileira e amada Morena Baccarin vive mais uma vez a namorada do Deadpool e chega a ser surreal a química que transborda entre ambos. A atriz é forte, é engraçada e manda muito bem nas cenas mais dramáticas, com certeza uma jóia do nosso país que merece muito enaltecimento. 

O amigo taxista de Dead, Dopinder, ganhou um destaque maior no filme e, como sempre onde aparece tem muita loucura acontecendo, o ator Karan Soni manda muito bem e merece ser citado aqui. 

O menino mutante Russel é vivido pelo ator Julian Dennison e talvez ele seja a coisa mais fraca do filme, seu personagem é importante e poderoso, mas o ator é muito limitado e fica difícil torcer por ele. A dublagem nacional do seu personagem também é muito irritante, difícil aturar (essa parte eu sei que não é culpa do filme, mas vale a pena citar).

E faltou alguém? Claro, o nosso protagonista! Ryan Reynolds nunca esteve num momento tão bom em sua carreira. O ator apresenta total controle sobre seu personagem e sua conduta, tanto que ele é até um dos roteiristas da produção. Aparece mais em cena sem máscara e manda muito bem nas sequências dramáticas/pesadas. Ele nasceu para esse papel, como Robert Downey Jr. nasceu para ser o Homem de Ferro. Ninguém poderia substituí-lo, e ele não poderia estar fazendo outra coisa. E isso é o nosso gatilho para a sensacional, estupenda cena pós-credito. É até difícil comentar a respeito sem estragar a surpresa, mas basicamente consiste em Deadpool sendo Deadpool, quebrando todas as barreiras possíveis e qualquer limite existente. Serio, é possivelmente a melhor cena pós-credito de todos os filmes de heróis até agora, fique até o final, hein! Você não pode perder.

A amizade entre Deadpool e Colossus está num nível altíssimo nesta sequência, e obviamente é alvo de várias piadas e zoeiras. A mutante Míssil Adolescente Megassônico também está de volta, dessa vez com uma namorada, sendo o primeiro casal LGBT das telonas em filmes de heróis, e a dupla, na hora da ação, se mostra muito poderosa e útil, já queremos elas em mais filmes. 

Desta vez Deadpool está mais integrado com os X-Men e rende cenas maravilhosas dentro da mansão mutante. A diva Celine Dion participa da trilha sonora com uma balada poderosa composta especialmente para o filme, e a cena onde a música aparece é maravilhosa em todos os sentidos, incrível como eles pensam em tudo, em tudo mesmo.

O que falar mais? Poderia ficar aqui horas e horas detalhando cada maravilha presente nesse filme. É engraçado e se destaca de tudo o que é feito hoje em dia, e acima de tudo, é um projeto muito corajoso. Não tem os melhores efeitos visuais, mas se garante muito num roteiro inteligente e em atuações sensacionais, não precisa se escorar em grandes tecnologias para ser relevante. Diversão garantida que vai te deixar com gostinho de quero mais!


Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito ansiosa pra assistir o filme do meu bebê

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, tem sido o filme da vez! Não se vê, lê ou se ouve outra coisa no mundo do cinema nos últimos dias. Seja pela melhora deste segundo filme, como pela polêmica classificação etária.
    Bem, não é meu estilo de filme..Eu acabei vendo o primeiro e não curtindo e sei que verei o segundo assim que puder e não tenho muita expectativa de mudar minha opinião sobre o longa.
    Sou chata demais com piadas..rs e mesmo sabendo que Dead é o herói piadista,chato, mala e sarcástica, é questão mesmo de empatia.
    O que importa é que os fãs gostaram e estão fazendo deste filme um sucesso de bilheteria!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Rafael tô ansiosa demais pra conferir o filme, amei o primeiro e tenho ctz q este tbm vai ser um dos meus favoritos tbm!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Gostei da ideia de mais um filme dele mas confesso que bateu aquele medo de cair na desgraça. Quando um filme fica muito em alta e fazem um segundo o perigo é de ir por água abaixo por ficar batido. Mas pelo menos esse tem muita coisa pra rir e se divertir com esse herói maluco, só isso já vale a pena qualquer deslize xD
    Gostei das novas adições e só espero que fique legal ver mais personagens assim mesmo, tá parecendo bom.
    Quero assistir.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente não tenho idade pra ir assistir esss hino de filme (choros), mas sei que quando assistir pela internet vou gostar da mesma forma que gostei do primeiro, o deadpool é um herói unico, e isso é o que faz eu gostar mais dele!

    ResponderExcluir
  6. Rafael!
    Muito bom ver que esse segundo filme parece ainda melhor que o primeiro e mesmo com um enredo clichê em determinados momentos, poder rir das piadas sarcáricas dele é desopilante.
    Maravilhoso final de semana!
    “Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir