ESCREVI ISSO PRA VOCÊ

SINOPSE: Escrevi isso pra você é uma coletânea de poemas contemporâneos sobre os diversos momentos do amor: a paixão e o encantamento dos primeiros tempos, o lento afastamento, a solidão a dois, a dor do fim e a esperança de novos começos - Ian S. THOMAS - Editora SEXTANTE - 2018 - 208 páginas.

ESCREVI ISSO PRA VOCÊ é um livro de poemas sem estrofes, rimas ou métrica, é quase uma seleção de conversas entre um locutor presente e um interlocutor, às vezes, ausente. E essa diferença que me conquistou: todos os poemas são de alguém dizendo algo para alguém. Podem ser declarações de amor, de mágoa, de desejo, de saudades, de arrependimento, de desabafo. E todas são acompanhadas por uma fotografia, que pode ter, ou não, algo que encaixe no que está sendo dito.
“Quando nos encontrarmos de novo, vou abraçar você tão apertado e com tanto cuidado...Como se você fosse um cristal. Ou uma bomba atômica.”
O que eu fiz ao ler o livro, foi olhar para a fotografia e imaginar que o poema estava sendo dito no local da foto. Isso passa uma sensação incrível, uma experiência mais profunda, mais completa. E o fato de ser quase em prosa, acaba por criar uma familiaridade comum em conversas entre duas pessoas que se gostam, ou que um dia se gostaram, ou mesmo que um dia podem vir a se gostar. É viciante!
“Só preciso que você conte às pessoas que estive aqui, que senti, vivi e amei tudo o que pude, enquanto pude. E que a pessoa que eu amei foi você.”
Algumas poemas ocupam uma página inteira, dividida com a foto; outros poemas, são apenas uma frase. E isso não quer dizer que os menores têm menos a dizer. Não. Algumas frases carregam mais conteúdo do que uma página inteira. Essa é a beleza dos poemas. Eles não precisam ser grandes para transmitir algo grande; eles só precisam conseguir tocar a pessoa que os lê.
“Não sei quem você está beijando agora. Mas sei em quem você pensa enquanto beija.”
Iain S. Thomas entrega em ESCREVI ISSO PRA VOCÊ, conteúdo suficiente para qualquer pessoa se apaixonar. Ou para vencer a paixão que não quer deixar seu coração. As fotos são em preto e branco na sua maioria, o que, de certa forma, combina com os poemas, uma vez que ambos se referem a uma essência binária: ela, ele; branco, preto. Na obra, não existe lugar visível para mais do que duas pessoas. Embora, em algumas poemas, fique subentendido a existência de uma terceira pessoa.
“Se você pensou que aquela era nossa segunda chance, pensou errado. Era a última.”
Mas não pense que os poemas que insinuam uma terceira pessoa, são poemas de perda, de dor. Na verdade, quase todos são mensagens de superação, de dar o troco, de sair por cima. ESCREVI ISSO PRA VOCÊ se encarrega de mostrar o que você muitas vezes pensa em dizer para aquela pessoa que não soube enxergar o que existe de bom e de único em você.
“Você pode se juntar aos milhões que falam no escuro. Ou pode se levantar e gritar luz no meio da noite.”
Os textos somam quase 200 pequenos poemas, dividios em quatro partes: Sol, Lua, Estrelas e Chuva. Tudo é resultado de um caminho que começou na Internet, quando o autor publicava sob o pseudônimo de pleasefindthis em seu blog. Quer ter a chance de levar essa obra carregada de emoção para casa? Dá um pulo lá no Instagram do blog para descobrir como ;)


Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

14 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Carl.

    Não é do meu feitio de ler poemas, mas admiro o sentimentalismo que há por trás de cada palavra descrita.

    Acredito que tais poemas contidas nesse livro, será capaz de despertar algo em todos nós. Afinal, estamos falando de algo recorrente em nossas vidas.

    ResponderExcluir
  2. Que legal, ainda não conhecia

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ameiiiiii! Adoro poemas e esse livro me conquistou pela sinopse resenha e Quotes escolhidos

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por poemas, poesias ou qualquer frase, por menor que seja, que traga a alma de quem a escreve.
    E namoro este livro desde seu lançamento recente por trazer isso, a alma de quem o escreveu.
    E este livro traz dois diferencias enormes: o jogar de fotografias em alguns poemas, trazendo este ar mais real a cada linha ali exposta. E também o fato de não ser apenas um livrinho de poemas, mas sim um livrão!
    Espero ler em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não sou muito fã de poemas ou poesias, mas este livro parece ser ótimo, vendo a resenha criei um leve interesse para poder lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que legal esse livro. Adorei os quotes que mostrou e pelo jeito iria amar ler. Gosto de umas coisas assim e só por essas frases já dá pra perceber que deixa um sentimento, que você sente as coisas e imagina o que fez a pessoa dizer aquilo ou se identifica, pega aquele sentimento...
    Bem interessante a forma como é feito esse livro. Gostei dele e leria fácil.

    ResponderExcluir
  7. Eu simplesmente amo textos/poemas/poesias. Tenho interesse nesse livro desde que o vi em lançamento, ele parece tão sensível.

    ResponderExcluir
  8. Carl!
    Quando falou que os poemas parecem fotografias, fiquei imaginando que seriam poemas CONCRETOS, mas pelo que entendi, são poemas em prosa com significados entre pessoas que pode ser o autor com outros ou outros com outros. Bem interessante.
    Maravilhosa semana!
    “O meu objetivo é colocar no papel aquilo que vejo e aquilo que sinto da mais simples e melhor maneira.. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Olá! Adoro esse tipo de leitura, ela faz com que me sinta mais leve, principalmente naqueles momentos que eu mais preciso. É incrível como algumas partes realmente se encaixam e é como tivesse sido escrito exatamente para mim.

    ResponderExcluir
  10. Deve ser magico. Principalmente pra quem está todo derretido no amor rsrsrs O que acho mais legal desse tipo de livro é que você não precisa ler tudo de uma vez, se você pegar algumas paginas para ler seja naquela pausa do almoço, antes de dormir, já vale o momento magico.

    ResponderExcluir
  11. Oi Carl!
    Comecei acompanhar o livro e cada vez mais tenho interesse, amo o gênero e seria uma oportunidade e tanto conhecer a escrita tbm.
    Vou lá ig participar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Nunca me interessei muito por livros de poesia, sejam eles de quaisquer temas, passei a me apaixonar depois de ler a MARAVILHOSA coletânea de poesias tão famosa de Rupi Kaur (Outros Jeitos de Usar a Boca), e já que estou tentando adentrar mais nesse "genero" e adorei alguns trechos de poemas que você mostrou e descreveu como diferente da metrica e sistema de rimas comuns, ainda por cima relacionados com algo que tanto amo, que são fotos, que pra mim são um dos mais lindos tipos de arte apesar de muita gente não ver assim ja que hoje em dia foto se tornou algo de uma visão geral tão banal como "selfies", sendo que vai muito além disso. Tentarei ler o livro da mesma forma que você recomendou, imaginando que o poema esta sendo "declamado" no local da imagem haha, estou com boas expectativas, esse livro com certeza entrou na minha lista!
    Obs: meu trecho favorito destes foi “Quando nos encontrarmos de novo, vou abraçar você tão apertado e com tanto cuidado...Como se você fosse um cristal. Ou uma bomba atômica.”
    Obs 2: achei essa divisão muito parecida com a divisão de pó de lua, que por sinal é MUITO bom também haha

    ResponderExcluir
  13. Oi, Carl!!
    Gostei da indicação desse livro!! Não leio muito poemas mas fiquei bem entusiasmada com os trechos desse livro.
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Olá, gosto quando um autor inventa um anova forma de fazer poesia, que nem precisa ser muito rebuscada para conquistar o leitor. Aqui, a leitura dos poemas fica ainda melhor acompanhada dessas gravuras, que enriquecem ainda mais os versos de Thomas. Beijos.

    ResponderExcluir