FRAUDE LEGÍTIMA

SINOPSE: Jule West Williams é uma garota capaz de se adaptar a qualquer lugar ou situação. Imogen Sokoloff é uma herdeira milionária fugindo de suas responsabilidades. Além do fato de serem órfãs, as duas garotas têm pouco em comum, mas isso não as impede de desenvolver uma amizade intensa quando se reencontram anos depois de terem se conhecido no colégio. Elas passam os dias em meio a luxo e privilégios, até que uma série de eventos estranhos começa a tomar curso, culminando no trágico suicídio de Imogen e forçando Jule a descobrir como viver sem sua melhor amiga. Mas, talvez, as histórias das duas garotas tenham se unido de maneira inexorável — e seja tarde demais para voltar atrás - E. LOCKHART - Editora SEGUINTE - 2017 - 273 páginas.

Quando vi esse lançamento, logo me interessei, pois já li outros dois livros da autora e gostei bastante. Com esse não foi diferente, gostei demais do que encontrei nas páginas e me surpreendi mais uma vez com sua obra. 

Logo de cara nos deparamos com Jule, uma jovem misteriosa que está hospedada em um hotel no México. Bem nesse comecinho, já dá pra saber que tem algo errado, pois ao se apresentar para uma hóspede, a jovem usa o nome de Imogen, sua melhor amiga que cometeu suicídio há pouco tempo atrás. Com isso, podemos perceber que ela está fugindo de algo. Mas por quê?  O que a levou a tomar essa atitude? 

As duas garotas tiveram problemas na infância. Imogen foi adotada e Jule teve seus pais assassinados, isso foi um dos motivos pelo qual as duas se sentiam tão ligadas. Também percebemos que, logo no começo do livro, Jule quer fazer as mesmas coisas que Imogen, usar as mesmas roupas que a amiga... Será que ela ainda não superou a perda?

O livro é escrito de trás para a frente, é isso mesmo! Começa do capítulo dezoito e vai voltando, até chegar ao capítulo um. No final, nos deparamos com o 19º capítulo, que seria um epílogo da história. No começo, achei um pouco confusa esse tipo de escrita, mas fui me adaptando, prestando bastante atenção e concluí que seria bem interessante. A cada página ia mergulhando mais e mais na história, que me intrigou a cada acontecimento. A autora vai brincando com o leitor, nos fazendo deduzir várias coisas, mas ao ler os capítulos seguintes, vamos vendo que não era nada daquilo que estávamos imaginando, era algo muito melhor.

No decorrer das páginas, vamos entendendo a relação de Jule e Imogen e os motivos que as levaram a tomar certas decisões. Não vou poder descrever muito sobre a personalidade das duas para não acabar com os mistérios, mas digo que Imogen é muito mimada e acha que o mundo gira ao seu redor, e Jule é calculista e esconde muitas coisas. 

Em livros assim, tenho mania de tentar adivinhar o final e, neste caso, não era nada do que imaginei no começo. A cada capitulo, eu era surpreendida, e o que achava no capítulo anterior, já não fazia mais sentido. Por isso, tratei de correr com a leitura, para saber logo o final.

O final (que na verdade é o começo) me deixou chocada e pensando em como uma coisa levou a outra, como as ações de uma personagem iam se baseando nas atitudes da outra. É só uma pena que o livro seja tão curtinho, desejei ter mais detalhes do passado das duas, para entender melhor algumas coisas. Indico a leitura para todos, mas prestem bastante atenção, porque a escrita atemporal pode dar um nó na cabeça!


Compartilhe este post:

Thuanne Souza

Paulista, assistente administrativa e estudante de Farmácia ❤ Sempre tentando ser alguém melhor e seguindo o lema “levo a vida devagar pra não faltar amor.” Apaixonada por músicas (principalmente as nacionais) e livros. Aprendendo a gostar de outros gêneros, além dos romances clichês.

15 COMENTÁRIOS

  1. Thuane!
    Já gostei de ver que o livro não é mais do mesmo e a trama é bem intrigada, nos instigando a leitura.
    Personagens com habilidades e caráter duvidosos é intrigante.
    Muito bom ver mais um livro que cria anti heroínas, deve ser cheio de ação.
    É a primeira vez que vejo um livro começar do final para o começo, e por ser diferente, deve mesmo causar estranhamento, mas no mundo literário, gosto quando há inovação.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Um homem pode ser destruído, mas não derrotado.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Conheci Fraude Legítima na live da Seguinte no Facebook.
    Achei bem intrigante e diferente o livro ser contado de trás para frente.
    Também sempre que leio um livro desse gênero a Xeroque Rolmes dentro de mim tenta, em vão, resolver o mistério.
    Esse livro está na minha Wishlist e já estou criando mil teorias sobre a relação entre Jule e Imogem.
    Parabéns pela resenha Thuanne

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thuanne.

    Será que a Jule tem a ver com a morte da Imogen? Inveja, talvez?

    Ou, será que ela sabe de algo que motivou o suicídio da amiga?

    Por o livro ser contado de trás pra frente, acho que pode ajudar os pontos chaves a se encaixarem melhor no desenrolar da história.

    ResponderExcluir
  4. Oi Thuanne!

    O livro realmente é diferente principalmente pela sua configuração de capítulos mas nos deixa mais intrigada ainda pra saber o que de fato aconteceu e porque a Jule está usando o nome de Imogen.
    O "final" ou inicio surpreendente é um ponto super positivo para o livro. Todo o livro em si me parece muito interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Um livro cujo título tem tudo a ver com o enredo! Já gostei!rs
    Li algumas resenhas deste livro e claro que o já coloquei na lista de desejados. É o tipo de história que sem sombra de dúvidas, prende o leitor. Até por querer saber do mistério que envolve as duas amigas.
    Espero ler em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Já gostei de outro livro dela também e chamou atenção esse lançamento por isso. Que doido a forma de contar a história! Adorei e deve dar uma curiosidade pra saber como tudo aconteceu. O melhor é se surpreender com personagem e como uma coisa levou a outra e ver o resultado final assim. Acho que iria gostar bastante, tá na minha lista de leitura ^^

    ResponderExcluir
  7. Estou tão ansiosa para lê-lo. Já vi várias resenhas e nenhuma foi negativa. Adorei que a história é contada ao avesso, ainda não tinha visto algo parecido.

    ResponderExcluir
  8. Conheci o livro pelo instagram do blog, a capa já me chamou muita atenção, e essa sinopse então meu deusss... ja quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  9. Oii!
    Já fiquei curiosa pra ler depois de ler sua resenha, o enredo parece estar agradando leitores que curtem o gênero, eu espero gostar tanto qto, já está nos desejados.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Nossa! Será que é possivel se apaixonar por uma sinopse? Esse livro parece ser a minha cara, não sei se já assistiu mas isso de contar a historia de traz pra frente e tudo acabar se ligando, com um final foda (que na verdade é o inicio), me lembrou muito um filme muito bom que já recomendo: Amnésia. Fiquei absurdamente curiosa, esse livro acabou de ir pro topo da minha lista. Otima resenha!!!

    ResponderExcluir
  11. Vi esse livro várias vezes, mas não tinha lido nenhuma resenha sobre.
    É uma história instigante, apesar de não ser muito fã de suspense. É interessante essa narrativa de trás pra frente, e o início com Jules sozinha...
    Preciso confessar que acho essa capa meio estranha.
    Mas foi bom saber melhor sobre esta história.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Eu também tenho a mania de tentar adivinhar o final de um livro com mistérios a serem resolvidos (quase sempre erro). E já quero tentar mais uma vez (risos), a história parece ser bem interessante e começar pelo final já me deixou ainda mais intrigada. Jule não me inspirou coisas boas.

    ResponderExcluir
  13. Olá, essa estratégia de começar o livro com o final não é recente mas continua dando muito certo, e não é diferente do Fraude Legítima. Já li uma obra da autora e fiquei literalmente no chão com o plot twist. Percebi que aqui Lockhart também aposta no mesmo modelo de narrativa, prendendo o leitor do começo ao fim e dando pistas para que seja possível descobrir o mistério. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá, já li algumas resenhas a respeito deste livro e parece ser bem diferentão. Já adicionei em minha lista de desejos! E eu tenho uma grande mania de tentar adivinhar o final de histórias assim também (quase nunca acerto, porém crio umas teorias até que boas). Beijoos!!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Thuane!
    Gostei da premissa do livro, sem dúvida é um livro bem diferente começar com fim e para depois sabermos o que realmente aconteceu no inicio da história. Estou bem curiosa para descobrir tudo sobre a Imogen e a Jule.
    Bjos

    ResponderExcluir