MÉTRICA

SINOPSE: Após a morte do pai, a ausência torna-se a maior companheira de Lake. A responsabilidade pela mãe e pelo irmão a congelam em um limbo de luto e dor. Por fora, ela parece corajosa e tenaz; por dentro, está perdendo as esperanças. E se mudar do único lar que conheceu não ajuda em nada. Agora em uma nova casa, em uma nova cidade, ela precisa achar seu caminho. E um rapaz apaixonado por poesia pode ser o guia perfeito. Quando conhece o novo vizinho, Layken imediatamente sente uma intensa conexão. Algo que finalmente parece desanuviar um pouco sua realidade. Mas o caminho da verdadeira felicidade não é feito de tijolos dourados, e logo uma revelação atordoante faz o novo relacionamento ser bruscamente interrompido. O dia a dia vai se tornando cada vez mais doloroso à medida que eles se esforçam para encontrar um equilíbrio entre os sentimentos que os aproximam e as forças que os separam - Colleen HOOVER - Editora GALERA - 2013 - 299 páginas.

MÉTRICA, da autora Colleen Hoover, foi o primeiro romance de sua carreira. Autora de vários best-sellers, seu nome tem sido notado em listas de livros mais vendidos em todo o mundo. Este é o primeiro livro da trilogia e nos traz a história de Layken, marcada pela dor, sofrimento, aprendizado, amor e muita, muita poesia. Quem nunca se apaixonou por alguém que não poderia ter? As paixões impossíveis são tema clássico das histórias desde os tempos mais remotos da literatura. 

No entanto, MÉTRICA traz uma visão muito além do que os envolvidos passam, focando-se principalmente na tentativa de não deixar esta situação se tornar impossível, como todas as circunstâncias nos levam a acreditar. Os personagens, assim como nós, se mostram cientes das dificuldades e a cada acontecimento, por mais simples que se mostre, é possível ver como o problema se reconstrói, como eles mesmos se modificam e se apaixonam.

O livro é dividido em duas partes, delimitadas pelo ponto chave para que Layken encontre a solução para os desafios de poder, finalmente, livrar-se da culpa de ficar com Will, seu vizinho e também seu professor. Layken, por mais que tenha tido que aprender muito com a morte de seu pai, ainda tem atitudes bastante características do próprio comportamento jovem, enquanto Will, que passou por pouca e boas (nem tão boas assim), já se mostra muito mais maduro. Além dos desafios amorosos e de superação da morte do pai, ela e sua família têm que se adaptar também à nova vida, num lugar totalmente diferente e com uma situação financeira não muito favorável.

Como é de se imaginar, torna-se bem difícil ignorar um vizinho que também é seu professor, e então ela passa a tentar aprender a conviver com isso. A relação entre os dois é bastante marcada pela poesia, uma vez que, no primeiro encontro entre os dois, antes deles sequer desconfiarem da enrascada que os aguardava , Will leva Layken à uma competição de slam, que são apresentações de poesias, ou textos, que envolvem uma performance na qual o "competidor" mostra uma parte do que passa dentro de si para o público.

Um detalhe sobre a obra, é que no início de cada capítulo, Colleen Hoover selecionou um trecho de alguma das músicas da banda The Avett Brothers, uma banda de filósofos contemporâneos que cantam no estilo indie e folk rock a qual o livro é dedicado. É muito interessante a maneira como o trecho da música descreveu exatamente a sensação que tive ao acompanhar a leitura do capítulo, e aos que gostam de ouvir música enquanto leem, fica a dica de escutarem as músicas citadas durante o livro. Esta banda também está na própria história e se torna um dos elementos que une Will e Lake.


Compartilhe este post:

ana lu

Sou Ana Lu e uma das coisas que mais gosto de fazer é ler e ouvir música. Meus livros favoritos são Perdida da autora Carina Rissi e Belo desastre de Jamie McGuire. Eu espero poder compartilhar muitas experiências literárias seguindo sempre o lema "a persistência fez os grandes líderes".

14 COMENTÁRIOS

  1. Meu primeiro contato com a escrita da CoHo foi com o livro O Lado Feio do Amor e foi amor à primeira leitura.
    Desde então leio tudo dela!
    Li sofri chorei me apaixonei com Métrica.
    Layken e Will se tornaram um dos meus Otps literários assim como Will se tornou Crush.
    Super recomendo essa leitura assim como a leitura de Pausa e Essa Garota

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana.

    Acho que nesse momento de grande perda e a busca por um recomeço, a Layken não imaginava se envolver e se apaixonar por alguém, ainda mais esse alguém sendo proibido.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive muito contato com as letras da autora,mas claro que sei que a moça manda super bem em escrever enredos que prendem demais a tantos leitores.
    Ainda não tinha visto ou ouvido nada a respeito deste livro, mas adorei o que li acima. Amo histórias assim, que envolvam de certa forma, romance, descobertas, dramas, música e poesia.
    Parece que o casal tem isso de alma gêmea e eu particularmente, amo muito tudo isso.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana!
    Ainda não li nenhuma obra da autora acredita? Eu gostei da capa e pela sinopse parece bom, me interessei em conhecer.
    Estou com um aqui dela, mas ainda não consegui ler, estou completamente atrasada com as minhas leituras que coloquei como meta, espero que este mês eu consiga ler pelo menos alguns da listinha.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é tão lindo, carrega tanto sentimento que te deixa tão conectado que você só vê que acabou quando está realmente na última página. Faz um tempo que li a Trilogia, mas ainda tenho grande parte da história guardada em um lugarzinho especial de mim. Esse livro é o meu pequeno paraíso porque amo poesia e a forma como CoHo a pôs no livro é tão única. Aliás não há um livro dela que eu não ame, haha.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que dos livros dela esses foram os mais morninhos pra mim. Amei a escrita, mas os personagens que mais gostei foram as crianças xD
    O casal é legal, cada um passa por coisas que nem consigo imaginar... A responsabilidade do rapaz, as coisas que a garota enfrenta nessa nova fase da vida e como o relacionamento deles não é o ideal no começo e tal...Mas sei lá, faltou alguma coisa pra achar toda aquela graça dos livros dela. Deu pra ter uma noção do muito que ela conseguiu evoluir nas outras histórias depois dessa.
    Mas mesmo não sendo dos meus preferidos ainda adorei os pequenos detalhes, tipo isso dos poemas e das frases de musica. Muito bom. Fica uma coisa tão interessante de se ter na história. Isso adorei também.

    ResponderExcluir
  7. Olá, aqui é possível perceber que desde seu primeiro best-seller Hoover quis explorar as emoções humanos. E nesse típico livro da autora o leitor é apresentado a mais um personagem que precisa passar por uma transição psíquica para se realizar plenamente como pessoa. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ana!
    Já tive oportunidade de ler esse primeiro livro da trilogia e gostei demais.
    Pena não ter conseguido ler os outros, mas um dia conseguirei.
    Achei livro excepcional.
    Desejo um MÊS de sucesso e bençãos!
    “Nunca confunda movimento com ação.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana!

    Já vi vários resenhas de obras da autora, mas este livro eu ainda não ouvi falar. Lembro-me vagamente de ter visto sua capa em algum lugar... Mas enfim, quero ler pelo menos uma obra da autora, já ouvi muitas críticas mas também muitos elogios quanto a alguns de seus livros...

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana!
    Acho que como primeiro romance da autora ele parece muito bom. Com o toque da Colleen, com muito drama e reflexões a serem feitas. Ter uma paixão impossível é muito comum alguma vez na vida de cada um, e acompanhar essa história deve ser muito interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Já tinha ouvido falar desse livro e cada vez mais com comentarios maravilhosos, ele parece ser um daqueles livros que meche com o leitor. Parabéns pela resenha que me deixou mais curiosa ainda,Beijoss !!

    ResponderExcluir
  12. Olá! Apesar de curti muito a escrita da CoHo, ainda não tive a oportunidade de ler essa história, fato esse que vou mudar o quanto antes. Já fiquei empolgada em conferir esses trechos da música e vou amar ler, enquanto ouço as mesmas. A capa está linda e vai ficar muito bem aqui na minha estante (risos).

    ResponderExcluir
  13. Achei a parte do inicio dos capitulos bem criativo. Quando vi que o livro é Coolen ja soube que era um drama pesadão que só ela sabe fazer. Gosto dos livros dela, mas so da pra digerir um a cada 6 meses haha, de qualquer forma adicionei a minha lista.
    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ana!!
    Gostei muito de conhecer o primeiro livro da Colleen Hoover, ainda não li essa história e no momento só li um livro da autora. Mas quero muito ler outros livros dela!!
    Bjos

    ResponderExcluir