I AM A HERO: SEIS (ÓTIMOS) MOTIVOS PARA LER

SINOPSE: Aos 35 anos, Hideo Suzuki é um assistente de mangaká cuja vida parece estar estagnada em um trabalho sem perspectiva de crescimento profissional e que o afasta cada vez mais de seus sonhos. Além disso, tem uma dificuldade imensa em criar laços e manter seus relacionamentos. Se considera um verdadeiro fracassado, com uma vida vazia e sem propósito, assim como a grande maioria da atual sociedade japonesa de assalariados. Mas... um dia, a rotina de Hideo muda drasticamente. Ele presencia uma mulher ser atropelada. Apesar de estar obviamente morta, ela se levantou e atacou um homem com mordidas...
AUTOR: Kengo HANAZAWA
EDITORA: Panini
PUBLICAÇÃO: 2018
PÁGINAS: 248 páginas
TRADUÇÃO: Lídia IVASA

ALERTA: Esta HQ possui conteúdo violento e imagens que podem ferir a suscetibilidade do leitor.

Lançado de 1999 a 2007, com vinte e dois volumes, I AM A HERO é um mangá elogiadíssimo e aguardado com ansiedade aqui no Brasil. Finalmente, ele chega pela PANINI, e o primeiro volume já se encontra nas bancas. Apesar de ser mais uma história com zumbis, em um mercado que já apresenta sinais de estar saturado, ele traz novidades, tanto em termos artísticos, quanto em termos de narrativa. Abaixo, SEIS motivos para você dar uma chance ao mangá:


1) Hideo, o personagem principal, aos trinta e cinco anos, é a síntese da pessoa que não deu certo na vida, que não tem autoestima, que não consegue se expressar e nem se apresentar. Em resumo, é aquele personagem que morreria nos primeiros dez minutos de um filme de zumbis por, ao correr para fugir, tropeçou nos próprios pés. Mas, neste mangá, ele é o herói!

2) Hideo tem um nível de esquizofrenia. Sua consciência tomou a forma de um garoto imaginário com quem ele conversa, e esse garoto é quem joga na cara de Hideo o que ele não faz e o que ele não diz. Os locais onde Hideo enxerga o garoto são os mais esdrúxulos possíveis, como dentro de um mictório, que serve de metáfora, uma vez que Hideo mija na cara do garoto enquanto este joga mais algumas verdades na cara de Hideo. Brilhante!


3) Os zumbis são uma mistura de vários gêneros já conhecidos, resultando em algo um pouco diferente: eles são rápidos, fortes, agressivos e deformados. Alguns assumem um aspecto horripilante, mesmo sem terem qualquer parte do corpo comida ou despedaçada. Como eles atacam a mordidas, eles abrem muito a boca, o que acarreta que a pele lateral arrebente para que seja possível morder uma área maior que o natural.


4) Hanazawa, o autor, é detalhista no traço, seus desenhos são mais próximos da realidade, inclusive na composição do cenário, objetos e, principalmente, na expressão dos personagens, zumbis ou não. Seus personagens possuem as características do povo oriental, ao invés de muitos mangás que igualam as feições aos ocidentais. E toda a ação com os zumbis, seus ataques, são extremamente violentos.

5) Não apenas a arte é detalhista e realista, mas também toda a caracterização e descrição da vida de Hideo. O primeiro volume é quase todo dedicado a destrinchar o seu dia a dia: sua vida particular; sua vida amorosa (se é que se pode chamar assim); sua casa compacta, com pouquíssimo espaço, como é o normal no Japão; os hábitos alimentares; as saídas com os colegas de profissão; sua profissão como mangaká (desenhista de mangás); as tentativas de emplacar um mangá de sua autoria; enfim, todos os motivos que determinam o sentimento de fracasso que o atormenta.

6) Hanazawa é excelente na forma como descreve e desenha o comportamento das pessoas em relação a outras pessoas. A indiferença, a insegurança, o desejo de se dar bem a qualquer custo, o abandono, a generalização do sentimento individualista da geração atual, tudo isso está nas páginas do mangá, e, pelo menos em mim, despertou um horror maior do que os próprios zumbis.


Eu fiquei convencido e vou comprar todos os volumes. E você? Deixe nos comentários o que achou ;)


Compartilhe este post:

Carl

Tenho várias paixões: livros, gibis (muitos gibis), filmes, séries e jogos (muitos jogos de PC e consoles), fotografia, natação, praia e qualquer chance de viajar para conhecer novos lugares e pessoas. Lamento o dia ter apenas 24 horas - é muito pouco ;>) -, e não saber desenhar O.O

15 COMENTÁRIOS

  1. Mangás e afins não fazem parte de um universo que eu conheça. Aliás, não conheço quase nada ainda, mas ando pesquisando no meu pouco tempo e ando adorando ver e ler dicas de coisas que nem fazia ideia que existiam, como este acima que nem precisava de seis motivos para se desejar ler e ver uma obra que parece tão intensa.
    Ri da parte do morrer nos primeiros dez passos, acho que eu não duraria cinco.
    E pelo que vi nas ilustrações, há uma sobriedade incrível e traços perfeitos.
    Com certeza vou procurar mais!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carl.

    Uma HQ de tamanha dimensão, como essa, seria uma experiência diferente pra mim. Apesar de assustadora também.

    Apesar dos elementos ressaltados, ainda não sei se eu a leria.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não me rendi ao universo mangá e HQ.
    Apesar de ter achado A história de Iam a Hero muito interessante e ter gostado da personalidade de Hideo acredito que ainda não será essa saga qUE me fará ler mangá

    ResponderExcluir
  4. Parece interessante. Uma pena que só não seja o meu estilo de leitura, mas quem sabe :')

    ResponderExcluir
  5. Gosto de história do tipo e leria essa hq fácil. Mesmo o tema de zumbi estando meio batido ainda acho legal as ideias que os autores tem, nem que seja por um detalhe ou outro pra mostrar essa epidemia louca. Achei interessante o detalhe da esquizofrenia por exemplo, já adiciona um drama a mais e uma característica que pode até confundir o leitor, se o autor conseguir mostrar mais isso na história. Os detalhes dos zumbis também parecem legais, essa coisa da deformação também chamou atenção. Parece legal.

    ResponderExcluir
  6. Olá Carl!
    Não conhecia a HQ ainda, curti mto as ilustrações, é claro que vou add nos desejados e torcer pra que consiga ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nenhum tipo de mangá então tudo do assunto é uma surpresa para mim. Não sou fã de histórias com zumbis, mas a junção de mangá com isso pode ser que mude minhas ideias.
    Achei incrível as ilustrações, a forma como ele fez a expressão dos personagens e suas características - e levei um belo susto com esse bebê zumbi kkkkk
    Realmente não sei opinar se leria ou não, mas a publicação me motivou a conhecer esse universo diferente!

    ResponderExcluir
  8. Carl, estou convencida e quero logo ler! Legal serem tantos volumes e o mais legal ainda é que já estão lançando no Brasil. Quero conhecer mais sobre Hideo que tinha sua vida sem perspectiva alguma de mudança e se vê como um herói diante dos fatos com esse mundo de zumbis. Adorei o gráfico do mangá, inclusive a capa.

    ResponderExcluir
  9. Carl!
    Nossa! Os desenhos são aterrorizantes e por isso mesmo, deve ser uma história intrigante e instigante e claro que quero poder conferir.
    Acho também que comprarei os exemplares.
    As criaturas fantásticas estão tão bem caracterizadas nas ilustrações.
    Bom final de semana!
    “.Aquilo que eu não sei é a minha melhor parte! “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Olá! Definitivamente esse mangá não é minha praia, histórias de zumbi (socorro) me deixam aterrorizadas, eu até tentei assistir uma vez uma série sobre o tema, mas passei todo o capítulo de olhos fechados, ler então vai ficar um pouco mais difícil (risos).

    ResponderExcluir
  11. Oi, Carl!!
    Para ser sincera não precisei nem dos seis motivos para ler essa HQ. Gostei bastante da premissa da história e fiquei super curiosa para colher essa nova história de zumbi que parece ser bem interessante!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  12. Não sou tão fã de Mangás de zumbi apesar de parecer interessante sei que realmente não é minha praia e que dificilmente me agradaria Zumbis para mim só em The Walking Dead e em poucos filmes

    ResponderExcluir
  13. Oi!

    Ainda não conhecia o mangá, após ler estes seis motivos criei um leve interesse em ler esta HQ, ainda mais que tem zumbis, adoro haha

    ResponderExcluir
  14. Não leio muitos mangàs, por mais interessante que seja a història, não consigo chegar até o final. Mas para quem gosta é excelente.

    ResponderExcluir
  15. Nunca li um mangá, mas quero muito.
    E esse parece ser muito bom.
    Com temas fortes e polêmicos, parece ter também um grande desenvolvimento na trama.
    Fiquei bem curiosa.
    bjs

    ResponderExcluir