OS INCRÍVEIS 2


SINOPSE: A Mulher Elástica entra em ação para salvar o dia, enquanto o Sr. Incrível enfrenta seu maior desafio até agora: cuidar dos problemas de seus três filhos.
DIREÇÃO: Brad BIRD
DISTRIBUIÇÃO: Disney/Buena Vista
DURAÇÃO: 1H58
ELENCO: Holly HUNTER, Samuel L. JACKSON, Craig T. NELSON, Bob ODENKIRK e Sophia BUSH.

O ano de 2004 foi excelente para o cinema. Tivemos continuações maravilhosas, como: SHREK 2, HOMEM-ARANHA 2 e HARRY POTTER E O PRISIONEIRO DE AZKABAN. A Pixar/Disney apresentou a animação OS INCRÍVEIS, sobre uma família de heróis tendo que viver escondida. O filme trazia muita ação, comédia e uma trama sensacional. Levou 2 Oscar, foi um sucesso de bilheteria e encantou toda uma geração. Catorze anos depois, finalmente, chega a sua continuação, um dos filmes mais esperados do ano, com certeza vai fazer história, vamos lá!

Antes de começar é importante frisar que é muito necessário ter assistido ao filme anterior, porque esse novo capítulo começa exatamente na cena final dele.

No primeiro filme tínhamos uma família de heróis que precisava se esconder. O governo tinha uma lei onde heróis eram ilegais. Depois de anos escondidos e um vilão maluco, a família salva o dia e cai nas graças da população. Em OS INCRÍVEIS 2 se passaram apenas algumas semanas desde que a família salvou o dia. A lei ainda está em vigor e eles aguardam ansiosamente que ela caia de vez. Porém, a família não consegue ficar assistindo pessoas em perigo, acabam se envolvem numa luta que não termina bem e o desfecho disso é todo mundo na delegacia. Frustrados por nada mudar, a família tem que se esconder mais uma vez e perdem as esperanças a cada novo dia. Tudo muda quando um empresário procura a Mulher Elástica com uma proposta, ser a garota propaganda dos heróis. A idéia é mostrar para as pessoas o lado bom de ter os heróis de novo em ação, já que os meios de continuação só sabem denegrir a imagem deles. Dessa vez quem vai precisar ficar em casa e cuidar das crianças será o Senhor Incrível, que vai aprender, na marra, o que é cuidar de três crianças com poderes ao mesmo tempo.

O filme original tinha um trunfo incrível que era o seu roteiro genial, cheio de sacadas inteligentes e um ponto de vista inédito, uma família de heróis. Aqui vamos literalmente continuar de onde tudo parou lá em 2004. Os heróis ainda são ilegais e a família precisar melhorar seu entrosamento em todas as áreas. O texto é genial ao trocar os papeis, é muito comum um pai não saber cuidar dos próprios filhos. Não conhecer sua personalidade e mal saber ajudá-los em momentos difíceis. Também é normal conhecermos mães que estão voltando para o mercado de trabalho, cheias de receio de deixarem os filhos em casa. É um debate muito interessante e que rende bastante, principalmente num filme de heróis. Beto não sabe lidar com os filhos, com puberdade, com as lições difíceis da escola e muito menos com o desenvolvimento dos poderes do bebê, algo pouco trabalhado no primeiro filme.

Um dos grandes destaques é o desenvolvimento do bebê, conhecido como Zezé. Seus vários poderes são extraordinários e rendem cenas hilárias, como uma sequência envolvendo um esquilo. A Mulher Elástica sempre foi literalmente incrível e o tempo de tela que é dado a ela não poderia ser usado melhor. Um grande exemplo de mãe, mulher e heroína. Não aceita as coisas sem pensar, é a voz da consciência do marido, além de ser muito poderosa. A trama nova não é a coisa mais interessante do filme, faz sentido no texto. Como o filme se passa nos anos 70, era preciso usar muito mais a mídia tradicional para mudar a opinião pública e isso ainda é algo muito atual se você for parar para pensar. O desenvolvimento do Senhor Incrível também merece destaque por bater na tecla da igualdade. Ele se sente mal por ficar em casa e perder toda a ação, acha que só ele conseguiria fazer o trabalho, mas com o tempo acaba percebendo que o mundo não gira em torno dos homens. Nem sempre a força bruta é a resposta.

O grande problema dos heróis no filme, no caso da Mulher Elástica, é um vilão chamado O Hipnotizador. Ele é bem previsível e impressiona pouco, seu plano fica enterrado num filme que tem muitas coisas melhores a dizer. Mas isso não atrapalha em nada a sessão, a interação da família na hora do pau é sensacional, espere sequências belíssimas de lutas com os heróis usando seus poderes com sangue nos olhos. Têm muita ação, comédia, reflexões para levarmos para casa. A trilha sonora clássica do primeiro filme está presente para a nossa alegria. A qualidade da animação está de cair o queixo, extremamente rica em detalhes e estilo.

E o melhor disso tudo é que temos um caminho belíssimo para possíveis continuações. Tem tantas coisas para se trabalhar e abordar, que poderiam sair uns dez filmes. A gente espera é que não demore 14 anos de novo. Obviamente não supera o seu original, mas esse nunca foi o objetivo, até porque seria impossível. Mas faz jus à franquia, expande ao mesmo tempo em que honra a história original. Mais um acerto da Disney/Pixar, mais um sucesso e choca um total de zero pessoas. Corra para os cinemas!

OBS: É uma tradição todos os filmes da Pixar terem um curta metragem exibido antes do filme. Dito e feito, antes do filme é exibido um curtinha chamado BAO e posso adiantar que é emocionante. Fala sobre a cultura chinesa e em como a comida é importante para a construção de uma família. Belíssimo, um presente sensacional.


Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

7 COMENTÁRIOS

  1. É impossível dizer o quanto Fiquei emocionada quando anunciaram o lançamento da continuação desse que é um dos meus filmes favoritos nostalgia realmente tomou conta de mim e assim que eu vi as fotos promocionais e dizer que divulgaram não consegui segurar o coração do peito Eu realmente estou muito ansiosa para conferir esse filme e eu não sabia que ele tinha ganho 2 Oscars quando foi lançado

    ResponderExcluir
  2. Nossa, lembro de quando via esse filme, faz tempo mesmo e que louco poder acompanhar uma continuação só agora! Já crescida e com outras formas de ver a trama. Não lembro muito do original no entanto, só de alguns personagens que gostava bastante. Teria que rever pra entender melhor. Parece que tá legal, apesar de que é difícil superar aquela graça do primeiro e não sei se esse vai conseguir mesmo. Tem algumas coisas que chamaram atenção, tipo esse jeitão da Mulher Elástica que encanta, mas também já dá pra perceber uns clichês com coisas de vilão e tal. No geral parece um bom filme, mas aí só vendo mesmo pra saber como ficou. Legal que tenha isso dos ganchos pra continuação também. Se sair mesmo tomara que não demore né...

    ResponderExcluir
  3. Oi Rafael!
    Estou ansiosa pra ver o filme, qdo vi o lançamento fiquei doida, qro ir essa semana conferir...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Estou contando os dias para ver este filme, mas preciso rever o primeiro. Não há memória( no meu caso) que resista a 14 anos. Rsss
    Na época do primeiro filme, a gente se divertiu, sofreu e claro, deu muita risada com a família. Agora já estou tentando imaginar o pai cuidando destes filhos malucos..Rsss
    Quero me emocionar sim! Acho que todos os fãs de animação que puderam viver o primeiro filme, mereciam viver este segundo!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Rafael!
    Assisti o anterior e achei ótimo e só de ver o trailer desse, já gostei, mesmo que o vilão Hipnotizador não seja um dos melhores, só em ver toda família novamente e trazendo um plot de o pai ter de lidar com os problemas dos filhos quando não são super herois deve ser ótimo.
    Bom domingo e mês de julho!
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Assisti ontem no cinema e não me decepcionou em nada. Os incríveis é um dos meus filmes favoritos que eu assistia várias vezes quando criança e depois de quase uma década e meia lançam o dois é muita emoção né?! rsrs
    Me tirou altas risadas, nos momentos de controle do hipnotizador com os heróis fiquei bastante tensa. Amei a evolução de cada personagem, em especial ao Zézé!! <3

    ResponderExcluir
  7. Oi Rafael,
    que linda resenha!
    Assisti o primeiro filme logo que foi lançado e adorei.
    E agora tô ansiosa pra ver o 2.
    Gostei demais da sua resenha. Deu pra ver que tá um filmaço, com muita aventura, emoção e boa história.
    bjsss
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir