CODINOME LADY V E O SEGREDO DO CONDE

SINOPSE: Numa noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney em um jardim escuro. No entanto, a paixão que ela agita dentro dele, deve ser deixada nas sombras, isto porque ela ama seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando a tragédia ataca, para honrar o voto que ele faz ao seu irmão moribundo, Edward deve fingir ser Greyling até a condessa entregar seu bebê. Depois que seu marido retorna de uma estada de dois meses, Julia o encontra mudado. Mais ousado, mais atrevido e mais perverso, mesmo que ele limite seus encontros para beijos. A cada dia que passa, ela se apaixona mais profundamente. Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite há muito tempo são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o marido dela de verdade. Mas se ela descobrir sua artimanha, ela o desprezará - e a lei inglesa o impede de se casar com a viúva de seu irmão. No entanto, ele deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos se ele realmente deve levar tudo.
AUTORA: Lorraine HEATH
EDITORA: Gutenberg
PUBLICAÇÃO: 2017 e 2018
PÁGINAS: 256 e 284
TRADUÇÃO: A. C. REIS

CODINOME LADY V

CODINOME LADY V é o primeiro livro da série OS SEDUTORES DE HAVISHAM, da autora Lorraine Heath, publicado pela Editora Gutenberg. Nesse livro, conheceremos a história da jovem Minerva Dodger, que está cansada de receber propostas de casamento pelos motivos errados.

Minerva está preparada para tomar as rédeas de sua vida, ela sonha em encontrar o amor verdadeiro, mas depois de várias temporadas recebendo propostas de casamentos de caça-dotes, ela sabe que isso não será possível, afinal, como distinguir sentimentos verdadeiros nos pretendentes, quando ela tem uma absoluta fortuna como dote?

Ela já se conformou com o fato de que é uma solteirona, todavia isso não irá impedi-la de conhecer os prazeres carnais. Minerva então começa a frequentar o Clube Nightingale, lugar onde ela pode ter um amante sem manchar a sua reputação, afinal ela está protegida por uma mascará e usará o codinome de Lady V.

Mas, o que Minerva não esperava, era despertar o interesse de um dos libertinos mais conhecidos de toda Londres, O Duque de Ashebury. Ashe acaba de chegar a Londres, depois de uma viagem que fez ao continente Africano, querendo esquecer um pouco os problemas que pairam sobre sua cabeça. Ashe parte para o Clube com o intuito de encontrar uma jovem que queria partilhar sua cama por uma noite.

Ele logo fica intrigado pela Minerva e, apesar das regras, quer a todo custo descobrir a identidade da mulher que despertou a sua atenção, mas apesar dos seus desejos, essa não é a sua única preocupação, ele precisa urgente de uma noiva que tenha um bom dote, pois seus cofres estão vazios e a única forma de mudar isso de maneira rápida é conseguir um bom casamento. Fora do Clube, Ashe começa a cortejar Minerva, e ela logo desconfia dos seus interesses. Como demostrar amor quando há tanto dinheiro em jogo?

CODINOME LADY V foi uma leitura bem interessante. Nessa trama, temos personagens bem construídos, um romance bonito, que cresce de maneira gradativa, e diversas lições sobre a importância da família.

Minerva é uma jovem de mente afiada, que está bem à frente do seu tempo. Ela é forte e muito independente. Eu adorei sua personalidade, principalmente pelo fato de que, no decorrer da história, ela faz diversos questionamentos sobre o papel da mulher na sociedade. Outro ponto que eu também gostei bastante, foi perceber que a personalidade dela veio da criação que teve, seus pais a criaram para ser forte, de modo que ela viesse a tomar suas próprias decisões, independentemente do que diz as regras da sociedade.

Ashe foi um personagem que ganhou meu coração, ele é o estereótipo de um bom libertino, bonito, encantador, com uma boa conversa. Todavia, eu adorei conhecer suas outras facetas, principalmente nas questões que envolviam o seu medo de amar e de ser amado, que veio desde a sua infância.

Os personagens secundários foram incríveis, e eu não vejo a hora de conhecer a história de todos eles. Edward foi o que mais me chamou a atenção nesse livro, pois gostaria muito de conhecer as suas facetas e motivações. Outros que também se destacaram, foram Locke e Marsden, que eu gostaria muito de conhecer a história, apesar de ter certeza que sofreria bastante lendo, levando em conta o fato de como tudo terminou.

A edição está bem bonita. Essa capa é linda e tem tudo a ver com a história. A cada novo capítulo, temos uns detalhes bem fofos, que deram um charme à diagramação. As letras são confortáveis nas folhas amareladas. Encontrei alguns erros, mas nada que tenha atrapalhado a leitura. A narrativa é alternada entre os personagens.

Em suma, CODINOME LADY V foi um livro que eu desfrutei bastante, a narrativa da autora é bem fluída, os personagens são incríveis e, apesar de todos os clichês, foi impossível não torcer e me apaixonar por eles. 


O SEGREDO DO CONDE

No primeiro livro da série – CODINOME LADY V – fomos apresentados aos sedutores de Havisham. Nesse segundo livro, conheceremos a história de Edward Alcott, um jovem libertino que é apaixonado pela esposa do irmão e tenta de todas as formas possíveis manter esse sentimento escondido de todos, inclusive dele mesmo. 

Albert e Edward não poderiam ser mais diferentes. Enquanto Albert, o Conde de Greyling, era um homem exemplar, que levava suas responsabilidades a sério, Edward era o sedutor aventureiro, que vivia se metendo em problemas, graças às suas irresponsabilidades. Mas, apesar dessas divergências entre os personagens, o amor de irmãos que existia entre eles, não poderia ser negado. Por isso, quando Edward convida Albert para uma viagem, ele enfim cede, esperando aproveitar esse tempo com o irmão. Todavia, o que eles não esperavam, era a tragédia que viria a seguir. 

Em sua viagem à África, Albert acaba perdendo sua vida de maneira trágica, mas antes de morrer, ele pede a Edward que tome seu lugar como o Conde de Greyling e marido de Julia, para que ela não perca o bebê que eles tanto desejavam depois de vários abortos. Edward sabe que precisa cumprir o desejo do seu irmão, mas isso não é uma tarefa fácil, visto que ele é apaixonado pela Julia e a cada dia que passa em seu convívio, sente que verdadeiramente encontrou o seu lugar. 

Julia sabe que algo está diferente em seu marido e acha que isso está acontecendo em decorrência da perda recente de seu irmão. A cada dia que passa, ela sente que ama ainda mais o seu marido, mas um deslize de Edward coloca tudo a perder, e Julia está destruída, tanto pela traição que sente ao ter sido enganada pelo cunhado, quanto pelo fato de que os sentimentos que surgiram durante os meses que ficaram juntos, pertenciam a outro homem que não era seu marido. 

O SEGREDO DO CONDE foi um dos livros mais aguardos por mim esse ano e essa história não me decepcionou. Eu adorei esse casal, apesar de achar algumas atitudes de Edward de baixa índole, eu entendo suas motivações. Este não é um romance fácil de ser vivido, em especial pelo sentimento de perda que os personagens ainda sentem, a culpa por estarem apaixonados quando ela é viúva de seu irmão e mãe de seu(sua) sobrinho(a) e, acima de tudo, pelo fato de que a lei britânica não permite o casamento de um homem com a viúva do seu irmão. 

Julia foi uma personagem que cresceu bastante durante a trama. Eu adorei a forma como a autora trabalhou o envolvimento dos personagens e os sentimentos que surgiram entre eles, eu gostei que ela não precisou denegrir a imagem de Albert para fazer isso, como muitos outros autores fazem, afinal, Julia amou e ama seu marido e isso não foi contestado em momento algum do livro. 

Edward foi um personagem que me fez sofrer em diversos momentos, pois ele conseguiu despertar a minha empatia. Sua perda foi grande e muito dolorosa, mas apesar de tudo, ele não consegue conter os sentimentos que sente pela Julia, mesmo sabendo que o amor deles estava destinado ao fracasso. Ele é intenso e muito determinado a fazer o que é certo, mesmo que isso lhe deixe com o coração destruído depois. 

Os personagens secundários, novamente, roubaram as cenas. Eu adorei o companheirismo que existe entre Ashe, o personagem principal de CODINOME LADY V; Locke, que será protagonista do terceiro livro; e Edward. Eles podem não ser irmãos de sangue, mas apoiarão seu amigo nos momentos em que ele mais precisar. E por último, temos Marsden, o Marquês louco, que continua sendo uma incógnita para mim e que tem um conto contando a sua história. 

Essa capa é linda, edição segue o mesmo padrão do livro anterior, folhas amareladas e letras confortáveis, encontrei apenas um erro de revisão durante a leitura. Assim como no livro anterior, a cada novo capítulo temos alguns detalhes bem fofos, e entre os mesmos, temos uma rosa para separar as cenas ou a mudança de ponto de vista. A narrativa é feita em terceira pessoa, alternando entre os personagens. 

O SEGREDO DO CONDE foi uma leitura intensa e muito impactante, eu gostei dos personagens, da forma como a autora trabalhou a relação deles, apesar do fato de que fiz diversas pausas durante a leitura, para absorver tudo o que estava acontecendo. Eu concluo o livro feliz pelo casal, mas triste por ter terminado tão rápido. Eu estou ansiosa pelo terceiro livro e pelo conto, espero que a editora não demore muito para lançar.


Compartilhe este post:

Marlene Conceição

Meu nome é Marlene, moro em São Paulo, sou apaixonado por livros, leio conforme meu humor, não tenho um gênero literário definido, gosto de tudo um pouco, irei cursar faculdade de Medicina, amo séries e filmes.

16 COMENTÁRIOS

  1. Em primeiro lugar que capas lindaaaaasss!
    Como já disse várias vezes por aqui sou muito fã de romance de Época e esses dois livros estão na minha Wishlist.
    As sinopses dos dois livros são muito interessantes e pela sua resenha foram muito bem desenvolvidas

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marlene.

    É tão bom quando o romance, como "O Segredo do Conde", em um todo, é construído aos poucos. Quando nos apaixonamos genuinamente e juntamente com os personagens. Gostei da proposta do livro.

    E "Codinome Lady V", também me ganhou por sua proposta.

    O fato da personagem ter suas decisões, que não são impostas pela sociedade, respeitadas por sua família, já me deixa com mais vontade de lê-lo, por trazer consigo uma diferença dos demais romances de época.

    Ainda não li nenhuma obra da autora, mas ambos os livros estão na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  3. Puxa, a resenha do segundo livro foi para matar!rs literalmente.
    Só conhecia o primeiro livro, assim de ver pelo mundo literário. Acredito que tenha lido uma resenha apenas dele, mas como amo um bom romance de época, já estava de olho nele. Agora o segundo livro pegou de surpresa pelo enredo. Forte e complicado. Tentar viver uma mentira tão forte, lidar com uma perda tão próxima assim, uma gravidez...muita coisa pesada e triste.
    Com certeza, se tiver oportunidade, quero conferir os dois livros.
    Capas maravilhosas.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do que vi desse primeiro e já adorei a personagem da Minerva. Parece fácil gostar dela. O romance tá legal pelo visto e no geral é um livro que dá pra se jogar, fácil de ler. Bom ver que o próximo não deixa muito a desejar também. Tem sentimentos fortes e que fazem você simpatizar com os personagens, com o que eles estão sentindo...gosto disso. Acima de tudo já chama atenção por pelo visto fazer uma trama em que é fácil se conectar com os sentimentos deles. Deu vontade de ler. Parecem boas histórias.

    ResponderExcluir
  5. Codiname V tem uma premissa muito boa. Gosto muito de romances de época, ainda mais quando as moçinhas da história saem ou tentam fugir dos padrões impostos pela sociedade ao seu redor. De certo modo esse livros trazem bastante reflexões no fim da leitura. O segredo do Conde também tem uma premissa bem legal, um estilo de usurpadora rsrs os personagens parecem ser bem complexos, deixando a leitura diferente.

    ResponderExcluir
  6. Marlene!
    Gosto quando vem resenhas duplas, porque já pegamos o que vem em cada enredo.
    Tive oportunidade de ler Codinome Lady V e também me encantei com a autora aí. Um enredo bem construído com protagonista irreverente e mais madura, excepcional.
    Ver que ela traz um romance e enredo ainda mais forte e arriscado que a anterior em O Segredo do Conde, aguçou ainda mais a vontade de fazer a leitura.
    E que capa belísima é essa? Uauuuuuuuuu!
    Boa semaninha e mês de julho!
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  7. Eu compraria esse livros só por causa das capas, ameiii *-*
    Adorei ler a resenha de ambos os livros e fiquei feliz por não ter TAAAANTO spoiler, estava imaginando que um era continuação do outro, mas pelo que entendi são histórias intercaladas (me corrija se estiver errada kkk)
    Nunca li nada de época, mas estou ansiosa para conhecer o gênero! Adorei tudo, parabéns pelas resenhas lindas <3

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adorei a resenha dupla, é bacana pq assim a gte consegue ter opiniões diferentes dos livros...
    Eu estou doida pra conhecer esse enredo, parece bom, pela capa eu já me apaixonei, espero conseguir ler me breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marlene
    Ainda não tinha lido resenha dupla, adorei.
    Vejo muitas pessoas postar fotos desses livros, mas resenha é a primeira que leio.
    Gostei muito do enredo dos dois livros, mas fiquei encantada com a estória do segundo livro O Segredo do Conde. Como a autora soube escrever o envolvimento do cunhado com a esposa do irmão.
    Quero ter chance de ler os livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Livros onde o autor consegue nos mostrar a personalidade forte do protagonista e consegue também mostrar o motivo de ele ter se tornado quem ele é, meu deus é muito sensacional... Acho que a sensação quando se está lendo um livro onde se sabe tudo que se passa na cabeça do personagem e o que levou ele a pensar daquela forma é um dos melhores tipos de leitura... Não sou muito fã de romance, mas acho que esse eu vou ter que ler haha!! Parabéns...

    ResponderExcluir
  11. Sobre o segundo livro, achei muito interessante o protagonista principal ser outra pessoa, deve ser uma sensação muito boa ler continuações com outros enredos/pontos de vista. Parabéns mais uma vez... gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
  12. Olá Marlene,
    Gostei bastante do primeiro livro, fico aqui pensando em como eles conseguiam manter clubes no estilo Clube Nightingale naquela época, porque tudo era praticamente proibido, principalmente para as mulheres. Bom saber que o mocinho conquista, acredito que quando o romance é bem trabalhado os personagens sempre conquistam, e adoro quando vemos um desenvolvimento
    Quanto ao segundo, por mais que seja um romance e eu também entenda a situação que Edward está, não gostei tanto, acho difícil se construir algo com base em uma história com uma mentira enorme dessas, maaas, só lendo pra saber né?
    Confesso que tô babando nessas capas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá! Estou muito empolgada para conferir a história da Minerva, pois ela mostrou ser bem empoderada, além disso, amo romance de época, por isso, para mim, é leitura obrigatória. Apesar de clichê tenho certeza que vou amar cada linha. E esse casal vai me fazer suspirar e rir muito, mas estava tão ansiosa pela história do Edward que acabei começando pelo segundo livro (não me julguem) e tenho que dizer que amei cada linha escrita. História maravilhosa e muito bem desenvolvida, é notável como os dois foram criando laços mais fortes durante o tempo em que passaram juntos, eita que eu chorei, e aquele final ahhhhhhhhhhhhh, agora fica a torcida para os próximos não demorarem.

    ResponderExcluir
  14. Desde que vi essa capa, eu to louca por essa leitura. A editora arrasou na escolha.
    Adoro quando mesmo clichê o livro consegue ser incrível e nos cativar.
    To mais ansiosa pelo segundo do que pelo primeiro, confesso haha
    Acho bem legal quando a série conta a história de um personagem diferente mas que aparece em todos.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Adorei a resenha dupla. Já ouvi falar dos livros porém ainda não havia parado para ler alguma resenha... A capa de ambos são lindas, e criei um interesse pela história, só ouço elogios e sinto muita empolgação de quem fala sobre eles haha!!

    ResponderExcluir
  16. Oi mana, eu já tinha lido o primeiro livro mas mana você me deixou desesperada pra ler o segundo livro ( insira aqui um gif de desespero ) kkk Eu gostaria muito de saber como ela vai reagir ao descobrir que o cara que amava era o irmão do outro, eu ia ficar bem chateada com certeza e eu já sei que vou sofrer com o mocinho porque pelo amor de Deus eu só li a sua resenha e já tava sofrendo. Muito obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir