HOMEM-FORMIGA E A VESPA

SINOPSE: Após ter ajudado o Capitão América na batalha contra o Homem de Ferro na Alemanha, Scott Lang é condenado a dois anos de prisão domiciliar, por ter quebrado o Tratado de Sokovia. Diante desta situação, ele foi obrigado a se aposentar temporariamente do posto de super-herói. Restando apenas três dias para o término deste prazo, ele tem um estranho sonho com Janet Van Dyne, que desapareceu 30 anos atrás ao entrar no mundo quântico em um ato de heroísmo. Ao procurar o dr. Hank Pym e sua filha Hope em busca de explicações, Scott é rapidamente cooptado pela dupla para que possa ajudá-los em sua nova missão: construir um túnel quântico, com o objetivo de resgatar Janet de seu limbo.
DIREÇÃO: Peyton REED
DISTRIBUIÇÃO: Disney/ Buena Vista
DURAÇÃO: 1H58
ELENCO: Paul RUDD, Evangeline LILLY, Michael DOUGLAS, Michelle PFEIFFER, Michael PEÑA, Laurence FISHBURNE

O terceiro e último filme do Universo Cinematográfico Marvel do ano está entre nós. HOMEM-FORMIGA E A VESPA chegou para responder várias perguntas deixadas no filme anterior, lançado em 2015. Antes de começar é importante ter assistido pelo menos os filmes CAPITÃO-AMÉRICA: GUERRA CIVIL e, obviamente, HOMEM-FORMIGA, para uma imersão melhor na trama, e te garanto que vale muito a pena!

Scott Lang, o atual Homem-Formiga, está em prisão domiciliar devido a seu apoio ao Capitão América. E seu envolvimento na batalha, acabou transformando o cientista que criou a fórmula de diminuir e sua filha em foragidos. Agora o Dr. Hank Pym e Hope, mesmo vivendo escondidos, estão completamente focados em trazer de volta Janet, a mãe e esposa que há anos está perdida no mundo quântico. Tudo mudou depois que Scott foi e voltou do mundo quântico no primeiro filme, mesmo não se lembrando de nada, alguma coisa dentro dele guarda a resposta para os segredos desse mundo. Logo ele acaba se juntando ao doutor e sua filha nessa missão, ao mesmo tempo em que eles precisam fugir da máfia e de uma estranha mulher que parece ter os poderes de um fantasma.

Para quem fala que todos os filmes da Marvel são iguais,  HOMEM-FORMIGA E A VESPA veio como uma espécie de tapa na cara para essas pessoas. O roteiro segue uma idéia simples, salvar a doutora Janet que está presa, algo que foi apenas citado no filme anterior e nesse novo capítulo tudo gira em torno desse fato. Começando com o maior upgrade que é a inclusão da Vespa. Ela é a filha do doutor e agora vive como uma foragida, precisa se defender e achar os matériais necessários para o salvamento da sua mãe. Vivida pela maravilhosa Evangeline Lilly, muito conhecida por participar da série LOST, aqui a atriz realmente merece seu nome no título, pois passa longe de ser apenas uma coadjuvante. No primeiro filme já fica claro que ela já tinha as habilidades para usar o traje, e aqui prova que nasceu para esse papel. Inteligente, habilidosa e poderosíssima, protagoniza cenas de ação sensacionais e manda muito bem no drama. A carga que sua personagem carrega é pesada, mas a mesma não desiste nunca dos seus objetivos.

A produção merece palmas pelo uso dessa habilidade incrível que é poder diminuir e crescer graças à fórmula secreta do doutor. Nunca um poder foi tão bem enaltecido. Aqui ele é usado para objetos, pessoas e até mesmo prédios. A todo o momento ela se prova sensacional e, acima de tudo, útil. O plano para o resgate da doutora é prejudicado graças a essa moça, a fantasma. Encarna uma boa vilã secundária e suas motivações são bem interessantes; o segundo problema que os heróis precisam resolver é com uma espécie de máfia dos equipamentos tecnológicos. Eles são bem úteis para o caos do filme e ajudam a criar ótimas sequências de confusão, porrada e gritaria.

A direção do filme anterior permanece a mesma, porém o nível foi aumentado bastante. A produção está mais engraçada, tem uma trama fechadinha que responde tudo que ficou em aberto e, acima de tudo, passa longe de ser um filme inútil. Sabemos que tudo mudou depois de VINGADORES: GUERRA INFINITA, a nova aventura do homem formiga se passa depois desses eventos, e no seu final, ele se liga com o estado atual do mundo dos heróis da Marvel.

Que o ator Paul Rudd é carismático, todo mundo sabe. Figurinha repetida em diversos filmes de comédia, ele aqui se mostra muito capaz e esforçado. O ator é legal, o personagem é incrível e tem uma habilidade que dá inveja a qualquer um, o que pedir mais? O grande e clássico Michael Douglas ganhou mais destaque nesse capítulo para a alegria do público. Todo mundo sabe que ele é talentoso, na sua estante tem dois Oscar, Emmys e vários outros prêmios. Aqui ele está mais rabugento e ranzinza, quem ia gostar de se tornar um foragido da noite pro dia? O personagem não é um dos melhores para se lidar, mas sua inteligência e sua sede de conhecimento transbordam para o espectador, que a essa altura do campeonato, aceitaria ajudar o doutor em qualquer plano que ele bolar. Simplesmente um grande ator que pega seu personagem e o eleva as alturas. A diva Michelle Pfeiffer aparece pouco, mas consegue marcar presença e promete muito para os filmes futuros. Destaque também para a participação de Michael Peña, aquele amigo tagarela do Scott, seu entusiasmo com tudo o que acontece no filme é muito palpável.

HOMEM-FORMIGA E A VESPA pode ser considerado o filme das consequências. Atos sem planejamentos acabam deixando marcas pesadas para você e também para as pessoas a seu redor. A produção pega a idéia do primeiro filme e a aplica em tudo e todos. Um dos filmes mais divertidos do ano, vai entreter a todos com seu roteiro esforçado e inteligente, elenco afinadíssimo e efeitos visuais para ninguém botar defeito. Mais um acerto da Marvel, que prova que planejamento e dedicação são o segredo do sucesso.


Compartilhe este post:

Rafael Yagami

Cinéfilo compulsivo, amante de livros e musica. A leitura e os filmes sempre me ensinaram a confiar em mim e ter sonhos grandes e é com isso que me armo todos os dias para lutar pelos meus objetivos.

6 COMENTÁRIOS

  1. Rafael!
    Mesmo que todos falem que o universo da Marvel não seja tão intelectualizado em seus filmes, não tem como não adorar suas produções.
    Assisti os dois anteriores e quero me acabar de rir com mais esse filme genial.
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Olá Rafael!
    Amo filmes da Marvel e me parece que esse filme veio realmente pra agradar...
    Ansiosa pra ver o filme!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Mesmo que filmes de super heróis não seja muito meu forte, sempre acabo vendo todos e não vejo a hora de poder ver este lançamento.
    Acredito que seja o tipo de filme que veio realmente para fechar buracos deixados anteriormente e com isso, responder algumas questões que estavam em aberto.
    Gosto demais do trabalho da linda e talentosa Evangeline e adorei ler sobre a parte dela neste longa!
    Verei em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Esse não daria pra ver porque não vi o outro e nem o ultimo de guerra infinita ainda. Mas achei legal as coisas que disse sobre mudar um pouco o clima dos filmes da marvel, a inclusão de uma nova personagem como essa e como foi feita, as coisas que dá pra fazer com aquela formula louca que diminui e cresce as coisas e tudo que já dá pra imaginar com o plano de resgate e vilã e etc. Parece ter um gás bom de acompanhar, uma história que prende e com personagens que cativam. A coisa de ligar com o outro filme e o final dos heróis já é outro ponto que chama atenção também pra quem quiser mais informações sobre o estado das coisas. Parece bom.

    ResponderExcluir
  5. A atuação da vilã é beeem superficial, mas o filme tem uma boa coesão. Perde um pouco do ritmo às vezes, mas se recupera bem. Luís mais uma vez essencial para o timing cômico do filme.
    Cena pós-crédito incrível!

    ResponderExcluir